Mountain Do

Mountain Do Lagoa da Conceição está com inscrições abertas

Ultra Maratona · 09 ago, 2010

A sétima edição do Mountain Do Lagoa da Conceição está programado para o dia 16 de outubro na cidade de Florianópolis (SC) e as inscrições já estão abertas. Poderão participar equipes de dois, quatro e oito atletas, desde que os integrantes tenham pelo menos 16 anos de idade.

O percurso será de 73 quilômetros em volta da Lagoa da Conceição, um dos cartões postais da Ilha da Magia, apelido carinhoso da capital catarinense. O tiro de partida acontece às 8h em frente ao Hotel Engenho Eco Park- Rio Vermelho, depois os atletas seguem na direção ao sul da ilha, até chegar novamente ao ponto de partida.

Durante todo o trajeto o terreno possui diferentes desafios, já que mescla asfalto, areia da praia, dunas e trilhas, com diferentes elevações. A maior altimetria se encontra no trecho sete, que vai da Praia Mole até a Cidade da Barra (Projeto Tamar), com 200m no ponto mais alto.

As inscrições variam de valor de acordo com o número de equipes e podem ser feitas com desconto até o dia 10 de setembro no site www.mountaindo.com.br. Está incluso no valor uma mochila, camiseta de tecido tecnológico, almoço Lagoa Iate Clube, simpósio festivo (coquetel), boné, toalha, DVD por equipe, CD com fotos, medalhão, mesa de frutas, estacionamento nos postos, hidratação nos percursos e brindes dos patrocinadores.


Mountain Do Lagoa da Conceição está com inscrições abertas

Ultra Maratona · 09 ago, 2010

A sétima edição do Mountain Do Lagoa da Conceição está programado para o dia 16 de outubro na cidade de Florianópolis (SC) e as inscrições já estão abertas. Poderão participar equipes de dois, quatro e oito atletas, desde que os integrantes tenham pelo menos 16 anos de idade.

O percurso será de 73 quilômetros em volta da Lagoa da Conceição, um dos cartões postais da Ilha da Magia, apelido carinhoso da capital catarinense. O tiro de partida acontece às 8h em frente ao Hotel Engenho Eco Park- Rio Vermelho, depois os atletas seguem na direção ao sul da ilha, até chegar novamente ao ponto de partida.

Durante todo o trajeto o terreno possui diferentes desafios, já que mescla asfalto, areia da praia, dunas e trilhas, com diferentes elevações. A maior altimetria se encontra no trecho sete, que vai da Praia Mole até a Cidade da Barra (Projeto Tamar), com 200m no ponto mais alto.

As inscrições variam de valor de acordo com o número de equipes e podem ser feitas com desconto até o dia 10 de setembro no site www.mountaindo.com.br. Está incluso no valor uma mochila, camiseta de tecido tecnológico, almoço Lagoa Iate Clube, simpósio festivo (coquetel), boné, toalha, DVD por equipe, CD com fotos, medalhão, mesa de frutas, estacionamento nos postos, hidratação nos percursos e brindes dos patrocinadores.

Corrida em montanha Mountain Do é destaque na Running Show

Corrida de Montanha · 31 jul, 2010

Direto da Running Show - Na noite da última sexta-feira (30/07) o organizador do Circuito Mountain Do, Euclides Neto, o Kiko, ministrou uma palestra para falar sobre as novidades do Mountain Do, prova que este ano contará com diversas etapas pelo Brasil. Inicialmente criada em formato de revezamento por equipes, a corrida de montanha agora possui uma categoria solo.

“O objetivo das nossas provas é que os corredores aproveitem para fazer turismo e conhecer as cidades, já que a rede hoteleira costuma praticar tarifas mais baixas para os inscritos”, relata Kiko. “Sempre organizamos eventos onde o contato com a natureza é o maior possível”, completa.

Em 2004 foi criado o Mountain Do Lagoa da Conceição, onde equipes de dois, quatro ou oito atletas percorriam 73 quilômetros em volta de um dos cartões postais da cidade de Florianópolis (SC). Em 2008 surgiu a etapa do Costão do Santinho, no mesmo formato, com largada e chegada na praia de mesmo nome e percurso passando por trilhas, rios, bosques, areia e terra batida.

Em 2010, após sugestão dos participantes, nasceu o Mountain Do Circuito de Charme, prova individual com sede em cidades requintadas do Brasil. A primeira etapa será na Praia do Rosa (SC) no dia 14 de agosto e a segunda em Campos do Jordão (SP) em 11 de setembro.

“A corrida de montanha muitas vezes assusta os corredores, mas todas as nossas provas são possíveis de serem corridas”, garante Kiko. Ele aproveita e faz um desafio: “Quem correr e disser que não gostou do percurso, eu devolvo o dinheiro em dobro”. Segundo o organizador, todas as sedes de provas devem passar por uma avaliação minuciosa da equipe antes de serem aprovadas. “Eu sempre vejo todo o percurso antes, tem que passar na minha chancela”.

Além do Circuito Mountain Do, existe ainda a Maratona e Meia Maratona Beto Carrero, organizadas durante um final de semana no interior do parque temático. “A proposta é o atleta correr no sábado e se divertir no parque domingo”.

Todos os participantes das provas recebem um kit contendo mochila e squeeze da Gatorade, camiseta Adidas confeccionada em tecido tecnológico, toalha, boné e outros brindes dos patrocinadores, além de um DVD com as fotos e vídeos da etapa. Os inscritos contam ainda com coquetel de boas vindas durante o congresso técnico, medalhão de participação, mesa de frutas, almoço de premiação no domingo (apenas no Mountain Do) e ingresso para o Beto Carrero (apenas na Maratona e Meia).

Quem quiser mais informações sobre as provas, pode procurar o Kiko no estande de Santa Catarina durante a Running Show, ou acessar os sites www.mountaindo.com.br ou www.maratonabetocarrero.com.br.

A Running Show acontece no Pavilhão da Bienal do Ibirapuera até o dia primeiro de agosto. Neste sábado, a feira funciona das 10h às 21h, e no domingo, das 10h às 18h.


Corrida em montanha Mountain Do é destaque na Running Show

Corrida de Montanha · 31 jul, 2010

Direto da Running Show - Na noite da última sexta-feira (30/07) o organizador do Circuito Mountain Do, Euclides Neto, o Kiko, ministrou uma palestra para falar sobre as novidades do Mountain Do, prova que este ano contará com diversas etapas pelo Brasil. Inicialmente criada em formato de revezamento por equipes, a corrida de montanha agora possui uma categoria solo.

“O objetivo das nossas provas é que os corredores aproveitem para fazer turismo e conhecer as cidades, já que a rede hoteleira costuma praticar tarifas mais baixas para os inscritos”, relata Kiko. “Sempre organizamos eventos onde o contato com a natureza é o maior possível”, completa.

Em 2004 foi criado o Mountain Do Lagoa da Conceição, onde equipes de dois, quatro ou oito atletas percorriam 73 quilômetros em volta de um dos cartões postais da cidade de Florianópolis (SC). Em 2008 surgiu a etapa do Costão do Santinho, no mesmo formato, com largada e chegada na praia de mesmo nome e percurso passando por trilhas, rios, bosques, areia e terra batida.

Em 2010, após sugestão dos participantes, nasceu o Mountain Do Circuito de Charme, prova individual com sede em cidades requintadas do Brasil. A primeira etapa será na Praia do Rosa (SC) no dia 14 de agosto e a segunda em Campos do Jordão (SP) em 11 de setembro.

“A corrida de montanha muitas vezes assusta os corredores, mas todas as nossas provas são possíveis de serem corridas”, garante Kiko. Ele aproveita e faz um desafio: “Quem correr e disser que não gostou do percurso, eu devolvo o dinheiro em dobro”. Segundo o organizador, todas as sedes de provas devem passar por uma avaliação minuciosa da equipe antes de serem aprovadas. “Eu sempre vejo todo o percurso antes, tem que passar na minha chancela”.

Além do Circuito Mountain Do, existe ainda a Maratona e Meia Maratona Beto Carrero, organizadas durante um final de semana no interior do parque temático. “A proposta é o atleta correr no sábado e se divertir no parque domingo”.

Todos os participantes das provas recebem um kit contendo mochila e squeeze da Gatorade, camiseta Adidas confeccionada em tecido tecnológico, toalha, boné e outros brindes dos patrocinadores, além de um DVD com as fotos e vídeos da etapa. Os inscritos contam ainda com coquetel de boas vindas durante o congresso técnico, medalhão de participação, mesa de frutas, almoço de premiação no domingo (apenas no Mountain Do) e ingresso para o Beto Carrero (apenas na Maratona e Meia).

Quem quiser mais informações sobre as provas, pode procurar o Kiko no estande de Santa Catarina durante a Running Show, ou acessar os sites www.mountaindo.com.br ou www.maratonabetocarrero.com.br.

A Running Show acontece no Pavilhão da Bienal do Ibirapuera até o dia primeiro de agosto. Neste sábado, a feira funciona das 10h às 21h, e no domingo, das 10h às 18h.

Running Show: visitantes e treinadores concorrem a kits do Mountain Do

Caminhada · 30 jul, 2010

Direto da Running Show - Na noite desta sexta-feira (30/07), Euclides Neto, o Kiko, responsável pela organização das provas do Mountain Do, fará uma palestra na feira para falar sobre a competição e vai oferecer alguns kits contendo diversos brindes. Serão contemplados treinadores e os demais visitantes.

Os 30 primeiros treinadores que passarem no estande do Mountain Do e fizerem inscrição já receberão um kit, a ser entregue ao final da palestra. Após o evento, também serão sorteadas cinco unidades para as pessoas presentes.

“O Mountain Do é um evento esportivo que integra natureza, alegria e desafio”, comenta Kiko. “É organizado pensando no corredor e na família dele, com o intuito de promover muito mais que uma corrida, uma grande festa”, completa. O organizador estará no Auditório Dois a partir das 20h para falar mais sobre o evento.

O kit é o mesmo que os atletas recebem na prova e contém mochila e squezze da Gatorade, uma camiseta da Adidas confeccionada em tecido tecnológico, além de um boné alusivo à competição. Os treinadores que desejarem participar devem apresentar documento comprovando que são profissionais do ramo.

A próxima etapa da disputa será o Mountain Do Circuito de Charme, a ser realizada na Praia do Rosa (SC) no dia 14 de agosto. No dia 11 de setembro será a vez de Campos do Jordão, interior de São Paulo, receber uma prova pela primeira vez.

Para conhecer mais sobre o Circuito, basta acessar o site oficial, www.mountaindo.com.br.


Running Show: visitantes e treinadores concorrem a kits do Mountain Do

Caminhada · 30 jul, 2010

Direto da Running Show - Na noite desta sexta-feira (30/07), Euclides Neto, o Kiko, responsável pela organização das provas do Mountain Do, fará uma palestra na feira para falar sobre a competição e vai oferecer alguns kits contendo diversos brindes. Serão contemplados treinadores e os demais visitantes.

Os 30 primeiros treinadores que passarem no estande do Mountain Do e fizerem inscrição já receberão um kit, a ser entregue ao final da palestra. Após o evento, também serão sorteadas cinco unidades para as pessoas presentes.

“O Mountain Do é um evento esportivo que integra natureza, alegria e desafio”, comenta Kiko. “É organizado pensando no corredor e na família dele, com o intuito de promover muito mais que uma corrida, uma grande festa”, completa. O organizador estará no Auditório Dois a partir das 20h para falar mais sobre o evento.

O kit é o mesmo que os atletas recebem na prova e contém mochila e squezze da Gatorade, uma camiseta da Adidas confeccionada em tecido tecnológico, além de um boné alusivo à competição. Os treinadores que desejarem participar devem apresentar documento comprovando que são profissionais do ramo.

A próxima etapa da disputa será o Mountain Do Circuito de Charme, a ser realizada na Praia do Rosa (SC) no dia 14 de agosto. No dia 11 de setembro será a vez de Campos do Jordão, interior de São Paulo, receber uma prova pela primeira vez.

Para conhecer mais sobre o Circuito, basta acessar o site oficial, www.mountaindo.com.br.

Meninas da “Um Sonho de Equipe” embelezam o Mountain Do

Corrida de Montanha · 20 out, 2009

Florianópolis - Nem a chuva, nem a lama que acompanharam os atletas do Mountain Do Lagoa da Conceição do último sábado (17) foram suficientes para tirar o brilho do quarteto feminino Um Sonho de Equipe. O quarteto feminino veio de Curitiba (PR) para a disputa e coloriu o dia cinzento com a beleza de suas integrantes, que deram duro para completar os mais de 70 quilômetros.

Giovanna Mayer, Janaína Rezende, Rosa Naimara e Gabriela Duarte da Silva se desatacavam no pelotão com uma superprodução no visual. Mesmo numa prova cheia de obstáculos naturais como o Mountain Do, elas não deixam de lado o penteado, as unhas pintadas de rosa, o perfume e a delicadeza feminina.

“É a nossa primeira vez nesta prova e viemos mais pela diversão”, conta Janaína. “A gente sempre vem com boné rosa e não deixamos ninguém para trás, tentamos manter o espírito de equipe”, completa a atleta que correu os dois últimos trechos. Apesar de todos os mimos e frufrus, elas não amarelaram e encararam as trilhas, pedras escorregadias e a areia fofa dos percursos.

O primeiro trecho elas fizeram em 51min47, o segundo em 1h33min32, o terceiro em 1h36min49, o quarto em 1h26min31, o quinto em 1h07min28, o sexto em 1h02min21, o sétimo em 1h03min42 e o oitavo em 52min11. No tempo total a equipe fechou em 9h34min21, o que lhes rendeu o terceiro lugar na categoria, logo atrás da Daniel Rech Unimed 1, que marcou 9h33min43.

A equipe, que é formada por alunas e professoras da assessoria esportiva Triax de Curitiba, sempre participa de provas de revezamento cross country e, segundo a capitã Rosa Naimara, todas são grandes guerreiras. “A Giovanna, que fez os dois primeiros trechos correu uma maratona há 20 dias, a Gabi é a nossa Ferreira, que sempre faz musculação e a Janaína é a nossa triathleta, que fechou com chave de ouro, além de mim que sou a professora”.

Ainda segundo Rosa, a chuva e a temperatura baixa não foram grandes problemas para elas. “Somos curitibanas e estamos acostumadas a treinar com essa condição. Ficamos de bermuda o dia inteiro, foi ótimo”. Mesmo com os uniformes cobertos de barro, elas não perderam a pose e continuavam com os cabelos penteados e sem nenhuma lasca nas unhas.


Meninas da “Um Sonho de Equipe” embelezam o Mountain Do

Corrida de Montanha · 20 out, 2009

Florianópolis - Nem a chuva, nem a lama que acompanharam os atletas do Mountain Do Lagoa da Conceição do último sábado (17) foram suficientes para tirar o brilho do quarteto feminino Um Sonho de Equipe. O quarteto feminino veio de Curitiba (PR) para a disputa e coloriu o dia cinzento com a beleza de suas integrantes, que deram duro para completar os mais de 70 quilômetros.

Giovanna Mayer, Janaína Rezende, Rosa Naimara e Gabriela Duarte da Silva se desatacavam no pelotão com uma superprodução no visual. Mesmo numa prova cheia de obstáculos naturais como o Mountain Do, elas não deixam de lado o penteado, as unhas pintadas de rosa, o perfume e a delicadeza feminina.

“É a nossa primeira vez nesta prova e viemos mais pela diversão”, conta Janaína. “A gente sempre vem com boné rosa e não deixamos ninguém para trás, tentamos manter o espírito de equipe”, completa a atleta que correu os dois últimos trechos. Apesar de todos os mimos e frufrus, elas não amarelaram e encararam as trilhas, pedras escorregadias e a areia fofa dos percursos.

O primeiro trecho elas fizeram em 51min47, o segundo em 1h33min32, o terceiro em 1h36min49, o quarto em 1h26min31, o quinto em 1h07min28, o sexto em 1h02min21, o sétimo em 1h03min42 e o oitavo em 52min11. No tempo total a equipe fechou em 9h34min21, o que lhes rendeu o terceiro lugar na categoria, logo atrás da Daniel Rech Unimed 1, que marcou 9h33min43.

A equipe, que é formada por alunas e professoras da assessoria esportiva Triax de Curitiba, sempre participa de provas de revezamento cross country e, segundo a capitã Rosa Naimara, todas são grandes guerreiras. “A Giovanna, que fez os dois primeiros trechos correu uma maratona há 20 dias, a Gabi é a nossa Ferreira, que sempre faz musculação e a Janaína é a nossa triathleta, que fechou com chave de ouro, além de mim que sou a professora”.

Ainda segundo Rosa, a chuva e a temperatura baixa não foram grandes problemas para elas. “Somos curitibanas e estamos acostumadas a treinar com essa condição. Ficamos de bermuda o dia inteiro, foi ótimo”. Mesmo com os uniformes cobertos de barro, elas não perderam a pose e continuavam com os cabelos penteados e sem nenhuma lasca nas unhas.

Veja quem foram os vencedores do Mountain Do nas categorias

Corrida de Montanha · 19 out, 2009

Florianópolis - No último sábado (18) aconteceu a edição 2009 do Mountain Do Lagoa da Conceição, competição que foi disputada por duplas, quartetos e octetos nas categorias masculina, feminina e mista. Confira quem foram os vencedores e quais as opiniões sobre a disputa, que percorreu 70 quilômetros pelas mais diversas paisagens da Ilha da Magia.

Nas duplas o primeiro posto ficou com a Petiskeira Fun Runners, de Porto Alegre, com o tempo de 6h39min20, recorde na categoria. “Eu fiz ano passado na categoria quarteto e dessa vez nas duplas senti mais dificuldade. Peguei os percursos mais íngremes, para deixar os outros com o meu parceiro, que é mais veloz e no final tive até cãibras”, relata Rodrigo Tomazeli. A segunda colocação ficou com a Marcelo Sports/ Fábio Pierry/ GS2, de Balneário Camboriú (SC) com o tempo de 7h08min26, seguida pela Red Kangaroos, de Curitiba, com 7h10min46.

Nos quartetos masculinos quem levou a melhor foi a Tribo do Esporte, que por conhecer bem o percurso conseguiu uma boa vantagem sobre os adversários, até fechar com o tempo total de 6h10min02. “Ano passado nós também corremos aqui e fizemos um tempo bem abaixo e ficamos muito satisfeitos com o resultado final”, comenta Graziel Neves, que assim como os outros integrantes, mora na região da Lagoa da Conceição. A segunda colocação ficou com a Corre-Bloc Forquilhas, de São José (7h06min53) e a terceira com a Indiada, de Canoas (7h12min55).

Nos quartetos mistos a vitória foi para a equipe Corre-Bloc Floresta, de São José, com o tempo total de 6h45min02. “A corrida foi excelente, a cada ano fica melhor”, conta Aderaldo Ramos do Nascimento, que faturou o pentacampeonato com o time. “Cada vez é um desafio maior, pois não conhecemos os adversários e também pelo clima, que às vezes está chuvoso e às vezes ensolarado”, completa. O vice ficou para a Galpão Saúde e Associação de Corredores de Jaraguá do Sul (7h08min40), enquanto o terceiro posto ficou para a Companhia da Corrida Sky Hangsat, de Joinville (7h29min).

Nos quartetos femininos as experientes catarinenses da Mega Girls mais uma vez não deram chances às adversárias e passearam durante a competição para conquistar a vitória com o tempo de 7h11min12. “Esse foi o melhor quarteto feminino que nós formamos nos últimos tempos e já esperávamos o primeiro lugar”, enfatiza a capitã Vanuza Regina Maciel. “Estamos treinando juntas há um tempo e essa formação vai correr a Volta à Ilha ano que vem. É bem forte mesmo”, completa. A segunda colocada, a Daniel Rech/ Unimed 1, também de Floripa, marcou 9h33min43 e a terceira foi a Triax/ Sonho de Equipe, de Curitiba, com 9h34min21.

Octetos - Nos octetos masculinos, o Corpo de Fuzileiros Navais levou o troféu de primeiro lugar, mas ficou um gostinho de quero mais, já que eles quase alcançaram os campeões gerais, da Companhia da Corrida. “Fomos mais rápidos do que eles em quatro etapas, mas infelizmente não conseguimos. Ano que vem vamos voltar mais fortes com certeza”, relata o Sargento Alexandre Martins. Eles marcaram 5h29min, enquanto os campeões gerais estabeleceram 5h09min25. A equipe segunda colocada nos octetos masculinos foi a Power Fit, de Florianópolis (6h30min) e a terceira foi a Marinha do Brasil, com 6h36min04.

Na categoria oito atletas misto, a Repecon, de Florianópolis, cruzou a linha de chegada em primeiro com 6h09min40, seguida pela Runners team Ricardo Sarda, de São José, com 6h34min11 e a Zimba Team, de Ponta Grossa, com 6h52. “A gente participa com essa equipe há algum tempo e esse ano fomos campeãs no Mountain Do Lagoa, no Costão do Santinho e na Maratona Beto Carrero”, conta Bruna Rocha. “Eu faço atletismo de pista e quando venho para cá fica bem divertido correr em equipe”, completa a representante que fez o trecho quatro, do Lagoa Iate Clube até a Lagoa da Conceição.

Por fim, no octeto feminino, a Phisic Running/ Adidas/ Marcelo Sports, de Balneário Camboriú, foi a melhor com 7h41min08, na disputa mais acirrada da competição, já que a Corredores do Terral – Equipe F fez de tudo para alcançar o topo do pódio. As meninas também de Balneário Camboriu finalizaram com 7h41min30, enquanto a Power Fit Girls ficou com o terceiro posto ao marcar 7h43min.

“Foi muito legal, porque disputamos até os 100 metros finais, valeu a pena”, comenta Adriana Rauber, que também ostenta a tríplice coroa, ou seja, faturou o Mountain Do Lagoa, o Mountain Do Santinho e a Maratona Beto Carrero. “Antes eram poucos octetos femininos, agora são muitos, então o desafio fica ainda melhor”, completa.

Depois de encerrada a cerimônia de premiação, todos puderam desfrutar de um almoço reforçado para repor as energias perdidas na corrida. A próxima prova com organização da Sports Do será o Beto Carrero Mountain Bike, competição de ciclismo em trilhas a ser disputada no dia seis de dezembro no interior do Parque Temático Beto Carrero World, em Penha (SC). As inscrições já estão abertas no site www.betocarreromtb.com.br.


Veja quem foram os vencedores do Mountain Do nas categorias

Corrida de Montanha · 19 out, 2009

Florianópolis - No último sábado (18) aconteceu a edição 2009 do Mountain Do Lagoa da Conceição, competição que foi disputada por duplas, quartetos e octetos nas categorias masculina, feminina e mista. Confira quem foram os vencedores e quais as opiniões sobre a disputa, que percorreu 70 quilômetros pelas mais diversas paisagens da Ilha da Magia.

Nas duplas o primeiro posto ficou com a Petiskeira Fun Runners, de Porto Alegre, com o tempo de 6h39min20, recorde na categoria. “Eu fiz ano passado na categoria quarteto e dessa vez nas duplas senti mais dificuldade. Peguei os percursos mais íngremes, para deixar os outros com o meu parceiro, que é mais veloz e no final tive até cãibras”, relata Rodrigo Tomazeli. A segunda colocação ficou com a Marcelo Sports/ Fábio Pierry/ GS2, de Balneário Camboriú (SC) com o tempo de 7h08min26, seguida pela Red Kangaroos, de Curitiba, com 7h10min46.

Nos quartetos masculinos quem levou a melhor foi a Tribo do Esporte, que por conhecer bem o percurso conseguiu uma boa vantagem sobre os adversários, até fechar com o tempo total de 6h10min02. “Ano passado nós também corremos aqui e fizemos um tempo bem abaixo e ficamos muito satisfeitos com o resultado final”, comenta Graziel Neves, que assim como os outros integrantes, mora na região da Lagoa da Conceição. A segunda colocação ficou com a Corre-Bloc Forquilhas, de São José (7h06min53) e a terceira com a Indiada, de Canoas (7h12min55).

Nos quartetos mistos a vitória foi para a equipe Corre-Bloc Floresta, de São José, com o tempo total de 6h45min02. “A corrida foi excelente, a cada ano fica melhor”, conta Aderaldo Ramos do Nascimento, que faturou o pentacampeonato com o time. “Cada vez é um desafio maior, pois não conhecemos os adversários e também pelo clima, que às vezes está chuvoso e às vezes ensolarado”, completa. O vice ficou para a Galpão Saúde e Associação de Corredores de Jaraguá do Sul (7h08min40), enquanto o terceiro posto ficou para a Companhia da Corrida Sky Hangsat, de Joinville (7h29min).

Nos quartetos femininos as experientes catarinenses da Mega Girls mais uma vez não deram chances às adversárias e passearam durante a competição para conquistar a vitória com o tempo de 7h11min12. “Esse foi o melhor quarteto feminino que nós formamos nos últimos tempos e já esperávamos o primeiro lugar”, enfatiza a capitã Vanuza Regina Maciel. “Estamos treinando juntas há um tempo e essa formação vai correr a Volta à Ilha ano que vem. É bem forte mesmo”, completa. A segunda colocada, a Daniel Rech/ Unimed 1, também de Floripa, marcou 9h33min43 e a terceira foi a Triax/ Sonho de Equipe, de Curitiba, com 9h34min21.

Octetos - Nos octetos masculinos, o Corpo de Fuzileiros Navais levou o troféu de primeiro lugar, mas ficou um gostinho de quero mais, já que eles quase alcançaram os campeões gerais, da Companhia da Corrida. “Fomos mais rápidos do que eles em quatro etapas, mas infelizmente não conseguimos. Ano que vem vamos voltar mais fortes com certeza”, relata o Sargento Alexandre Martins. Eles marcaram 5h29min, enquanto os campeões gerais estabeleceram 5h09min25. A equipe segunda colocada nos octetos masculinos foi a Power Fit, de Florianópolis (6h30min) e a terceira foi a Marinha do Brasil, com 6h36min04.

Na categoria oito atletas misto, a Repecon, de Florianópolis, cruzou a linha de chegada em primeiro com 6h09min40, seguida pela Runners team Ricardo Sarda, de São José, com 6h34min11 e a Zimba Team, de Ponta Grossa, com 6h52. “A gente participa com essa equipe há algum tempo e esse ano fomos campeãs no Mountain Do Lagoa, no Costão do Santinho e na Maratona Beto Carrero”, conta Bruna Rocha. “Eu faço atletismo de pista e quando venho para cá fica bem divertido correr em equipe”, completa a representante que fez o trecho quatro, do Lagoa Iate Clube até a Lagoa da Conceição.

Por fim, no octeto feminino, a Phisic Running/ Adidas/ Marcelo Sports, de Balneário Camboriú, foi a melhor com 7h41min08, na disputa mais acirrada da competição, já que a Corredores do Terral – Equipe F fez de tudo para alcançar o topo do pódio. As meninas também de Balneário Camboriu finalizaram com 7h41min30, enquanto a Power Fit Girls ficou com o terceiro posto ao marcar 7h43min.

“Foi muito legal, porque disputamos até os 100 metros finais, valeu a pena”, comenta Adriana Rauber, que também ostenta a tríplice coroa, ou seja, faturou o Mountain Do Lagoa, o Mountain Do Santinho e a Maratona Beto Carrero. “Antes eram poucos octetos femininos, agora são muitos, então o desafio fica ainda melhor”, completa.

Depois de encerrada a cerimônia de premiação, todos puderam desfrutar de um almoço reforçado para repor as energias perdidas na corrida. A próxima prova com organização da Sports Do será o Beto Carrero Mountain Bike, competição de ciclismo em trilhas a ser disputada no dia seis de dezembro no interior do Parque Temático Beto Carrero World, em Penha (SC). As inscrições já estão abertas no site www.betocarreromtb.com.br.

Equipe Companhia da Corrida fatura o hexa do Mountain Do

Corrida de Montanha · 18 out, 2009

Mesmo com o desfalque de dois corredores a menos, o time de Joinville conseguiu se superar para fechar com o tempo total de 5h09min25. O principal adversário deles foi o Corpo de Fuzileiros Navais do Rio de Janeiro, grupo que participou pela primeira vez do Mountain Do e deu trabalho.

Durante os oito trechos, os campeões foram mais rápidos no segundo, terceiro, quinto, sétimo e oitavo, enquanto os cariocas dominaram o primeiro, quarto e sexto percursos. Um dos destaques da Companhia da Corrida foi o atleta Gilliard Pinheiro, que recentemente venceu a edição de estréia da K42 Marathon, em Bombinhas (SC).

“Temos uma formação mesclada, com integrantes de Joinville, São Paulo, Floripa e conseguimos encarar mais um desafio”, relata. “Aqui temos uma vantagem grande por conhecer bem o percurso e se não fosse pelo espírito de equipe, a gente não conseguiria a vitória, porque o trajeto é muito difícil”, completa Gilliard que no próximo dia 14 de novembro vai encarar o K42 da Patagônia.

Já para Alexandre Andrade, representante dos Fuzileiros Navais, não conhecer o percurso foi o fator primordial para eles não terem alcançado o primeiro posto. “A gente nunca tinha participado de uma prova de montanha. Estávamos liderando, mas como tinham muitas complicações no trajeto, a Companhia da Corrida nos ultrapassou”.

A próxima prova com organização da Sports Do será o Beto Carrero Mountain Bike, competição de ciclismo em trilhas a ser disputada no dia seis de dezembro no interior do Parque Temático Beto Carrero World, em Penha (SC). As inscrições já estão abertas no site www.betocarreromtb.com.br.


Equipe Companhia da Corrida fatura o hexa do Mountain Do

Corrida de Montanha · 18 out, 2009

Mesmo com o desfalque de dois corredores a menos, o time de Joinville conseguiu se superar para fechar com o tempo total de 5h09min25. O principal adversário deles foi o Corpo de Fuzileiros Navais do Rio de Janeiro, grupo que participou pela primeira vez do Mountain Do e deu trabalho.

Durante os oito trechos, os campeões foram mais rápidos no segundo, terceiro, quinto, sétimo e oitavo, enquanto os cariocas dominaram o primeiro, quarto e sexto percursos. Um dos destaques da Companhia da Corrida foi o atleta Gilliard Pinheiro, que recentemente venceu a edição de estréia da K42 Marathon, em Bombinhas (SC).

“Temos uma formação mesclada, com integrantes de Joinville, São Paulo, Floripa e conseguimos encarar mais um desafio”, relata. “Aqui temos uma vantagem grande por conhecer bem o percurso e se não fosse pelo espírito de equipe, a gente não conseguiria a vitória, porque o trajeto é muito difícil”, completa Gilliard que no próximo dia 14 de novembro vai encarar o K42 da Patagônia.

Já para Alexandre Andrade, representante dos Fuzileiros Navais, não conhecer o percurso foi o fator primordial para eles não terem alcançado o primeiro posto. “A gente nunca tinha participado de uma prova de montanha. Estávamos liderando, mas como tinham muitas complicações no trajeto, a Companhia da Corrida nos ultrapassou”.

A próxima prova com organização da Sports Do será o Beto Carrero Mountain Bike, competição de ciclismo em trilhas a ser disputada no dia seis de dezembro no interior do Parque Temático Beto Carrero World, em Penha (SC). As inscrições já estão abertas no site www.betocarreromtb.com.br.

Todas as equipes já finalizaram o Mountain Do Lagoa

Corrida de Montanha · 17 out, 2009

Florianópolis - Todas as equipes já finalizaram a edição 2009 do Mountain Do Lagoa da Conceição, competição de mais de 70 quilômetros que percorreu trilhas e praias da capital de Santa Catarina. O tempo úmido com garoa em alguns momentos tornou os trechos mais perigosos e emocionantes ao mesmo tempo.

Salles Júnior, de Ponta Grossa (PR) correu o terceiro percurso, da Costa da Lagoa até o Lagoa Iate Clube, quase que totalmente dentro da mata fechada. “Estava liso, com barro, mas acho que todo mundo deveria experimentar um dia”. De acordo com o representante da Zimba Team, o clima frio não foi problema. “O único problema é a umidade que fica no chão, mas é melhor do que o sol forte”.

Nos postos de troca a animação era muito grande, já que os membros das equipes que já tinham corrido e os que ainda iriam correr, aplaudiam e incentivavam todos os participantes que passavam. Com o tempo feio, as praias da região estavam vazias, mas os poucos freqüentadores davam uma força extra para os corredores.

A superação foi a palavra de ordem para muitos, que mesmo não estando 100% fisicamente encararam o Mountain Do, como Alanucia Veira, que há três dias vem sentindo indisposições. “Acho que a troca do meu remédio foi um problema, pois venho sentindo enjôos há três dias. Tomei muito gel para ajudar a agüentar, o percurso estava muito escorregadio, mas consegui completar”. A estreante na prova espera voltar ano que vem com sol. “O tempo tem que melhorar muito em 2010”, brinca a representante da equipe Superação.

Chegada - Já na chegada da competição, no interior do Hotel Engenho Eco Park, no Rio Vermelho, o sorriso no rosto dos atletas era sinal de mais um fim de semana muito divertido na companhia dos amigos. Muitos deles estavam cobertos de barro e encharcados, mas uma competidora em especial saiu da prova com souvenir diferente: o braço enfaixado.

Juliana Medeiros sofreu uma série de escorregões na descida da trilha e numa delas caiu sobre o braço. “Eu levei uns 10 tombos mais ou menos, escorreguei e caí de ombro no chão”, lamenta a competidora. “Mesmo assim valeu a pena, o visual é maravilhoso , cairia mais 10 vezes e voltaria de novo”, completa. Ela já correu essa prova e também a edição do Costão do Santinho, mas acha que esse foi mais difícil.

Mais um estreante na disputa, o gaúcho Gustavo Marque, cruzou a linha de chegada bem no momento em que a chuva apertou na Ilha da Magia, mas ele nem ligou para o fato. “Foi minha primeira vez numa corrida deste tipo e para mim foi ainda melhor porque estou com uma turma muito legal”, relata o representante da equipe Clube Vitta.

Algumas pessoas se preparam o ano inteiro para uma disputa de revezamento em trilhas e praias, outras fazem um planejamento de pelo menos seis meses, mas outras resolvem encarar uma prova como essa de última hora, como Paulo Roberto Person. “Foi difícil. Estou treinando há um mês e meio só, mas consegui encarar 10 quilômetros”, conta o membro da equipe Tigre em Ação, que precisou se transformar num tigre para completar o trecho final. “Apear das dificuldade valeu muito a pena, estou com a endorfina lá em cima e com certeza volto ano que vem”.

Já a colega de equipe de Paulo, Alana Almeida, também virou uma felina durante o Mountain Do. “Não dava para correr realmente. Muitas vezes tive que caminhar de gatinho e com cuidado para não cair. Adorei ter participado e ano que vem estou de volta com o pessoal”.

Antes de abrir o sorriso por completar algum dos trechos da prova, a maioria dos atletas tinha um semblante sério e algumas vezes apresentando sofrimento por fazer tanto esforço. Janda Miller, da equipe Top Runners, demorou alguns minutos para recuperar o fôlego ao cruzar a linha de chegada e conseguir conversar.

“O trecho mais difícil foi o da praia, pois a areia é muito mole e se você tenta correr mais perto da água, o mar avança e complica ainda mais”. Apesar disso, ela acredita que é muito recompensador e prazeroso competir essa disputa. “Apresar da lama e da chuva, é mais refrescante e a gente consegue ter uma energia muito melhor”.

Uma corrida como essa atrai atletas de todos os tipos: corredores de aventura, corredores de rua e até remadores, como é o caso de Letícia Oliva, que mostrou estar em ótima forma. Mesmo nos metros finais, ela não desacelerou e manteve um ritmo forte até cruzar a linha de chegada. “Não pode parar, o importante é chegar”.

Acostuma com os treinos na água e principalmente exercitar o braço, ela aprovou a corrida. “A parte da areia foi a mais cansativa, mas no geral foi melhor do que eu esperava. Não sabia que era tão bom”. Apesar da satisfação, ela não pretende trocar de modalidade. “É bom para sair da rotina, vou continuar fazendo os dois agora”, finaliza a representante da equipe Companhia do Corpo.

A última equipe a completar oficialmente a edição 2009 do evento foi o octeto feminino Ironmind, na pele de Juliana Morais. Todos os staffs, público e imprensa presentes neste momento aplaudiram muito e comemoraram junto com o time. “Você tem que pensar que tem uma equipe junto com você que está à sua espera. Esse último trajeto foi relativamente fácil, o pessoal indicou bem e foi muito gostoso”, conta a catarinense. Muitas pessoas acreditam que o clima chuvoso é algo negativo, mas não para Juliana. “Foi perfeito, com uma chuvinha para refrescar”.

Os campeões de cada categoria serão conhecidos neste domingo (18/10) durante a cerimônia de premiação, depois que todos os resultados e tempos forem apurados pela comissão organizadora. O evento está programado para ter início a partir das 11h no Lagoa Iate Clube.


Todas as equipes já finalizaram o Mountain Do Lagoa

Corrida de Montanha · 17 out, 2009

Florianópolis - Todas as equipes já finalizaram a edição 2009 do Mountain Do Lagoa da Conceição, competição de mais de 70 quilômetros que percorreu trilhas e praias da capital de Santa Catarina. O tempo úmido com garoa em alguns momentos tornou os trechos mais perigosos e emocionantes ao mesmo tempo.

Salles Júnior, de Ponta Grossa (PR) correu o terceiro percurso, da Costa da Lagoa até o Lagoa Iate Clube, quase que totalmente dentro da mata fechada. “Estava liso, com barro, mas acho que todo mundo deveria experimentar um dia”. De acordo com o representante da Zimba Team, o clima frio não foi problema. “O único problema é a umidade que fica no chão, mas é melhor do que o sol forte”.

Nos postos de troca a animação era muito grande, já que os membros das equipes que já tinham corrido e os que ainda iriam correr, aplaudiam e incentivavam todos os participantes que passavam. Com o tempo feio, as praias da região estavam vazias, mas os poucos freqüentadores davam uma força extra para os corredores.

A superação foi a palavra de ordem para muitos, que mesmo não estando 100% fisicamente encararam o Mountain Do, como Alanucia Veira, que há três dias vem sentindo indisposições. “Acho que a troca do meu remédio foi um problema, pois venho sentindo enjôos há três dias. Tomei muito gel para ajudar a agüentar, o percurso estava muito escorregadio, mas consegui completar”. A estreante na prova espera voltar ano que vem com sol. “O tempo tem que melhorar muito em 2010”, brinca a representante da equipe Superação.

Chegada - Já na chegada da competição, no interior do Hotel Engenho Eco Park, no Rio Vermelho, o sorriso no rosto dos atletas era sinal de mais um fim de semana muito divertido na companhia dos amigos. Muitos deles estavam cobertos de barro e encharcados, mas uma competidora em especial saiu da prova com souvenir diferente: o braço enfaixado.

Juliana Medeiros sofreu uma série de escorregões na descida da trilha e numa delas caiu sobre o braço. “Eu levei uns 10 tombos mais ou menos, escorreguei e caí de ombro no chão”, lamenta a competidora. “Mesmo assim valeu a pena, o visual é maravilhoso , cairia mais 10 vezes e voltaria de novo”, completa. Ela já correu essa prova e também a edição do Costão do Santinho, mas acha que esse foi mais difícil.

Mais um estreante na disputa, o gaúcho Gustavo Marque, cruzou a linha de chegada bem no momento em que a chuva apertou na Ilha da Magia, mas ele nem ligou para o fato. “Foi minha primeira vez numa corrida deste tipo e para mim foi ainda melhor porque estou com uma turma muito legal”, relata o representante da equipe Clube Vitta.

Algumas pessoas se preparam o ano inteiro para uma disputa de revezamento em trilhas e praias, outras fazem um planejamento de pelo menos seis meses, mas outras resolvem encarar uma prova como essa de última hora, como Paulo Roberto Person. “Foi difícil. Estou treinando há um mês e meio só, mas consegui encarar 10 quilômetros”, conta o membro da equipe Tigre em Ação, que precisou se transformar num tigre para completar o trecho final. “Apear das dificuldade valeu muito a pena, estou com a endorfina lá em cima e com certeza volto ano que vem”.

Já a colega de equipe de Paulo, Alana Almeida, também virou uma felina durante o Mountain Do. “Não dava para correr realmente. Muitas vezes tive que caminhar de gatinho e com cuidado para não cair. Adorei ter participado e ano que vem estou de volta com o pessoal”.

Antes de abrir o sorriso por completar algum dos trechos da prova, a maioria dos atletas tinha um semblante sério e algumas vezes apresentando sofrimento por fazer tanto esforço. Janda Miller, da equipe Top Runners, demorou alguns minutos para recuperar o fôlego ao cruzar a linha de chegada e conseguir conversar.

“O trecho mais difícil foi o da praia, pois a areia é muito mole e se você tenta correr mais perto da água, o mar avança e complica ainda mais”. Apesar disso, ela acredita que é muito recompensador e prazeroso competir essa disputa. “Apresar da lama e da chuva, é mais refrescante e a gente consegue ter uma energia muito melhor”.

Uma corrida como essa atrai atletas de todos os tipos: corredores de aventura, corredores de rua e até remadores, como é o caso de Letícia Oliva, que mostrou estar em ótima forma. Mesmo nos metros finais, ela não desacelerou e manteve um ritmo forte até cruzar a linha de chegada. “Não pode parar, o importante é chegar”.

Acostuma com os treinos na água e principalmente exercitar o braço, ela aprovou a corrida. “A parte da areia foi a mais cansativa, mas no geral foi melhor do que eu esperava. Não sabia que era tão bom”. Apesar da satisfação, ela não pretende trocar de modalidade. “É bom para sair da rotina, vou continuar fazendo os dois agora”, finaliza a representante da equipe Companhia do Corpo.

A última equipe a completar oficialmente a edição 2009 do evento foi o octeto feminino Ironmind, na pele de Juliana Morais. Todos os staffs, público e imprensa presentes neste momento aplaudiram muito e comemoraram junto com o time. “Você tem que pensar que tem uma equipe junto com você que está à sua espera. Esse último trajeto foi relativamente fácil, o pessoal indicou bem e foi muito gostoso”, conta a catarinense. Muitas pessoas acreditam que o clima chuvoso é algo negativo, mas não para Juliana. “Foi perfeito, com uma chuvinha para refrescar”.

Os campeões de cada categoria serão conhecidos neste domingo (18/10) durante a cerimônia de premiação, depois que todos os resultados e tempos forem apurados pela comissão organizadora. O evento está programado para ter início a partir das 11h no Lagoa Iate Clube.

Equipes Companhia da Corrida e Mega lideram Mountain Do

Corrida de Montanha · 17 out, 2009

Florianópolis - Os atletas das equipes Companhia da Corrida entre os homens, e Mega entre as mulheres, já estão no último percurso do Mountain Do Lagoa da Conceição e caminham para a vitória. As largadas aconteceram a partir das 8h no Hotel Engenho Eco Park com clima encoberto e leve garoa.

Depois de encarar alguns trechos de praia, como a Paria da Joaquina e a Praia Mole, os competidores tiveram pela frente uma trilha íngreme, com muitas pedras escorregadias, mas o visual no fim do percurso compensou. Eles chegaram à Barra da Lagoa, uma tradicional comunidade de pescadores da ilha.

Enquanto alguns se mostravam concentrados na corrida, outros vibravam muito por ter ultrapassado um ponto difícil. Além dos staffs, que orientam os competidores usando apitos e falando o caminho correto, o público local também se envolveu com o evento e procura incentivar todos que passam.

Agora eles se dirigem para o Projeto Tamar, onde será realizada a última troca e depois seguirão para o Rio Vermelho. Neste ponto está montado o pórtico de chegada e todos os membros das equipes poderão cruzar a linha juntos.


Equipes Companhia da Corrida e Mega lideram Mountain Do

Corrida de Montanha · 17 out, 2009

Florianópolis - Os atletas das equipes Companhia da Corrida entre os homens, e Mega entre as mulheres, já estão no último percurso do Mountain Do Lagoa da Conceição e caminham para a vitória. As largadas aconteceram a partir das 8h no Hotel Engenho Eco Park com clima encoberto e leve garoa.

Depois de encarar alguns trechos de praia, como a Paria da Joaquina e a Praia Mole, os competidores tiveram pela frente uma trilha íngreme, com muitas pedras escorregadias, mas o visual no fim do percurso compensou. Eles chegaram à Barra da Lagoa, uma tradicional comunidade de pescadores da ilha.

Enquanto alguns se mostravam concentrados na corrida, outros vibravam muito por ter ultrapassado um ponto difícil. Além dos staffs, que orientam os competidores usando apitos e falando o caminho correto, o público local também se envolveu com o evento e procura incentivar todos que passam.

Agora eles se dirigem para o Projeto Tamar, onde será realizada a última troca e depois seguirão para o Rio Vermelho. Neste ponto está montado o pórtico de chegada e todos os membros das equipes poderão cruzar a linha juntos.

Equipes recebem as últimas instruções para o Mountain Do

Corrida de Montanha · 16 out, 2009

Florianópolis - Na noite desta sexta-feira (16/10) aconteceu no Lagoa Iate Club o simpósio técnico da edição 2009 do Mountain Do Lagoa da Conceição, competição que neste sábado percorrerá diversas paisagens de Florianópolis (SC). Os organizadores passaram as últimas instruções para os mais de mil participantes, divididos em equipes de até oito pessoas.

Florianópolis - O principal lembrete foi quanto ao horário de verão, que começa à meia noite deste domingo e obrigará as pessoas a adiantar os relógios em uma hora. Já em relação ao percurso, como a previsão é de tempo frio e chuvoso, os atletas precisam ter cuidado com as trilhas e pedras escorregadias pelo percurso.

A maior parte da prova será realizada em meio à natureza, como praias, trilhas e dunas e todos os trechos contarão com staffs e fitas de sinalização com o logotipo e as cores da competição. Mesmo assim, caso haja alguma dúvida por qual caminho seguir, o melhor a se fazer é voltar e perguntar a localização correta.

“A expectativa para esse ano é bem semelhante ao que tivemos ano passado, provavelmente chuva, frio e vento, então nós e os atletas já estamos mais descolados”, brinca Mariene Perobelli, uma das responsáveis pela organização. “Os trechos ficam um pouco mais emocionantes e radicais. Ano passado não tivemos nenhum acidente grave, apenas pequenas ocorrências, o que mostra que a estrutura está bem montada e os competidores cada vez mais atentos”.

Por parte dos atletas, o tempo ruim não parece ser um problema, pois o que importa é a diversão. “Essa é a primeira vez que eu participo. Gosto muito de corridas e acho que será uma prova maravilhosa”, conta Marcela Carvalho. “Vou correr um trecho de areia e com a chuva deve estar bem dura” completa a representante da equipe Floripa Runners.

Outra novata, Carla Lins, fará sua estréia na competição e também no mundo das corridas, e se mostra empolgada. “Estou preparada, vai ser um desafio muito grande, mas vale pelo espírito de equipe”, relata a atleta que encontrou uma amiga em outra equipe. “Vou estrear geral no trecho da Praia da Joaquina e espero estar bem condicionada”, finaliza.

Já o gaúcho Erivan Zingano Junior, da equipe Democrata – Strider, disputará o Mountain Do pela segunda vez e espera levar menos tombos. “Eu espero muita aventura, muita alegria e pouca derrapagem”. Ano passado ele correu o terceiro trecho debaixo de muita chuva, mas segundo ele a paisagem vale a pena. “Dessa vez vou correr o trecho quatro. Aqui é um lugar muito bacana”.

A primeira largada será às 8h para as equipes iniciantes, às 8h30 saem os times intermediários e às 9h os representantes mais experientes. O Webrun fará a cobertura completa direto da ilha da magia.


Equipes recebem as últimas instruções para o Mountain Do

Corrida de Montanha · 16 out, 2009

Florianópolis - Na noite desta sexta-feira (16/10) aconteceu no Lagoa Iate Club o simpósio técnico da edição 2009 do Mountain Do Lagoa da Conceição, competição que neste sábado percorrerá diversas paisagens de Florianópolis (SC). Os organizadores passaram as últimas instruções para os mais de mil participantes, divididos em equipes de até oito pessoas.

Florianópolis - O principal lembrete foi quanto ao horário de verão, que começa à meia noite deste domingo e obrigará as pessoas a adiantar os relógios em uma hora. Já em relação ao percurso, como a previsão é de tempo frio e chuvoso, os atletas precisam ter cuidado com as trilhas e pedras escorregadias pelo percurso.

A maior parte da prova será realizada em meio à natureza, como praias, trilhas e dunas e todos os trechos contarão com staffs e fitas de sinalização com o logotipo e as cores da competição. Mesmo assim, caso haja alguma dúvida por qual caminho seguir, o melhor a se fazer é voltar e perguntar a localização correta.

“A expectativa para esse ano é bem semelhante ao que tivemos ano passado, provavelmente chuva, frio e vento, então nós e os atletas já estamos mais descolados”, brinca Mariene Perobelli, uma das responsáveis pela organização. “Os trechos ficam um pouco mais emocionantes e radicais. Ano passado não tivemos nenhum acidente grave, apenas pequenas ocorrências, o que mostra que a estrutura está bem montada e os competidores cada vez mais atentos”.

Por parte dos atletas, o tempo ruim não parece ser um problema, pois o que importa é a diversão. “Essa é a primeira vez que eu participo. Gosto muito de corridas e acho que será uma prova maravilhosa”, conta Marcela Carvalho. “Vou correr um trecho de areia e com a chuva deve estar bem dura” completa a representante da equipe Floripa Runners.

Outra novata, Carla Lins, fará sua estréia na competição e também no mundo das corridas, e se mostra empolgada. “Estou preparada, vai ser um desafio muito grande, mas vale pelo espírito de equipe”, relata a atleta que encontrou uma amiga em outra equipe. “Vou estrear geral no trecho da Praia da Joaquina e espero estar bem condicionada”, finaliza.

Já o gaúcho Erivan Zingano Junior, da equipe Democrata – Strider, disputará o Mountain Do pela segunda vez e espera levar menos tombos. “Eu espero muita aventura, muita alegria e pouca derrapagem”. Ano passado ele correu o terceiro trecho debaixo de muita chuva, mas segundo ele a paisagem vale a pena. “Dessa vez vou correr o trecho quatro. Aqui é um lugar muito bacana”.

A primeira largada será às 8h para as equipes iniciantes, às 8h30 saem os times intermediários e às 9h os representantes mais experientes. O Webrun fará a cobertura completa direto da ilha da magia.

Mountain Do Lagoa da Conceição conta com 160 equipes inscritas

Corrida de Montanha · 15 out, 2009

Neste sábado (16/10) acontece a edição 2009 do Mountain Do Lagoa da Conceição, competição com distância de 73 quilômetros e que passará por diversos pontos turísticos da capital catarinense. Ao todo 160 equipes estarão presentes, divididas em times de dois, quatro ou oito integrantes.

Algumas equipes tradicionais alinharão no field, como as representantes da Superação Academia, a Top Running, Andarilha, Floripa Runners, Pro Correr, Clube de Fuzileiros Navais, Top Runners, Tigre em Ação, entre outras. Alem delas, algumas com nome curioso também aparecem na listagem.

Nem os super-heróis vão ficar de fora do Mountain Do este ano, já que um octeto masculino de Santa Catarina foi batizado de “Os Incríveis”, em referência ao desenho animado da Disney. Se Chegar Tá Bom; Renegados Team, Os Pernas, Quarteirão, Talibã, Na Pista, Casal da Praia e Os Legionários são outros exemplos.

A maioria dos times é da região sul do país, principalmente de Santa Catarina, com 109 representantes, Rio Grande do Sul com 27 e Paraná com 18. O Rio de Janeiro e o Ceará tem um representante cada, enquanto São Paulo contará com quatro.

A primeira largada acontece às 8h, para as equipes iniciantes, em frente ao Hotel Engenho Eco Park e o limite máximo para completar a disputa é de nove horas. Vale lembrar que o trânsito local não estará interditado ao tráfego, então os atletas precisam ficar atentos para evitar incidentes.


Mountain Do Lagoa da Conceição conta com 160 equipes inscritas

Corrida de Montanha · 15 out, 2009

Neste sábado (16/10) acontece a edição 2009 do Mountain Do Lagoa da Conceição, competição com distância de 73 quilômetros e que passará por diversos pontos turísticos da capital catarinense. Ao todo 160 equipes estarão presentes, divididas em times de dois, quatro ou oito integrantes.

Algumas equipes tradicionais alinharão no field, como as representantes da Superação Academia, a Top Running, Andarilha, Floripa Runners, Pro Correr, Clube de Fuzileiros Navais, Top Runners, Tigre em Ação, entre outras. Alem delas, algumas com nome curioso também aparecem na listagem.

Nem os super-heróis vão ficar de fora do Mountain Do este ano, já que um octeto masculino de Santa Catarina foi batizado de “Os Incríveis”, em referência ao desenho animado da Disney. Se Chegar Tá Bom; Renegados Team, Os Pernas, Quarteirão, Talibã, Na Pista, Casal da Praia e Os Legionários são outros exemplos.

A maioria dos times é da região sul do país, principalmente de Santa Catarina, com 109 representantes, Rio Grande do Sul com 27 e Paraná com 18. O Rio de Janeiro e o Ceará tem um representante cada, enquanto São Paulo contará com quatro.

A primeira largada acontece às 8h, para as equipes iniciantes, em frente ao Hotel Engenho Eco Park e o limite máximo para completar a disputa é de nove horas. Vale lembrar que o trânsito local não estará interditado ao tráfego, então os atletas precisam ficar atentos para evitar incidentes.