congressos

Gatorade Sports Science Institute aborda corrida

Corridas de Rua · 22 fev, 2003

Realizado pelo Gatorade Sports Science Institute (GSSI), aconteceu na tarde de ontem no Clube Pinheiros, em São Paulo, o Workshop Científico GSSI – Aspectos Nutricionais e Psicológicos do Treino de Corrida, com duas palestras proferidas.

O público formado em sua grande maioria por estudantes ligados a atividades esportivas, como educação física, nutrição, fisiologia, fisioterapia entre outros, puderam assistir as palestras feitas pela Dra. Cynthia Antonaccio e o preparador físico José Rubens D’ellia.

Antonaccio, mestre em nutrição, discorreu sobre o tema “Esportes de Endurance: Alimentação, antes, durante e após!”, relatando o aspectos que envolvem as fontes de energia, carboidrato e sua correlação com a intensidade do exercício, adaptações de treinamento, alimentação, hidratação, suplementação entre outros assuntos.

D’ellia, por sua vez, falou sobre “Aspectos Posturais e Psicológicos da Atividade Física e do Treinamento de Ato Nível”. Apresentando exemplo simples e práticos de como deve ser uma postura correta, tanto no dia-a-dia como na hora do treino, o treinador que é especializado em Fisiologia do Exercício na Espanha, ainda apresentou os fundamentos e exercícios de técnicas de corridas (educativos) que otimizam a performance.

Gatorade Sports Science Institute – GSSI é uma instituição sem fins lucrativos, dedicada exclusivamente ao desenvolvimento das Ciências do Esporte com mais de 15 anos de atuação e que já atingiu um público superior a 80.000 profissionais ligados as áreas de Medicina, Nutrição e esportes por meio de pesquisas, revisões científicas, publicações, estudos e congressos.


Gatorade Sports Science Institute aborda corrida

Corridas de Rua · 22 fev, 2003

Realizado pelo Gatorade Sports Science Institute (GSSI), aconteceu na tarde de ontem no Clube Pinheiros, em São Paulo, o Workshop Científico GSSI – Aspectos Nutricionais e Psicológicos do Treino de Corrida, com duas palestras proferidas.

O público formado em sua grande maioria por estudantes ligados a atividades esportivas, como educação física, nutrição, fisiologia, fisioterapia entre outros, puderam assistir as palestras feitas pela Dra. Cynthia Antonaccio e o preparador físico José Rubens D’ellia.

Antonaccio, mestre em nutrição, discorreu sobre o tema “Esportes de Endurance: Alimentação, antes, durante e após!”, relatando o aspectos que envolvem as fontes de energia, carboidrato e sua correlação com a intensidade do exercício, adaptações de treinamento, alimentação, hidratação, suplementação entre outros assuntos.

D’ellia, por sua vez, falou sobre “Aspectos Posturais e Psicológicos da Atividade Física e do Treinamento de Ato Nível”. Apresentando exemplo simples e práticos de como deve ser uma postura correta, tanto no dia-a-dia como na hora do treino, o treinador que é especializado em Fisiologia do Exercício na Espanha, ainda apresentou os fundamentos e exercícios de técnicas de corridas (educativos) que otimizam a performance.

Gatorade Sports Science Institute – GSSI é uma instituição sem fins lucrativos, dedicada exclusivamente ao desenvolvimento das Ciências do Esporte com mais de 15 anos de atuação e que já atingiu um público superior a 80.000 profissionais ligados as áreas de Medicina, Nutrição e esportes por meio de pesquisas, revisões científicas, publicações, estudos e congressos.

Dia do esportista terá palestra no Clube Sírio

Corridas de Rua · 17 fev, 2003

No dia 19 de fevereiro (próxima quarta-feira) às 19 horas, o Esporte Clube Sírio promove a Palestra Saúde Esportiva – Qualidade de vida é saúde - Saúde é movimento, com o técnico e maratonista Wanderlei de Oliveira, consultor do WebRun, foi o comentarista da 78ª Corrida Internacional de São Silvestre na TV Gazeta.

Temas abordados:

  • Como iniciar e se preparar para as corridas de rua?
  • É possível começar correr após aos 60 anos de idade?
  • Quais os benefícios da prática da corrida?
  • Como escolher o tênis ideal?

As inscrições podem ser feitas na sede do clube na Avenida Indianópolis, 1192 (Moema), ou pelo telefone 5584-0011 r 245 - secretaria esportiva.


Dia do esportista terá palestra no Clube Sírio

Corridas de Rua · 17 fev, 2003

No dia 19 de fevereiro (próxima quarta-feira) às 19 horas, o Esporte Clube Sírio promove a Palestra Saúde Esportiva – Qualidade de vida é saúde - Saúde é movimento, com o técnico e maratonista Wanderlei de Oliveira, consultor do WebRun, foi o comentarista da 78ª Corrida Internacional de São Silvestre na TV Gazeta.

Temas abordados:

  • Como iniciar e se preparar para as corridas de rua?
  • É possível começar correr após aos 60 anos de idade?
  • Quais os benefícios da prática da corrida?
  • Como escolher o tênis ideal?

As inscrições podem ser feitas na sede do clube na Avenida Indianópolis, 1192 (Moema), ou pelo telefone 5584-0011 r 245 - secretaria esportiva.

Horário de treinamento e a performance

Corridas de Rua · 14 fev, 2003

A "Avaliação do Esporte" será o tema central da abertura do Congresso Internacional de Treinamento Esportivo, que acontecerá entre os dias 18 e 20 de março, no Blue Tree Convention Ibirapuera, em São Paulo.

Uma das palestras do primeiro dia será sobre "O ritmo biológico e a sua relação com a performance esportiva", ministrada por Marco Túlio de Mello, professor do Centro de Excelência Esportiva (Cenesp) da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp)/Escola Paulista de Medicina.

Nesta palestra, Túlio de Mello explicará como os atletas podem tirar melhor proveito dos treinamentos. Com a ajuda de aparelhos específicos e de questionários, qualquer esportista pode ser avaliado e, a partir dos resultados, é possível descobrir qual o horário mais apropriado para a prática do seu esporte.

"Nosso intuito no Congresso é mostrar que temos condições de ajudar os esportistas. Hoje em dia a ciência tem evoluído muito e já podemos orientar os atletas para que encontrem o melhor horário do dia para realizar os treinamentos, visando melhor desempenho em sua modalidade", explica Túlio de Mello.

Para um atleta de maratona, por exemplo, o horário entre o fim da tarde e o início da noite é o melhor para competições, assim como para a prática de exercícios aeróbios. Já para exercícios de força, a parte da manhã é mais apropriada.

Outro fator que exerce influência sobre o ritmo biológico é o fuso horário. Muitos atletas têm dificuldades no período de adaptação do seu ritmo biológico ao novo horário e, por meio de avaliações, também é possível minimizar esses efeitos. Nas Para-Olímpiadas de Sydney, em 2000, a equipe de Túlio de Mello fez um trabalho de adaptação dos atletas, que conseguiram bom desempenho.

"É importante que todo esportista faça uma avaliação individual, pois cada pessoa tem o seu ritmo biológico. Quando trabalhamos com esportes coletivos avaliamos cada atleta e, depois, fazemos uma média do grupo, para descobrir qual o horário de melhor rendimento. Com a avaliação individual, o técnico da equipe pode usá-la a seu favor, escolhendo o atleta que melhor se adapta ao horário em que a competição será realizada", afirma.


Horário de treinamento e a performance

Corridas de Rua · 14 fev, 2003

A "Avaliação do Esporte" será o tema central da abertura do Congresso Internacional de Treinamento Esportivo, que acontecerá entre os dias 18 e 20 de março, no Blue Tree Convention Ibirapuera, em São Paulo.

Uma das palestras do primeiro dia será sobre "O ritmo biológico e a sua relação com a performance esportiva", ministrada por Marco Túlio de Mello, professor do Centro de Excelência Esportiva (Cenesp) da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp)/Escola Paulista de Medicina.

Nesta palestra, Túlio de Mello explicará como os atletas podem tirar melhor proveito dos treinamentos. Com a ajuda de aparelhos específicos e de questionários, qualquer esportista pode ser avaliado e, a partir dos resultados, é possível descobrir qual o horário mais apropriado para a prática do seu esporte.

"Nosso intuito no Congresso é mostrar que temos condições de ajudar os esportistas. Hoje em dia a ciência tem evoluído muito e já podemos orientar os atletas para que encontrem o melhor horário do dia para realizar os treinamentos, visando melhor desempenho em sua modalidade", explica Túlio de Mello.

Para um atleta de maratona, por exemplo, o horário entre o fim da tarde e o início da noite é o melhor para competições, assim como para a prática de exercícios aeróbios. Já para exercícios de força, a parte da manhã é mais apropriada.

Outro fator que exerce influência sobre o ritmo biológico é o fuso horário. Muitos atletas têm dificuldades no período de adaptação do seu ritmo biológico ao novo horário e, por meio de avaliações, também é possível minimizar esses efeitos. Nas Para-Olímpiadas de Sydney, em 2000, a equipe de Túlio de Mello fez um trabalho de adaptação dos atletas, que conseguiram bom desempenho.

"É importante que todo esportista faça uma avaliação individual, pois cada pessoa tem o seu ritmo biológico. Quando trabalhamos com esportes coletivos avaliamos cada atleta e, depois, fazemos uma média do grupo, para descobrir qual o horário de melhor rendimento. Com a avaliação individual, o técnico da equipe pode usá-la a seu favor, escolhendo o atleta que melhor se adapta ao horário em que a competição será realizada", afirma.

Inscreva-se no Congresso de Treinamento Esportivo

Corridas de Rua · 29 jan, 2003

As inscrições para o I Congresso Internacional de Treinamento Esportivo que acontece entre os dias 18 e 20 de março de 2003, já estão abertas e custam R$ 100,00 (cem reais) para profissionais e R$ 80,00 (oitenta reais) para estudantes e podem ser feitas “on line” através do site da organização do evento onde esta disponível a programação completa.

Inscrições:
Para se inscrever on line acesse o site oficial do evento clicando aqui.

Mais informações:
Tel.: (11) 5053-9444.


Inscreva-se no Congresso de Treinamento Esportivo

Corridas de Rua · 29 jan, 2003

As inscrições para o I Congresso Internacional de Treinamento Esportivo que acontece entre os dias 18 e 20 de março de 2003, já estão abertas e custam R$ 100,00 (cem reais) para profissionais e R$ 80,00 (oitenta reais) para estudantes e podem ser feitas “on line” através do site da organização do evento onde esta disponível a programação completa.

Inscrições:
Para se inscrever on line acesse o site oficial do evento clicando aqui.

Mais informações:
Tel.: (11) 5053-9444.

Congresso de Treinamento Esportivo será em São Paulo

Corridas de Rua · 28 jan, 2003

A cidade de São Paulo sediará entre os dias 18 e 20 de março, o I Congresso Internacional de Treinamento Esportivo, que reunirá 93 nomes do esporte do Brasil e do exterior, especialistas nas principais modalidades olímpicas, além de técnicos, médicos e acadêmicos das áreas de fisiologia, nutrição, medicina do esporte e ortopedia.

O evento abordará temas ligados a avaliação do esporte, detecção de talentos, tendências na preparação e treinamento de atletas, além de um plenário sobre a política nacional para o esporte. Haverá ainda, 16 salas que vão discutir os principais esportes olímpicos do Brasil.

Entre os principais participantes ligados ao atletismo estarão presentes: Nélio Afrânio Moura, treinador de esportistas de ponta do atletismo brasileiro, como Maurren Maggi e Jadel Gregório e Paulo Zogaib da Escola Paulista de Medicina. Entre os estrangeiros destacam-se: David Montgomery, do Canadá, que falará sobre mensurações em esportes de alto nível; Juan Ramon Velazquez Hernandez, de Cuba, Jason Gulbin, da Austrália, e Armando Henrique Pancobo Sandoval, também de Cuba, que abordarão a detecção de talentos nos esportes olímpicos; e o alemão Jürgen Weineck, da Universidade de Erlangen, Nuremberg, que mostrará novas tendências de preparação e treinamento de atletas.

Paralelamente ao congresso, será organizada uma feira de modalidades olímpicas e pára-olímpicas, em que diversas empresas apresentarão produtos e serviços ligados às Ciências do Esporte.


Congresso de Treinamento Esportivo será em São Paulo

Corridas de Rua · 28 jan, 2003

A cidade de São Paulo sediará entre os dias 18 e 20 de março, o I Congresso Internacional de Treinamento Esportivo, que reunirá 93 nomes do esporte do Brasil e do exterior, especialistas nas principais modalidades olímpicas, além de técnicos, médicos e acadêmicos das áreas de fisiologia, nutrição, medicina do esporte e ortopedia.

O evento abordará temas ligados a avaliação do esporte, detecção de talentos, tendências na preparação e treinamento de atletas, além de um plenário sobre a política nacional para o esporte. Haverá ainda, 16 salas que vão discutir os principais esportes olímpicos do Brasil.

Entre os principais participantes ligados ao atletismo estarão presentes: Nélio Afrânio Moura, treinador de esportistas de ponta do atletismo brasileiro, como Maurren Maggi e Jadel Gregório e Paulo Zogaib da Escola Paulista de Medicina. Entre os estrangeiros destacam-se: David Montgomery, do Canadá, que falará sobre mensurações em esportes de alto nível; Juan Ramon Velazquez Hernandez, de Cuba, Jason Gulbin, da Austrália, e Armando Henrique Pancobo Sandoval, também de Cuba, que abordarão a detecção de talentos nos esportes olímpicos; e o alemão Jürgen Weineck, da Universidade de Erlangen, Nuremberg, que mostrará novas tendências de preparação e treinamento de atletas.

Paralelamente ao congresso, será organizada uma feira de modalidades olímpicas e pára-olímpicas, em que diversas empresas apresentarão produtos e serviços ligados às Ciências do Esporte.