Cobertura_MeiadePomerode_2011

Meia Maratona de Pomerode reúne 1.300 corredores

Meia Maratona · 30 out, 2011

Direto de Pomerode (SC) - O clima colaborou para a quarta edição da Meia Maratona de Pomerode (SC), disputada neste domingo, 30 de outubro. A chuva que caiu incessantemente na cidade mais alemã do Brasil durante a véspera deu trégua para a realização da prova, disputada sob céu nublado, e voltou logo após o término da corrida.

Com temperatura agradável e banda germânica para animar os corredores, a largada da Meia foi dada às 8h, seguida da largada da Corrida Rústica – seis quilômetros em paralelepípedos. Às 9h30, na pista de atletismo, foi disputada a Maratoninha, prova de 400m para crianças. Cerca de 1.300 competidores participaram de todas as provas.

Na categoria masculina da Meia Maratona, o vencedor foi Elson Alex Gracioli, terceiro em 2009, com 1h06min40 de prova. Morador de Rio do Sul (SC), Elson transformou as adversidades em vitória. “Tivemos problemas sérios com chuvas em Rio do Sul neste ano, muita gente perdeu tudo, a academia onde trabalho inundou até o segundo andar”, conta o primeiro colocado.

“Só conseguia treinar em uma serra. Por isso fui para minha cidade natal, Santa Maria (RS), no final de setembro e fiz quatro ótimas semanas de treino”, explica Elson, justificando a vitória. “Esperava correr bem, só tinha que aguardar o momento certo de ‘sair’”, analisa o ganhador, que apertou o ritmo no quilômetro 16 para se destacar do pelotão de frente e liderar até o final.

Estreante no evento, o fundista Adilson Alves Dolberth chegou em segundo, com 1h07min. “Já conhecia a prova, sou blumenauense e estava em casa, vim prestigiar”, explica o corredor, que comentou sobre o percurso. “É plano, mas a volta engana. Algumas irregularidades dificultam um pouco”.

Feminino - Entre as mulheres, Rosa Jussara Barbosa venceu a Meia de Pomerode pela terceira vez, com 1h19min39. A fundista liderou o percurso a partir do quilômetro 14, mas só abriu vantagem no quilômetro 18.

Apesar do tricampeonato, Rosa ressalta a competitividade das adversárias. “Outras também tinham condição de vencer, a prova é decidida nos quilômetros finais”, revela a vencedora. O segundo lugar ficou com Rosângela Gavinski, com 1h20min28.

Na Corrida Rústica, a ganhadora foi Elisângela Ferreira de Oliveira, que triunfou em todas as edições da corrida. A tetracampeã assumiu que o tempo favoreceu os corredores e expôs seu maior obstáculo na prova.

“O clima contribuiu bastante. Eu tenho dificuldade de correr em paralelepípedo, porque você não consegue desempenhar bem”, explica. “Fico com medo de cair porque o corpo fica instável, você não tem tração”, conclui Elisângela.

Entre os homens, Marcos Antônio Capistrano venceu a Corrida Rústica, com 17min25. O segundo colocado foi Allisson Rocha Peres, com 17min42.

Confira na próxima página os tempos completos dos vencedores

Confira os vencedores da 4ª Meia Maratona e da 4ª Corrida Rústica de Pomerode:

Meia Maratona Masculino

  • 1º Elson Alex Gracioli – 1h06min40
  • 2º Adilson Alves Dolberth – 1h07min
  • 3º José Rodrigues dos Santos – 1h07min12
  • 4º Mateus Soares Trindade – 1h0min27
  • 5º Alessandro de Souza – 1h07min30
  • Meia Maratona Feminino

  • 1ª Rosa Jussara Barbosa – 1h19min39
  • 2ª Rosângela Gavinski da Silva – 1h20min28
  • 3ª Dione D’Agostini Chillemi – 1h20min49
  • 4ª Luciana Beatriz de Lima da Luz – 1h23min11
  • 5ª Letícia da Silva Saltori – 1h23min59
  • Corrida Rústica Masculino

  • 1º Marcos Antonio Capistrano – 17min25
  • 2º Allisson Rocha Peres – 17min42
  • 3º Mirivaldo do Nascimento Souza – 17min54
  • 4º Anísio Rodrigues Filho – 17min55
  • 5º Felipe Cargenelutti – 17min56
  • Corrida Rústica Feminino

  • 1ª Elisângela Ferreira de Oliveira – 21min03
  • 2ª Lucirda Aparecida Matias – 24min08
  • 3ª Adriane Rossi de Souza – 24min27
  • 4ª Simone Barbosa – 24min56
  • 5ª Solange de Vargas – 25min25


  • Meia Maratona de Pomerode reúne 1.300 corredores

    Meia Maratona · 30 out, 2011

    Direto de Pomerode (SC) - O clima colaborou para a quarta edição da Meia Maratona de Pomerode (SC), disputada neste domingo, 30 de outubro. A chuva que caiu incessantemente na cidade mais alemã do Brasil durante a véspera deu trégua para a realização da prova, disputada sob céu nublado, e voltou logo após o término da corrida.

    Com temperatura agradável e banda germânica para animar os corredores, a largada da Meia foi dada às 8h, seguida da largada da Corrida Rústica – seis quilômetros em paralelepípedos. Às 9h30, na pista de atletismo, foi disputada a Maratoninha, prova de 400m para crianças. Cerca de 1.300 competidores participaram de todas as provas.

    Na categoria masculina da Meia Maratona, o vencedor foi Elson Alex Gracioli, terceiro em 2009, com 1h06min40 de prova. Morador de Rio do Sul (SC), Elson transformou as adversidades em vitória. “Tivemos problemas sérios com chuvas em Rio do Sul neste ano, muita gente perdeu tudo, a academia onde trabalho inundou até o segundo andar”, conta o primeiro colocado.

    “Só conseguia treinar em uma serra. Por isso fui para minha cidade natal, Santa Maria (RS), no final de setembro e fiz quatro ótimas semanas de treino”, explica Elson, justificando a vitória. “Esperava correr bem, só tinha que aguardar o momento certo de ‘sair’”, analisa o ganhador, que apertou o ritmo no quilômetro 16 para se destacar do pelotão de frente e liderar até o final.

    Estreante no evento, o fundista Adilson Alves Dolberth chegou em segundo, com 1h07min. “Já conhecia a prova, sou blumenauense e estava em casa, vim prestigiar”, explica o corredor, que comentou sobre o percurso. “É plano, mas a volta engana. Algumas irregularidades dificultam um pouco”.

    Feminino - Entre as mulheres, Rosa Jussara Barbosa venceu a Meia de Pomerode pela terceira vez, com 1h19min39. A fundista liderou o percurso a partir do quilômetro 14, mas só abriu vantagem no quilômetro 18.

    Apesar do tricampeonato, Rosa ressalta a competitividade das adversárias. “Outras também tinham condição de vencer, a prova é decidida nos quilômetros finais”, revela a vencedora. O segundo lugar ficou com Rosângela Gavinski, com 1h20min28.

    Na Corrida Rústica, a ganhadora foi Elisângela Ferreira de Oliveira, que triunfou em todas as edições da corrida. A tetracampeã assumiu que o tempo favoreceu os corredores e expôs seu maior obstáculo na prova.

    “O clima contribuiu bastante. Eu tenho dificuldade de correr em paralelepípedo, porque você não consegue desempenhar bem”, explica. “Fico com medo de cair porque o corpo fica instável, você não tem tração”, conclui Elisângela.

    Entre os homens, Marcos Antônio Capistrano venceu a Corrida Rústica, com 17min25. O segundo colocado foi Allisson Rocha Peres, com 17min42.

    Confira na próxima página os tempos completos dos vencedores

    Confira os vencedores da 4ª Meia Maratona e da 4ª Corrida Rústica de Pomerode:

    Meia Maratona Masculino

  • 1º Elson Alex Gracioli – 1h06min40
  • 2º Adilson Alves Dolberth – 1h07min
  • 3º José Rodrigues dos Santos – 1h07min12
  • 4º Mateus Soares Trindade – 1h0min27
  • 5º Alessandro de Souza – 1h07min30
  • Meia Maratona Feminino

  • 1ª Rosa Jussara Barbosa – 1h19min39
  • 2ª Rosângela Gavinski da Silva – 1h20min28
  • 3ª Dione D’Agostini Chillemi – 1h20min49
  • 4ª Luciana Beatriz de Lima da Luz – 1h23min11
  • 5ª Letícia da Silva Saltori – 1h23min59
  • Corrida Rústica Masculino

  • 1º Marcos Antonio Capistrano – 17min25
  • 2º Allisson Rocha Peres – 17min42
  • 3º Mirivaldo do Nascimento Souza – 17min54
  • 4º Anísio Rodrigues Filho – 17min55
  • 5º Felipe Cargenelutti – 17min56
  • Corrida Rústica Feminino

  • 1ª Elisângela Ferreira de Oliveira – 21min03
  • 2ª Lucirda Aparecida Matias – 24min08
  • 3ª Adriane Rossi de Souza – 24min27
  • 4ª Simone Barbosa – 24min56
  • 5ª Solange de Vargas – 25min25

  • Bernardo Fonseca palestra para atletas da Meia Maratona de Pomerode

    Meia Maratona · 30 out, 2011

    Direto de Pomerode - A cidade mais alemã do Brasil, Pomerode, em Santa Catarina, está pronta para receber a quarta Meia Maratona de Pomerode, que será disputada no domingo (30/10). Neste sábado, 29 de outubro, os corredores fizeram a retirada dos kits e assistiram uma palestra com o ultra maratonista Bernardo Fonseca.

    No kit, a principal surpresa é a camiseta, de algodão. Como um número considerável de competidores utiliza camisetas de outras provas ou de suas equipes, o organizador Ricardo Ziehlsdorff optou por oferecer uma camiseta pólo.

    O corredor Pedro Vieira Prudêncio, aprovou a escolha. “É uma camiseta de passeio muito bonita, gostei muito”, diz o fundista, de Tubarão (SC). À noite os inscritos foram recebidos por pomerodenses em trajes típicos no Teatro Municipal de Pomerode para a palestra de Bernardo Fonseca – que além de atleta é organizador do circuito XTerra no Brasil.

    Em seu discurso motivacional, o ultramaratonista contou sua trajetória pessoal, com ênfase no sucesso obtido na Antártida no final de 2010 – quando venceu a Ice Marathon e a Ultra Maratona de 100 quilômetros. Ao término, tirou dúvidas dos atletas e passou a mensagem para quem quer encarar desafios ambiciosos. “Não existe milagre, existe treinamento”, disse Bernardo, ao responder um participante.

    Pedro Prudêncio elogiou a palestra. “Vi que podemos fazer muito mais do que o que a gente treina”, comenta. O corredor Juvêncio Campestrini, de Joinville (SC), também sentiu-se incentivado. “É um agente motivador, com certeza. Foi muito interessante”, define.

    Do Teatro, os competidores dirigiram-se ao Jantar de Massas, que foi embalado pela exibição de danças folcóricas pomeranas. Foi o último compromisso antes da largada, que será às 8h de domingo, seguida da largada da Corrida Rústica (seis quilômetros) às 8h15 e da Maratoninha (prova infantil) às 9h30.


    Bernardo Fonseca palestra para atletas da Meia Maratona de Pomerode

    Meia Maratona · 30 out, 2011

    Direto de Pomerode - A cidade mais alemã do Brasil, Pomerode, em Santa Catarina, está pronta para receber a quarta Meia Maratona de Pomerode, que será disputada no domingo (30/10). Neste sábado, 29 de outubro, os corredores fizeram a retirada dos kits e assistiram uma palestra com o ultra maratonista Bernardo Fonseca.

    No kit, a principal surpresa é a camiseta, de algodão. Como um número considerável de competidores utiliza camisetas de outras provas ou de suas equipes, o organizador Ricardo Ziehlsdorff optou por oferecer uma camiseta pólo.

    O corredor Pedro Vieira Prudêncio, aprovou a escolha. “É uma camiseta de passeio muito bonita, gostei muito”, diz o fundista, de Tubarão (SC). À noite os inscritos foram recebidos por pomerodenses em trajes típicos no Teatro Municipal de Pomerode para a palestra de Bernardo Fonseca – que além de atleta é organizador do circuito XTerra no Brasil.

    Em seu discurso motivacional, o ultramaratonista contou sua trajetória pessoal, com ênfase no sucesso obtido na Antártida no final de 2010 – quando venceu a Ice Marathon e a Ultra Maratona de 100 quilômetros. Ao término, tirou dúvidas dos atletas e passou a mensagem para quem quer encarar desafios ambiciosos. “Não existe milagre, existe treinamento”, disse Bernardo, ao responder um participante.

    Pedro Prudêncio elogiou a palestra. “Vi que podemos fazer muito mais do que o que a gente treina”, comenta. O corredor Juvêncio Campestrini, de Joinville (SC), também sentiu-se incentivado. “É um agente motivador, com certeza. Foi muito interessante”, define.

    Do Teatro, os competidores dirigiram-se ao Jantar de Massas, que foi embalado pela exibição de danças folcóricas pomeranas. Foi o último compromisso antes da largada, que será às 8h de domingo, seguida da largada da Corrida Rústica (seis quilômetros) às 8h15 e da Maratoninha (prova infantil) às 9h30.

    Meia de Pomerode confirma Bernardo Fonseca como padrinho

    Meia Maratona · 11 out, 2011

    A organização da Meia Maratona de Pomerode (SC) confirmou o ultramaratonista Bernardo Fonseca como padrinho para a quarta edição da prova, em 30 de outubro. Bernardo ganhou notoriedade após conquistar em 2010 a Maratona do Gelo e, no dia seguinte, a Ultramaratona da Antártida (100 quilômetros).

    Com a experiência de quem venceu o desafio de mais de 140 quilôemtros em dois dias sob temperaturas de frio extremo, Bernardo palestrará aos competidores no sábado (29/10), para motivar os corredores da Meia Maratona de Pomerode. “Recebi o convite e achei muito legal ter a oportunidade de passar um pouco da minha experiência”, conta o ultramaratonista.

    “A idéia de trazer o Bernardo Fonseca é justamente para mostrar que com força de vontade e determinação conquistamos nossos objetivos”, conta Ricardo Ziehlsdorff, organizador geral da Meia Maratona de Pomerode. Além de ultramaratonista, Bernardo é o responsável pelo circuito XTerra no Brasil.

    O corredor afirma que a corrida despertou seu interesse por ter uma característica peculiar. “Eu gosto de provas com temas diferenciados, é inspirador”, esclarece, citando o aspecto colonial da cidade mais alemã do Brasil.

    A Meia Maratona de Pomerode contará com bandas típicas para incentivar os participantes ao longo do percurso. “Dei uma estudada na prova, achei muito interessante o clima ‘familiar’ alemão”, afirma Bernardo.

    Além das bandas, grupos folclóricos se apresentarão durante o jantar de massas na véspera da corrida e os finishers terão à sua disposição uma chopeira após a chegada para a hidratação. Para os vencedores, o brinde da vitória será com uma tradicional tulipa de chopp de metro.

    Inscrições - Mais informações sobre a prova e inscrições podem ser encontradas no site oficial, www.meiamaratonadepomerode.com.br.


    Meia de Pomerode confirma Bernardo Fonseca como padrinho

    Meia Maratona · 11 out, 2011

    A organização da Meia Maratona de Pomerode (SC) confirmou o ultramaratonista Bernardo Fonseca como padrinho para a quarta edição da prova, em 30 de outubro. Bernardo ganhou notoriedade após conquistar em 2010 a Maratona do Gelo e, no dia seguinte, a Ultramaratona da Antártida (100 quilômetros).

    Com a experiência de quem venceu o desafio de mais de 140 quilôemtros em dois dias sob temperaturas de frio extremo, Bernardo palestrará aos competidores no sábado (29/10), para motivar os corredores da Meia Maratona de Pomerode. “Recebi o convite e achei muito legal ter a oportunidade de passar um pouco da minha experiência”, conta o ultramaratonista.

    “A idéia de trazer o Bernardo Fonseca é justamente para mostrar que com força de vontade e determinação conquistamos nossos objetivos”, conta Ricardo Ziehlsdorff, organizador geral da Meia Maratona de Pomerode. Além de ultramaratonista, Bernardo é o responsável pelo circuito XTerra no Brasil.

    O corredor afirma que a corrida despertou seu interesse por ter uma característica peculiar. “Eu gosto de provas com temas diferenciados, é inspirador”, esclarece, citando o aspecto colonial da cidade mais alemã do Brasil.

    A Meia Maratona de Pomerode contará com bandas típicas para incentivar os participantes ao longo do percurso. “Dei uma estudada na prova, achei muito interessante o clima ‘familiar’ alemão”, afirma Bernardo.

    Além das bandas, grupos folclóricos se apresentarão durante o jantar de massas na véspera da corrida e os finishers terão à sua disposição uma chopeira após a chegada para a hidratação. Para os vencedores, o brinde da vitória será com uma tradicional tulipa de chopp de metro.

    Inscrições - Mais informações sobre a prova e inscrições podem ser encontradas no site oficial, www.meiamaratonadepomerode.com.br.

    Meia de Pomerode chega à quarta edição com status de “imperdível”

    Corridas de Rua · 21 set, 2011

    A Meia Maratona de Pomerode, que será disputada em 30 de outubro na cidade do interior catarinense, chega ao seu quarto ano com um diferencial. Em janeiro, a prova na chamada “cidade mais alemã do Brasil” foi eleita pela revista Contra Relógio como uma das 20 corridas no País que um corredor não pode deixar de participar pelo menos uma vez.

    Os critérios da revista levaram em conta pontos como charme, desafios ou belezas naturais proporcionados pelo percurso e pela atmosfera local de cada corrida. Pomerode é uma cidade típica de colonização germânica, com 27 mil habitantes, construções características e diversas referências às tradições da região noroeste da Alemanha, o que credencia sua corrida de rua como a detentora de um dos percursos mais ímpares em solo nacional.

    A origem da Meia de Pomerode é curiosa. “A prova surgiu acidentalmente”, explica Ricardo Ziehlsdorff, idealizador da Meia. “A Laticínios Pomerode [empresa local de queijos típicos alemães] queria realizar um evento esportivo e pensamos em um campeonato de voleibol entre os clubes de Caça e Tiro, tradicionais aqui”, lembra Ziehlsdorff.

    No entanto, na época o ginásio da cidade estava reservado para a disputa dos Jogos Abertos de Santa Catarina e a decisão alternativa foi criar uma corrida de rua. “Naquele tempo eu não sabia nem que uma meia maratona tinha 21 quilômetros!”, brinca o organizador.

    Chopp para os finishers, kit diferente - Na chegada haverá uma chopeira para os que completarem a prova e os vencedores das categorias masculina e feminina ganharão uma tulipa de chopp de metro “ao invés de champanhe”, como diz Ziehlsdorff.

    Outra particularidade é o kit, diferente do usual. “Vimos nos últimos anos que nem 5% dos atletas usa a camisa da prova, eles utilizam camisas de equipes, patrocinadores ou de outra provas”, explica. “Resolvemos fazer uma camisa polo para os participantes, uma camisa de passeio da prova”, conta o organizador.

    A inovação se estende também para os brindes, como conta Ziehlsdorff. “Não vamos colocar boné ou viseira, todos já tem. Resolvemos dar uma necessaire para o corredor colocar os utensílios de higiene básica”.
    Foi confirmada também a presença de coelhos – os marcadores de ritmo – para diferentes tempos na meia maratona. A expectativa da organização é que de 1.800 a 2000 corredores participem da corrida. Além da meia, será disputada a Corrida Rústica, de seis quilômetros, com percurso diferente – trechos de asfalto, ciclovia e paralelepípedo, a pavimentação da cidade.

    Quem disputar essa prova enfrentará uma leve subida na altura do quilômetro três, o que não acontece na meia, que é inteira em asfalto e percurso plano. Para crianças e adolescentes de seis a 14 anos, haverá a disputa da Maratoninha, corrida de 400 metros na pista de atletismo da cidade, em categorias divididas por faixa etária.

    Inscrição - As inscrições podem ser feitas até 21/10 em www.meiamaratonadepomerode.com.br.


    Meia de Pomerode chega à quarta edição com status de “imperdível”

    Corridas de Rua · 21 set, 2011

    A Meia Maratona de Pomerode, que será disputada em 30 de outubro na cidade do interior catarinense, chega ao seu quarto ano com um diferencial. Em janeiro, a prova na chamada “cidade mais alemã do Brasil” foi eleita pela revista Contra Relógio como uma das 20 corridas no País que um corredor não pode deixar de participar pelo menos uma vez.

    Os critérios da revista levaram em conta pontos como charme, desafios ou belezas naturais proporcionados pelo percurso e pela atmosfera local de cada corrida. Pomerode é uma cidade típica de colonização germânica, com 27 mil habitantes, construções características e diversas referências às tradições da região noroeste da Alemanha, o que credencia sua corrida de rua como a detentora de um dos percursos mais ímpares em solo nacional.

    A origem da Meia de Pomerode é curiosa. “A prova surgiu acidentalmente”, explica Ricardo Ziehlsdorff, idealizador da Meia. “A Laticínios Pomerode [empresa local de queijos típicos alemães] queria realizar um evento esportivo e pensamos em um campeonato de voleibol entre os clubes de Caça e Tiro, tradicionais aqui”, lembra Ziehlsdorff.

    No entanto, na época o ginásio da cidade estava reservado para a disputa dos Jogos Abertos de Santa Catarina e a decisão alternativa foi criar uma corrida de rua. “Naquele tempo eu não sabia nem que uma meia maratona tinha 21 quilômetros!”, brinca o organizador.

    Chopp para os finishers, kit diferente - Na chegada haverá uma chopeira para os que completarem a prova e os vencedores das categorias masculina e feminina ganharão uma tulipa de chopp de metro “ao invés de champanhe”, como diz Ziehlsdorff.

    Outra particularidade é o kit, diferente do usual. “Vimos nos últimos anos que nem 5% dos atletas usa a camisa da prova, eles utilizam camisas de equipes, patrocinadores ou de outra provas”, explica. “Resolvemos fazer uma camisa polo para os participantes, uma camisa de passeio da prova”, conta o organizador.

    A inovação se estende também para os brindes, como conta Ziehlsdorff. “Não vamos colocar boné ou viseira, todos já tem. Resolvemos dar uma necessaire para o corredor colocar os utensílios de higiene básica”.
    Foi confirmada também a presença de coelhos – os marcadores de ritmo – para diferentes tempos na meia maratona. A expectativa da organização é que de 1.800 a 2000 corredores participem da corrida. Além da meia, será disputada a Corrida Rústica, de seis quilômetros, com percurso diferente – trechos de asfalto, ciclovia e paralelepípedo, a pavimentação da cidade.

    Quem disputar essa prova enfrentará uma leve subida na altura do quilômetro três, o que não acontece na meia, que é inteira em asfalto e percurso plano. Para crianças e adolescentes de seis a 14 anos, haverá a disputa da Maratoninha, corrida de 400 metros na pista de atletismo da cidade, em categorias divididas por faixa etária.

    Inscrição - As inscrições podem ser feitas até 21/10 em www.meiamaratonadepomerode.com.br.

    Inscrições para Meia Maratona de Pomerode vão até dia 21 de outubro

    Corridas de Rua · 16 set, 2011

    A quarta edição da Meia Maratona de Pomerode, que será realizada no dia 30 de outubro, segue com as inscrições abertas. A competição será na cidade de Pomerode (SC), conhecida como “a cidade mais alemã do Brasil", e terá a meia maratona (21 quilômetros), uma corrida rústica (seis quilômetros) e a maratoninha (400 metros), para crianças de seis a 14 anos.

    No sábado, dia 29 de outubro, serão entregues os kits dos inscritos no Pavilhão de Eventos de Pomerode, das nove às 18h30. Ainda no sábado, das 18h30 às 21h30 ocorrerá o jantar de massas, no mesmo local da entrega dos kits.

    No domingo, dia 30 de outubro, a largada da Meia Maratona de Pomerode será às oito horas, no pórtico de entrada da cidade. Às 8h15, acontece a largada da Corrida Rústica, no mesmo local da meia maratona. Já a largada da Maratoninha será às 9h30, na Pista de Atletismo de Pomerode.

    A taxa para se inscrever na meia maratona é de R$ 55, até o dia 30 de setembro, após esta data a taxa será de R$ 60. Para a Corrida Rústica, a taxa é de R$ 40 e após o dia 30 de setembro passa para R$ 45. A taxa para a Maratoninha é de um quilo de alimento não perecível.

    As inscrições estão abertas e vão até o dia 21 de outubro por meio do site www.meiamaratonadepomerode.com.br. Vale lembrar que o atleta nascido em Pomerode (SC), residente ou funcionário da cidade tem 50% de desconto nas inscrições. Os corredores acima de 60 anos também têm direito ao benefício.


    Inscrições para Meia Maratona de Pomerode vão até dia 21 de outubro

    Corridas de Rua · 16 set, 2011

    A quarta edição da Meia Maratona de Pomerode, que será realizada no dia 30 de outubro, segue com as inscrições abertas. A competição será na cidade de Pomerode (SC), conhecida como “a cidade mais alemã do Brasil", e terá a meia maratona (21 quilômetros), uma corrida rústica (seis quilômetros) e a maratoninha (400 metros), para crianças de seis a 14 anos.

    No sábado, dia 29 de outubro, serão entregues os kits dos inscritos no Pavilhão de Eventos de Pomerode, das nove às 18h30. Ainda no sábado, das 18h30 às 21h30 ocorrerá o jantar de massas, no mesmo local da entrega dos kits.

    No domingo, dia 30 de outubro, a largada da Meia Maratona de Pomerode será às oito horas, no pórtico de entrada da cidade. Às 8h15, acontece a largada da Corrida Rústica, no mesmo local da meia maratona. Já a largada da Maratoninha será às 9h30, na Pista de Atletismo de Pomerode.

    A taxa para se inscrever na meia maratona é de R$ 55, até o dia 30 de setembro, após esta data a taxa será de R$ 60. Para a Corrida Rústica, a taxa é de R$ 40 e após o dia 30 de setembro passa para R$ 45. A taxa para a Maratoninha é de um quilo de alimento não perecível.

    As inscrições estão abertas e vão até o dia 21 de outubro por meio do site www.meiamaratonadepomerode.com.br. Vale lembrar que o atleta nascido em Pomerode (SC), residente ou funcionário da cidade tem 50% de desconto nas inscrições. Os corredores acima de 60 anos também têm direito ao benefício.