Mountain Do

Mountain Do Lagoa da Conceição já conta com 70 equipes inscritas

Corrida de Montanha · 16 set, 2011

A próxima disputa do Circuito Mountain Do 2011 será a etapa Lagoa da Conceição, no dia 15 de outubro, prova que já conta com 70 equipes inscritas, entre duplas, quartetos e octetos. O revezamento pode ser disputado por times femininos, masculinos e mistos, num percurso de 73 quilômetros que percorre diversas paisagens da Ilha da Magia.

O tiro de partida acontece a partir das 8h no Lagoa Iate Clube (LIC) , estabelecimento localizado no bairro Lagoa da Conceição, um dos mais charmosos da cidade. Durante o trajeto os corredores vão se deparar com lagoas, montanhas, muitas trilhas, bosques, praias e paisagens diversificadas.

As inscrições custam R$ 440 para as duplas, R$ 680 para os quartetos, R$ 850 para quartetos com um reserva e R$ 1.200 para os octetos (valores por equipe). O prazo limite para garantir uma vaga é o dia 26/09 pelo site oficial da competição, o www.mountaindo.com.br.


Mountain Do Lagoa da Conceição já conta com 70 equipes inscritas

Corrida de Montanha · 16 set, 2011

A próxima disputa do Circuito Mountain Do 2011 será a etapa Lagoa da Conceição, no dia 15 de outubro, prova que já conta com 70 equipes inscritas, entre duplas, quartetos e octetos. O revezamento pode ser disputado por times femininos, masculinos e mistos, num percurso de 73 quilômetros que percorre diversas paisagens da Ilha da Magia.

O tiro de partida acontece a partir das 8h no Lagoa Iate Clube (LIC) , estabelecimento localizado no bairro Lagoa da Conceição, um dos mais charmosos da cidade. Durante o trajeto os corredores vão se deparar com lagoas, montanhas, muitas trilhas, bosques, praias e paisagens diversificadas.

As inscrições custam R$ 440 para as duplas, R$ 680 para os quartetos, R$ 850 para quartetos com um reserva e R$ 1.200 para os octetos (valores por equipe). O prazo limite para garantir uma vaga é o dia 26/09 pelo site oficial da competição, o www.mountaindo.com.br.

Mountain Do Lagoa da Conceição agita Florianópolis em outubro

Corrida de Montanha · 09 set, 2011

A edição 2011 do Mountain Do Lagoa da Conceição será disputada no dia 15 de outubro na cidade de Florianópolis (SC), prova com distância de 73 quilômetros para equipes de dois, quatro ou oito competidores. O percurso terá praias, trilhas, bosques e montanhas, que exigirão atenção e preparo físico dos corredores.

A largada será feita em blocos, com as equipes iniciantes saindo mais cedo, enquanto aquelas que disputarão os primeiros lugares vão largar por ultimo. O tiro de partida está programado para as 8h no LIC (Lagoa Iate Clube), mesmo local da chegada.

A organização salienta que não haverá interrupção do trânsito, motivo pelo qual os corredores e motoristas devem prestar atenção na orientação dos staffs e dos policiais designados para auxiliar no tráfego. Os kits serão entregues no LIC na sexta-feira (14/10) a partir das 14h e seguirão até as 20h após o término do Congresso Técnico.

Ao todo serão nove categorias em disputa, assim distribuídas:

  • Categoria oito atletas (categoria aberta)
  • Categoria oito atletas feminino (composta apenas por mulheres)
  • Categoria oito atletas misto (pelo menos dois corredores do sexo oposto)
  • Categoria Quarteto masculino (composta apenas por homens)
  • Categoria Quarteto feminino (composta apenas por mulheres)
  • Categoria Quarteto misto (pelo menos um corredor de sexo diferente)
  • Categoria Dupla masculina (composta por homens)
  • Categoria Dupla feminina (composta por mulheres)
  • Categoria Dupla mista (composta por homens e mulheres)

  • Mountain Do Lagoa da Conceição agita Florianópolis em outubro

    Corrida de Montanha · 09 set, 2011

    A edição 2011 do Mountain Do Lagoa da Conceição será disputada no dia 15 de outubro na cidade de Florianópolis (SC), prova com distância de 73 quilômetros para equipes de dois, quatro ou oito competidores. O percurso terá praias, trilhas, bosques e montanhas, que exigirão atenção e preparo físico dos corredores.

    A largada será feita em blocos, com as equipes iniciantes saindo mais cedo, enquanto aquelas que disputarão os primeiros lugares vão largar por ultimo. O tiro de partida está programado para as 8h no LIC (Lagoa Iate Clube), mesmo local da chegada.

    A organização salienta que não haverá interrupção do trânsito, motivo pelo qual os corredores e motoristas devem prestar atenção na orientação dos staffs e dos policiais designados para auxiliar no tráfego. Os kits serão entregues no LIC na sexta-feira (14/10) a partir das 14h e seguirão até as 20h após o término do Congresso Técnico.

    Ao todo serão nove categorias em disputa, assim distribuídas:

  • Categoria oito atletas (categoria aberta)
  • Categoria oito atletas feminino (composta apenas por mulheres)
  • Categoria oito atletas misto (pelo menos dois corredores do sexo oposto)
  • Categoria Quarteto masculino (composta apenas por homens)
  • Categoria Quarteto feminino (composta apenas por mulheres)
  • Categoria Quarteto misto (pelo menos um corredor de sexo diferente)
  • Categoria Dupla masculina (composta por homens)
  • Categoria Dupla feminina (composta por mulheres)
  • Categoria Dupla mista (composta por homens e mulheres)
  • Mountain Do Deserto do Atacama atinge limite de 500 inscritos

    Corridas de Rua · 31 ago, 2011

    O Mountain Do Deserto do Atacama já pode ser considerado um sucesso antes mesmo de sua realização, no dia 29 de janeiro de 2012, já que todas as vagas colocadas à disposição já se esgotaram. Ao todo foram 500 inscrições abertas pelo Webrun que foram preenchidas num prazo de três meses.

    “Como o percurso passa por trilhas milenares, nosso acordo com a cidade de San Pedro de Atacama [sede da prova] foi abrir apenas 500 vagas nessa primeira edição”, conta Euclides S. Neto, o Kiko, responsável pelo evento. “Também abrimos inscrições apenas para brasileiros”, completa o organizador que se diz satisfeito com a procura dos corredores. “Tenho certeza que todos vão gostar, será uma prova inesquecível”.

    O Mountain Do Deserto do Atacama terá distâncias de 42 quilômetros para os mais experientes, 22 para aqueles que não querem encarar uma maratona, mas pretendem fazer parte do evento, além de uma corrida rústica de cinco quilômetros festiva. “Com isso conseguimos agradar corredores de diferentes níveis e é uma boa oportunidade para fazer um passeio com toda a família”, salienta Kiko.

    Mas para quem acha que correr no deserto é algo exclusivo para corredores de alta performance está enganado. De acordo com pessoas da organização que estiveram no Atacama na época da prova, a temperatura fica em torno de 22ºC durante o dia e 4ºC à noite, condição parecida com a de muitas cidades no Brasil.

    O trajeto passará por regiões com solo vulcânico, lagos azuis, dunas e pelo vale da Lua, local com terreno avermelhado e formações rochosas. Também faz parte do trajeto o Valle da Morte, localizado na Cordillera de Ia Sal, com dois quilômetros de extensão repletos de dunas, de onde é possível apreciar lagoas verdes esmeralda de beleza única e ao fundo contemplar a Cordilheira dos Andes.

    Assista a seguir a um vídeo produzido pela organização que mostra parte das paisagens do Atacama.


    Mountain Do Deserto do Atacama atinge limite de 500 inscritos

    Corridas de Rua · 31 ago, 2011

    O Mountain Do Deserto do Atacama já pode ser considerado um sucesso antes mesmo de sua realização, no dia 29 de janeiro de 2012, já que todas as vagas colocadas à disposição já se esgotaram. Ao todo foram 500 inscrições abertas pelo Webrun que foram preenchidas num prazo de três meses.

    “Como o percurso passa por trilhas milenares, nosso acordo com a cidade de San Pedro de Atacama [sede da prova] foi abrir apenas 500 vagas nessa primeira edição”, conta Euclides S. Neto, o Kiko, responsável pelo evento. “Também abrimos inscrições apenas para brasileiros”, completa o organizador que se diz satisfeito com a procura dos corredores. “Tenho certeza que todos vão gostar, será uma prova inesquecível”.

    O Mountain Do Deserto do Atacama terá distâncias de 42 quilômetros para os mais experientes, 22 para aqueles que não querem encarar uma maratona, mas pretendem fazer parte do evento, além de uma corrida rústica de cinco quilômetros festiva. “Com isso conseguimos agradar corredores de diferentes níveis e é uma boa oportunidade para fazer um passeio com toda a família”, salienta Kiko.

    Mas para quem acha que correr no deserto é algo exclusivo para corredores de alta performance está enganado. De acordo com pessoas da organização que estiveram no Atacama na época da prova, a temperatura fica em torno de 22ºC durante o dia e 4ºC à noite, condição parecida com a de muitas cidades no Brasil.

    O trajeto passará por regiões com solo vulcânico, lagos azuis, dunas e pelo vale da Lua, local com terreno avermelhado e formações rochosas. Também faz parte do trajeto o Valle da Morte, localizado na Cordillera de Ia Sal, com dois quilômetros de extensão repletos de dunas, de onde é possível apreciar lagoas verdes esmeralda de beleza única e ao fundo contemplar a Cordilheira dos Andes.

    Assista a seguir a um vídeo produzido pela organização que mostra parte das paisagens do Atacama.

    Mountain Do Praia do Rosa bate recorde de inscrições na segunda edição

    Corrida de Montanha · 18 ago, 2011

    Em sua segunda edição, o Mountain Do Praia do Rosa bateu o recorde de inscrições e terá 1.012 participantes. A competição será realizada no sábado, dia 20 de agosto, na cidade de Imbituba (SC). A largada será às 15 horas, no Mar Del Rosa, maior estrutura de eventos da região. A prova conta com percursos de quatro, nove e 18 quilômetros, todas entre bosques, dunas, montanhas, estradas de chão e praias.

    Os competidores receberão um kit com camiseta Adidas, mochila Gatorade, squeeze, boné Mountain Do, toalha, número de peito, chip eletrônico e medalhão. Os kits devem ser retirados na manhã de sábado (20/08), entre oito e 13 horas, no local do evento.

    A competição, que tem parceria com o Mar Del Rosa, disponibilizará estacionamento gratuito no local, área de alimentação para almoços e lanches, postos de hidratação e apoio dos bombeiros durante o percurso, e área de dispersão com mesa de frutas, Gatorade, massagem e enfermaria.

    Durante a premiação, haverá um show pirotécnico e uma Festa de Confraternização no Mar Del Rosa, no qual os atletas terão acesso livre com a apresentação da pulseira do evento. Os acompanhantes que mandarem seus nomes para a organização do evento até sexta-feira, dia 19 de agosto, pagam o preço do primeiro lote da festa, sendo R$ 30 para as mulheres e R$ 40 para os homens.

    Haverá também o Mountain Do Kids, para os corredores que quiserem levar os filhos, um espaço de recreação infantil com camas elásticas, piscina de bolinhas, brincadeiras e máquina de algodão doce. Assim, os atletas poderão participar da prova tranquilos.


    Mountain Do Praia do Rosa bate recorde de inscrições na segunda edição

    Corrida de Montanha · 18 ago, 2011

    Em sua segunda edição, o Mountain Do Praia do Rosa bateu o recorde de inscrições e terá 1.012 participantes. A competição será realizada no sábado, dia 20 de agosto, na cidade de Imbituba (SC). A largada será às 15 horas, no Mar Del Rosa, maior estrutura de eventos da região. A prova conta com percursos de quatro, nove e 18 quilômetros, todas entre bosques, dunas, montanhas, estradas de chão e praias.

    Os competidores receberão um kit com camiseta Adidas, mochila Gatorade, squeeze, boné Mountain Do, toalha, número de peito, chip eletrônico e medalhão. Os kits devem ser retirados na manhã de sábado (20/08), entre oito e 13 horas, no local do evento.

    A competição, que tem parceria com o Mar Del Rosa, disponibilizará estacionamento gratuito no local, área de alimentação para almoços e lanches, postos de hidratação e apoio dos bombeiros durante o percurso, e área de dispersão com mesa de frutas, Gatorade, massagem e enfermaria.

    Durante a premiação, haverá um show pirotécnico e uma Festa de Confraternização no Mar Del Rosa, no qual os atletas terão acesso livre com a apresentação da pulseira do evento. Os acompanhantes que mandarem seus nomes para a organização do evento até sexta-feira, dia 19 de agosto, pagam o preço do primeiro lote da festa, sendo R$ 30 para as mulheres e R$ 40 para os homens.

    Haverá também o Mountain Do Kids, para os corredores que quiserem levar os filhos, um espaço de recreação infantil com camas elásticas, piscina de bolinhas, brincadeiras e máquina de algodão doce. Assim, os atletas poderão participar da prova tranquilos.

    Mountain Do Deserto do Atacama já conta com mais de 20 inscritos

    Ultra Maratona · 09 jun, 2011

    As inscrições para o Mountain Do Deserto do Atacama foram abertas a menos de um mês e, até o momento, mais de 20 corredores já garantiram presença no evento que promete aquecer o mercado das maratonas em 2012. A disputa será realizada no dia 29 de janeiro com distâncias de 42, 21 e cinco quilômetros.

    A ideia é que os atletas possam vivenciar a experiência de correr no deserto a uma altitude de 2.400m em relação ao nível do mar. “Certamente será uma experiência única na vida de todos os participantes”, garante Euclides S. Neto, o Kiko, responsável por idealizar o projeto.

    O evento pretende conciliar esporte com turismo e promover uma diversão para toda a família, já que as distâncias variadas possibilitam a participação de pessoas com diferentes níveis de condicionamento. “O conceito de corrida com turismo tem crescido nos últimos anos e o Mountain Do já nasceu com essa preocupação desde a primeira prova, em 2004, na cidade de Florianópolis (SC)”, garante Kiko, que comanda a Sports Do Marketing Esportivo.

    As inscrições permanecem abertas até o limite máximo de 450 participantes, por determinação da comissão organizadora. “Por se tratar da primeira edição resolvemos limitar o número de pessoas, até porque passaremos por trilhas milenares e vamos tentar causar o menor impacto possível”, ressalta Euclides.


    Mountain Do Deserto do Atacama já conta com mais de 20 inscritos

    Ultra Maratona · 09 jun, 2011

    As inscrições para o Mountain Do Deserto do Atacama foram abertas a menos de um mês e, até o momento, mais de 20 corredores já garantiram presença no evento que promete aquecer o mercado das maratonas em 2012. A disputa será realizada no dia 29 de janeiro com distâncias de 42, 21 e cinco quilômetros.

    A ideia é que os atletas possam vivenciar a experiência de correr no deserto a uma altitude de 2.400m em relação ao nível do mar. “Certamente será uma experiência única na vida de todos os participantes”, garante Euclides S. Neto, o Kiko, responsável por idealizar o projeto.

    O evento pretende conciliar esporte com turismo e promover uma diversão para toda a família, já que as distâncias variadas possibilitam a participação de pessoas com diferentes níveis de condicionamento. “O conceito de corrida com turismo tem crescido nos últimos anos e o Mountain Do já nasceu com essa preocupação desde a primeira prova, em 2004, na cidade de Florianópolis (SC)”, garante Kiko, que comanda a Sports Do Marketing Esportivo.

    As inscrições permanecem abertas até o limite máximo de 450 participantes, por determinação da comissão organizadora. “Por se tratar da primeira edição resolvemos limitar o número de pessoas, até porque passaremos por trilhas milenares e vamos tentar causar o menor impacto possível”, ressalta Euclides.

    Mountain Do Deserto do Atacama abre inscrição para 42, 21 e 5 Km

    Corridas de Rua · 20 maio, 2011

    Aqueles corredores que sempre imaginaram correr uma prova diferente, como num deserto, agora terão a chance com a primeira edição do Mountain Do Deserto do Atacama, no Chile. A prova será no dia 29 de janeiro de 2012 com percursos de 42, 21 ou cinco quilômetros.

    Hoje em dia já existe uma prova que passa pelo Atacama, a etapa chilena da Copa do Mundo do Deserto de ultramaratonas, mas como nem todos têm condição de correr uma prova de longa distância, o Mountain Do aparece como alternativa, segundo o organizador, Euclides S. Neto, o Kiko. “Muitas vezes a pessoa não dispõe de tempo para treinar para uma ultra, ou não tem vontade correr por tantos quilômetros”.

    O Mountain Do é um dos eventos esportivos que alia a corrida com o turismo e com a prova chilena não será diferente. “Os membros da família com diferentes níveis de condicionamento podem participar, já que teremos distâncias variadas”, conta Kiko. “Além disso, se nem todos quiserem correr, é uma ótima oportunidade para um passeio diferente com a família ou os amigos”, completa.

    A sede da competição será a cidade de San Pedro de Atacama, localizada a 2.400m de altitude em relação ao nível do mar. “Ficamos uma semana em San Pedro em janeiro do ano passado e posso garantir que os atletas não terão problemas com a altitude”, explica Kiko. Ele lembra ainda que algumas provas no Brasil acontecem em altitudes elevadas, como Campos do Jordão, cidade mais alta do país, com 1.628m.

    A prova é uma ideia antiga da empresa Sports Do, que chegou a cogitar organizar uma disputa na região sul do país, mas devido aos constantes terremotos eles mudaram de ideia. “Estávamos namorando uma prova no Chile há quatro anos e agora fechamos uma parceria com o governo de São Pedro do Atacama”, explica o organizador.

    O percurso da disputa será quase todo em asfalto, dunas, estrada de chão, trilhas e areia e passará ainda pelo Deserto da Morte, uma das regiões mais inóspitas do planeta, e pelo Vale da Lua. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas no Webrun.


    Mountain Do Deserto do Atacama abre inscrição para 42, 21 e 5 Km

    Corridas de Rua · 20 maio, 2011

    Aqueles corredores que sempre imaginaram correr uma prova diferente, como num deserto, agora terão a chance com a primeira edição do Mountain Do Deserto do Atacama, no Chile. A prova será no dia 29 de janeiro de 2012 com percursos de 42, 21 ou cinco quilômetros.

    Hoje em dia já existe uma prova que passa pelo Atacama, a etapa chilena da Copa do Mundo do Deserto de ultramaratonas, mas como nem todos têm condição de correr uma prova de longa distância, o Mountain Do aparece como alternativa, segundo o organizador, Euclides S. Neto, o Kiko. “Muitas vezes a pessoa não dispõe de tempo para treinar para uma ultra, ou não tem vontade correr por tantos quilômetros”.

    O Mountain Do é um dos eventos esportivos que alia a corrida com o turismo e com a prova chilena não será diferente. “Os membros da família com diferentes níveis de condicionamento podem participar, já que teremos distâncias variadas”, conta Kiko. “Além disso, se nem todos quiserem correr, é uma ótima oportunidade para um passeio diferente com a família ou os amigos”, completa.

    A sede da competição será a cidade de San Pedro de Atacama, localizada a 2.400m de altitude em relação ao nível do mar. “Ficamos uma semana em San Pedro em janeiro do ano passado e posso garantir que os atletas não terão problemas com a altitude”, explica Kiko. Ele lembra ainda que algumas provas no Brasil acontecem em altitudes elevadas, como Campos do Jordão, cidade mais alta do país, com 1.628m.

    A prova é uma ideia antiga da empresa Sports Do, que chegou a cogitar organizar uma disputa na região sul do país, mas devido aos constantes terremotos eles mudaram de ideia. “Estávamos namorando uma prova no Chile há quatro anos e agora fechamos uma parceria com o governo de São Pedro do Atacama”, explica o organizador.

    O percurso da disputa será quase todo em asfalto, dunas, estrada de chão, trilhas e areia e passará ainda pelo Deserto da Morte, uma das regiões mais inóspitas do planeta, e pelo Vale da Lua. As inscrições já estão abertas e podem ser feitas no Webrun.

    Débora Simas usa Mountain Do Costão como treino para o Volta à Ilha

    Ultra Maratona · 28 abr, 2011

    Débora Simas, integrante da equipe Sprint Assessoria Esportiva 3, foi campeã da categoria octeto feminino, no Mountain Do Costão, em Florianópolis (SC), no último sábado, dia 23 de abril. A equipe campeã da categoria octeto masculina foi a Sprint Assessoria Esportiva/Costão do Santinho.

    A triatleta utilizou a prova do Costão para treinar para o Volta à Ilha, evento que correrá sozinha, com percurso que dá a volta na Ilha de Florianópolis (SC) e tem 150 quilômetros. Ela não está regularmente inscrita na competição, que acontece dia 30 de abril, a partir das quatro horas, e vai correr para apoiar a instituição Casa Lar Vovó Sebastiana, que fica em Biguaçu (SC). “Esse seria meu último treino longo para a competição em Florianópolis (SC) semana que vem, portanto vim para competir, vim para ganhar, mas com todo cuidado e cautela para não me machucar”, disse Débora.

    Ela havia dito em entrevista anterior, que largaria mais cedo, pois seu objetivo é completar a competição sem utilizar sua estrutura e não atrapalhar os outros atletas que estarão participando da prova neste sábado. “Tive que ter atenção redobrada, ainda mais com o tempo chuvoso de hoje e o terreno escorregadio. Não podia me machucar para não comprometer a prova de semana que vem”, revela a atleta que correrá 150 quilômetros sozinha no Volta à Ilha.

    Débora diz que está satisfeita com o resultado e que fez seu trecho em um tempo excelente, além de parabenizar o resto da equipe. Ela conseguiu um novo apoio e doação da central elétrica EletroSul, que tem sua sede em Florianópolis (SC). “Estou com apoio da EletroSul, que me ajudou muito nesta caminhada que será o Volta à Ilha, para ajudar as crianças da instituição”, finaliza a triatleta.


    Débora Simas usa Mountain Do Costão como treino para o Volta à Ilha

    Ultra Maratona · 28 abr, 2011

    Débora Simas, integrante da equipe Sprint Assessoria Esportiva 3, foi campeã da categoria octeto feminino, no Mountain Do Costão, em Florianópolis (SC), no último sábado, dia 23 de abril. A equipe campeã da categoria octeto masculina foi a Sprint Assessoria Esportiva/Costão do Santinho.

    A triatleta utilizou a prova do Costão para treinar para o Volta à Ilha, evento que correrá sozinha, com percurso que dá a volta na Ilha de Florianópolis (SC) e tem 150 quilômetros. Ela não está regularmente inscrita na competição, que acontece dia 30 de abril, a partir das quatro horas, e vai correr para apoiar a instituição Casa Lar Vovó Sebastiana, que fica em Biguaçu (SC). “Esse seria meu último treino longo para a competição em Florianópolis (SC) semana que vem, portanto vim para competir, vim para ganhar, mas com todo cuidado e cautela para não me machucar”, disse Débora.

    Ela havia dito em entrevista anterior, que largaria mais cedo, pois seu objetivo é completar a competição sem utilizar sua estrutura e não atrapalhar os outros atletas que estarão participando da prova neste sábado. “Tive que ter atenção redobrada, ainda mais com o tempo chuvoso de hoje e o terreno escorregadio. Não podia me machucar para não comprometer a prova de semana que vem”, revela a atleta que correrá 150 quilômetros sozinha no Volta à Ilha.

    Débora diz que está satisfeita com o resultado e que fez seu trecho em um tempo excelente, além de parabenizar o resto da equipe. Ela conseguiu um novo apoio e doação da central elétrica EletroSul, que tem sua sede em Florianópolis (SC). “Estou com apoio da EletroSul, que me ajudou muito nesta caminhada que será o Volta à Ilha, para ajudar as crianças da instituição”, finaliza a triatleta.

    Meninas do Sonho de equipe vence Mountain Do Costão após muito esforço

    Ultra Maratona · 28 abr, 2011

    Quatro curitibanas vestidas de rosa, com maquiagem, unha feita e perfumadas. Essa parece a descrição de um grupo de meninas que se arrumou para um evento social, mas na verdade é o quarteto feminino Um sonho de equipe, que com muito esforço se tornou campeão do Mountain Do Costão do Santinho em sua categoria no último sábado (23/04).

    As meninas estão acostumas a participar de provas rústicas e o espírito competitivo aliado à vontade de vencer, muitas vezes encontra obstáculos pelo caminho. Jéssica Roessele Guaita, integrante que fechou o revezamento, cruzou a linha de chegada muito emocionada e começou a chorar.

    “Minha irmã estava me levando para o último trecho quando nos perdemos no caminho. Tínhamos passado muitas equipes nos outros percursos e precisávamos correr para recuperar o tempo perdido”, lembra a curitibana. Mas, como já diz o ditado, que a pressa é inimiga da perfeição, a situação só piorou. “Batemos o carro, perdemos mais tempo e quando nossa outra integrante completou o trajeto dela, não tinha ninguém para receber o bastão”, lamenta.

    Mesmo atrasada, Jéssica foi até o posto de troca encontrar sua colega e correu o último trecho pensando no acidente. “A parte psicológica estava afetada, não sabia como estava a minha irmã, então realmente foi difícil”. O choro na chegada era um misto de alívio por ter finalizado e a preocupação de não ter conseguido um bom resultado. “Era um misto de emoção e estresse. Depois, saber que ficamos em primeiro lugar, foi uma alegria muito grande”.

    O quarteto fechou a prova com um tempo de 7h57, com uma boa margem para a segunda equipe, Floripa Runners 4, que marcou 8h17min31 e a terceira, Marinha do Brasil (8h20min17). “Foi um resultado muito significativo”, finaliza Jéssica.

    Octetos - As meninas da Um Sonho de equipe também estavam representadas por um octeto, formado por meninas que deram os primeiros passos em provas de montanha. “Tirando eu, todas são iniciantes, então viemos com o intuito de completar a prova numa boa”, conta Rosa Naimara Bossle, coordenadora do time.

    Segundo ela, o clima nublado e úmido facilitou a estreia das garotas. “Estava muito melhor do que ano passado, quando o sol castigou bastante. Apesar das trilhas estarem molhadas, a areia estava mais dura e também tinha uma lama para dar mais emoção”, enfatiza.

    Apesar de serem novatas na prova, as gurias do sul do país se mostram muito experientes no quesito arrumação. Naymara pergunta se alguma delas estragou a unha durante a corrida e a resposta foi unânime e em coro: “Ninguém!”


    Meninas do Sonho de equipe vence Mountain Do Costão após muito esforço

    Ultra Maratona · 28 abr, 2011

    Quatro curitibanas vestidas de rosa, com maquiagem, unha feita e perfumadas. Essa parece a descrição de um grupo de meninas que se arrumou para um evento social, mas na verdade é o quarteto feminino Um sonho de equipe, que com muito esforço se tornou campeão do Mountain Do Costão do Santinho em sua categoria no último sábado (23/04).

    As meninas estão acostumas a participar de provas rústicas e o espírito competitivo aliado à vontade de vencer, muitas vezes encontra obstáculos pelo caminho. Jéssica Roessele Guaita, integrante que fechou o revezamento, cruzou a linha de chegada muito emocionada e começou a chorar.

    “Minha irmã estava me levando para o último trecho quando nos perdemos no caminho. Tínhamos passado muitas equipes nos outros percursos e precisávamos correr para recuperar o tempo perdido”, lembra a curitibana. Mas, como já diz o ditado, que a pressa é inimiga da perfeição, a situação só piorou. “Batemos o carro, perdemos mais tempo e quando nossa outra integrante completou o trajeto dela, não tinha ninguém para receber o bastão”, lamenta.

    Mesmo atrasada, Jéssica foi até o posto de troca encontrar sua colega e correu o último trecho pensando no acidente. “A parte psicológica estava afetada, não sabia como estava a minha irmã, então realmente foi difícil”. O choro na chegada era um misto de alívio por ter finalizado e a preocupação de não ter conseguido um bom resultado. “Era um misto de emoção e estresse. Depois, saber que ficamos em primeiro lugar, foi uma alegria muito grande”.

    O quarteto fechou a prova com um tempo de 7h57, com uma boa margem para a segunda equipe, Floripa Runners 4, que marcou 8h17min31 e a terceira, Marinha do Brasil (8h20min17). “Foi um resultado muito significativo”, finaliza Jéssica.

    Octetos - As meninas da Um Sonho de equipe também estavam representadas por um octeto, formado por meninas que deram os primeiros passos em provas de montanha. “Tirando eu, todas são iniciantes, então viemos com o intuito de completar a prova numa boa”, conta Rosa Naimara Bossle, coordenadora do time.

    Segundo ela, o clima nublado e úmido facilitou a estreia das garotas. “Estava muito melhor do que ano passado, quando o sol castigou bastante. Apesar das trilhas estarem molhadas, a areia estava mais dura e também tinha uma lama para dar mais emoção”, enfatiza.

    Apesar de serem novatas na prova, as gurias do sul do país se mostram muito experientes no quesito arrumação. Naymara pergunta se alguma delas estragou a unha durante a corrida e a resposta foi unânime e em coro: “Ninguém!”

    Em 2012 Mountain Do chega ao Deserto do Atacama (Chile), com 21 e 42k

    Ultra Maratona · 25 abr, 2011

    O Mountain Do, prova marcada pelo desafio em belas paisagens, nasceu em Florianópolis (SC), expandiu os horizontes até Praia do Rosa (SC), Campos do Jordão (SP) e agora chegará ao Chile, no Deserto do Atacama. A prova está marcada para o dia 29 de janeiro e passará pelo Deserto da Morte, uma das regiões mais inóspitas do planeta, e pelo Vale da Lua.

    “Estávamos namorando uma prova no Chile há quatro anos e agora fechamos uma parceria com o governo de São Pedro do Atacama”, conta Euclides S. Neto, o Kiko, responsável pela organização. “Pensamos em fazer uma corrida no sul do Chile, mas o local é muito suscetível a terremotos, por isso fomos para o norte”, completa.

    Haverá duas opções de percurso: uma maratona cheia, com 42 quilômetros e uma meia maratona (21 quilômetros). “Ainda estamos definindo o percurso, mas passaremos por trilhas milenares, lagos, além de vulcões ativos e inativos”, explica Kiko.

    A base da prova será em San Pedro de Atacama, uma vila localizada a 2.400m de altitude com pouco mais de três mil habitantes. “É uma região histórica e capital arqueológica do Chile, com muita vegetação e fauna”, conta Sandra Martinez, Alcalde de San Pedro (o equivalente a prefeita). “Estaremos esperando o Mountain Do de braços abertos e convidamos a todos os brasileiros a participarem”, completa.

    As inscrições poderão ser adquiridas juntamente com o pacote incluindo aéreo e hospedagem, ou apenas a participação na prova. Para garantir uma vaga, basta acessar o site oficial, o www.mountaindo.com.br.


    Em 2012 Mountain Do chega ao Deserto do Atacama (Chile), com 21 e 42k

    Ultra Maratona · 25 abr, 2011

    O Mountain Do, prova marcada pelo desafio em belas paisagens, nasceu em Florianópolis (SC), expandiu os horizontes até Praia do Rosa (SC), Campos do Jordão (SP) e agora chegará ao Chile, no Deserto do Atacama. A prova está marcada para o dia 29 de janeiro e passará pelo Deserto da Morte, uma das regiões mais inóspitas do planeta, e pelo Vale da Lua.

    “Estávamos namorando uma prova no Chile há quatro anos e agora fechamos uma parceria com o governo de São Pedro do Atacama”, conta Euclides S. Neto, o Kiko, responsável pela organização. “Pensamos em fazer uma corrida no sul do Chile, mas o local é muito suscetível a terremotos, por isso fomos para o norte”, completa.

    Haverá duas opções de percurso: uma maratona cheia, com 42 quilômetros e uma meia maratona (21 quilômetros). “Ainda estamos definindo o percurso, mas passaremos por trilhas milenares, lagos, além de vulcões ativos e inativos”, explica Kiko.

    A base da prova será em San Pedro de Atacama, uma vila localizada a 2.400m de altitude com pouco mais de três mil habitantes. “É uma região histórica e capital arqueológica do Chile, com muita vegetação e fauna”, conta Sandra Martinez, Alcalde de San Pedro (o equivalente a prefeita). “Estaremos esperando o Mountain Do de braços abertos e convidamos a todos os brasileiros a participarem”, completa.

    As inscrições poderão ser adquiridas juntamente com o pacote incluindo aéreo e hospedagem, ou apenas a participação na prova. Para garantir uma vaga, basta acessar o site oficial, o www.mountaindo.com.br.

    Companhia da Corrida vence Mountain Do Costão e mantém invencibilidade

    Ultra Maratona · 24 abr, 2011

    Neste domingo de páscoa (24/04) as equipes participantes da edição 2011 do Mountain Do Costão do Santinho se reuniram para o almoço e a cerimônia de premiação. Todos devidamente recuperados das aventuras do dia anterior foi hora de saber quem levou o troféu de campeã geral e nas categorias duplas, quartetos e octetos.

    Direto de Florianópolis - Ao contrário do dia anterior, em que a chuva marcou boa parte da prova, neste domingo o sol brilhava na Ilha da Magia enquanto os corredores aguardavam os resultados. O octeto misto Companhia da Corrida foi o grande campeão do Mountain Do Costão, ao marcar 4h28min50 e manteve a invencibilidade, já que desde a criação da prova, em 2008, sempre subiu no degrau mais alto do pódio.

    A equipe de Joiville disputou trecho a trecho com o octeto masculino Sprint Assessoria Esportiva/ Costão do Santinho e só perdeu no trecho seis para o time composto por funcionários do Resort (37min11 contra 36min49). Em 2008 o time formado por quatro atletas marcou 4h51min51, em 2009, já como octeto estabeleceu 4h24min23 e ano passado completou em 4h57min38.

    Um dos integrantes entre os campeões era Giliard Pinheiro, bicampeão da K42 Bombinhas. “Viemos para baixar o tempo e trouxemos dois maratonistas para tentar o feito. Se não fosse o forte vento contra, talvez fôssemos um pouco melhor”, conta o atleta que mora e treina em Bombinhas. “A parte mais complicada foi a lama, mas se não tivesse essa condição não teria o charme do Mountain Do”, completa.

    Nas duplas a vitória ficou com o Clube de Corrida Fitness Hall/SNC, ao marcar 5h34min17. “Foi um pouco difícil, pois estávamos acostumados a correr sozinhos o percurso, mas dessa vez largamos junto com a elite, enquanto os concorrentes largaram antes”, conta Rodrigo Tomazetti. “Apenas no posto cinco conseguimos controlar as outras equipes e no final tive que correr mais forte para segurar o pessoal de Florianópolis”, completa. A segunda posição ficou com a Rabbit Team/ Top Sport (5h40min47) e a terceira com Subway Runners Team/ Patrick Santos Personal (5h58min46).

    Entre as duplas mistas o caneco dourado foi para a koru Corrida de Aventura, com 5h54min58. “Foi uma prova emocionante”, conta Andrea Coelho. “Tinham alguns trechos muito difíceis, cheios de lama, onde eu levei um escorregão. O tempo foi ótimo e a chuva foi uma benção”, completa. A segunda colocação ficou com a Just Run (6h45min24) e a terceira com a Clube de Corrida Fitness Hall Polar (6h47min06).

    Quartetos - Entre os quartetos masculinos a vitória foi do Clube de Corrida Fitness Hall/ABG Engenharia, de Porto Alegre, que marcou o tempo de 4h58min48. A segunda posição foi para a equipe de São José Corre-Bloc Ponta de Baixo, com 5h25min51 e a terceira com a Urapazi, de Florianópolis, ao marcar 5h25min59.

    Nos quartetos mistos a Corre Bloc Floresta, de São José, foi a mais rápida ao marcar 5h41min09. “Foi uma prova muito boa, já que diminuímos o tempo em relação ao ano passado”, comenta Ana Maria Coutinho. “Além do clima que ajudou também nos preparamos melhor”, completa. A segunda posição foi para a Phisic Running/ Marcelo Sports I (06min11seg) e a terceira para a Floripa Runners 3 (6h14min23).


    Entre os quartetos femininos, as curitibanas do Sonho de Equipe deixaram as adversárias comendo poeira ao vencerem com 7h57. “Tivemos vários problemas e não esperávamos ficar em primeiro. Esforçamos-nos ao máximo e foi uma verdadeira superação”, conta Jéssica Roessele Guaita. A segunda posição foi para a Floripa Runners 4 (8h17min31) e a terceira para a Daniel Rech Unimed 1(8h20min17).

    Nos octetos masculinos, José Adelino Correia comenta sobre a vitória da equipe Sprint Assesoria Esportiva Costão Do Santinho (4h51min15). “A prova foi muito boa. Montamos uma equipe para tentar a vitória, mas dois atletas não puderam vir e chegamos 15 minutos atrás dos campeões”. José promete voltar ano que vem ainda mais forte. “Vamos buscar o título”. A segunda posição ficou com a Reunidas-Runners Team Ricardo Sardá I (5h44min34) e a terceira com a Marinha do Brasil (5h59min02).

    Nos octetos mistos a equipe Costão do Santinho I subiu no degrau mais alto do pódio ao marcar 5h20min27. “A chuva da noite anterior deixou o percurso mais pesado, tomamos alguns escorregões, mas no geral foi uma boa prova”, explica Ana Claudia Maria de Jesus, que treina na pista de atletismo da Universidade de Santa Catarina. A vice-campeã foi a Vidativa Floripa, com 6h13min16 e a terceira com a Norte da Ilha Floripa, com 6h18min25.

    Nas equipes de oito atletas feminino, a Sprint Assessoria Esportiva 3 venceu com 6h54min27. “Viemos para brincar, já que a não somos uma equipe ‘papa pódio’, conta Marta Fiorentini. “A união da equipe é que faz a diferença e chegar ao primeiro lugar é muito bom”, completa. A segunda posição ficou com a Newpace/ Clube da Corrida I (6h57min38), seguida pela Floripa Runners (7h42min30).

    Essa foi a quarta edição do Mountain Do Costão do Santinho e, na opinião do organizador, Euclides S. Neto, o Kiko, a melhor até agora. “Estamos caminhando para a excelência. Muito obrigado a todos que participaram”. A variação de clima deixou a disputa mais emocionante, mas ao mesmo tempo foi motivo de preocupação para a organização. “A chuva castigou a prova, mas graças a Deus não tivemos nenhum incidente grave, apenas atendimentos simples”.

    A próxima prova com selo Mountain Do este ano será a etapa Praia do Rosa (SC), no dia seis de agosto. As inscrições estarão abertas em breve no site oficial, o www.mountaindo.com.br e Kiko faz um apelo. “Espero que os paulistas venham em maior peso nas próximas provas”.


    Companhia da Corrida vence Mountain Do Costão e mantém invencibilidade

    Ultra Maratona · 24 abr, 2011

    Neste domingo de páscoa (24/04) as equipes participantes da edição 2011 do Mountain Do Costão do Santinho se reuniram para o almoço e a cerimônia de premiação. Todos devidamente recuperados das aventuras do dia anterior foi hora de saber quem levou o troféu de campeã geral e nas categorias duplas, quartetos e octetos.

    Direto de Florianópolis - Ao contrário do dia anterior, em que a chuva marcou boa parte da prova, neste domingo o sol brilhava na Ilha da Magia enquanto os corredores aguardavam os resultados. O octeto misto Companhia da Corrida foi o grande campeão do Mountain Do Costão, ao marcar 4h28min50 e manteve a invencibilidade, já que desde a criação da prova, em 2008, sempre subiu no degrau mais alto do pódio.

    A equipe de Joiville disputou trecho a trecho com o octeto masculino Sprint Assessoria Esportiva/ Costão do Santinho e só perdeu no trecho seis para o time composto por funcionários do Resort (37min11 contra 36min49). Em 2008 o time formado por quatro atletas marcou 4h51min51, em 2009, já como octeto estabeleceu 4h24min23 e ano passado completou em 4h57min38.

    Um dos integrantes entre os campeões era Giliard Pinheiro, bicampeão da K42 Bombinhas. “Viemos para baixar o tempo e trouxemos dois maratonistas para tentar o feito. Se não fosse o forte vento contra, talvez fôssemos um pouco melhor”, conta o atleta que mora e treina em Bombinhas. “A parte mais complicada foi a lama, mas se não tivesse essa condição não teria o charme do Mountain Do”, completa.

    Nas duplas a vitória ficou com o Clube de Corrida Fitness Hall/SNC, ao marcar 5h34min17. “Foi um pouco difícil, pois estávamos acostumados a correr sozinhos o percurso, mas dessa vez largamos junto com a elite, enquanto os concorrentes largaram antes”, conta Rodrigo Tomazetti. “Apenas no posto cinco conseguimos controlar as outras equipes e no final tive que correr mais forte para segurar o pessoal de Florianópolis”, completa. A segunda posição ficou com a Rabbit Team/ Top Sport (5h40min47) e a terceira com Subway Runners Team/ Patrick Santos Personal (5h58min46).

    Entre as duplas mistas o caneco dourado foi para a koru Corrida de Aventura, com 5h54min58. “Foi uma prova emocionante”, conta Andrea Coelho. “Tinham alguns trechos muito difíceis, cheios de lama, onde eu levei um escorregão. O tempo foi ótimo e a chuva foi uma benção”, completa. A segunda colocação ficou com a Just Run (6h45min24) e a terceira com a Clube de Corrida Fitness Hall Polar (6h47min06).

    Quartetos - Entre os quartetos masculinos a vitória foi do Clube de Corrida Fitness Hall/ABG Engenharia, de Porto Alegre, que marcou o tempo de 4h58min48. A segunda posição foi para a equipe de São José Corre-Bloc Ponta de Baixo, com 5h25min51 e a terceira com a Urapazi, de Florianópolis, ao marcar 5h25min59.

    Nos quartetos mistos a Corre Bloc Floresta, de São José, foi a mais rápida ao marcar 5h41min09. “Foi uma prova muito boa, já que diminuímos o tempo em relação ao ano passado”, comenta Ana Maria Coutinho. “Além do clima que ajudou também nos preparamos melhor”, completa. A segunda posição foi para a Phisic Running/ Marcelo Sports I (06min11seg) e a terceira para a Floripa Runners 3 (6h14min23).


    Entre os quartetos femininos, as curitibanas do Sonho de Equipe deixaram as adversárias comendo poeira ao vencerem com 7h57. “Tivemos vários problemas e não esperávamos ficar em primeiro. Esforçamos-nos ao máximo e foi uma verdadeira superação”, conta Jéssica Roessele Guaita. A segunda posição foi para a Floripa Runners 4 (8h17min31) e a terceira para a Daniel Rech Unimed 1(8h20min17).

    Nos octetos masculinos, José Adelino Correia comenta sobre a vitória da equipe Sprint Assesoria Esportiva Costão Do Santinho (4h51min15). “A prova foi muito boa. Montamos uma equipe para tentar a vitória, mas dois atletas não puderam vir e chegamos 15 minutos atrás dos campeões”. José promete voltar ano que vem ainda mais forte. “Vamos buscar o título”. A segunda posição ficou com a Reunidas-Runners Team Ricardo Sardá I (5h44min34) e a terceira com a Marinha do Brasil (5h59min02).

    Nos octetos mistos a equipe Costão do Santinho I subiu no degrau mais alto do pódio ao marcar 5h20min27. “A chuva da noite anterior deixou o percurso mais pesado, tomamos alguns escorregões, mas no geral foi uma boa prova”, explica Ana Claudia Maria de Jesus, que treina na pista de atletismo da Universidade de Santa Catarina. A vice-campeã foi a Vidativa Floripa, com 6h13min16 e a terceira com a Norte da Ilha Floripa, com 6h18min25.

    Nas equipes de oito atletas feminino, a Sprint Assessoria Esportiva 3 venceu com 6h54min27. “Viemos para brincar, já que a não somos uma equipe ‘papa pódio’, conta Marta Fiorentini. “A união da equipe é que faz a diferença e chegar ao primeiro lugar é muito bom”, completa. A segunda posição ficou com a Newpace/ Clube da Corrida I (6h57min38), seguida pela Floripa Runners (7h42min30).

    Essa foi a quarta edição do Mountain Do Costão do Santinho e, na opinião do organizador, Euclides S. Neto, o Kiko, a melhor até agora. “Estamos caminhando para a excelência. Muito obrigado a todos que participaram”. A variação de clima deixou a disputa mais emocionante, mas ao mesmo tempo foi motivo de preocupação para a organização. “A chuva castigou a prova, mas graças a Deus não tivemos nenhum incidente grave, apenas atendimentos simples”.

    A próxima prova com selo Mountain Do este ano será a etapa Praia do Rosa (SC), no dia seis de agosto. As inscrições estarão abertas em breve no site oficial, o www.mountaindo.com.br e Kiko faz um apelo. “Espero que os paulistas venham em maior peso nas próximas provas”.