Fortalecimento de membros inferiores? Conheça os 5 principais exercícios para pernas e seus benefícios

Redação Webrun | Treinamento · 03 jun, 2024

Fortalecimento de membros inferiores? Conheça os cinco principais exercícios para pernas e seus benefícios
Estabilidade, equilíbrio e postura estão entre as vantagens da prática de fortalecimento/ Foto: Adobe Stock

Quanto do seu treino você dedica para o fortalecimento dos membros inferiores? A verdade é que os exercícios para as pernas vão muito além da estética, sendo um caminho para prevenir lesões e promover qualidade de vida. Dentre os benefícios da prática encontram-se estabilidade, equilíbrio, resistência para ligamentos e tendões, boa postura, lubrificação de cartilagens essenciais dos joelhos e aumento da circulação do sistema sanguíneo, resultando até mesmo em uma melhora na saúde dos membros superiores. 

“O treino de pernas não é restrito a apenas um grupo de pessoas, podendo ser incorporado na rotina de crianças a idosos. Como os membros inferiores são a base do nosso corpo, o seu fortalecimento é capaz de facilitar desde o desenvolvimento de simples tarefas domésticas até movimentos impactantes, como, por exemplo, em práticas esportivas mais intensas”, explica Anderson da Silva, educador físico da Academia Gaviões. Pensando em auxiliar aqueles que desejam começar a sentir as vantagens de se fortalecer as pernas, o professor listou cinco principais exercícios, confira: 

Agachamento

O agachamento é um dos exercícios mais completos que o nosso próprio corpo nos proporciona em todas as variações que existem como o livre, isométrico, sumô, entre outros . “A partir dessa atividade é possível trabalhar a consciência corporal, força, estabilidade, entre outras habilidades e de quebra fortalecer os glúteos”, diz Silva. 

+ Siga o Webrun no Instagram!
+ Baixe agora o APP Ticket Sports e tenha um calendário de eventos esportivos na palma da sua mão!

Cadeira extensora 

A atividade trata-se do fortalecimento de quadríceps, músculo localizado na região anterior da coxa, exercendo força, inclusive nas partes mais profundas dessa musculatura.  “É uma ótima alternativa para melhorar a estabilidade da pessoa, capacitando o fortalecimento de ligamentos e tendões dos joelhos”, explica. 

Cadeira flexora

O uso da cadeira flexora é essencial para quem busca fortalecer músculos da parte posterior das coxas. “O treino desta região é de extrema importância para a saúde do quadril e flexão dos joelhos porque quando exercitamos os  posteriores damos ênfase nos isquiotibiais, um grupo muscular prioritário para a saúde dos membros inferiores”, revela Silva. 

Cadeira adutora

A cadeira adutora é um exercício de pouca variação, mas que gera bons resultados. “Além de proporcionar uma melhora estética e trabalhar a musculatura adutora (dentro), também promove resultados funcionais. É possível perceber que a força interna das pernas se torna maior após um período de treinamento destes músculos  menores”, pontua o preparador. 

Cadeira abdutora

A cadeira abdutora é muito similar a adutora, mas em vez de trabalhar as partes internas, tem o foco nas externas. “Neste exercício se trabalha a musculatura externa da coxa, com um torque atenuante no glúteo, ajudando a fortalecer e a diminuir as dores e fisgadas na lombar”,  esclarece o líder.

Vale ressaltar que para que os resultados dos exercícios citados acima sejam atingidos com excelência, é fundamental ter o acompanhamento de um profissional especializado. “É importante uma academia com equipamentos adequados, além da expertise dos especialistas, afinal, a saúde e o bem-estar são prioridades”, finaliza Anderson.

Redação Webrun

Ver todos os posts

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!