Parceiros_OG.COM

Oscar Galindez disputará cinco provas no 2° semestre

Triathlon · 07 jul, 2005

O triathleta Oscar Galindez divulgou o calendário de provas que irá disputar neste segundo semestre. Ao todo o argentino radicado no Brasil desde 1995 disputará cinco competições. A primeira será a X Terra Nissan Brasil que acontece dia 31 de julho em Ilha Bela, em São Paulo. Essa competição no entanto foge das tradicionais provas de triathlon que são disputadas no asfalto, já que além dos 1500m de natação, os atletas deverão encarar 30km de mountain bike e 11km de corrida por estradas de terras.

A programação de Galindez que é atual vice campeão do Ironman Brasil, segue com a disputa do Triatlon Long Distance, um meio ironman que aconterá em Caioba (Paraná), em agosto, seguido pelo tradicional Troféu Brasil de Triatlon, cuja disputa será na cidade de Santos (São Paulo).

Em outubro Oscar compete no Ironman do Havaí, prova que é há três temporadas tem sido seu maior desafio. “Esse é o meu objetivo”, diz referindo-se a principal prova de ironman do mundo. Depois do mundial na ilha de Kona, é a vez do Triatlon Long Distance, desta vez disputado na cidade de Pirassununga, interior de São Paulo.


Oscar Galindez disputará cinco provas no 2° semestre

Triathlon · 07 jul, 2005

O triathleta Oscar Galindez divulgou o calendário de provas que irá disputar neste segundo semestre. Ao todo o argentino radicado no Brasil desde 1995 disputará cinco competições. A primeira será a X Terra Nissan Brasil que acontece dia 31 de julho em Ilha Bela, em São Paulo. Essa competição no entanto foge das tradicionais provas de triathlon que são disputadas no asfalto, já que além dos 1500m de natação, os atletas deverão encarar 30km de mountain bike e 11km de corrida por estradas de terras.

A programação de Galindez que é atual vice campeão do Ironman Brasil, segue com a disputa do Triatlon Long Distance, um meio ironman que aconterá em Caioba (Paraná), em agosto, seguido pelo tradicional Troféu Brasil de Triatlon, cuja disputa será na cidade de Santos (São Paulo).

Em outubro Oscar compete no Ironman do Havaí, prova que é há três temporadas tem sido seu maior desafio. “Esse é o meu objetivo”, diz referindo-se a principal prova de ironman do mundo. Depois do mundial na ilha de Kona, é a vez do Triatlon Long Distance, desta vez disputado na cidade de Pirassununga, interior de São Paulo.

Oscar Galindez diz que Ironman é superação

Triathlon · 31 maio, 2005

Nesse último domingo aconteceu em Florianópolis o Ironman Brasil Telecom. O argentino, radicado no Brasil, Oscar Galindez, ficou com a segunda posição. Confira o que ele achou da prova que teve 3,8km de natação, 180km de ciclismo e 42km de corrida.

WebRun: Qual foi o balanço do Ironman Brasil para você?

OG: Foi uma prova de superação. Mas o vento no ciclismo foi muito forte e isso me desgastou muito. E na corrida fiquei muito cansado, principalmente na segunda metade da maratona. Tem provas que dá para ganhar, outras para ficar em segundo e algumas que você pára no meio. O que importa é que o desafio de fazer um Ironman foi completado.

WebRun: Você já pensa no Ironman do Havaí?

OG: Eu já tenho uma vaga para o Havaí, mas não tenho nada definido quanto aos treinos. O que eu quero agora é descansar bastante para depois pensar nisso.

WebRun: Para fazer Ironman a pessoa tem que praticar com intensidade as três modalidades (natação, ciclismo, e corrida)?

OG: O triathleta iniciante não precisa necessariamente nadar. Isso ele pode aprender aos poucos. Na minha primeira prova de triathlon, em 89, eu só sabia flutuar. A pessoa quando quer algo ela consegue. Basta ir na academia, com orientação técnica, e começar a treinar. Não é necessário treinar no mar, só eventualmente para treinar a saída e entrada na água.

WebRun: E que equipamentos são imprescindíveis?

OG: O iniciante precisa ter sunga, óculos de natação, toca, sapatilha de ciclismo, tênis, boné, óculos de sol, regata e claro uma bike. Hoje no mercado tem várias marcas. Tem algumas muito caras, mas outras boas e mais acessíveis. E Independente do preço a bike precisa ter as medidas certas para a pessoa. Todo mundo acha que o tamanho do quadro depende da altura do atleta. Não é verdade. Eu tenho as pernas muito compridas e o meu quadro precisa ser alto. Porém eu não sou uma pessoa alta.


Oscar Galindez diz que Ironman é superação

Triathlon · 31 maio, 2005

Nesse último domingo aconteceu em Florianópolis o Ironman Brasil Telecom. O argentino, radicado no Brasil, Oscar Galindez, ficou com a segunda posição. Confira o que ele achou da prova que teve 3,8km de natação, 180km de ciclismo e 42km de corrida.

WebRun: Qual foi o balanço do Ironman Brasil para você?

OG: Foi uma prova de superação. Mas o vento no ciclismo foi muito forte e isso me desgastou muito. E na corrida fiquei muito cansado, principalmente na segunda metade da maratona. Tem provas que dá para ganhar, outras para ficar em segundo e algumas que você pára no meio. O que importa é que o desafio de fazer um Ironman foi completado.

WebRun: Você já pensa no Ironman do Havaí?

OG: Eu já tenho uma vaga para o Havaí, mas não tenho nada definido quanto aos treinos. O que eu quero agora é descansar bastante para depois pensar nisso.

WebRun: Para fazer Ironman a pessoa tem que praticar com intensidade as três modalidades (natação, ciclismo, e corrida)?

OG: O triathleta iniciante não precisa necessariamente nadar. Isso ele pode aprender aos poucos. Na minha primeira prova de triathlon, em 89, eu só sabia flutuar. A pessoa quando quer algo ela consegue. Basta ir na academia, com orientação técnica, e começar a treinar. Não é necessário treinar no mar, só eventualmente para treinar a saída e entrada na água.

WebRun: E que equipamentos são imprescindíveis?

OG: O iniciante precisa ter sunga, óculos de natação, toca, sapatilha de ciclismo, tênis, boné, óculos de sol, regata e claro uma bike. Hoje no mercado tem várias marcas. Tem algumas muito caras, mas outras boas e mais acessíveis. E Independente do preço a bike precisa ter as medidas certas para a pessoa. Todo mundo acha que o tamanho do quadro depende da altura do atleta. Não é verdade. Eu tenho as pernas muito compridas e o meu quadro precisa ser alto. Porém eu não sou uma pessoa alta.

Galindez lidera “tropa Argentina” no Ironman Brasil Telecom

Triathlon · 20 maio, 2005

O argentino Oscar Galindez, campeão em 2003 e vice ano passado, corre a prova do próximo dia 29, junto com mais 125 atletas. Há nove anos em Santos (SP), o atleta disputa a prova de olho em uma das 50 vagas para o mundial, no Havaí.

“Minhas expectativas são positivas. Fiz um a preparação muito boa, sabendo do desafio que é competir em um Ironman. Nos dois últimos anos eu consegui um lugar no pódio e espero repetir o feito nesta temporada”, comenta o triathleta.

No currículo, ele tem o campeonato de duathlon, em 1995, o hexa no sul-americano, dez títulos argentinos e o heptacampeonato no Troféu Brasil. Esse ano, ele levou o bicampeonato no Meio Ironman de Mar del Plata e no PowerBar/Reebok Long Distance, em Ubatuba.

Aos 33 anos de idade, ele fala da empolgação de correr praticamente em casa. “Sinto-me feliz em saber que sou um atleta ‘local’. Fico imaginando as pessoas torcendo e tenho certeza que será emocionante, mesmo porque o evento cresceu muito em organização e número de atletas”.

O Ironman Brasil Telecom 2005 será realizado em Florianópolis, com largada prevista para as 7h da manhã, na praia de Jurerê Internacional. A sede será no Clube Doze de Agosto.


Galindez lidera “tropa Argentina” no Ironman Brasil Telecom

Triathlon · 20 maio, 2005

O argentino Oscar Galindez, campeão em 2003 e vice ano passado, corre a prova do próximo dia 29, junto com mais 125 atletas. Há nove anos em Santos (SP), o atleta disputa a prova de olho em uma das 50 vagas para o mundial, no Havaí.

“Minhas expectativas são positivas. Fiz um a preparação muito boa, sabendo do desafio que é competir em um Ironman. Nos dois últimos anos eu consegui um lugar no pódio e espero repetir o feito nesta temporada”, comenta o triathleta.

No currículo, ele tem o campeonato de duathlon, em 1995, o hexa no sul-americano, dez títulos argentinos e o heptacampeonato no Troféu Brasil. Esse ano, ele levou o bicampeonato no Meio Ironman de Mar del Plata e no PowerBar/Reebok Long Distance, em Ubatuba.

Aos 33 anos de idade, ele fala da empolgação de correr praticamente em casa. “Sinto-me feliz em saber que sou um atleta ‘local’. Fico imaginando as pessoas torcendo e tenho certeza que será emocionante, mesmo porque o evento cresceu muito em organização e número de atletas”.

O Ironman Brasil Telecom 2005 será realizado em Florianópolis, com largada prevista para as 7h da manhã, na praia de Jurerê Internacional. A sede será no Clube Doze de Agosto.

Galindez e Carla Moreno vencem 2º etapa do Troféu Brasil

Triathlon · 01 maio, 2005

São Paulo - O dia do trabalho para alguns triathletas brasileiros foi de muito esforço e superação. Isso porque, aconteceu na Cidade Universitária (Usp) a segunda etapa do Troféu Brasil de Triathlon. O evento reuniu cerca de 800 atletas que não temeram o tempo frio da capital paulista.

Os primeiros a largarem foram os amadores. Eles caíram na água às 8h da manhã enquanto os termômetros de São Paulo marcavam 14 graus. “A água da Raia Olímpica estava muito fria. Eu acredito que a temperatura da água estava abaixo dos 24 graus”, revela o estudante de engenharia, Alexandre Takenaka, que superou o frio e chegou em 10º lugar na categoria 20 à 24 anos.

Além da água fria, o pedal também foi um obstáculo a ser superado. “A prova foi boa, mas teve muitos retornos e poucos trechos para fazer velocidade na bike. Isso dificultou um pouco”, conta Arthur Ferraz que pratica o esporte há três anos.

Profissionais - Os profissionais começaram a disputa pelo primeiro lugar às 9h20. Na largada estavam presentes nomes de peso do triathlon brasileiro como Carla Moreno, Leandro Macedo, Ana Cristina Boccanera e Juraci Moreira, além dos argentinos Maria Soledad e Oscar Galindez.

O primeiro triathleta a sair da água foi Oberdan Ferreira. Mas durante os 40km de pedal Oscar Galindez recuperou algumas posições e tomou a liderança da prova. Ele cruzou a linha de chegada em primeiro lugar no tempo de 2h02min47.

“A prova foi muito técnica e difícil. Como o percurso da bike tinha muitas curvas eu não quis me arriscar muito. Fiquei assustado quando vi o Leandro Macedo cair da bicicleta. Mas valeu ter competido. Acho que estou bem preparado para o Ironman”, conta Galindez, que disputa no dia 29 de maio o Ironman Brasil, em Florianópolis.

A segunda posição ficou com Juraci Moreira (2h03min43) seguido por Santiago Ascenço com 2h03min51. “A água da prova estava muito fria. O pedal foi bem técnico e a corrida bem rápida. Foi uma competição bem diferente da primeira etapa (em Santos). E eu particularmente gostei mais desse percurso de São Paulo”, fala Ascenço, que tem o intuito de crescer durante o campeonato.

Entre as mulheres a líder da prova foi Carla Moreno. Ela completou os 1,5km de natação, 40km de bike e 10km de corrida no tempo de 2h29min36. Essa foi a segunda vitória da triathleta no Troféu Brasil 2005. “Estou cansada por causa do treino para o Ironman. E essa foi a minha principal dificuldade na prova”, revela a campeã que também participará do Ironman Brasil.

O segundo lugar ficou com Vanessa Gianini em 2h31min05s. A argentina Maria Soledad Omar ficou com a terceira posição, estabelecendo 2h34min05s.

O Campeonato - A próxima etapa do Troféu Brasil de Triathlon, que completa 15 anos, será no dia 19 de junho em Goiânia. Depois o campeonato segue para Nova Lima (MG), Santos, São Paulo e novamente em Santos.


Galindez e Carla Moreno vencem 2º etapa do Troféu Brasil

Triathlon · 01 maio, 2005

São Paulo - O dia do trabalho para alguns triathletas brasileiros foi de muito esforço e superação. Isso porque, aconteceu na Cidade Universitária (Usp) a segunda etapa do Troféu Brasil de Triathlon. O evento reuniu cerca de 800 atletas que não temeram o tempo frio da capital paulista.

Os primeiros a largarem foram os amadores. Eles caíram na água às 8h da manhã enquanto os termômetros de São Paulo marcavam 14 graus. “A água da Raia Olímpica estava muito fria. Eu acredito que a temperatura da água estava abaixo dos 24 graus”, revela o estudante de engenharia, Alexandre Takenaka, que superou o frio e chegou em 10º lugar na categoria 20 à 24 anos.

Além da água fria, o pedal também foi um obstáculo a ser superado. “A prova foi boa, mas teve muitos retornos e poucos trechos para fazer velocidade na bike. Isso dificultou um pouco”, conta Arthur Ferraz que pratica o esporte há três anos.

Profissionais - Os profissionais começaram a disputa pelo primeiro lugar às 9h20. Na largada estavam presentes nomes de peso do triathlon brasileiro como Carla Moreno, Leandro Macedo, Ana Cristina Boccanera e Juraci Moreira, além dos argentinos Maria Soledad e Oscar Galindez.

O primeiro triathleta a sair da água foi Oberdan Ferreira. Mas durante os 40km de pedal Oscar Galindez recuperou algumas posições e tomou a liderança da prova. Ele cruzou a linha de chegada em primeiro lugar no tempo de 2h02min47.

“A prova foi muito técnica e difícil. Como o percurso da bike tinha muitas curvas eu não quis me arriscar muito. Fiquei assustado quando vi o Leandro Macedo cair da bicicleta. Mas valeu ter competido. Acho que estou bem preparado para o Ironman”, conta Galindez, que disputa no dia 29 de maio o Ironman Brasil, em Florianópolis.

A segunda posição ficou com Juraci Moreira (2h03min43) seguido por Santiago Ascenço com 2h03min51. “A água da prova estava muito fria. O pedal foi bem técnico e a corrida bem rápida. Foi uma competição bem diferente da primeira etapa (em Santos). E eu particularmente gostei mais desse percurso de São Paulo”, fala Ascenço, que tem o intuito de crescer durante o campeonato.

Entre as mulheres a líder da prova foi Carla Moreno. Ela completou os 1,5km de natação, 40km de bike e 10km de corrida no tempo de 2h29min36. Essa foi a segunda vitória da triathleta no Troféu Brasil 2005. “Estou cansada por causa do treino para o Ironman. E essa foi a minha principal dificuldade na prova”, revela a campeã que também participará do Ironman Brasil.

O segundo lugar ficou com Vanessa Gianini em 2h31min05s. A argentina Maria Soledad Omar ficou com a terceira posição, estabelecendo 2h34min05s.

O Campeonato - A próxima etapa do Troféu Brasil de Triathlon, que completa 15 anos, será no dia 19 de junho em Goiânia. Depois o campeonato segue para Nova Lima (MG), Santos, São Paulo e novamente em Santos.

Estrelas invadem o Troféu Brasil de Triathlon

Triathlon · 30 abr, 2005

Oscar Galindez, Carla Moreno, Leandro Macedo, Santiago Ascenço, Fábio de Carvalho, Vanessa Gianinni, Ezequiel Morales, Maria Soledad Omar, Juraci Moreira Jr são algumas das atrações da 2ª etapa do 15º Troféu Brasil de Triathlon que acontece amanhã na Cidade Universitária da USP a partir das 9h20 (largada para a elite profissional).

Galindez patrocinado pela Reebok, Memorial, Profile Design e Oakley que se prepara para a disputa do Ironman Brasil no final de maio em Florianópolis (SC) encara a prova de amanhã como parte de seu treinamento. “Vou encarar o Troféu Brasil como um treino. O bom é que será uma prova curta, que não trará tanto desgaste, e vai me dar um ritmo um pouco melhor, já que estou na sexta semana de treinos e o volume está bem pesado. Estou me sentindo bem” , disse o argetino heptacampeão da competição.

Já a triatleta olímpica Carla Moreno que também se prepara para o Ironman tentará em sua oitava prova do ano buscar sua oitava vitória, até o momento seu aproveitamento é de 100%.“A prova vai ser muito técnica, com muitas subidas, e, por isso, fará parte do meu treino para o Ironman”, afirmou Carla, que conta com os patrocínios do Pão de Açúcar, Nike, PowerBar e Unimonte. “Estou bastante cansada, pois estou rodando muito agora, fazendo várias transições longas, o que me deixa um pouco lenta. De todo modo, sinto que ganhei muita preparação, habilidade e experiência com essa nova fase de trabalho, que é totalmente diferente do que já havia feito”, disse Carla, que venceu a primeira etapa do campeonato, em março, em Santos.

Já o atual campeão da competição o goiano Santiago Ascenço (Pão de Açúcar/ Celg/Mizuno) busca a regularidade. “Estou encarando o campeonato como um todo, tomando o cuidado de não extrapolar nas primeiras etapas, podendo me prejudicar. Espero um pequeno progresso neste domingo, mas a intenção é chegar bem nas outras etapas”, disse.

Leandro Macedo (Pão de Açúcar/Mizuno) que treina em Brasília e é acostumado com o calor, diz que a queda da temperatura registrada em São Paulo não o preocupa. “O importante é estar bem. O resto é conseqüência”, afirma Leandro, 5º colocado no Triathlon Internacional de Santos de 2005.

O Campeonato - A temporada 2005 do Troféu Brasil de Triathlon começou em março em Santos. Depois da segunda etapa, em São Paulo neste domingo, o circuito segue para Goiânia (19 de junho), Nova Lima/MG (21 de agosto), Santos (18 de setembro), São Paulo (23 de outubro) e Santos (4 de dezembro).

O Troféu Brasil de Triathlon tem distância olímpica: 1,5km de natação, 40km de ciclismo e 10km de corrida. Os amadores correrão 750km de natação, 20km de ciclismo e 5km de corrida.


Estrelas invadem o Troféu Brasil de Triathlon

Triathlon · 30 abr, 2005

Oscar Galindez, Carla Moreno, Leandro Macedo, Santiago Ascenço, Fábio de Carvalho, Vanessa Gianinni, Ezequiel Morales, Maria Soledad Omar, Juraci Moreira Jr são algumas das atrações da 2ª etapa do 15º Troféu Brasil de Triathlon que acontece amanhã na Cidade Universitária da USP a partir das 9h20 (largada para a elite profissional).

Galindez patrocinado pela Reebok, Memorial, Profile Design e Oakley que se prepara para a disputa do Ironman Brasil no final de maio em Florianópolis (SC) encara a prova de amanhã como parte de seu treinamento. “Vou encarar o Troféu Brasil como um treino. O bom é que será uma prova curta, que não trará tanto desgaste, e vai me dar um ritmo um pouco melhor, já que estou na sexta semana de treinos e o volume está bem pesado. Estou me sentindo bem” , disse o argetino heptacampeão da competição.

Já a triatleta olímpica Carla Moreno que também se prepara para o Ironman tentará em sua oitava prova do ano buscar sua oitava vitória, até o momento seu aproveitamento é de 100%.“A prova vai ser muito técnica, com muitas subidas, e, por isso, fará parte do meu treino para o Ironman”, afirmou Carla, que conta com os patrocínios do Pão de Açúcar, Nike, PowerBar e Unimonte. “Estou bastante cansada, pois estou rodando muito agora, fazendo várias transições longas, o que me deixa um pouco lenta. De todo modo, sinto que ganhei muita preparação, habilidade e experiência com essa nova fase de trabalho, que é totalmente diferente do que já havia feito”, disse Carla, que venceu a primeira etapa do campeonato, em março, em Santos.

Já o atual campeão da competição o goiano Santiago Ascenço (Pão de Açúcar/ Celg/Mizuno) busca a regularidade. “Estou encarando o campeonato como um todo, tomando o cuidado de não extrapolar nas primeiras etapas, podendo me prejudicar. Espero um pequeno progresso neste domingo, mas a intenção é chegar bem nas outras etapas”, disse.

Leandro Macedo (Pão de Açúcar/Mizuno) que treina em Brasília e é acostumado com o calor, diz que a queda da temperatura registrada em São Paulo não o preocupa. “O importante é estar bem. O resto é conseqüência”, afirma Leandro, 5º colocado no Triathlon Internacional de Santos de 2005.

O Campeonato - A temporada 2005 do Troféu Brasil de Triathlon começou em março em Santos. Depois da segunda etapa, em São Paulo neste domingo, o circuito segue para Goiânia (19 de junho), Nova Lima/MG (21 de agosto), Santos (18 de setembro), São Paulo (23 de outubro) e Santos (4 de dezembro).

O Troféu Brasil de Triathlon tem distância olímpica: 1,5km de natação, 40km de ciclismo e 10km de corrida. Os amadores correrão 750km de natação, 20km de ciclismo e 5km de corrida.

Galindez quer o pódio do Ironman Brasil

Triathlon · 29 abr, 2005

Falta um mês para o Ironman Brasil Telecom e é nessa fase que os atletas de elite estão na parte mais dura dos treinos. Isso não é diferente com o argentino Oscar Galindez. Radicado no Brasil, ele se prepara para a grande competição que acontece no dia 29 de maio em Florianópolis, Santa Catarina.

Galindez já subiu no pódio da prova. Em 2003 ele ficou no lugar mais alto e em 2004 na segunda posição. Segundo o atleta, esse ano não vai ser diferente. “Estou me preparando para ficar no pódio”, revela Galindez.

Completar um Ironman não é tão simples e chegar entre os primeiros colocados é para poucos. Na etapa brasileira da prova os competidores enfrentarão um percurso com 3,8km de natação, 180km de pedal e 42,195km de corrida. “No Ironman você passa mal e se recupera. Depois volta a passar mal e se recupera novamente. É normal, o importante é você se superar, sempre”, conta.

Depois da prova, Galindez pretende participar do Ironman de Kona. “Esse é o meu objetivo, mas eu ainda não tenho certeza se vou para Kona”, finaliza.


Galindez quer o pódio do Ironman Brasil

Triathlon · 29 abr, 2005

Falta um mês para o Ironman Brasil Telecom e é nessa fase que os atletas de elite estão na parte mais dura dos treinos. Isso não é diferente com o argentino Oscar Galindez. Radicado no Brasil, ele se prepara para a grande competição que acontece no dia 29 de maio em Florianópolis, Santa Catarina.

Galindez já subiu no pódio da prova. Em 2003 ele ficou no lugar mais alto e em 2004 na segunda posição. Segundo o atleta, esse ano não vai ser diferente. “Estou me preparando para ficar no pódio”, revela Galindez.

Completar um Ironman não é tão simples e chegar entre os primeiros colocados é para poucos. Na etapa brasileira da prova os competidores enfrentarão um percurso com 3,8km de natação, 180km de pedal e 42,195km de corrida. “No Ironman você passa mal e se recupera. Depois volta a passar mal e se recupera novamente. É normal, o importante é você se superar, sempre”, conta.

Depois da prova, Galindez pretende participar do Ironman de Kona. “Esse é o meu objetivo, mas eu ainda não tenho certeza se vou para Kona”, finaliza.

Galindez fala sobre o Ironman na ESPN

Triathlon · 20 abr, 2005

O Triathleta argentino radicado no Brasil, Oscar Galindez, participa hoje do programa Aventuras com Renata Falzoni”. Ele irá contar sobre a sua preparação para o IronMan de Florianópolis. Além disso, ele vai falar sobre sua carreira e como concilia os treinos com a família.

A entrevista será exibida nessa quarta-feira no canal a cabo ESPN Brasil às 22h30. Haverá reprise nos dias 21, 22, 23 e 24 de abril respectivamente às 8h, 9h50, 18h30 e 22h30.


Galindez fala sobre o Ironman na ESPN

Triathlon · 20 abr, 2005

O Triathleta argentino radicado no Brasil, Oscar Galindez, participa hoje do programa Aventuras com Renata Falzoni”. Ele irá contar sobre a sua preparação para o IronMan de Florianópolis. Além disso, ele vai falar sobre sua carreira e como concilia os treinos com a família.

A entrevista será exibida nessa quarta-feira no canal a cabo ESPN Brasil às 22h30. Haverá reprise nos dias 21, 22, 23 e 24 de abril respectivamente às 8h, 9h50, 18h30 e 22h30.

Galindez e Carla Moreno vencem Long Distance

Triathlon · 04 abr, 2005

Nesse último domingo aconteceu em Ubatuba, litoral paulista, a primeira etapa do Circuito Powerbar/Reebok Triathlon Long Distance. E os grandes vencedores da prova foram o argentino Oscar Galindez e a brasileira Carla Moreno. Os participantes enfrentaram calor e um percurso com 1,9 km de natação, 90 km de ciclismo e 21 km de corrida.

Galindez cruzou a linha de chegada no tempo de 3h50min14s e definiu o novo recorde da prova, além de ser o atual tricampeão da competição. “Eu tive que me esforçar hoje para manter um bom tempo. O calor estava muito forte”, conta o campeão. O segundo lugar ficou para o seu compatriota Ezequiel Morales (3h58m52s) seguido por Reinaldo Colucci (4h04m18s).

Entre as mulheres a grande campeã, Carla Moreno, teve dificuldades em completar a prova. Isso porque, ela teve uma forte cólica renal durante a competição. “Parei cinco vezes, até pensei em abandonar, mas decidi completar, mesmo que andando ou trotando. Não gosto de desistir. Depois você fica mal, afeta o seu emocional. Eu fui mesmo para treinar e não tinha a importância a colocação, mas quando vi que tinha vantagem, fiz o máximo”, revela Carla, que completou a prova no tempo de 4h55min26s.

A segunda posição ficou com Maona Holck, com 5h03min26seg. O terceiro lugar foi para Luciane Yajima no tempo de 5h04m03s.


Galindez e Carla Moreno vencem Long Distance

Triathlon · 04 abr, 2005

Nesse último domingo aconteceu em Ubatuba, litoral paulista, a primeira etapa do Circuito Powerbar/Reebok Triathlon Long Distance. E os grandes vencedores da prova foram o argentino Oscar Galindez e a brasileira Carla Moreno. Os participantes enfrentaram calor e um percurso com 1,9 km de natação, 90 km de ciclismo e 21 km de corrida.

Galindez cruzou a linha de chegada no tempo de 3h50min14s e definiu o novo recorde da prova, além de ser o atual tricampeão da competição. “Eu tive que me esforçar hoje para manter um bom tempo. O calor estava muito forte”, conta o campeão. O segundo lugar ficou para o seu compatriota Ezequiel Morales (3h58m52s) seguido por Reinaldo Colucci (4h04m18s).

Entre as mulheres a grande campeã, Carla Moreno, teve dificuldades em completar a prova. Isso porque, ela teve uma forte cólica renal durante a competição. “Parei cinco vezes, até pensei em abandonar, mas decidi completar, mesmo que andando ou trotando. Não gosto de desistir. Depois você fica mal, afeta o seu emocional. Eu fui mesmo para treinar e não tinha a importância a colocação, mas quando vi que tinha vantagem, fiz o máximo”, revela Carla, que completou a prova no tempo de 4h55min26s.

A segunda posição ficou com Maona Holck, com 5h03min26seg. O terceiro lugar foi para Luciane Yajima no tempo de 5h04m03s.

Galindez e Moreno participam do Triathlon Long Distance

Triathlon · 29 mar, 2005

Os triathletas Oscar Galindez e Carla Moreno confirmaram presença na primeira etapa do PowerBar/Reebok Triathlon Long Distance. A prova está marcada para o dia três de abril em Ubatuba, São Paulo. Eles são os atuais vencedores da etapa e terão que enfrentar um percurso de 1,9 km de natação, 90 km de ciclismo e 21 km de corrida para garantir o título.

No ano passado Carla Moreno surpreendeu a todos e garantiu o primeiro lugar no difícil percurso da primeira etapa, repleto de trechos de subidas, com o tempo de 4h36min41seg. Já Oscar Galindez é o bicampeão de Ubatuba. Em 2004 ele completou a prova em 3h53min23seg.

A inscrição para o Long Distance custa, R$ 370,00. Já para o Short Distance, R$ 150,00 (federados) e R$ 170,00 (não federados). Esta podem ser feitas pelo site www.ciadeeevntos.com.br.


Galindez e Moreno participam do Triathlon Long Distance

Triathlon · 29 mar, 2005

Os triathletas Oscar Galindez e Carla Moreno confirmaram presença na primeira etapa do PowerBar/Reebok Triathlon Long Distance. A prova está marcada para o dia três de abril em Ubatuba, São Paulo. Eles são os atuais vencedores da etapa e terão que enfrentar um percurso de 1,9 km de natação, 90 km de ciclismo e 21 km de corrida para garantir o título.

No ano passado Carla Moreno surpreendeu a todos e garantiu o primeiro lugar no difícil percurso da primeira etapa, repleto de trechos de subidas, com o tempo de 4h36min41seg. Já Oscar Galindez é o bicampeão de Ubatuba. Em 2004 ele completou a prova em 3h53min23seg.

A inscrição para o Long Distance custa, R$ 370,00. Já para o Short Distance, R$ 150,00 (federados) e R$ 170,00 (não federados). Esta podem ser feitas pelo site www.ciadeeevntos.com.br.

Galindez vence em Mar Del Plata e faz melhor tempo

Triathlon · 07 mar, 2005

O triathleta argentino radicado no Brasil, Oscar Galindez, venceu o Meio Ironman de Mar Del Plata e assegurou o bicampeonato da competição. A prova aconteceu nesse último domingo na Argentina e teve um percurso de 1,9km de natação, 90km de ciclismo e 21km de corrida. Galindez cruzou a linha de chegada no tempo de 4h27seg, três minutos a menos que o próprio recorde no percurso de 4h03m36s.

“Durante a natação, o tempo estava feio e o mar estava bem mexido, o que dificultou um pouco. No ciclismo, o vento não estava forte como de costume e consegui manter um bom ritmo. Sai para a corrida solto e tive um ótimo desempenho”, conta Galindez sobre a prova.

Agora o triathleta deve continuar os treinos na cidade de Córdoba, Argentina. A meta dele para esse ano é o Ironman Brazil Telecom e depois o Ironman do Havaí.


Resultado:

- Masculino
1- Oscar Galíndez (4h00min29s)
2- Velmar Bianco
3- Cristian Pioli
4- Juan Mutti
5- Pablo Escalas

- Feminino
1- Pamela Geijo (4h40min)
2- Julieta solanas
3- Patricia Jelenek
4- Paula Drolas
5- Florencia Giusti


Galindez vence em Mar Del Plata e faz melhor tempo

Triathlon · 07 mar, 2005

O triathleta argentino radicado no Brasil, Oscar Galindez, venceu o Meio Ironman de Mar Del Plata e assegurou o bicampeonato da competição. A prova aconteceu nesse último domingo na Argentina e teve um percurso de 1,9km de natação, 90km de ciclismo e 21km de corrida. Galindez cruzou a linha de chegada no tempo de 4h27seg, três minutos a menos que o próprio recorde no percurso de 4h03m36s.

“Durante a natação, o tempo estava feio e o mar estava bem mexido, o que dificultou um pouco. No ciclismo, o vento não estava forte como de costume e consegui manter um bom ritmo. Sai para a corrida solto e tive um ótimo desempenho”, conta Galindez sobre a prova.

Agora o triathleta deve continuar os treinos na cidade de Córdoba, Argentina. A meta dele para esse ano é o Ironman Brazil Telecom e depois o Ironman do Havaí.


Resultado:

- Masculino
1- Oscar Galíndez (4h00min29s)
2- Velmar Bianco
3- Cristian Pioli
4- Juan Mutti
5- Pablo Escalas

- Feminino
1- Pamela Geijo (4h40min)
2- Julieta solanas
3- Patricia Jelenek
4- Paula Drolas
5- Florencia Giusti