Sempre há tempo para mudar nossa vida

1kdecada | Corrida · 19 jun, 2024

Não existe idade limite para mudar nossa vida/ Foto: arquivo pessoal
Não existe idade limite para mudar nossa vida/ Foto: arquivo pessoal

Em 2024 fiz 30 anos e por mais que ache que pouca coisa tenha efetivamente mudado, venho me sentindo um pouco mais apta a tentar coisas novas, desde dietas diferentes, treinos que antes assustavam mais, caminhos no trabalho que antes não abraçava.

Dentro da corrida escolhi ir mais rápido, algo que nunca antes me encantou. Me questiono sempre se faço isso por mim ou porque vejo cada vez mais pessoas correndo rápido. Quando eu comecei a correr não via ninguém correndo, inclusive parecia que eu mesma era uma das poucas meninas de 18 anos que fazia isso. Pegava pódio em quase todos os eventos e até me sentia um pouco solitária nos treinos, já que não tinha ninguém para acompanhar.

Me acostumei com a solidão.

Hoje sempre treino sozinha, com um objetivo que é só meu e buscando ser melhor que a minha versão de ontem. Agora com 30 tenho aplicado diariamente esse trabalho mental de ser melhor do que o dia anterior.

Quero um pace mais rápido que o dia anterior. Um trabalho mais bem feito que a semana passada. Uma entrega mais divertida do que na outra semana. Mas dá para gente mudar nossa vida? Eu achava que só com 20 e poucos anos poderia querer mudar tudo e tanto, mas hoje tô vendo que não. Que é tempo. Que dá para fazer. Que dá para querer e dá para sonhar.

Eu ainda tô longe do meu melhor tempo, corpo, situação de trabalho e do meu verdadeiro sonho, que também já tinha dado de ombros que ele não ia rolar. Mas tem idade para parar de tentar?

Os 21km da SP City Half Marathon, fazem parte dessa minha auto melhora, do meu próprio desafio.

+ Siga o Webrun no Instagram!
+ Baixe agora o APP Ticket Sports e tenha um calendário de eventos esportivos na palma da sua mão!

Faltam menos de 40 dias para esse objetivo, o qual decidi mudar a minha percepção do esporte e fazer diferente.

Por que não fazer diferente também em todo o resto?

Dá para mudar a nossa vida sim 🙂

Chris Volpe é santista, triatleta, corredora e faladeira - não necessariamente nessa ordem: "Se pudesse faria todos os esportes ao mesmo tempo, enquanto isso não é possível vou fazendo um de cada vez". Passou por veículos como Webrun, Sua Corrida e WRun, além de participar e cobrir de diversos eventos do mundo running. No Instagram: @volpechriss