Ivan Albano fala da preparação para o Ironman

Redação Webrun | Triathlon · 08 maio, 2008

Ivan será um dos representantes brasileiros na elite do Ironman Brasil (foto: Arquivo Pessoal)
Ivan será um dos representantes brasileiros na elite do Ironman Brasil (foto: Arquivo Pessoal)

O triathleta brasileiro Ivan Albano está em ritmo final de preparação para o Ironman Brazil, competição que acontecerá em Florianópolis (SC) no dia 25 de maio com distâncias de 3,8 quilômetros de natação, 180 de ciclismo e 42 de corrida. Natural de Mogi-Mirim, interior de São Paulo, ele fala sobre a expectativa, os treinos e sobre a organização da prova.

São Paulo – Durante três anos consecutivos Ivan foi top 10 na prova, ao obter a 10ª posição em 2004, a quinta em 2005, a oitava em 2006 e esse ano espera obter a primeira vitória, depois de ter abandonado ano passado. Ele encerrou a participação no trecho de ciclismo, depois de cometer alguns erros, fato que lhe causou um trauma psicológico. “Levei um bom tempo para me recuperar, me senti muito mal”, lembra. “Mas isso serviu para me motivar ainda mais e me planejar melhor em cima dos erros”, completa.

Este ano ele se focou completamente na prova catarinense, trocou de técnico e passou a treinar com Rosana Merino de uma forma diferente em relação ao ano passado. “Não estou muito ligado nos adversários, não tenho muita idéia de como eles estão, pois tenho certeza do que eu posso fazer e minhas energias estão concentradas em fazer o meu melhor”.

Atualmente ele está na fase de “polimento” do treinamento, ou seja, já não faz treinos muito longos para evitar chegar desgastado no dia da competição, estratégia que muitos atletas não adotam e acabam se prejudicando. “A cada semana que antecede a prova, o treino cai em 10 a 15% do total semanal. Às vezes algumas pessoas perdem alguns treinos e querem recuperar no final, mas é errado, é melhor chegar um pouco mais descansado, do que com overtraining”.

Treinos – O foco principal do treinamento foi a parte de natação, esporte que segundo ele é o mais deficitário entre os três que envolvem uma disputa de triathlon. “Hoje em dia a natação já vem melhorando bastante para não ficar tão diferente dos adversários. Também tenho explorado bastante o ciclismo, que é o meu ponto forte, mas sem esquecer da corrida”.

Segundo Ivan, a oportunidade de participar de uma prova do nível de um Ironman em terras brasileiras é motivo de grande satisfação. “Sou muito grato de ter um evento como esse no meu país, uma seletiva para o mundial do Havaí, uma prova tão bem organizada e com nível técnico muito alto”.

Para entrar no ritmo e avaliar o treinamento, ele participou de algumas competições. “Meu foco é total no Ironman, mas fiz algumas provas para pegar ritmo, como o Long Distance de Caiobá e a abertura do Troféu Brasil de Triathlon”, finaliza o competidor de 34 anos.

Este texto foi escrito por: Alexandre Koda

Redação Webrun

Ver todos os posts

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!