paraolimpicos

Paraatletas não terão prêmio medalha em Pequim

Esporte Adaptado · 06 ago, 2008

Em comunicado oficial, o Comitê Paraolímpico Brasileiro afirmou que durante os Jogos Paraolímpicos de Pequim os atletas não contarão com um prêmio medalha (bonificação extra pela conquista do artefato), já que “não apareceu nenhum patrocinador disposto a financiar o referido prêmio”. Apesar disso, os atletas terão ajuda de custo para arcar com as despesas de viagens.

Segundo o comunicado assinado pelo Presidente Vital Severino Neto, durante toda a atual gestão os membros das delegações oficiais sempre receberam a ajuda de custo. Já em relação ao prêmio medalha, além do problema da falta de patrocinadores, “os recursos esperados para a preparação das equipes Paraolímpicas Brasileiras, que viriam da Petrobrás (...), não vieram e o CPB teve que se organizar de uma outra maneira”, o que impossibilitou o Comitê de bancar por conta própria o prêmio.

A delegação brasileira em Pequim será a quarta maior da competição, com um total de 319 componentes, entre eles delegados, treinadores, atletas-guia, entre outros. O comunicado diz ainda que os recursos para bancar as viagens vieram da Lei Agnelo/Piva e os custos foram muitos altos, já que envolveram uma viagem para o outro lado do mundo.

“Conseguimos, para suplementar os recursos que seriam insuficientes para fazer frente a essa operação, um montante junto ao patrocinador oficial do CPB, Loterias Caixa e um outro montante através da Lei de Incentivo Fiscal”. Esse montante serviu para custear equipamentos, implementos, material esportivo, além de custear períodos de treinamentos.

O comunicado na íntegra, bem como todas as resoluções que tratam do assunto estão disponíveis no site oficial do Comitê, o www.cpb.org.br.


Paraatletas não terão prêmio medalha em Pequim

Esporte Adaptado · 06 ago, 2008

Em comunicado oficial, o Comitê Paraolímpico Brasileiro afirmou que durante os Jogos Paraolímpicos de Pequim os atletas não contarão com um prêmio medalha (bonificação extra pela conquista do artefato), já que “não apareceu nenhum patrocinador disposto a financiar o referido prêmio”. Apesar disso, os atletas terão ajuda de custo para arcar com as despesas de viagens.

Segundo o comunicado assinado pelo Presidente Vital Severino Neto, durante toda a atual gestão os membros das delegações oficiais sempre receberam a ajuda de custo. Já em relação ao prêmio medalha, além do problema da falta de patrocinadores, “os recursos esperados para a preparação das equipes Paraolímpicas Brasileiras, que viriam da Petrobrás (...), não vieram e o CPB teve que se organizar de uma outra maneira”, o que impossibilitou o Comitê de bancar por conta própria o prêmio.

A delegação brasileira em Pequim será a quarta maior da competição, com um total de 319 componentes, entre eles delegados, treinadores, atletas-guia, entre outros. O comunicado diz ainda que os recursos para bancar as viagens vieram da Lei Agnelo/Piva e os custos foram muitos altos, já que envolveram uma viagem para o outro lado do mundo.

“Conseguimos, para suplementar os recursos que seriam insuficientes para fazer frente a essa operação, um montante junto ao patrocinador oficial do CPB, Loterias Caixa e um outro montante através da Lei de Incentivo Fiscal”. Esse montante serviu para custear equipamentos, implementos, material esportivo, além de custear períodos de treinamentos.

O comunicado na íntegra, bem como todas as resoluções que tratam do assunto estão disponíveis no site oficial do Comitê, o www.cpb.org.br.

Odair dos Santos bate recorde dos 5.000m na classe T12

Esporte Adaptado · 20 maio, 2008

O paraatelta paulistano Odair dos Santos, ouro nos Jogos Parapanamericanos do Rio de Janeiro nos 1.500m; 5.000m e 10 mil metros, superou em 10 segundos o recorde mundial dos 5.000m na classe T12, durante o Torneio da Federação Paulista de Atletismo, no último sábado (10). Apesar de comemorar os 14min41seg, Odair provavelmente não terá a marca homologada pelo Comitê Paraolímpico Internacional.

Apesar da prova constar no calendário oficial da entidade e da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), não foi realizado controle anti-dopagem e não havia no local estrutura para se homologar recordes. "Eu ficaria muito feliz se fosse, mas vou continuar treinando para repetir o tempo em Pequim, é meu objetivo. Bater um recorde numa Paraolimpíada vai ser ainda mais emocionante, além de ter mais repercussão”, ressalta o atleta.

O coordenador técnico de atletismo da equipe, Ciro Winkler, ressalta a ótima fase de Odair. "Se continuar nesse ritmo o atleta poderá voltar de Pequim com ótimos resultados, especialmente porque a classe T12 é hoje uma das mais competitivas do atletismo".

Esta marca classifica o atleta para o Troféu Brasil de Atletismo, o que certamente lhe dá mais ânimo para continuar os trabalhos. “O treinamento vai ser bem mais forte a partir de agora, a confiança aumenta e sei que tenho condições de correr abaixo desse tempo”.


Odair dos Santos bate recorde dos 5.000m na classe T12

Esporte Adaptado · 20 maio, 2008

O paraatelta paulistano Odair dos Santos, ouro nos Jogos Parapanamericanos do Rio de Janeiro nos 1.500m; 5.000m e 10 mil metros, superou em 10 segundos o recorde mundial dos 5.000m na classe T12, durante o Torneio da Federação Paulista de Atletismo, no último sábado (10). Apesar de comemorar os 14min41seg, Odair provavelmente não terá a marca homologada pelo Comitê Paraolímpico Internacional.

Apesar da prova constar no calendário oficial da entidade e da Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt), não foi realizado controle anti-dopagem e não havia no local estrutura para se homologar recordes. "Eu ficaria muito feliz se fosse, mas vou continuar treinando para repetir o tempo em Pequim, é meu objetivo. Bater um recorde numa Paraolimpíada vai ser ainda mais emocionante, além de ter mais repercussão”, ressalta o atleta.

O coordenador técnico de atletismo da equipe, Ciro Winkler, ressalta a ótima fase de Odair. "Se continuar nesse ritmo o atleta poderá voltar de Pequim com ótimos resultados, especialmente porque a classe T12 é hoje uma das mais competitivas do atletismo".

Esta marca classifica o atleta para o Troféu Brasil de Atletismo, o que certamente lhe dá mais ânimo para continuar os trabalhos. “O treinamento vai ser bem mais forte a partir de agora, a confiança aumenta e sei que tenho condições de correr abaixo desse tempo”.

Brasil faz bonito na Copa do Mundo paraolímpica

Esporte Adaptado · 13 maio, 2008

Terminou no último domingo em Manchester (Inglaterra) a edição 2008 da Copa do Mundo paraolímpica, competição que rendeu muitas medalhas ao Brasil no atletismo. Todos os atletas da delegação canarinho subiram ao pódio.

Terezinha Guilhermina conquistou prata nos 100 e 200m, Pedro Cezar ficou com o bronze nos 400m, mesmo competindo lesionado, enquanto o estreante em provas internacionais, André Oliveira, levou o bronze nos 100m. O resultado de André foi sua melhor marca na distância.

Para Terezinha foi uma verdadeira superação, pois competiu com atletas da categoria T12 (baixa visão), uma classificação a cima da sua (T11 – totalmente cega). Após uma briga acirrada com a ucraniana Oxana Boturchuk, a brasileira ficou com a prata por uma diferença de um centésimo de segundo, que só foi percebido após a análise do photo finish.

"Eu esperava quebrar meu recorde meu recorde aqui. Não deu, isso motiva mais para alcançar esse resultado em Pequim. Estou muito feliz com o resultado, o tempo foi muito próximo do meu recorde mundial", avalia Terezinha.


Brasil faz bonito na Copa do Mundo paraolímpica

Esporte Adaptado · 13 maio, 2008

Terminou no último domingo em Manchester (Inglaterra) a edição 2008 da Copa do Mundo paraolímpica, competição que rendeu muitas medalhas ao Brasil no atletismo. Todos os atletas da delegação canarinho subiram ao pódio.

Terezinha Guilhermina conquistou prata nos 100 e 200m, Pedro Cezar ficou com o bronze nos 400m, mesmo competindo lesionado, enquanto o estreante em provas internacionais, André Oliveira, levou o bronze nos 100m. O resultado de André foi sua melhor marca na distância.

Para Terezinha foi uma verdadeira superação, pois competiu com atletas da categoria T12 (baixa visão), uma classificação a cima da sua (T11 – totalmente cega). Após uma briga acirrada com a ucraniana Oxana Boturchuk, a brasileira ficou com a prata por uma diferença de um centésimo de segundo, que só foi percebido após a análise do photo finish.

"Eu esperava quebrar meu recorde meu recorde aqui. Não deu, isso motiva mais para alcançar esse resultado em Pequim. Estou muito feliz com o resultado, o tempo foi muito próximo do meu recorde mundial", avalia Terezinha.

Brasil compete na Copa do Mundo Paraolímpica

Atletismo · 06 maio, 2008

Entre os dias sete e 11 de maio o Brasil disputará a Copa do Mundo Paraolímpica em Manchester, na Inglaterra, competição que reunirá atletas de ponta e servirá como uma prévia para os jogos de Pequim. Serão mais de 45 países e o Brasil estará representado, entre outras modalidades, pelo atletismo.

A velocista cega Terezinha Guilhermina, que tem treinado forte para competir na classe T12 (deficiência mais leve que a sua), disputará os 100 e 200 metros e está empolgada. “Esse ano já estou em clima de grandes competições e quero dar meu máximo, desafio é meu prato preferido”.

O atletismo nacional terá ainda mais dois atletas, Pedro César, na classe T12 (100m e 400m) e André Oliveira na T44 (100m e 200m). “É importante para o Brasil ter atletas convidados para um evento com o nível tão alto. Eles disputarão as provas com seus principais adversários”, enfatiza Gustavo Abrantes, chefe da delegação brasileira.


Brasil compete na Copa do Mundo Paraolímpica

Atletismo · 06 maio, 2008

Entre os dias sete e 11 de maio o Brasil disputará a Copa do Mundo Paraolímpica em Manchester, na Inglaterra, competição que reunirá atletas de ponta e servirá como uma prévia para os jogos de Pequim. Serão mais de 45 países e o Brasil estará representado, entre outras modalidades, pelo atletismo.

A velocista cega Terezinha Guilhermina, que tem treinado forte para competir na classe T12 (deficiência mais leve que a sua), disputará os 100 e 200 metros e está empolgada. “Esse ano já estou em clima de grandes competições e quero dar meu máximo, desafio é meu prato preferido”.

O atletismo nacional terá ainda mais dois atletas, Pedro César, na classe T12 (100m e 400m) e André Oliveira na T44 (100m e 200m). “É importante para o Brasil ter atletas convidados para um evento com o nível tão alto. Eles disputarão as provas com seus principais adversários”, enfatiza Gustavo Abrantes, chefe da delegação brasileira.

Circuito Paraolímpico começa neste sábado no PR

Esporte Adaptado · 28 mar, 2008

Neste sábado acontece em Curitiba (PR) a primeira etapa regional do Circuito Paraolímpico de Atletismo e vários atletas já chegaram na cidade para os eventos que antecedem a competição. Na noite da última quinta-feira o Secretário do Comitê Paraolímpico Brasileiro (CPB) Andrew Parsons e a atleta Terezinha Guilermino, falaram sobre a biomecânica e suas implicações no esporte paraolímpico, junto com o guia Chocolate e o professor Dr. Silvio Santos.

Nessa sexta (28) os atletas Daniel Dias, Terezinha Guilhermina, Chocolate e Fabiana Sugimori farão uma sessão de autógrafos na Lotérica Zínia, no Centro da cidade e, na parte da tarde, acontecerá uma palestra motivacional no Colégio Estadual do Paraná. As competições começam a partir das 8h do sábado (29) e do domingo (30) no Centro Esportivo da Universidade Positivo.

Além da etapa regional de Curitiba, o Circuito passará também terá a Etapa Norte Nordeste em Natal (RN) entre 10 e 13 de abril e a Centro Leste em Brasília (DF) entre 24 a 27 de abril. Já as Etapas Nacionais acontecem entre cinco a oito de julho em Belo Horizonte (MG) e seis a nove de novembro, em Fortaleza (CE).

Os atletas já podem consultar no site oficial do CPB os índices exigidos em cada prova para obterem a classificação nas etapas nacionais do Circuito. Basta acessar www.cpb.org.br.


Circuito Paraolímpico começa neste sábado no PR

Esporte Adaptado · 28 mar, 2008

Neste sábado acontece em Curitiba (PR) a primeira etapa regional do Circuito Paraolímpico de Atletismo e vários atletas já chegaram na cidade para os eventos que antecedem a competição. Na noite da última quinta-feira o Secretário do Comitê Paraolímpico Brasileiro (CPB) Andrew Parsons e a atleta Terezinha Guilermino, falaram sobre a biomecânica e suas implicações no esporte paraolímpico, junto com o guia Chocolate e o professor Dr. Silvio Santos.

Nessa sexta (28) os atletas Daniel Dias, Terezinha Guilhermina, Chocolate e Fabiana Sugimori farão uma sessão de autógrafos na Lotérica Zínia, no Centro da cidade e, na parte da tarde, acontecerá uma palestra motivacional no Colégio Estadual do Paraná. As competições começam a partir das 8h do sábado (29) e do domingo (30) no Centro Esportivo da Universidade Positivo.

Além da etapa regional de Curitiba, o Circuito passará também terá a Etapa Norte Nordeste em Natal (RN) entre 10 e 13 de abril e a Centro Leste em Brasília (DF) entre 24 a 27 de abril. Já as Etapas Nacionais acontecem entre cinco a oito de julho em Belo Horizonte (MG) e seis a nove de novembro, em Fortaleza (CE).

Os atletas já podem consultar no site oficial do CPB os índices exigidos em cada prova para obterem a classificação nas etapas nacionais do Circuito. Basta acessar www.cpb.org.br.

Inscrição do Circuito Paraolímpico está aberta

Atletismo · 18 mar, 2008

Já se encontram abertas as inscrições para o Circuito Praolímpico Loterias Caixa de Atletismo deste ano, que terá três etapas regionais e duas nacionais nas diversas regiões do País. Também já está disponível o regulamento das provas, assim como os horários, o termo de licença de uso de imagem e participação e o formulário de protesto.

O Departamento Técnico do Comitê Paraolímpico Brasileiro (CPB) orienta aos clubes cujos atletas participaram no Circuito do ano passado por outras entidades, que informem as alterações, para que as inscrições sejam confirmadas. Novos clubes devem efetuar o registro junto ao Comitê a fim de poderem incluir seus atletas nas competições.

A abertura da temporada 2008 Regional será entre os dias 27 e 30 de março, com as etapas Centro Sul em Curitiba (PR), depois a Norte Nordeste em Natal (RN) entre 10 e 13 de abril e a Centro Leste em Brasília (DF) entre 24 a 27 de abril. Já as Etapas Nacionais acontecem entre cinco a oito de julho em Belo Horizonte (MG) e seis a nove de novembro, em Fortaleza (CE).

Todas as informações, regulamentos e fichas de inscrição estão disponíveis no site www.cpb.org.br/circaixa e vale lembrar que atletas de uma região não podem participar das provas de outras regiões.


Inscrição do Circuito Paraolímpico está aberta

Atletismo · 18 mar, 2008

Já se encontram abertas as inscrições para o Circuito Praolímpico Loterias Caixa de Atletismo deste ano, que terá três etapas regionais e duas nacionais nas diversas regiões do País. Também já está disponível o regulamento das provas, assim como os horários, o termo de licença de uso de imagem e participação e o formulário de protesto.

O Departamento Técnico do Comitê Paraolímpico Brasileiro (CPB) orienta aos clubes cujos atletas participaram no Circuito do ano passado por outras entidades, que informem as alterações, para que as inscrições sejam confirmadas. Novos clubes devem efetuar o registro junto ao Comitê a fim de poderem incluir seus atletas nas competições.

A abertura da temporada 2008 Regional será entre os dias 27 e 30 de março, com as etapas Centro Sul em Curitiba (PR), depois a Norte Nordeste em Natal (RN) entre 10 e 13 de abril e a Centro Leste em Brasília (DF) entre 24 a 27 de abril. Já as Etapas Nacionais acontecem entre cinco a oito de julho em Belo Horizonte (MG) e seis a nove de novembro, em Fortaleza (CE).

Todas as informações, regulamentos e fichas de inscrição estão disponíveis no site www.cpb.org.br/circaixa e vale lembrar que atletas de uma região não podem participar das provas de outras regiões.

Comitê Paraolímpico Brasileiro divulga calendário nacional

Atletismo · 05 mar, 2008

O Comitê Paraolímpico Brasileiro divulgou nesta terça-feira o calendário nacional de competições de atletismo. Entre os destaques estão o Circuito Caixa; os Jogos Paraolímpicos de Pequim e o Meeting Internacional Paraolímpico, confira todas as datas.

  • 27 a 30 de março – Circuito Caixa – Etapa Centro sul – Curitiba (PR)

  • 10 a 13 de abril - Circuito Caixa – Etapa Norte Nordeste – Natal (RN)

  • 24 a 27 de abril - Circuito Caixa – Etapa Centro Leste – Brasília (DF)

  • Cinco a oito de junho - Circuito Caixa – Primeira Etapa Nacional – Belo Horizonte (MG)

  • Seis a 17 de setembro – Jogos Paraolímpicos de Pequim (China)

  • 18 a 23 de outubro - 3º Campeonato Paraolímpico Escolar Brasileiro de Atletismo – Brasília (DF)

  • Seis a nove de novembro - Circuito Caixa – Segunda Etapa Nacional – Fortaleza (CE)

  • 11 a 24 de dezembro - Meeting Internacional Paraolímpico - Rio de Janeiro (RJ)


  • Comitê Paraolímpico Brasileiro divulga calendário nacional

    Atletismo · 05 mar, 2008

    O Comitê Paraolímpico Brasileiro divulgou nesta terça-feira o calendário nacional de competições de atletismo. Entre os destaques estão o Circuito Caixa; os Jogos Paraolímpicos de Pequim e o Meeting Internacional Paraolímpico, confira todas as datas.

  • 27 a 30 de março – Circuito Caixa – Etapa Centro sul – Curitiba (PR)

  • 10 a 13 de abril - Circuito Caixa – Etapa Norte Nordeste – Natal (RN)

  • 24 a 27 de abril - Circuito Caixa – Etapa Centro Leste – Brasília (DF)

  • Cinco a oito de junho - Circuito Caixa – Primeira Etapa Nacional – Belo Horizonte (MG)

  • Seis a 17 de setembro – Jogos Paraolímpicos de Pequim (China)

  • 18 a 23 de outubro - 3º Campeonato Paraolímpico Escolar Brasileiro de Atletismo – Brasília (DF)

  • Seis a nove de novembro - Circuito Caixa – Segunda Etapa Nacional – Fortaleza (CE)

  • 11 a 24 de dezembro - Meeting Internacional Paraolímpico - Rio de Janeiro (RJ)

  • Paraolimpíada: Atletismo do Brasil terá 48 vagas

    Esporte Adaptado · 01 fev, 2008

    O Comitê Paraolímpico Internacional (IPC) anunciou hoje o número de vagas que cada país terá direito no Atletismo dos Jogos Paraolímpicos de Pequim 2008 e informou que o Brasil contará com 48. Serão 31 para os homens e 17 para as mulheres, um aumento de mais de 180% em relação às 17 vagas obtidas em Atenas 2004.

    “Isso mostra claramente que a estratégia de desenvolvimento que planejamos e implementamos para a modalidade está atingindo os resultados desejados, prova incontestável do sucesso de nosso trabalho”, ressalta Vital Severino Neto, presidente do Comitê Paraolímpico Brasileiro (CPB). “É um número histórico”, completa.

    O Brasil ficou com o segundo lugar em número de participantes, empatado com a Austrália e à frente de grandes potências, como Estados Unidos (44); Alemanha (42) e Grã Bretanha (36). Apenas a anfitriã da competição, a China, ficou à frente dos canarinhos, com um total de 80 vagas.

    Até agora o país já soma 160 vagas em 15 das 20 modalidades que compõem o programa paraolímpico, o que é de longe a maior participação na história das Paraolimpíadas e supera a meta estabelecida de 150 posições estabelecidas pelo CPB. Em Atenas foram 98 atletas em 13 modalidades e em Sidney 64 em nove diferentes disputas.

    Os Jogos Paraolímpicos de Pequim serão realizados de seis a 17 de setembro de 2008, utilizando as mesmas instalações dos Jogos Olímpicos e o objetivo é colocar o Brasil na 12ª colocação no quadro geral de medalhas.


    Paraolimpíada: Atletismo do Brasil terá 48 vagas

    Esporte Adaptado · 01 fev, 2008

    O Comitê Paraolímpico Internacional (IPC) anunciou hoje o número de vagas que cada país terá direito no Atletismo dos Jogos Paraolímpicos de Pequim 2008 e informou que o Brasil contará com 48. Serão 31 para os homens e 17 para as mulheres, um aumento de mais de 180% em relação às 17 vagas obtidas em Atenas 2004.

    “Isso mostra claramente que a estratégia de desenvolvimento que planejamos e implementamos para a modalidade está atingindo os resultados desejados, prova incontestável do sucesso de nosso trabalho”, ressalta Vital Severino Neto, presidente do Comitê Paraolímpico Brasileiro (CPB). “É um número histórico”, completa.

    O Brasil ficou com o segundo lugar em número de participantes, empatado com a Austrália e à frente de grandes potências, como Estados Unidos (44); Alemanha (42) e Grã Bretanha (36). Apenas a anfitriã da competição, a China, ficou à frente dos canarinhos, com um total de 80 vagas.

    Até agora o país já soma 160 vagas em 15 das 20 modalidades que compõem o programa paraolímpico, o que é de longe a maior participação na história das Paraolimpíadas e supera a meta estabelecida de 150 posições estabelecidas pelo CPB. Em Atenas foram 98 atletas em 13 modalidades e em Sidney 64 em nove diferentes disputas.

    Os Jogos Paraolímpicos de Pequim serão realizados de seis a 17 de setembro de 2008, utilizando as mesmas instalações dos Jogos Olímpicos e o objetivo é colocar o Brasil na 12ª colocação no quadro geral de medalhas.

    Sai a lista de pré-convocados para Paraolimpíada

    Atletismo · 03 jan, 2008

    O Comitê Paraolímpico Brasileiro divulgou a lista de pré-convocados para os Jogos Paraolímpicos de Pequim 2008, de acordo com os critérios estabelecidos pelo Comitê Paraolímpico Internacional. Confira alguns detalhes do Manual de Qualificação, bem como a relação dos atletas de pista.

    As vagas são para o Comitê Paraolímpico Brasileiro (CPB) e não para o atleta individualmente, com exceção de 20 vagas especificamente designadas para atletas através de convites da Comissão Bipartite (Comitê Paraolímpico internacional). Ao todo serão disponibilizados para o CPB 80 vagas masculinas e femininas.

    Caso não sejam usadas todas as vagas femininas, a cota masculina será reduzida para no mínimo 30% das destinadas às mulheres. Caso nenhuma atleta do sexo feminino vá ao evento, a cota masculina será reduzida para duas vagas. As vagas utilizadas pela Comissão Bipartite não são aplicáveis à essa regra.

    Para ser elegível, o atleta deve obter o Índice “A” (Minimum Qualification Standart) em
    competições do Comitê Paraolímpico Internacional (IPC) ou aprovadas pelo mesmo, no período
    de 13/09/2007 até a data limite de 07/06/2008. Poderão ser inscritos no máximo três atletas por evento, desde que obtenham o índice “A”; no máximo uma equipe de revezamento e no máximo seis para a maratona, sendo três para o mesmo evento (masculino e feminino).

    O CPB divulgará a relação oficial dos atletas e demais membros da delegação no dia 07 de Julho de 2008, em no site oficial, o www.cpb.org.br e também por meio de convocação oficial encaminhada a cada membro da delegação, bem como para seus clubes. Caso o atleta esteja em tratamento médico ou não esteja em perfeitas condições de saúde, será automaticamente desconvocado.

  • Ádria Rocha Santos - T11
  • Alex Cavalcante Mendonça - T12
  • André Luiz Garcia de Andrade - T13
  • Antônio Delfino de Souza - T46
  • Ariosvaldo Fernandes da Silva - T54
  • Aurélio Guedes Santos - T12
  • Carlos José Barto da Silva - T11
  • Christiano Henrique Parente Farias - T11
  • Edson Cavalcante Pinheiros - T38
  • Emicarlo Elias de Souza - T46
  • Felipe de Souza Gomes - T11
  • Indayana Pedrina Moia Martins - T13
  • Júlio César Petto de Souza - T12
  • Lucas Prado - T11
  • Maria José Ferreira Alves - T12
  • Jerusa Geber dos Santos - T11
  • Odair Ferreira dos Santos - T12
  • Ozivan dos Santos Bonfim - T46
  • Pedro César da Silva Moraes - T12
  • Sirlene Aparecida Guilhermino -T12
  • Terezinha Aparecido Guilhermino -T11
  • Tito Alves de Sena - T46
  • Yohansson do Nascimento Ferreira - T46

    Guias

  • Cássio Henrique Damião
  • Fábio Dias de Oliveira
  • Carlos Antônio de Souza
  • Gerson Knitell
  • Jorge Luiz Silva de Souza
  • Justino Barbosa dos Santos
  • Luiz Rafael Krub
  • Paulo Venicio Santana Palheta
  • Luiz Henrique Barbosa dos Santos
  • Laércio Alves Martins

    As paraolimpíadas acontecem entre os dias 06 e 17 de setembro de 2008 e terão um total de 160 eventos, com participação de 710 homens e 325 mulheres de vários países do mundo.


  • Sai a lista de pré-convocados para Paraolimpíada

    Atletismo · 03 jan, 2008

    O Comitê Paraolímpico Brasileiro divulgou a lista de pré-convocados para os Jogos Paraolímpicos de Pequim 2008, de acordo com os critérios estabelecidos pelo Comitê Paraolímpico Internacional. Confira alguns detalhes do Manual de Qualificação, bem como a relação dos atletas de pista.

    As vagas são para o Comitê Paraolímpico Brasileiro (CPB) e não para o atleta individualmente, com exceção de 20 vagas especificamente designadas para atletas através de convites da Comissão Bipartite (Comitê Paraolímpico internacional). Ao todo serão disponibilizados para o CPB 80 vagas masculinas e femininas.

    Caso não sejam usadas todas as vagas femininas, a cota masculina será reduzida para no mínimo 30% das destinadas às mulheres. Caso nenhuma atleta do sexo feminino vá ao evento, a cota masculina será reduzida para duas vagas. As vagas utilizadas pela Comissão Bipartite não são aplicáveis à essa regra.

    Para ser elegível, o atleta deve obter o Índice “A” (Minimum Qualification Standart) em
    competições do Comitê Paraolímpico Internacional (IPC) ou aprovadas pelo mesmo, no período
    de 13/09/2007 até a data limite de 07/06/2008. Poderão ser inscritos no máximo três atletas por evento, desde que obtenham o índice “A”; no máximo uma equipe de revezamento e no máximo seis para a maratona, sendo três para o mesmo evento (masculino e feminino).

    O CPB divulgará a relação oficial dos atletas e demais membros da delegação no dia 07 de Julho de 2008, em no site oficial, o www.cpb.org.br e também por meio de convocação oficial encaminhada a cada membro da delegação, bem como para seus clubes. Caso o atleta esteja em tratamento médico ou não esteja em perfeitas condições de saúde, será automaticamente desconvocado.

  • Ádria Rocha Santos - T11
  • Alex Cavalcante Mendonça - T12
  • André Luiz Garcia de Andrade - T13
  • Antônio Delfino de Souza - T46
  • Ariosvaldo Fernandes da Silva - T54
  • Aurélio Guedes Santos - T12
  • Carlos José Barto da Silva - T11
  • Christiano Henrique Parente Farias - T11
  • Edson Cavalcante Pinheiros - T38
  • Emicarlo Elias de Souza - T46
  • Felipe de Souza Gomes - T11
  • Indayana Pedrina Moia Martins - T13
  • Júlio César Petto de Souza - T12
  • Lucas Prado - T11
  • Maria José Ferreira Alves - T12
  • Jerusa Geber dos Santos - T11
  • Odair Ferreira dos Santos - T12
  • Ozivan dos Santos Bonfim - T46
  • Pedro César da Silva Moraes - T12
  • Sirlene Aparecida Guilhermino -T12
  • Terezinha Aparecido Guilhermino -T11
  • Tito Alves de Sena - T46
  • Yohansson do Nascimento Ferreira - T46

    Guias

  • Cássio Henrique Damião
  • Fábio Dias de Oliveira
  • Carlos Antônio de Souza
  • Gerson Knitell
  • Jorge Luiz Silva de Souza
  • Justino Barbosa dos Santos
  • Luiz Rafael Krub
  • Paulo Venicio Santana Palheta
  • Luiz Henrique Barbosa dos Santos
  • Laércio Alves Martins

    As paraolimpíadas acontecem entre os dias 06 e 17 de setembro de 2008 e terão um total de 160 eventos, com participação de 710 homens e 325 mulheres de vários países do mundo.

  • Brasileiros brilham em meeting paraolímpico

    Atletismo · 19 dez, 2007

    No último domingo os brasileiros fizeram a festa no meeting internacional paraolímpico, realizado no Estádio Célio de Barros, no Complexo de Esportes do Maracanã. A provas contaram com a presença de atletas de ponta, como o recordista dos 100m rasos da classe T11 Lucas Prado e destaques de fora do país, como o angolano José Armando, recordista anterior da modalidade.

    Nem Lucas e nem José Armando, quem brilhou nos 100m foi Felipe Gomes ao faturar a prova com o tempo de 11seg49. “É bom terminar o ano assim. Ganhei dos melhores do mundo e isso só me dá mais força e confiança para me preparar pra Pequim”, comenta Felipe ao lado do guia Fábio Cruz.

    Lucas ficou a prata e José com o bronze respectivamente. “Eu estou muito feliz pelo Felipe. Queria vencer, mas não consegui. Estou voltando de uma lesão e realmente não deu. Mas o Felipe vai representar muito bem o Brasil no pódio”, finalizou Lucas.

    Já nos 1.500m das classes T12/ T13, para atletas de baixa visão, a vitória ficou com o marroquino Abdelillah Mame, que deixou o brasileiro Odair Santos para trás, enquanto o espanhol Abel Ávila, principal adversário de Odair na prova, terminou em quarto lugar atrás do queniano Henry Kirwa. Entre as mulheres, Terezinha Guilhermina venceu com facilidade os 100m da classe T11 para atletas cegas.


    Brasileiros brilham em meeting paraolímpico

    Atletismo · 19 dez, 2007

    No último domingo os brasileiros fizeram a festa no meeting internacional paraolímpico, realizado no Estádio Célio de Barros, no Complexo de Esportes do Maracanã. A provas contaram com a presença de atletas de ponta, como o recordista dos 100m rasos da classe T11 Lucas Prado e destaques de fora do país, como o angolano José Armando, recordista anterior da modalidade.

    Nem Lucas e nem José Armando, quem brilhou nos 100m foi Felipe Gomes ao faturar a prova com o tempo de 11seg49. “É bom terminar o ano assim. Ganhei dos melhores do mundo e isso só me dá mais força e confiança para me preparar pra Pequim”, comenta Felipe ao lado do guia Fábio Cruz.

    Lucas ficou a prata e José com o bronze respectivamente. “Eu estou muito feliz pelo Felipe. Queria vencer, mas não consegui. Estou voltando de uma lesão e realmente não deu. Mas o Felipe vai representar muito bem o Brasil no pódio”, finalizou Lucas.

    Já nos 1.500m das classes T12/ T13, para atletas de baixa visão, a vitória ficou com o marroquino Abdelillah Mame, que deixou o brasileiro Odair Santos para trás, enquanto o espanhol Abel Ávila, principal adversário de Odair na prova, terminou em quarto lugar atrás do queniano Henry Kirwa. Entre as mulheres, Terezinha Guilhermina venceu com facilidade os 100m da classe T11 para atletas cegas.