Kids

XTerra divulga calendário de 2015 com etapa comemorativa em Noronha

Corrida de Montanha · 13 jan, 2015

O XTERRA Brazil Tour começa 2015 com novidades. No ano em que completa dez anos, o maior circuito de esportes off-road do Brasil tem uma surpresa para quem gosta de adrenalina: uma edição comemorativa em Fernando de Noronha, em outubro. Com 11 etapas marcadas na temporada, o evento começará sua aventura pelo país em um lugar bastante tradicional, Costa Verde, dias sete e oito de março.

"Estamos muito empolgados porque vamos comemorar dez anos em alto estilo. Novos percursos, novos formatos, mas a mesma vontade de inovar. O ano de 2015 será especial", disse Bernardo Fonseca, CEO da X3M Sports Business, empresa que organiza o XTERRA Brazil Tour.

A etapa de Paraty será nos dias 11 e 12 de abril Foto: Christina Volpe/Webrun A etapa de Paraty será nos dias 11 e 12 de abril Foto: Christina Volpe/Webrun

Além dos tradicionais triathlon, Night Run de sete e 21 quilômetros, e Endurance 50 quilômetros, duas modalidades voltam com força para o circuito depois de aparecerem em duas etapas em 2014: MTB Cup e Swim Challenge. As provas de mountain bike estarão em sete cidades, enquanto as de natação em mar aberto, em cinco.

Uma edição inédita do circuito acontecerá na região Centro-Oeste do Brasil. Chamada de XTERRA Cerrado, a prova será em Brasília e terá a Ermida Dom Bosco como palco, com natação no famoso Lago Paranoá. Locais tradicionais como Paraty, Ilhabela e Tiradentes também estão no roteiro do XTerra Brazil Tour 2015.

Abaixo, o calendário completo do evento em 2015.


XTerra Brazil Tour 2015

7 e 8 de março – XTERRA Costa Verde I
Modalidades: Trail Run (5km, 10km e 21km), Endurance 50k, Short Triathlon e Kids Mini Corrida

11 e 12 de abril – XTERRA Paraty
Modalidades: Triathlon, Night Run de 7km e 21km, MTB Cup, Swim Challenge (1,5km e 3km) e Kids Mini Corrida

9 e 10 de maio – XTERRA Ilhabela (etapa mundial)
Modalidades: Triathlon, Night Run de 7km e 21km, MTB CUp, Swim Challenge (1,5km e 3km) e Kids Mini Corrida

Junho – XTERRA Minas I (data e cidade a confirmar)
Modalidades: Duathlon, Night Run de 7km e 21km, MTB Cup e Kids Mini Corrida

11 e 12 de julho – XTERRA Cerrado (Brasília)
Modalidades: Triathlon, Night Run de 7km e 21km, MTB Cup e Kids Mini Corrida

8 e 9 de agosto – XTERRA Costa Verde II
Modalidades: Triathon, Night Run de 7km e 21km, Swim Challenge (1,5km e 3km), SUP Clash e Kids Mini Corrida

29 e 30 de agosto – XTERRA Ilhabela II
Modalidades: Trail Run (5km, 10km e 21km), Endurance 50k, Short Triathlon e Kids Mini Corrida

12 de setembro – XTERRA Camp Rota do Sol
Modalidades: Triathlon, MTC Cup e Night Run 7km

26 e 27 de setembro – XTERRA Estrada Real (Tiradentes–MG)
Modalidades: Duathlon, Night Run de 7km e 21km, Endurance 50k, MTB Cup e Kids Mini Corrida

17 e 18 de outubro –XTERRA Noronha
Modalidades: Triathlon, Swim Challenge (1,5km e 5km) e Kids Mini Corrida

14 e 15 de novembro – XTERRA Camp Juiz de Fora
Modalidades: Triathlon, Trail Run 9km, Swim Challenge (1,5km e 3km), MTB Cup, SUP Clash e Kids Mini Corrida


XTerra divulga calendário de 2015 com etapa comemorativa em Noronha

Corrida de Montanha · 13 jan, 2015

O XTERRA Brazil Tour começa 2015 com novidades. No ano em que completa dez anos, o maior circuito de esportes off-road do Brasil tem uma surpresa para quem gosta de adrenalina: uma edição comemorativa em Fernando de Noronha, em outubro. Com 11 etapas marcadas na temporada, o evento começará sua aventura pelo país em um lugar bastante tradicional, Costa Verde, dias sete e oito de março.

"Estamos muito empolgados porque vamos comemorar dez anos em alto estilo. Novos percursos, novos formatos, mas a mesma vontade de inovar. O ano de 2015 será especial", disse Bernardo Fonseca, CEO da X3M Sports Business, empresa que organiza o XTERRA Brazil Tour.

A etapa de Paraty será nos dias 11 e 12 de abril Foto: Christina Volpe/Webrun A etapa de Paraty será nos dias 11 e 12 de abril Foto: Christina Volpe/Webrun

Além dos tradicionais triathlon, Night Run de sete e 21 quilômetros, e Endurance 50 quilômetros, duas modalidades voltam com força para o circuito depois de aparecerem em duas etapas em 2014: MTB Cup e Swim Challenge. As provas de mountain bike estarão em sete cidades, enquanto as de natação em mar aberto, em cinco.

Uma edição inédita do circuito acontecerá na região Centro-Oeste do Brasil. Chamada de XTERRA Cerrado, a prova será em Brasília e terá a Ermida Dom Bosco como palco, com natação no famoso Lago Paranoá. Locais tradicionais como Paraty, Ilhabela e Tiradentes também estão no roteiro do XTerra Brazil Tour 2015.

Abaixo, o calendário completo do evento em 2015.


XTerra Brazil Tour 2015

7 e 8 de março – XTERRA Costa Verde I
Modalidades: Trail Run (5km, 10km e 21km), Endurance 50k, Short Triathlon e Kids Mini Corrida

11 e 12 de abril – XTERRA Paraty
Modalidades: Triathlon, Night Run de 7km e 21km, MTB Cup, Swim Challenge (1,5km e 3km) e Kids Mini Corrida

9 e 10 de maio – XTERRA Ilhabela (etapa mundial)
Modalidades: Triathlon, Night Run de 7km e 21km, MTB CUp, Swim Challenge (1,5km e 3km) e Kids Mini Corrida

Junho – XTERRA Minas I (data e cidade a confirmar)
Modalidades: Duathlon, Night Run de 7km e 21km, MTB Cup e Kids Mini Corrida

11 e 12 de julho – XTERRA Cerrado (Brasília)
Modalidades: Triathlon, Night Run de 7km e 21km, MTB Cup e Kids Mini Corrida

8 e 9 de agosto – XTERRA Costa Verde II
Modalidades: Triathon, Night Run de 7km e 21km, Swim Challenge (1,5km e 3km), SUP Clash e Kids Mini Corrida

29 e 30 de agosto – XTERRA Ilhabela II
Modalidades: Trail Run (5km, 10km e 21km), Endurance 50k, Short Triathlon e Kids Mini Corrida

12 de setembro – XTERRA Camp Rota do Sol
Modalidades: Triathlon, MTC Cup e Night Run 7km

26 e 27 de setembro – XTERRA Estrada Real (Tiradentes–MG)
Modalidades: Duathlon, Night Run de 7km e 21km, Endurance 50k, MTB Cup e Kids Mini Corrida

17 e 18 de outubro –XTERRA Noronha
Modalidades: Triathlon, Swim Challenge (1,5km e 5km) e Kids Mini Corrida

14 e 15 de novembro – XTERRA Camp Juiz de Fora
Modalidades: Triathlon, Trail Run 9km, Swim Challenge (1,5km e 3km), MTB Cup, SUP Clash e Kids Mini Corrida

Sem Limite #4: XTerra; Daniel Chaves; Vanderlei Cordeiro; Quiropraxia; Lançamento; Viagens

Corridas de Rua · 30 out, 2014

Com a corrida eleitoral agitando o Brasil no fim de semana dos dias 26 e 26, não tivemos quase provas em território nacional. Mas aproveitamos para repercutir a participação de alguns brasileiros na final mundial do XTerra, em Maui, no Havaí. Temos também entrevistas especiais com Daniel Chaves e Vanderlei Cordeiro de Lima, além de uma opção saudável para lanches do dia a dia. E se você pensa em planejar sua viagem de férias, o Webventure pode te ajudar. Envie uma sugestão de destino e faremos uma matéria por semana com dicas de passeios, agências, restaurantes e muito mais!

Confira!


Sem Limite #4: XTerra; Daniel Chaves; Vanderlei Cordeiro; Quiropraxia; Lançamento; Viagens

Corridas de Rua · 30 out, 2014

Com a corrida eleitoral agitando o Brasil no fim de semana dos dias 26 e 26, não tivemos quase provas em território nacional. Mas aproveitamos para repercutir a participação de alguns brasileiros na final mundial do XTerra, em Maui, no Havaí. Temos também entrevistas especiais com Daniel Chaves e Vanderlei Cordeiro de Lima, além de uma opção saudável para lanches do dia a dia. E se você pensa em planejar sua viagem de férias, o Webventure pode te ajudar. Envie uma sugestão de destino e faremos uma matéria por semana com dicas de passeios, agências, restaurantes e muito mais!

Confira!

Asics lança modelos para os pequenos no Dia das Crianças

Kids · 10 out, 2014

A Asics apresenta sua nova coleção voltada para crianças e inspirada no consagrado tênis de corrida, Gel-noosa Tri 9. A linha chega às lojas em três modelos unissex que garantem toda a segurança e estabilidade que os pequenos precisam.

Os modelos podem ser encontrados nas lojas Asics Flagship Store em São Paulo e no Shopping Village Mall no Rio de Janeiro. Foto: Divulgação Asics Os modelos podem ser encontrados nas lojas Asics Flagship Store em São Paulo e no Shopping Village Mall no Rio de Janeiro. Foto: Divulgação Asics

Criança pode correr?

Para as crianças de até quatro anos de idade, haverá o Noosa Tri 9, com cores alegres e fechamento em velcro, que oferece a segurança e estabilidade desejada pelos pais.

Para crianças de quatro a dez anos, o Gel-noosa Tri 9 PS traz a renomada tecnologia de absorção de impacto em gel, detalhes que brilham no escuro, cadarços elásticos e fechamento em velcro, como alguns dos destaques do calçado desenvolvido especialmente para os pequenos atletas.

Detalhes que brilham no escuro e amortecimento em gel. Foto: Divulgação Asics Detalhes que brilham no escuro e amortecimento em gel. Foto: Divulgação Asics

Completando a coleção e indicado para crianças de oito a 11 anos, vem o Gel-noosa Tri 9 GS, que também apresenta a renomada tecnologia de amortecimento em gel, novo cabedal sem costura (com peças que brilham no escuro) e reforço na biqueira para garantir maior proteção aos pés. Juntas, as tecnologias garantem conforto e durabilidade.

Os modelos podem ser encontrados nas lojas Asics Flagship Store em São Paulo e no Shopping Village Mall no Rio de Janeiro.


Asics lança modelos para os pequenos no Dia das Crianças

Kids · 10 out, 2014

A Asics apresenta sua nova coleção voltada para crianças e inspirada no consagrado tênis de corrida, Gel-noosa Tri 9. A linha chega às lojas em três modelos unissex que garantem toda a segurança e estabilidade que os pequenos precisam.

Os modelos podem ser encontrados nas lojas Asics Flagship Store em São Paulo e no Shopping Village Mall no Rio de Janeiro. Foto: Divulgação Asics Os modelos podem ser encontrados nas lojas Asics Flagship Store em São Paulo e no Shopping Village Mall no Rio de Janeiro. Foto: Divulgação Asics

Criança pode correr?

Para as crianças de até quatro anos de idade, haverá o Noosa Tri 9, com cores alegres e fechamento em velcro, que oferece a segurança e estabilidade desejada pelos pais.

Para crianças de quatro a dez anos, o Gel-noosa Tri 9 PS traz a renomada tecnologia de absorção de impacto em gel, detalhes que brilham no escuro, cadarços elásticos e fechamento em velcro, como alguns dos destaques do calçado desenvolvido especialmente para os pequenos atletas.

Detalhes que brilham no escuro e amortecimento em gel. Foto: Divulgação Asics Detalhes que brilham no escuro e amortecimento em gel. Foto: Divulgação Asics

Completando a coleção e indicado para crianças de oito a 11 anos, vem o Gel-noosa Tri 9 GS, que também apresenta a renomada tecnologia de amortecimento em gel, novo cabedal sem costura (com peças que brilham no escuro) e reforço na biqueira para garantir maior proteção aos pés. Juntas, as tecnologias garantem conforto e durabilidade.

Os modelos podem ser encontrados nas lojas Asics Flagship Store em São Paulo e no Shopping Village Mall no Rio de Janeiro.

Mulheres em meias maratonas no Brasil

Kids · 11 set, 2014

Temos acompanhado bem atentos o número de mulheres correndo provas de meia maratona, que vem crescendo de maneira significativa a cada ano. No último dia sete de setembro aconteceu em São Paulo a corrida W21k-Asics, primeira prova feminina na distância do Brasil. Foram 1.467 corredoras concluintes, o que já a coloca como a terceira meia maratona com maior número de mulheres concluintes no país, atrás apenas da Meia Maratona Caixa do Rio de Janeiro 2014 com 3.155 mulheres concluintes e da Meia Maratona Internacional do Rio de Janeiro 2014 com 3.566 mulheres concluintes, número recorde no Brasil.

Pensando em corredoras amadoras e não tão competitivas, o treinamento para meia maratona exige mais disciplina e comprometimento do que o treinamento para menores distâncias Foto: Izf/Fotolia Pensando em corredoras amadoras e não tão competitivas, o treinamento para meia maratona exige mais disciplina e comprometimento do que o treinamento para menores distâncias Foto: Izf/Fotolia

Em 2013 tivemos 59 provas de meia maratona oficiais, totalizando 74.773 concluintes. 17.014 (22,8%) foram mulheres, e enquanto o número de homens cresceu 4,8%, o número de mulheres cresceu 14,5%. Em 2014 até agora já tivemos 45 provas de meia maratona com um total de 18.742 mulheres concluintes, sendo que ainda teremos diversas provas até o final do ano.

Ainda comparando 2013 com 2014, na maior prova da distância no país, a Internacional do Rio de Janeiro, enquanto o número de homens cresceu 3,6%, o número de mulheres concluintes cresceu 19,2%. Já na Meia Maratona Caixa do Rio de Janeiro, enquanto o número de homens diminuiu 9,1%, o número de mulheres cresceu 11%. Ela é a prova que teve a melhor proporção feminina na distância com 39,4% de público feminino. Seguindo esta tendência imaginamos que em dois ou três anos possa ser a primeira meia maratona mista com mais mulheres concluintes do que homens, como é comum nos EUA, onde as mulheres dominam a distância.

Pensando em corredoras amadoras e não tão competitivas, o treinamento para meia maratona exige mais disciplina e comprometimento do que o treinamento para menores distâncias. O aumento do número de mulheres concluintes em meia maratona significa que o mercado está amadurecendo e que a corrida está cada vez mais sendo incorporada a rotina das mulheres, apesar de todas as outras muitas tarefas que elas já realizam. Cabe as organizadoras de provas e a todos envolvidos no mercado da corrida pensarem cada vez com maior atenção nesta crescente participação.

Ranking das 5 meia maratonas no Brasil considerando somente as mulheres concluintes
1- Meia Maratona Internacional do Rio de Janeiro (2.014) 3.566 concluintes = 27% do total.
2- Meia Maratona Caixa do Rio de Janeiro(2.014) 3.155 concluintes = 39,4% do total.
3- W21k- Asic –SP (2.014) 1.467 concluintes – prova exclusivamente feminina.
4- Meia Maratona Golden 4 Asics SP (2.014) -1.416 concluintes = 27,2% do total.
5- Meia Maratona Golden 4 Asics RJ- (2.014)- 1.075 mulheres concluintes = 28% do total.


Mulheres em meias maratonas no Brasil

Kids · 11 set, 2014

Temos acompanhado bem atentos o número de mulheres correndo provas de meia maratona, que vem crescendo de maneira significativa a cada ano. No último dia sete de setembro aconteceu em São Paulo a corrida W21k-Asics, primeira prova feminina na distância do Brasil. Foram 1.467 corredoras concluintes, o que já a coloca como a terceira meia maratona com maior número de mulheres concluintes no país, atrás apenas da Meia Maratona Caixa do Rio de Janeiro 2014 com 3.155 mulheres concluintes e da Meia Maratona Internacional do Rio de Janeiro 2014 com 3.566 mulheres concluintes, número recorde no Brasil.

Pensando em corredoras amadoras e não tão competitivas, o treinamento para meia maratona exige mais disciplina e comprometimento do que o treinamento para menores distâncias Foto: Izf/Fotolia Pensando em corredoras amadoras e não tão competitivas, o treinamento para meia maratona exige mais disciplina e comprometimento do que o treinamento para menores distâncias Foto: Izf/Fotolia

Em 2013 tivemos 59 provas de meia maratona oficiais, totalizando 74.773 concluintes. 17.014 (22,8%) foram mulheres, e enquanto o número de homens cresceu 4,8%, o número de mulheres cresceu 14,5%. Em 2014 até agora já tivemos 45 provas de meia maratona com um total de 18.742 mulheres concluintes, sendo que ainda teremos diversas provas até o final do ano.

Ainda comparando 2013 com 2014, na maior prova da distância no país, a Internacional do Rio de Janeiro, enquanto o número de homens cresceu 3,6%, o número de mulheres concluintes cresceu 19,2%. Já na Meia Maratona Caixa do Rio de Janeiro, enquanto o número de homens diminuiu 9,1%, o número de mulheres cresceu 11%. Ela é a prova que teve a melhor proporção feminina na distância com 39,4% de público feminino. Seguindo esta tendência imaginamos que em dois ou três anos possa ser a primeira meia maratona mista com mais mulheres concluintes do que homens, como é comum nos EUA, onde as mulheres dominam a distância.

Pensando em corredoras amadoras e não tão competitivas, o treinamento para meia maratona exige mais disciplina e comprometimento do que o treinamento para menores distâncias. O aumento do número de mulheres concluintes em meia maratona significa que o mercado está amadurecendo e que a corrida está cada vez mais sendo incorporada a rotina das mulheres, apesar de todas as outras muitas tarefas que elas já realizam. Cabe as organizadoras de provas e a todos envolvidos no mercado da corrida pensarem cada vez com maior atenção nesta crescente participação.

Ranking das 5 meia maratonas no Brasil considerando somente as mulheres concluintes
1- Meia Maratona Internacional do Rio de Janeiro (2.014) 3.566 concluintes = 27% do total.
2- Meia Maratona Caixa do Rio de Janeiro(2.014) 3.155 concluintes = 39,4% do total.
3- W21k- Asic –SP (2.014) 1.467 concluintes – prova exclusivamente feminina.
4- Meia Maratona Golden 4 Asics SP (2.014) -1.416 concluintes = 27,2% do total.
5- Meia Maratona Golden 4 Asics RJ- (2.014)- 1.075 mulheres concluintes = 28% do total.

Conheça os riscos do consumo abusivo de açúcar industrializado

Corrida de Montanha · 07 out, 2013

O açúcar está, de tal forma incorporado à nossa culinária, que a maioria das pessoas não têm uma noção exata do que ele é e dos possíveis riscos de seu consumo abusivo. Muita gente acha que ele é um aditivo natural à alimentação. Não, não é! Na verdade, sua adição é completamente dispensável para a alimentação.

Os efeitos do açúcar para a saúde podem ser amargos, como atestam vários estudos científicos, mas, infelizmente, muitas pessoas ainda os desconhecem.

O que é o açúcar - É importante deixar claro que o açúcar é um produto químico e não um alimento. Resulta do processo de refinação do caldo da cana de açúcar. É desprovido de nutrientes e rico em calorias, razão pela qual a sua ingestão facilita a instalação de várias doenças.

As moléculas criminosas: - AGEs são moléculas formadas a partir de uma reação entre o açúcar e as proteínas. São moléculas perigosas que podem alterar a estrutura e a função de vários tipos de proteínas e, infelizmente, podem causar doenças degenerativas e complicações nos diabéticos.

O açúcar não é um ingrediente necessário no dia a dia. Foto: Anne-Mette Pedersen/ Stock.Xchng O açúcar não é um ingrediente necessário no dia a dia. Foto: Anne-Mette Pedersen/ Stock.Xchng

Vejamos agora algumas doenças que podem decorrer do consumo abusivo de açúcar.

Obesidade: através de uma reação bioquímica, o excesso de açúcar ingerido pode ser transformado em gordura e estocado, gerando obesidade, a qual representa uma porta de entrada para inúmeras doenças.

Diabetes: toda vez que o açúcar é ingerido, ocorre um aumento da glicemia (nível de açúcar no sangue); a isso, o organismo responde liberando insulina (hormônio responsável por colocar a glicose dentro da célula). Como é o pâncreas que produz a insulina, pode ocorrer sobrecarga pancreática, podendo ocasionar insuficiência ou falência desse órgão, facilitando o desenvolvimento do diabetes tipo 2. Resistência à insulina é outra possível consequência da ingestão excessiva de açúcar.

O mel pode ser um substituto ao açúcar. Foto: Zsuzsanna Kilian/ Stock.Xchng O mel pode ser um substituto ao açúcar. Foto: Zsuzsanna Kilian/ Stock.Xchng

Câncer: o consumo de açúcar pode favorecer o desenvolvimento de câncer por várias razões, entre elas porque predispõe à obesidade e ao diabetes, que são fatores de risco para o câncer. Além disso, o açúcar também pode fragilizar o sistema imunológico (nosso sistema de defesa), deixando o organismo mais susceptível ao desenvolvimento de câncer e outras doenças.

O açúcar e as crianças: as crianças devem evitar o consumo de açúcar por várias razões, mas, principalmente, pelo fato de que, uma vez ingerido, o açúcar pode interferir nos níveis sanguíneos dos minerais (incluindo o cálcio, que é fundamental para o fortalecimento ósseo). Baixos níveis sanguíneos de cálcio podem fragilizar os ossos e prejudicar o desenvolvimento infantil.

Herói ou vilão? Muitas das impressões sobre adoçantes são falsas
Doce erro: exagero no consumo de açúcar precisa ser evitado?

Inúmeras outras doenças podem decorrer do consumo excessivo de açúcar, mas vamos ficar apenas nos exemplos citados.

Qual o açúcar ideal para consumo? Você deve estar curioso para saber como substituir o açúcar no dia a dia. Pois é, o açúcar ideal para consumo é o que está presente nas frutas frescas, frutas secas, suco de frutas, leite, legumes, castanhas. Outras opções saudáveis são os adoçantes naturais, o mel e o melado de cana, sempre em pequenas quantidades. Agora você já pode adoçar a sua receita sem peso na consciência.

Nota: estas e outras informações sobre o açúcar podem ser encontradas no capítulo 16 do livro “Comer, Treinar, Dormir”, de autoria da Dra. Samira Layaun, que está disponível nas principais livrarias do país e em e-book.


Conheça os riscos do consumo abusivo de açúcar industrializado

Corrida de Montanha · 07 out, 2013

O açúcar está, de tal forma incorporado à nossa culinária, que a maioria das pessoas não têm uma noção exata do que ele é e dos possíveis riscos de seu consumo abusivo. Muita gente acha que ele é um aditivo natural à alimentação. Não, não é! Na verdade, sua adição é completamente dispensável para a alimentação.

Os efeitos do açúcar para a saúde podem ser amargos, como atestam vários estudos científicos, mas, infelizmente, muitas pessoas ainda os desconhecem.

O que é o açúcar - É importante deixar claro que o açúcar é um produto químico e não um alimento. Resulta do processo de refinação do caldo da cana de açúcar. É desprovido de nutrientes e rico em calorias, razão pela qual a sua ingestão facilita a instalação de várias doenças.

As moléculas criminosas: - AGEs são moléculas formadas a partir de uma reação entre o açúcar e as proteínas. São moléculas perigosas que podem alterar a estrutura e a função de vários tipos de proteínas e, infelizmente, podem causar doenças degenerativas e complicações nos diabéticos.

O açúcar não é um ingrediente necessário no dia a dia. Foto: Anne-Mette Pedersen/ Stock.Xchng O açúcar não é um ingrediente necessário no dia a dia. Foto: Anne-Mette Pedersen/ Stock.Xchng

Vejamos agora algumas doenças que podem decorrer do consumo abusivo de açúcar.

Obesidade: através de uma reação bioquímica, o excesso de açúcar ingerido pode ser transformado em gordura e estocado, gerando obesidade, a qual representa uma porta de entrada para inúmeras doenças.

Diabetes: toda vez que o açúcar é ingerido, ocorre um aumento da glicemia (nível de açúcar no sangue); a isso, o organismo responde liberando insulina (hormônio responsável por colocar a glicose dentro da célula). Como é o pâncreas que produz a insulina, pode ocorrer sobrecarga pancreática, podendo ocasionar insuficiência ou falência desse órgão, facilitando o desenvolvimento do diabetes tipo 2. Resistência à insulina é outra possível consequência da ingestão excessiva de açúcar.

O mel pode ser um substituto ao açúcar. Foto: Zsuzsanna Kilian/ Stock.Xchng O mel pode ser um substituto ao açúcar. Foto: Zsuzsanna Kilian/ Stock.Xchng

Câncer: o consumo de açúcar pode favorecer o desenvolvimento de câncer por várias razões, entre elas porque predispõe à obesidade e ao diabetes, que são fatores de risco para o câncer. Além disso, o açúcar também pode fragilizar o sistema imunológico (nosso sistema de defesa), deixando o organismo mais susceptível ao desenvolvimento de câncer e outras doenças.

O açúcar e as crianças: as crianças devem evitar o consumo de açúcar por várias razões, mas, principalmente, pelo fato de que, uma vez ingerido, o açúcar pode interferir nos níveis sanguíneos dos minerais (incluindo o cálcio, que é fundamental para o fortalecimento ósseo). Baixos níveis sanguíneos de cálcio podem fragilizar os ossos e prejudicar o desenvolvimento infantil.

Herói ou vilão? Muitas das impressões sobre adoçantes são falsas
Doce erro: exagero no consumo de açúcar precisa ser evitado?

Inúmeras outras doenças podem decorrer do consumo excessivo de açúcar, mas vamos ficar apenas nos exemplos citados.

Qual o açúcar ideal para consumo? Você deve estar curioso para saber como substituir o açúcar no dia a dia. Pois é, o açúcar ideal para consumo é o que está presente nas frutas frescas, frutas secas, suco de frutas, leite, legumes, castanhas. Outras opções saudáveis são os adoçantes naturais, o mel e o melado de cana, sempre em pequenas quantidades. Agora você já pode adoçar a sua receita sem peso na consciência.

Nota: estas e outras informações sobre o açúcar podem ser encontradas no capítulo 16 do livro “Comer, Treinar, Dormir”, de autoria da Dra. Samira Layaun, que está disponível nas principais livrarias do país e em e-book.

Esclarecimento dos organizadores sobre a Corrida Cartoon 2013

Corridas de Rua · 20 set, 2013

Após a realização da 3ª Corrida Cartoon Brasil 2013, em 14/09/2013, muitos consumidores se sentiram lesados pelas falhas ocorridas. Por esse motivo, os responsáveis pela organização divulgaram um comunicado oficial com algumas justificativas. O evento foi promovido pela Turner International do Brasil Ltda, com organização da Agência Pepper. O Webrun disponibilizou sua ferramenta de inscrição online.

Foto: reprodução Foto: reprodução

Segue abaixo o comunicado na íntegra:

Filas – Entendemos que a espera em filas ocasiona muitos transtornos. Por isso mesmo é que a equipe de organização do evento programou a abertura dos portões, para retirada dos kits, com duas horas de antecedência do início do evento. Mesmo assim, em virtude do pico de pessoas no mesmo horário, por volta das 9h30/10h, as filas foram inevitáveis. Porém, a espera não ultrapassou 1h30, o que é compreensível para um evento desse porte (12 mil pessoas). De qualquer maneira, o Cartoon Network lamenta o inconveniente e está se organizando de forma diferente para o ano seguinte a fim de evitar filas.

Kits – O Cartoon Network informa a todos que não conseguiram retirar ou receber os kits comprados que os mesmos serão enviados por serviço postal ao endereço indicado na ficha de inscrição.

Camisetas - Foram produzidas 50% a mais de camisetas de cada numeração e categoria para possíveis trocas e disponibilizadas no guichê na entrada do evento. Para 2014 o sistema de numeração de camisetas e trocas será revisto.

Estacionamento – A estrutura da Chácara Jockey comporta 3,5 mil veículos. Além disso, havia espaço para estacionamento de veículos no entorno. Contudo, identificamos alguns picos de demanda, ultrapassando as expectativas de público no local. O Cartoon Network lamenta o transtorno e buscará alertar os participantes das condições de estacionamento no futuro.

Água – Em um dos dias mais secos na cidade de São Paulo e devido ao forte calor, a demanda por água foi muito grande, havendo uma falta momentânea. Porém, a questão foi rapidamente resolvida com a reposição e distribuição da bebida.


Esclarecimento dos organizadores sobre a Corrida Cartoon 2013

Corridas de Rua · 20 set, 2013

Após a realização da 3ª Corrida Cartoon Brasil 2013, em 14/09/2013, muitos consumidores se sentiram lesados pelas falhas ocorridas. Por esse motivo, os responsáveis pela organização divulgaram um comunicado oficial com algumas justificativas. O evento foi promovido pela Turner International do Brasil Ltda, com organização da Agência Pepper. O Webrun disponibilizou sua ferramenta de inscrição online.

Foto: reprodução Foto: reprodução

Segue abaixo o comunicado na íntegra:

Filas – Entendemos que a espera em filas ocasiona muitos transtornos. Por isso mesmo é que a equipe de organização do evento programou a abertura dos portões, para retirada dos kits, com duas horas de antecedência do início do evento. Mesmo assim, em virtude do pico de pessoas no mesmo horário, por volta das 9h30/10h, as filas foram inevitáveis. Porém, a espera não ultrapassou 1h30, o que é compreensível para um evento desse porte (12 mil pessoas). De qualquer maneira, o Cartoon Network lamenta o inconveniente e está se organizando de forma diferente para o ano seguinte a fim de evitar filas.

Kits – O Cartoon Network informa a todos que não conseguiram retirar ou receber os kits comprados que os mesmos serão enviados por serviço postal ao endereço indicado na ficha de inscrição.

Camisetas - Foram produzidas 50% a mais de camisetas de cada numeração e categoria para possíveis trocas e disponibilizadas no guichê na entrada do evento. Para 2014 o sistema de numeração de camisetas e trocas será revisto.

Estacionamento – A estrutura da Chácara Jockey comporta 3,5 mil veículos. Além disso, havia espaço para estacionamento de veículos no entorno. Contudo, identificamos alguns picos de demanda, ultrapassando as expectativas de público no local. O Cartoon Network lamenta o transtorno e buscará alertar os participantes das condições de estacionamento no futuro.

Água – Em um dos dias mais secos na cidade de São Paulo e devido ao forte calor, a demanda por água foi muito grande, havendo uma falta momentânea. Porém, a questão foi rapidamente resolvida com a reposição e distribuição da bebida.

Semana Move Brasil acontece em várias unidades do Sesc

Caminhada · 18 set, 2013

Organizada pelo Sesc, a semana Move Brasil, que acontece do dia 22 à 29/09, em São Paulo e região, oferece atividades físicas com objetivo de incentivar o público a praticar esportes e promover a qualidade de vida.

Claudinei Quirino oferece curso de corrida no Sesc Santo Amaro. Foto: (CC BY 2.0/Licença Creative Commons) Claudinei Quirino oferece curso de corrida no Sesc Santo Amaro. Foto: (CC BY 2.0/Licença Creative Commons)

As atividades são gratuitas, para todos os gostos e idades. Uma das atrações é a atividade comandada por Claudinei Quirino, ex-atleta de corrida de velocidade, que marca presença no Sesc Santo Amaro dia 22/09, às 10h30.

A partir das 06h30, o público poderá participar dos eventos da semana esportiva. Vale lembrar que cada unidade possui sua programação, por isso fique atento no site.

www.sescsp.org.br.


Semana Move Brasil acontece em várias unidades do Sesc

Caminhada · 18 set, 2013

Organizada pelo Sesc, a semana Move Brasil, que acontece do dia 22 à 29/09, em São Paulo e região, oferece atividades físicas com objetivo de incentivar o público a praticar esportes e promover a qualidade de vida.

Claudinei Quirino oferece curso de corrida no Sesc Santo Amaro. Foto: (CC BY 2.0/Licença Creative Commons) Claudinei Quirino oferece curso de corrida no Sesc Santo Amaro. Foto: (CC BY 2.0/Licença Creative Commons)

As atividades são gratuitas, para todos os gostos e idades. Uma das atrações é a atividade comandada por Claudinei Quirino, ex-atleta de corrida de velocidade, que marca presença no Sesc Santo Amaro dia 22/09, às 10h30.

A partir das 06h30, o público poderá participar dos eventos da semana esportiva. Vale lembrar que cada unidade possui sua programação, por isso fique atento no site.

www.sescsp.org.br.

Inscrições para etapa XTerra Estrada Real permanecem abertas

Corrida de Montanha · 11 set, 2013

Rosália busca conquistar terceira vitória nesta etapa em Tiradentes. Foto: Alexandre Koda/Webrun.com.br Rosália busca conquistar terceira vitória nesta etapa em Tiradentes. Foto: Alexandre Koda/Webrun.com.br

As inscrições para a etapa XTerra Estrada Real, que acontece nos dias 28 e 29 de setembro na cidade de Tiradentes (MG), ainda estão abertas e podem ser feitas pelo site do evento. As provas que possuem vagas são Mountain Bike, Duathlon e Endurance.

A tradicional e histórica cidade mineira, conhecida por suas igrejas com artes barrocas, recebe o evento que inclui o maior circuito de cross country do Brasil. A elite de atletas, composta por 12 estados, disputarão a prova dividida em Mountain Bike, Duathlon, Endurance (50 quilômetros), Night Run (7,5 e 19 quilômetros). Outra atração é a Kids Mini Corrida, destinada às crianças de até 12 anos.

A prova Endurance é considerada a mais difícil por exigir maior concentração e resistência física, além da alta quilometragem. Nesta última etapa do ano, os competidores vêm com tudo para disputar, na categoria masculina, passagem, hospedagem e inscrição para competir no The North Face Endurance Challenge, em São Francisco, Califórnia, nos dias 7 e 8 de dezembro. Na corrida noturna estão confirmados mais de 1.600 atletas.

“Ano passado a procura foi muito grande e este ano está ainda maior. Temos participantes de todas as regiões do Brasil. O XTerra é uma realidade do esporte e o clima de família e amizade por trás dos desafios faz este circuito ser especial. Tiradentes é uma cidade diferente. Ela respira história, que no final do mês será o pano de fundo de uma grande competição esportiva”, explica Bernardo Fonseca, diretor Geral do Instituto XTerra, empresa que organiza a prova em Tiradentes.

A atleta Rosália Guarisch, atual campeã do XTerra Costa Verde 2013 (50 quilômeteos) e da etapa em Ilhabela (80 quilômetros), está confirmada na prova e promete fazer o circuito em grande estilo. Caso Rosália vença em Tiradentes, ela completará uma tríplice de vitórias inédita.

“Não poderia deixar de ir. Tiradentes é imperdível. Estou animada porque Tiradentes é a etapa mais charmosa do circuito. O evento interage muito com a cidade que é linda. Meu objetivo sempre é me divertir”, afirma Rosália.

O evento passou por Natal (RN), Teresópolis (RJ), Ilhabela (SP), Poços de Caldas (MG), Mangaratiba (RJ) e Búzios (RJ). O XTerra Estrada Real é apresentado por Sesi Fiemg, co-apresentado pelo Instituto Estrada Real, apoiado pela Suunto, Maçãs Turma da Mônica, GO Outside, Energizer, Prefeitura Tiradentes e Cia Aérea Oficial AA. As provas de corrida são patrocinadas pela The North Face. Realização Instituto XTerra.

Para obter mais informações, acesse o site www.xterrabrasil.com.br.


Inscrições para etapa XTerra Estrada Real permanecem abertas

Corrida de Montanha · 11 set, 2013

Rosália busca conquistar terceira vitória nesta etapa em Tiradentes. Foto: Alexandre Koda/Webrun.com.br Rosália busca conquistar terceira vitória nesta etapa em Tiradentes. Foto: Alexandre Koda/Webrun.com.br

As inscrições para a etapa XTerra Estrada Real, que acontece nos dias 28 e 29 de setembro na cidade de Tiradentes (MG), ainda estão abertas e podem ser feitas pelo site do evento. As provas que possuem vagas são Mountain Bike, Duathlon e Endurance.

A tradicional e histórica cidade mineira, conhecida por suas igrejas com artes barrocas, recebe o evento que inclui o maior circuito de cross country do Brasil. A elite de atletas, composta por 12 estados, disputarão a prova dividida em Mountain Bike, Duathlon, Endurance (50 quilômetros), Night Run (7,5 e 19 quilômetros). Outra atração é a Kids Mini Corrida, destinada às crianças de até 12 anos.

A prova Endurance é considerada a mais difícil por exigir maior concentração e resistência física, além da alta quilometragem. Nesta última etapa do ano, os competidores vêm com tudo para disputar, na categoria masculina, passagem, hospedagem e inscrição para competir no The North Face Endurance Challenge, em São Francisco, Califórnia, nos dias 7 e 8 de dezembro. Na corrida noturna estão confirmados mais de 1.600 atletas.

“Ano passado a procura foi muito grande e este ano está ainda maior. Temos participantes de todas as regiões do Brasil. O XTerra é uma realidade do esporte e o clima de família e amizade por trás dos desafios faz este circuito ser especial. Tiradentes é uma cidade diferente. Ela respira história, que no final do mês será o pano de fundo de uma grande competição esportiva”, explica Bernardo Fonseca, diretor Geral do Instituto XTerra, empresa que organiza a prova em Tiradentes.

A atleta Rosália Guarisch, atual campeã do XTerra Costa Verde 2013 (50 quilômeteos) e da etapa em Ilhabela (80 quilômetros), está confirmada na prova e promete fazer o circuito em grande estilo. Caso Rosália vença em Tiradentes, ela completará uma tríplice de vitórias inédita.

“Não poderia deixar de ir. Tiradentes é imperdível. Estou animada porque Tiradentes é a etapa mais charmosa do circuito. O evento interage muito com a cidade que é linda. Meu objetivo sempre é me divertir”, afirma Rosália.

O evento passou por Natal (RN), Teresópolis (RJ), Ilhabela (SP), Poços de Caldas (MG), Mangaratiba (RJ) e Búzios (RJ). O XTerra Estrada Real é apresentado por Sesi Fiemg, co-apresentado pelo Instituto Estrada Real, apoiado pela Suunto, Maçãs Turma da Mônica, GO Outside, Energizer, Prefeitura Tiradentes e Cia Aérea Oficial AA. As provas de corrida são patrocinadas pela The North Face. Realização Instituto XTerra.

Para obter mais informações, acesse o site www.xterrabrasil.com.br.

Correndo em família, pais levam seus bebês na Family Run

Corridas de Rua · 09 jul, 2013

Qual a idade certa para começar a ensinar seus filhos a gostar de corrida? Para muitos papais que participaram da Family Run, prova disputada no domingo (07/07) no Rio de Janeiro, esta idade é antes mesmo dos pequenos aprenderem a andar.

A prova de seis quilômetros e com seis mil inscritos confirmou o nome de prova família e apresentou uma quantidade surpreendente de corredores levando seus bebês ainda nos carrinhos. Eram pais corredores que queriam incentivar seus filhos a gostarem do esporte desde o berço.

Um casal que se destacava era Fernando Araújo e Harumi Hyodo, pais do pequeno Vinícius, de dois meses. O carrinho do Vinícius era um modelo especial para corrida. Segundo Harumi, eles sempre correram. “E esta é a minha primeira corrida desde que ele nasceu. Mas já treinei com ele antes e compramos o carrinho especial justamente pensando nisto”.

Com dois anos, Maria Clara já é uma veterana nas provas. Ela acompanha a mãe nas corridas desde os seis meses. “Ela fica quietinha no carrinho, concentrada. Eu e o pai dela sempre a levamos tanto nos treinamentos quanto nas provas. Meu marido está na meia maratona e nós duas viemos para a Family”, conta a mamãe.

A concentração de Maria Clara falta para a pequena Ágata, que com um ano e oito meses não quer ficar parada em seu carrinho e quer participar da prova também. Seu pai, Marcelo Jorge, explica a paixão da filha pelo esporte. “Eu sou professor de educação física, maratonista e trago ela desde os sete meses para ir tomando gosto. A dificuldade hoje é manter ela parada no carrinho”, conta, enquanto tenta ajeitá-la novamente no seu transporte.

Fernando Araujo, Harumi Hyodo e Vinicius - Foto: Patricia Serrão/ Webrun.com.br
Fernando Araujo, Harumi Hyodo e Vinicius - Foto: Patricia Serrão/ Webrun.com.br

O bebê mais novo encontrado na prova foi Maria Luiza, de três meses. “Esta é a primeira prova da Malu, mas a ideia é que ela venha para muitas outras. Queremos incentivar desde agora”, explica o pai Vitor Franco.
Esta é uma nova geração de corredores. Se eles vão seguir o exemplo dos seus pais e continuar no esporte só o tempo dirá, mas não faltam incentivos e exemplos para os pequenos.

Confira o resultado da Olympikus Family Run 2013

Masculino

  • 1º) Paulo Machado dos Santos – 18min53s
  • 2º) Adair José – 18min54s
  • 3º) Arlon Vargas – 18min55s
  • 4º) Sebastião Cordeiro – 19min01s
  • 5º) Ezequiel Brahim – 19min20s


  • Feminino

  • 1º) Tereza Madalena Costa – 22min55s
  • 2º) Rejane Ester – 22min56s
  • 3º) Maria Aparecida – 23min31s
  • 4º) Talita Wedling – 23min40s
  • 5º) Catalina Besio – 23min40s

  • Correndo em família, pais levam seus bebês na Family Run

    Corridas de Rua · 09 jul, 2013

    Qual a idade certa para começar a ensinar seus filhos a gostar de corrida? Para muitos papais que participaram da Family Run, prova disputada no domingo (07/07) no Rio de Janeiro, esta idade é antes mesmo dos pequenos aprenderem a andar.

    A prova de seis quilômetros e com seis mil inscritos confirmou o nome de prova família e apresentou uma quantidade surpreendente de corredores levando seus bebês ainda nos carrinhos. Eram pais corredores que queriam incentivar seus filhos a gostarem do esporte desde o berço.

    Um casal que se destacava era Fernando Araújo e Harumi Hyodo, pais do pequeno Vinícius, de dois meses. O carrinho do Vinícius era um modelo especial para corrida. Segundo Harumi, eles sempre correram. “E esta é a minha primeira corrida desde que ele nasceu. Mas já treinei com ele antes e compramos o carrinho especial justamente pensando nisto”.

    Com dois anos, Maria Clara já é uma veterana nas provas. Ela acompanha a mãe nas corridas desde os seis meses. “Ela fica quietinha no carrinho, concentrada. Eu e o pai dela sempre a levamos tanto nos treinamentos quanto nas provas. Meu marido está na meia maratona e nós duas viemos para a Family”, conta a mamãe.

    A concentração de Maria Clara falta para a pequena Ágata, que com um ano e oito meses não quer ficar parada em seu carrinho e quer participar da prova também. Seu pai, Marcelo Jorge, explica a paixão da filha pelo esporte. “Eu sou professor de educação física, maratonista e trago ela desde os sete meses para ir tomando gosto. A dificuldade hoje é manter ela parada no carrinho”, conta, enquanto tenta ajeitá-la novamente no seu transporte.

    Fernando Araujo, Harumi Hyodo e Vinicius - Foto: Patricia Serrão/ Webrun.com.br
    Fernando Araujo, Harumi Hyodo e Vinicius - Foto: Patricia Serrão/ Webrun.com.br

    O bebê mais novo encontrado na prova foi Maria Luiza, de três meses. “Esta é a primeira prova da Malu, mas a ideia é que ela venha para muitas outras. Queremos incentivar desde agora”, explica o pai Vitor Franco.
    Esta é uma nova geração de corredores. Se eles vão seguir o exemplo dos seus pais e continuar no esporte só o tempo dirá, mas não faltam incentivos e exemplos para os pequenos.

    Confira o resultado da Olympikus Family Run 2013

    Masculino

  • 1º) Paulo Machado dos Santos – 18min53s
  • 2º) Adair José – 18min54s
  • 3º) Arlon Vargas – 18min55s
  • 4º) Sebastião Cordeiro – 19min01s
  • 5º) Ezequiel Brahim – 19min20s


  • Feminino

  • 1º) Tereza Madalena Costa – 22min55s
  • 2º) Rejane Ester – 22min56s
  • 3º) Maria Aparecida – 23min31s
  • 4º) Talita Wedling – 23min40s
  • 5º) Catalina Besio – 23min40s