maratona de honolulu

Americanos participam de Maratona Honolulu no Iraque

Maratona · 12 dez, 2006

Enquanto milhares de corredores participaram da Maratona de Honolulu no último domingo, 200 membros do exército americano também correram a maratona havaiana. A única diferença é que esse grupo estava no Iraque.

Todos percorreram 42 quilômetros da mesma competição, porém num percurso completamente diferente. O melhor homem da prova no Iraque foi William Smallwood no tempo de 2h53min23. Entre as mulheres, Beth Hoffman, terminou a prova em primeiro no tempo de 3h04min55.

“Quantas pessoas podem correr uma maratona no Iraque?”, declarou feliz o campeão entre os soldados americanos. Segundo os organizadores da Maratona de Honolulu no Iraque, metade dos participantes nunca havia corrido uma maratona. Todos que finalizaram a competição receberam camiseta e medalha de Honolulu.

Havaí - A Maratona do Havaí reuniu cerca de 30 mil atletas. O vencedor oficial foi o etíope Ambesse Tolossa no tempo de 2h13min42. No feminino a vitória ficou com russa Lyubov Denisova em 2h27min19.


Americanos participam de Maratona Honolulu no Iraque

Maratona · 12 dez, 2006

Enquanto milhares de corredores participaram da Maratona de Honolulu no último domingo, 200 membros do exército americano também correram a maratona havaiana. A única diferença é que esse grupo estava no Iraque.

Todos percorreram 42 quilômetros da mesma competição, porém num percurso completamente diferente. O melhor homem da prova no Iraque foi William Smallwood no tempo de 2h53min23. Entre as mulheres, Beth Hoffman, terminou a prova em primeiro no tempo de 3h04min55.

“Quantas pessoas podem correr uma maratona no Iraque?”, declarou feliz o campeão entre os soldados americanos. Segundo os organizadores da Maratona de Honolulu no Iraque, metade dos participantes nunca havia corrido uma maratona. Todos que finalizaram a competição receberam camiseta e medalha de Honolulu.

Havaí - A Maratona do Havaí reuniu cerca de 30 mil atletas. O vencedor oficial foi o etíope Ambesse Tolossa no tempo de 2h13min42. No feminino a vitória ficou com russa Lyubov Denisova em 2h27min19.

Ambesse Tolossa é o campeão de Honolulu

Maratona · 11 dez, 2006

O etíope Ambesse Tolossa venceu a Maratona de Honolulu, Havaí, no último domingo. Ele cruzou a linha de chegada no tempo de 2h13min42 e surpreendeu os adversários Jimmy Muindi, do Quênia, que pretendia travar uma briga pelo pódio com o americano Mbarak Hussein, ambos maiores vencedores da prova. Mas foi Tolossa que garantiu a melhor marca.

Segundo o campeão, o percurso de Honolulu é bem parecido com o revelo da Etiópia, com muitas subidas e descidas, e isso facilitou bastante. A disputa foi acirrada do começo ao fim. Tolossa conseguiu abrir vantagem somente nos quilômetros finais.

Muindi ficou com a segunda posição em 2h14min39. Já o terceiro lugar foi para o também queniano Eric Waiaina (2h16min08). Entre as mulheres a campeã foi a russa Lyubov Denisova em 2h27min19 seguida por sua compatriota Alevtina Biktimirova (2h29min42) e pela japonesa Eri Hayakawa (2h32min31).

De acordo com os organizadores, participaram da competição 28.635 pessoas, O curioso é que e desse grupo 17 mil participantes eram do Japão. Esta é a terceira maior maratona dos Estados Unidos.


Ambesse Tolossa é o campeão de Honolulu

Maratona · 11 dez, 2006

O etíope Ambesse Tolossa venceu a Maratona de Honolulu, Havaí, no último domingo. Ele cruzou a linha de chegada no tempo de 2h13min42 e surpreendeu os adversários Jimmy Muindi, do Quênia, que pretendia travar uma briga pelo pódio com o americano Mbarak Hussein, ambos maiores vencedores da prova. Mas foi Tolossa que garantiu a melhor marca.

Segundo o campeão, o percurso de Honolulu é bem parecido com o revelo da Etiópia, com muitas subidas e descidas, e isso facilitou bastante. A disputa foi acirrada do começo ao fim. Tolossa conseguiu abrir vantagem somente nos quilômetros finais.

Muindi ficou com a segunda posição em 2h14min39. Já o terceiro lugar foi para o também queniano Eric Waiaina (2h16min08). Entre as mulheres a campeã foi a russa Lyubov Denisova em 2h27min19 seguida por sua compatriota Alevtina Biktimirova (2h29min42) e pela japonesa Eri Hayakawa (2h32min31).

De acordo com os organizadores, participaram da competição 28.635 pessoas, O curioso é que e desse grupo 17 mil participantes eram do Japão. Esta é a terceira maior maratona dos Estados Unidos.

Briga entre EUA e Quênia esquenta Maratona de Honolulu

Maratona · 05 dez, 2006

A Maratona de Honolulu acontece no próximo sábado, no Havaí, e a briga promete ser acirrada pelo pódio. Isto porque estarão no field masculino o queniano Jimmy Muindi, cinco vezes campeão da competição e o americano Mbarak Hussein, três vezes vencedor de Honolulu.

Aos 33 anos, o queniano conquistou a prova nos últimos três anos e quer repetir a dose mais uma vez. Mas Hussein, 41 anos, afirmou que pretende quebrar o jejum dos americanos. Há 24 anos, os Estados Unidos não vencem a Maratona de Honolulu.

Antes de 2004, Hussein também era queniano, mas naquele ano ele mudou sua nacionalidade e agora defende os Estados Unidos. Desde então ele só venceu duas maratonas. Os três títulos que possui de Honolulu foram conquistados quando ainda era queniano.

Segundo os organizadores, desde 1998 o primeiro lugar do pódio da maratona havaiana fica entre Muindi e Hussein. Mas para essa edição os dois atletas contarão com a presença do maratonista etíope Ambesse Tolossa, atual campeão da Maratona de Tóquio (2h08min58). O etíope também não deixará a briga pelo pódio fácil.


Briga entre EUA e Quênia esquenta Maratona de Honolulu

Maratona · 05 dez, 2006

A Maratona de Honolulu acontece no próximo sábado, no Havaí, e a briga promete ser acirrada pelo pódio. Isto porque estarão no field masculino o queniano Jimmy Muindi, cinco vezes campeão da competição e o americano Mbarak Hussein, três vezes vencedor de Honolulu.

Aos 33 anos, o queniano conquistou a prova nos últimos três anos e quer repetir a dose mais uma vez. Mas Hussein, 41 anos, afirmou que pretende quebrar o jejum dos americanos. Há 24 anos, os Estados Unidos não vencem a Maratona de Honolulu.

Antes de 2004, Hussein também era queniano, mas naquele ano ele mudou sua nacionalidade e agora defende os Estados Unidos. Desde então ele só venceu duas maratonas. Os três títulos que possui de Honolulu foram conquistados quando ainda era queniano.

Segundo os organizadores, desde 1998 o primeiro lugar do pódio da maratona havaiana fica entre Muindi e Hussein. Mas para essa edição os dois atletas contarão com a presença do maratonista etíope Ambesse Tolossa, atual campeão da Maratona de Tóquio (2h08min58). O etíope também não deixará a briga pelo pódio fácil.

Queniano quebra recorde da Maratona de Honolulu

Maratona · 13 dez, 2004

Neste domingo aconteceu a Maratona de Honolulu no Havaí e os vencedores da prova foram Jimmy Muindi, do Quênia e a russa Lyubov Morgunova. Mas Muindi além de vencer, quebrou o recorde da prova. Ele completou o percurso no tempo de 2:11:12, 32 segundos a menos que o antigo recorde de 1986 (2:11:43). Segundo o atleta, ele já pretendia quebrar esse recorde antes de começar a prova.

A disputa feminina foi acirrada entre Rússia e Japão. E quem ganhou a prova foi a russa Morgunova. Ela cruzou a linha de chegada em 2:27:33 e superou a japonesa Eri Hayakawa que até então defendia o título da prova. A maratonista japonesa ficou descontente com o segundo lugar, completados no tempo de 2:28:11.


Queniano quebra recorde da Maratona de Honolulu

Maratona · 13 dez, 2004

Neste domingo aconteceu a Maratona de Honolulu no Havaí e os vencedores da prova foram Jimmy Muindi, do Quênia e a russa Lyubov Morgunova. Mas Muindi além de vencer, quebrou o recorde da prova. Ele completou o percurso no tempo de 2:11:12, 32 segundos a menos que o antigo recorde de 1986 (2:11:43). Segundo o atleta, ele já pretendia quebrar esse recorde antes de começar a prova.

A disputa feminina foi acirrada entre Rússia e Japão. E quem ganhou a prova foi a russa Morgunova. Ela cruzou a linha de chegada em 2:27:33 e superou a japonesa Eri Hayakawa que até então defendia o título da prova. A maratonista japonesa ficou descontente com o segundo lugar, completados no tempo de 2:28:11.