Luizinho Avelino e Priscila Rocha são campeões do SP Open de Biathlon

Redação Webrun | Triathlon · 10 nov, 2009

Cerca de 300 atletas participaram da prova (foto: Divulgação)
Cerca de 300 atletas participaram da prova (foto: Divulgação)

No último sábado (07) aconteceu em Santos a quinta e última etapa do SP Open de Biathlon, competição que reuniu cerca de 300 atletas para a disputa dos 500 metros de natação e três quilômetros de corrida. Luizinho Avelino foi o quarto colocado na etapa, mas garantiu o título, enquanto Priscila chegou em primeiro e garantiu o caneco dourado por 6,5 pontos de diferença.

No masculino Ademir Paulino foi o primeiro (19min13seg89), Felipe Guedes dos Santos o segundo (19min23seg26) e André David Antunes o terceiro (20min19seg72). Entre as mulheres Priscila chegou em primeiro com 20min52seg54, seguida por Verônica Mello (21min16seg71) e Luiani Oliveira Silva (23min45seg56).

Além do esforço e suor para faturar o título, Luizinho foi beneficiado pela ausência de André David Antunes, que liderava a disputa até a quarta etapa. Dessa forma, ao fazer a soma das pontuações o jovem campeão acumulou 532,5 pontos, seguido por Felipe Guedes dos Santos (523 pontos) e André David Antunes (498 pontos).

“Graças a Deus e muito esforço, consegui chegar em quarto lugar, enfrentando dificuldades físicas e a sensação de calor, que aumentou muito com a alta umidade do ar”, conta o atleta que também disputa os campeonatos paulista e brasileiro de natação. “Fico feliz por ter feito o suficiente para garantir o título geral”, completa.

Já o vencedor da etapa, Ademir Paulino, também relata que o calor foi o principal adversário. “Eu moro e treino em São Paulo (SP), por isso o clima de Santos acaba sendo um adversário a mais para mim”, relata o competidor que em setembro último foi quinto no mundial de Aquathlon (corrida, natação e corrida), disputado na Austrália. “Mesmo assim, consegui vencer, chegando entre primeiros colocados na natação e tirando a diferença na corrida”, enfatiza.

Mulheres – Priscila dependia apenas dela mesma para conquistar o campeonato e sabia que a vitória seria o único caminho possível, fato que a motivou durante todo o tempo. “Sabia que só dependia de mim mesma para ser campeã. Por isso, fiz meu máximo até o último momento”, conta a competidora de 18 anos. Fico feliz por vencer esta competição, que tem uma estrutura de primeira linha, melhor a cada ano”, completa a campeã que também é triathleta e atual campeã mundial de Aquathlon, na categoria de 16 a 19 anos.

Assim como Luizinho, ela também foi beneficiada pela ausência da líder do ranking até a penúltima etapa. Carla Moreno, que usava a prova como treino para outras competições, teve que se afastar das provas oficiais devido a uma cirurgia para eliminar uma úlcera no estômago. Recuperada do problema, ela inclusive participou da cerimônia de premiação do SP Open, já que terminou na segunda colocação geral com 570 pontos (apenas 6,5 pontos a menos que Priscila). Verônica Mello foi a terceira colocada, com 529 pontos.

Este texto foi escrito por: Webrun

Redação Webrun

Ver todos os posts

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!