Sol e calor marcam Corrida do Centro Histórico em São Paulo

Redação Webrun | Corridas de Rua · 09 ago, 2009

A prova reuniu cerca de seis mil pessoas (foto: Alexandre Koda/ www.webrun.com.br )
A prova reuniu cerca de seis mil pessoas (foto: Alexandre Koda/ www.webrun.com.br )

Na manhã deste domingo, dia dos pais, o calor e o sol forte marcaram a edição 2009 da Corrida do Centro Histórico, prova com distância de nove quilômetros disputada na região do Vale do Anhangabaú, em São Paulo. Confira como foi o evento que teve vitória de Ivanildo Dias de Souza entre os homens e Rozilene de Moraes entre as mulheres.

São Paulo – O domingo de dia dos pais amanheceu com temperatura amena em São Paulo e as poucas nuvens no céu já anunciavam que o dia seria quente, mesmo em pleno inverno. A arena da prova foi montada no Vale do Anhangabaú e a largada aconteceu às 8h na Avenida Líbero Badaró com temperatura na marca dos 18ºC.

Após os tiro de partida, foram necessários cerca de 10 minutos até que todos os competidores passassem pelo pórtico de largada. Na prova masculina Ivanildo disparou na frente logo nos primeiros quilômetros, mas Silvaldo Viana e Adriano Soares não permitiram que ele abrisse muita vantagem.

Faltando cerca de 800 metros para a linha de chegada, Ivanildo e Adriano duelavam centímetro a centímetro o posto de primeiro colocado, com Silvaldo um pouco atrás. Ao final da corrida, Ivanildo foi o melhor e cruzou com 27min42, seguido por Adriano com 27min45 e Sivaldo com 27h55.

“Essa foi a minha primeira vez nessa prova e achei muito boa, bem organizada”, conta o campeão. “Era para eu ter feito um tempo melhor, mas estava meio cansado porque trabalhei a noite toda na coleta de lixo e vim direto para a corrida, sem dormir”, completa o atleta que encerrou a jornada de trabalho às 5h.

Já Silvaldo, conta que fez de tudo para alcançar os ponteiros, mas faltou um pouco de fôlego no final. “O Ivanildo já saiu puxando desde o começo e tentei não deixar que ele escapasse. Parabéns a ele, que correu muito bem. Nos dois últimos quilômetros me faltaram pernas para acompanhá-los, mas no geral foi uma corrida boa”. Nos 500 metros finais ele recebeu aplausos e gritos de incentivo do público e dos staffs e quase encostou nos líderes. “Tenho uma torcida grande aqui, corri em casa. Agradeço o apoio, mas no final o cansaço pesou”, lamenta.

Mulheres – Se entre os homens as disputas foram acirradas, no feminino Rozirene Ferreira de Moraes passeou sobre as adversárias e completou o trajeto com o tempo de 34min47. Ela foi seguida por Janaína Fernandes com o tempo de 35min29 e por Andréa Keilla Lemes, que fechou com 36min13.

“Hoje o nível não estava tão forte e consegui correr muito bem”, comenta Rozirene que teve um pouco de trabalho para se desvencilhar da segunda colocada. “Eu consegui abrir no quilômetro quatro e depois mantive a diferença para conseguir mais uma vitória”, completa a competidora que está acostumada a correr distâncias maiores do que nove quilômetros.

Quem também ficou muito feliz com o resultado obtido foi Andréa, que trabalha como guarda civil metropolitana na região da Vila Mariana. “O terceiro, quarto e quinto lugares foram bem disputados, com pouca diferença no tempo final entre uma e outra”, salienta a atleta. “A prova foi bem organizada e o tempo estava maravilhoso para correr”, completa Andréa que apesar de treinar com dedicação, ainda se considera amadora. “As duas primeiras colocadas fazem parte da elite”.

O evento reuniu cerca de seis mil pessoas segundo os organizadores, que não desanimaram com a temperatura de 22 a 23ºC atingida nos momentos finais . A próxima prova com organização da Corpore será a Duque de Caxias, no dia 23 de agosto, evento a ser realizado na região do Parque Ibirapuera, em São Paulo. As inscrições ainda estão abertas e podem ser feitas no site www.corpore.org.br.

Este texto foi escrito por: Alexandre Koda

Redação Webrun

Ver todos os posts

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!