Estrogênio: como a falta desse hormônio pode levar a outras doenças

Redação Webrun | Mulheres · 07 fev, 2024

O estrogênio é um hormônio sexual feminino, produzido desde a adolescência. Na fase da menopausa, há uma queda na sua produção e a falta dele pode ocasionar outras doenças, como a osteoporose.

A endocrinologista Dra. Lorena Lima Amato explica quando o estrogênio pode ser indicado e comenta as orientações para as mulheres que estão no climatério, fase que antecede a menopausa.  

Estrogênio: como a falta desse hormônio pode levar a outras doenças
Foto: Adobe Stock

Além dos casos de histerectomia, quando está indicado o uso de estrogênio em mulheres?

Mulheres com falência ovariana primária ou qualquer forma de hipogonadismo primário, ou seja, que tiveram uma falência da função do ovário antes dos 40 anos de idade, para essas mulheres é mandatório o uso do estrogênio. Após os 40, 45 anos de idade pode-se discutir a possibilidade do uso, mas qualquer falência do ovário, mesmo que fisiológica, como a menopausa, pode ser uma indicação.

+ Siga o Webrun no Instagram!
+ Baixe agora o APP Ticket Sports e tenha um calendário de eventos esportivos na palma da sua mão!

Uma mulher com carência de estrogênio pode desenvolver alguma doença?

Sim, a osteoporose doença que provoca o aumento da perda de massa óssea, pela diminuição da formação e absorção de minerais e de cálcio, está associada à diminuição dos níveis de estrogênio. A doença se agrava com o envelhecimento e dados apontam que cerca de 33% das mulheres e 15% dos homens com mais de 65 anos terão osteoporose.

Outras doenças causadas pela falta de estrogênio são a alteração na distribuição corporal e alterações geniturinárias, que podem levar a maior predisposição à infecção de repetição.

Em quais casos pode ser contraindicado o uso desse hormônio em mulheres na menopausa?

Existem contraindicações formais como o risco cardiovascular muito alto, como infarto, acidente vascular cerebral (AVC) recente nos últimos seis meses, câncer de mama ou qualquer outro câncer, são contraindicações.

Quais os medicamentos indicados para fazer a reposição hormonal?

Existem vários medicamentos como os transdérmicos (pela pele) e via oral, além da reposição utilizando o dispositivo intrauterino, o D.I.U.

Qual a orientação para as mulheres que estão entrando no climatério e já demonstram taxas hormonais em queda?

Procurar um bom endocrinologista, porque há muitas medidas que podem ser feitas já no climatério, ou seja, antes da menopausa, como manter um estilo de vida o mais saudável possível, porque isso, com certeza, faz toda a diferença.

Redação Webrun

Ver todos os posts

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!