Berlim

Maratona de Berlim tem Kipchoge pela 5ª vez e recorde mundial feminino

Recorde · 26 set, 2023

Seja qual for a maratona, sobretudo se for uma das Majors Marathons, há muitos anos Eliud Kipchoge é sempre o grande o centro das atenções. Em Berlim 2023 não foi diferente. Na coletiva de imprensa, ele, que já havia vencido […]


Maratona de Berlim tem Kipchoge pela 5ª vez e recorde mundial feminino

Recorde · 26 set, 2023

Seja qual for a maratona, sobretudo se for uma das Majors Marathons, há muitos anos Eliud Kipchoge é sempre o grande o centro das atenções. Em Berlim 2023 não foi diferente. Na coletiva de imprensa, ele, que já havia vencido […]

Major Marathon Berlim 2018: Será que teremos mais recordes?

Maratona · 13 ago, 2018

Faltam exatos 35 dias, 848 horas, 50.880 minutos para a Maratona de Berlim 2018. E seguimos contando. Ano passado o evento tinha tudo para reformular o livro dos recordes, mas não deu. Londres 2018 foi a segunda tentativa e o clima […]


Major Marathon Berlim 2018: Será que teremos mais recordes?

Maratona · 13 ago, 2018

Faltam exatos 35 dias, 848 horas, 50.880 minutos para a Maratona de Berlim 2018. E seguimos contando. Ano passado o evento tinha tudo para reformular o livro dos recordes, mas não deu. Londres 2018 foi a segunda tentativa e o clima […]

Vencedora da maratona do Campeonato Europeu superou hemorragia nasal e erro de percurso nos 42k

Atletismo · 13 ago, 2018

Uma vitória que ficou na história do Campeonato Europeu. Já ouvimos falar de pessoas que passam por contratempos nos longos 42 kilômetros de uma maratona mas a imagem de Volha Mazuronak atravessando a largada impressiona. A atleta bielorrussa teve uma hemorragia nasal […]


Vencedora da maratona do Campeonato Europeu superou hemorragia nasal e erro de percurso nos 42k

Atletismo · 13 ago, 2018

Uma vitória que ficou na história do Campeonato Europeu. Já ouvimos falar de pessoas que passam por contratempos nos longos 42 kilômetros de uma maratona mas a imagem de Volha Mazuronak atravessando a largada impressiona. A atleta bielorrussa teve uma hemorragia nasal […]

Major Marathon Londres 2018: o ano dos quenianos

Maratona · 26 abr, 2018

Todos nós temos sonhos. Estes podem variar entre uma viagem, uma pessoa, um desafio pessoal, uma aquisição e o que mais fizer sentido para cada um. Competir numa World Major Marathon é aspiração da maioria dos corredores. Um sonho que proporciona uma experiência […]


Major Marathon Londres 2018: o ano dos quenianos

Maratona · 26 abr, 2018

Todos nós temos sonhos. Estes podem variar entre uma viagem, uma pessoa, um desafio pessoal, uma aquisição e o que mais fizer sentido para cada um. Competir numa World Major Marathon é aspiração da maioria dos corredores. Um sonho que proporciona uma experiência […]

Neste domingo Berlim recebe a 44ª edição da Major Marathon

Corridas de Rua · 20 set, 2017

Conhecida com a Major Marathon mais rápida e casa do atual recorde mundial, do queniano Dennis Kimetto, estabelecido em 2014 (2h02min57). O evento será neste domingo (24), com início e fim no Portão de Brandemburgo e percurso que atravessa a […]


Neste domingo Berlim recebe a 44ª edição da Major Marathon

Corridas de Rua · 20 set, 2017

Conhecida com a Major Marathon mais rápida e casa do atual recorde mundial, do queniano Dennis Kimetto, estabelecido em 2014 (2h02min57). O evento será neste domingo (24), com início e fim no Portão de Brandemburgo e percurso que atravessa a […]

Bekele, Kipchoge e Kipsang estarão na Maratona de Berlim 2017

Corridas de Rua · 29 ago, 2017

Os organizadores da Maratona de Berlim anunciaram que Kenenisa Bekele vai se juntar aos quenianos Eliud Kipchoge e Wilson Kipsang na Major Marathon, que acontece no dia 24 de setembro. A entrada de Bekele, o segundo maratonista mais rápido de […]


Bekele, Kipchoge e Kipsang estarão na Maratona de Berlim 2017

Corridas de Rua · 29 ago, 2017

Os organizadores da Maratona de Berlim anunciaram que Kenenisa Bekele vai se juntar aos quenianos Eliud Kipchoge e Wilson Kipsang na Major Marathon, que acontece no dia 24 de setembro. A entrada de Bekele, o segundo maratonista mais rápido de […]

Queniano Patrick Makau derruba recorde mundial na Maratona de Berlim

Maratona · 25 set, 2011

O queniano Patrick Makau foi o campeão da Maratona de Berlim com 2h03min38, neste domingo, dia 25 de setembro, e estabeleceu o novo recorde mundial. O antigo recorde pertencia ao etíope Haile Gebrselassie (2h03min59) e também foi conquistado na capital alemã, em 2008. Seus compatriotas, Stephen Chemley e Edwin Kimaiyo foram o segundo e terceiro colocados, respectivamente.

Já entre as mulheres, a primeira a finalizar os 42 quilômetros foi a queniana Florence Kiplagat, com 2h19min36. A alemã Irina Mikitenko ficou em segundo lugar, e a britânica Paula Radcliffe, que é a recordista mundial, ficou na terceira colocação.


Queniano Patrick Makau derruba recorde mundial na Maratona de Berlim

Maratona · 25 set, 2011

O queniano Patrick Makau foi o campeão da Maratona de Berlim com 2h03min38, neste domingo, dia 25 de setembro, e estabeleceu o novo recorde mundial. O antigo recorde pertencia ao etíope Haile Gebrselassie (2h03min59) e também foi conquistado na capital alemã, em 2008. Seus compatriotas, Stephen Chemley e Edwin Kimaiyo foram o segundo e terceiro colocados, respectivamente.

Já entre as mulheres, a primeira a finalizar os 42 quilômetros foi a queniana Florence Kiplagat, com 2h19min36. A alemã Irina Mikitenko ficou em segundo lugar, e a britânica Paula Radcliffe, que é a recordista mundial, ficou na terceira colocação.

Haile Gebrselassie e Paula Radcliffe largarão juntos em Berlim

Maratona · 15 set, 2011

A Maratona de Berlim, Alemanha, que será disputada em 25 de setembro, será palco de um fato raro na trajetória do esporte. Será apenas a terceira vez na história que os dois detentores do recorde mundial de maratona disputarão a mesma prova.

O encontro só ocorreu na Maratona de Nova York, em 1989 – com Belayneh Dinsamo e Ingrid Kristiansen – e na Maratona de Londres, em 2005 – com Paul Tergat e a mesma Paula Radcliffe, já que seu recorde de 2h15min25 data de 2003, também na prova londrina. O etíope Gebrselassie, por sua vez, detém a marca de 2h03min59 desde 2008, em Berlim.

Apesar do favoritismo que envolve seus nomes, tanto Haile Gebrselassie quanto Paula Radcliffe não terão vida fácil na capital alemã. O etíope enfrentará Patrick Makau, do Quênia, maratonista mais rápido do último ano, com o tempo de 2h04min48 na Maratona de Roterdã (Holanda).

“Tenho certeza que ele correrá rápido em Berlim”, diz Makau. “Vou me concentrar na minha corrida. Se ainda estivermos juntos no final, o mais forte pode vencer”, analisa. Entre as mulheres, a britânica Paula Radcliffe terá fortes concorrentes como a alemã Irina Mikitenko, a russa Nayla Yulamanova – campeã européia – e a queniana Florence Kiplagat.

Uma das cinco provas válidas pelo circuito das maiores maratonas do mundo (World Major Marathons – WMM), ao lado de Boston, Londres, Chicago e Nova York, a Maratona de Berlim contará com grande número de corredores em busca do índice para conquistar uma vaga nos Jogos Olímpicos de Londres 2012.


Haile Gebrselassie e Paula Radcliffe largarão juntos em Berlim

Maratona · 15 set, 2011

A Maratona de Berlim, Alemanha, que será disputada em 25 de setembro, será palco de um fato raro na trajetória do esporte. Será apenas a terceira vez na história que os dois detentores do recorde mundial de maratona disputarão a mesma prova.

O encontro só ocorreu na Maratona de Nova York, em 1989 – com Belayneh Dinsamo e Ingrid Kristiansen – e na Maratona de Londres, em 2005 – com Paul Tergat e a mesma Paula Radcliffe, já que seu recorde de 2h15min25 data de 2003, também na prova londrina. O etíope Gebrselassie, por sua vez, detém a marca de 2h03min59 desde 2008, em Berlim.

Apesar do favoritismo que envolve seus nomes, tanto Haile Gebrselassie quanto Paula Radcliffe não terão vida fácil na capital alemã. O etíope enfrentará Patrick Makau, do Quênia, maratonista mais rápido do último ano, com o tempo de 2h04min48 na Maratona de Roterdã (Holanda).

“Tenho certeza que ele correrá rápido em Berlim”, diz Makau. “Vou me concentrar na minha corrida. Se ainda estivermos juntos no final, o mais forte pode vencer”, analisa. Entre as mulheres, a britânica Paula Radcliffe terá fortes concorrentes como a alemã Irina Mikitenko, a russa Nayla Yulamanova – campeã européia – e a queniana Florence Kiplagat.

Uma das cinco provas válidas pelo circuito das maiores maratonas do mundo (World Major Marathons – WMM), ao lado de Boston, Londres, Chicago e Nova York, a Maratona de Berlim contará com grande número de corredores em busca do índice para conquistar uma vaga nos Jogos Olímpicos de Londres 2012.

Circuito das Maiores Maratonas do Mundo chega a Berlim

Maratona · 23 set, 2010

A Maratona de Berlim, marcada para o próximo domingo (26/07), na Alemanha, dará continuidade ao Circuito das Maiores Maratonas do Mundo (World Majors Marathon - WMM), que já passou por Londres e Boston este ano. A competição promete forte disputa entre dois destaques mundiais, o queniano Samuel Wanjiru, medalhista de ouro na Maratona Olímpica de Pequim há dois anos, e o etíope Tsegaye Kebede, campeão da Maratona de Londres 2010.

O evento terá sete maratonistas com marcas abaixo de 2h07 e três atletas com o tempo menor de 2h06. Dois deles, os quenianos Patrick Makau e Geoffrey Mutai, finalizaram a Maratona de Roterdam este ano em 2h04min48 e 2h04min55, respectivamente.

Em cada etapa do circuito, o atleta vencedor recebe 25 pontos, o vice-campeão acrescenta 15 pontos e o terceiro colocado aumenta cinco na pontuação. Quem tiver o maior número ao final da temporada leva para casa 500 mil dólares. Os líderes atuais, Wanjiru e Kebede, possuem 50 pontos cada um.

Ambos concorrerão ao prêmio com os corredores Robert Cheruiyot (sexto colocado no ranking) e Emmanuel Mutai, do Quênia (terceiro). Caso os dois favoritos da disputa não mantenham a liderança na Maratona de Chicago (10/10), Mutai pode subir no ranking e aumentar as chances de conquistar o Circuito.

Entre as mulheres, a russa Liliya Shobukhova é líder com 50 pontos e está a frente da alemã Irina Mikitenko (segunda colocada com 40 pontos). Mikitenko é a única competidora que poderá tirar de Shobukhova o primeiro lugar. Porém outros destaques marcarão presença na maratona de Chicago: as americanas Magdalena Boulet e Desiree Davila, e as russas Lidiya Grigoryeva e Maria Konovalova.

Na disputa da Maratona de Nova York (7/11), a presença de Haile Gebrselassie, recordista mundial na Olimpíada de Berlim há dois anos, gera grandes expectativas para o Circuito 2010. Depois de sair de Boston e Londres, o WMM passará por Berlim e seguirá para Chicago e Nova York.


Circuito das Maiores Maratonas do Mundo chega a Berlim

Maratona · 23 set, 2010

A Maratona de Berlim, marcada para o próximo domingo (26/07), na Alemanha, dará continuidade ao Circuito das Maiores Maratonas do Mundo (World Majors Marathon - WMM), que já passou por Londres e Boston este ano. A competição promete forte disputa entre dois destaques mundiais, o queniano Samuel Wanjiru, medalhista de ouro na Maratona Olímpica de Pequim há dois anos, e o etíope Tsegaye Kebede, campeão da Maratona de Londres 2010.

O evento terá sete maratonistas com marcas abaixo de 2h07 e três atletas com o tempo menor de 2h06. Dois deles, os quenianos Patrick Makau e Geoffrey Mutai, finalizaram a Maratona de Roterdam este ano em 2h04min48 e 2h04min55, respectivamente.

Em cada etapa do circuito, o atleta vencedor recebe 25 pontos, o vice-campeão acrescenta 15 pontos e o terceiro colocado aumenta cinco na pontuação. Quem tiver o maior número ao final da temporada leva para casa 500 mil dólares. Os líderes atuais, Wanjiru e Kebede, possuem 50 pontos cada um.

Ambos concorrerão ao prêmio com os corredores Robert Cheruiyot (sexto colocado no ranking) e Emmanuel Mutai, do Quênia (terceiro). Caso os dois favoritos da disputa não mantenham a liderança na Maratona de Chicago (10/10), Mutai pode subir no ranking e aumentar as chances de conquistar o Circuito.

Entre as mulheres, a russa Liliya Shobukhova é líder com 50 pontos e está a frente da alemã Irina Mikitenko (segunda colocada com 40 pontos). Mikitenko é a única competidora que poderá tirar de Shobukhova o primeiro lugar. Porém outros destaques marcarão presença na maratona de Chicago: as americanas Magdalena Boulet e Desiree Davila, e as russas Lidiya Grigoryeva e Maria Konovalova.

Na disputa da Maratona de Nova York (7/11), a presença de Haile Gebrselassie, recordista mundial na Olimpíada de Berlim há dois anos, gera grandes expectativas para o Circuito 2010. Depois de sair de Boston e Londres, o WMM passará por Berlim e seguirá para Chicago e Nova York.

Jogos de Berlim marcam fracasso de Hitler

Atletismo · 28 jul, 2008

Em 1936 a Olimpíada foi realizada na cidade de Berlim, Alemanha, em plena época de domínio do imperador nazista Adolf Hitler, que fracassou na tentativa de usar a competição para promover a raça ariana. O grande destaque, no entanto, foi o afro-americano Jesse Owens, que disputava provas de velocidade e salto em distância e conquistou quatro medalhas de ouro.

Durante a prova de salto, seu rival alemão Luz Long já havia feito sua prova e não tinha mais chances de vencer, então cochichou para o adversário uma estratégia para que ele pudesse passar às finais. No início dos jogos Hitler acompanhava das Tribunas as provas e no momento da premiação fazia questão de não cumprimentar os atletas negros.

Essa edição marcou a introdução do revezamento da tocha olímpica, que foi acesa na cidade de Olympia, sede dos Jogos antigos e levada até Berlim, no local das competições. O ano de 1936 marcou também a primeira edição a ser transmitida pela televisão, já que 25 televisores grandes foram espalhados pela cidade para que o povo pudesse acompanhar as disputas.


Jogos de Berlim marcam fracasso de Hitler

Atletismo · 28 jul, 2008

Em 1936 a Olimpíada foi realizada na cidade de Berlim, Alemanha, em plena época de domínio do imperador nazista Adolf Hitler, que fracassou na tentativa de usar a competição para promover a raça ariana. O grande destaque, no entanto, foi o afro-americano Jesse Owens, que disputava provas de velocidade e salto em distância e conquistou quatro medalhas de ouro.

Durante a prova de salto, seu rival alemão Luz Long já havia feito sua prova e não tinha mais chances de vencer, então cochichou para o adversário uma estratégia para que ele pudesse passar às finais. No início dos jogos Hitler acompanhava das Tribunas as provas e no momento da premiação fazia questão de não cumprimentar os atletas negros.

Essa edição marcou a introdução do revezamento da tocha olímpica, que foi acesa na cidade de Olympia, sede dos Jogos antigos e levada até Berlim, no local das competições. O ano de 1936 marcou também a primeira edição a ser transmitida pela televisão, já que 25 televisores grandes foram espalhados pela cidade para que o povo pudesse acompanhar as disputas.