Saiba os cuidados de saúde para correr uma maratona

Redação Webrun | Maratona · 12 jun, 2012

Prevenção é fundamental para uma maratona (foto: Paulo Gomes#8260; www.webrun.com.br)
Prevenção é fundamental para uma maratona (foto: Paulo Gomes#8260; www.webrun.com.br)

Está chegando a Maratona de São Paulo, com a clássica distância de 42 quilômetros e 195 metros. Quantas maratonas você faz por ano? Sabe quais são os riscos?

A frequência cardíaca (FC) durante a corrida se mantém acima de 80-85% da frequência máxima (e inclusive durante o treinamento), por duas a seis horas. Isto leva a um esforço físico muito longo e vigoroso do organismo, o que pode levar alguns a riscos graves.

Alerta para as seguintes situações:

  • Quem tem alguma doença do coração ou uma virose não curada.
  • Queixas de dores no peito, palpitações, tonturas e falta de ar.
  • Facilidade de desidratação.
  • Usuários de esteróides anabolizantes e energéticos não autorizados, e pior, com alerta médico do FDA norte-americano: Jack3D, Lipo 6 Black, Red Line, por conterem as perigosas 1,3-dimethylamylamine e methylhexanamine, de alto risco para o aparelho cardiovascular. São substâncias compradas por dezenas de brasileiros via internet.
  • Risco de doença cardíaca no futuro– Muitas arritmias cardíacas benignas aparecem em atletas de alto rendimento amadores ou profissionais, mas podem ocorrer arritmias graves nos mais sensíveis. É um alerta para quem não faz uma eficiente preparação médica e fisiológica: danos cardíacos tem sido descobertos em muitos desses descuidados.

    O uso de anti-inflamatórios sem prescrição ou indicação médica, usados até para evitar dores, pode provocar efeitos colaterais no coração e vasos, além de danos ortopédicos. Por mascararem a dor o aviso natural de problemas eles podem encobrir danos mais graves.

    Prevenir é a solução– Só devem participar de maratonas aqueles que estejam em perfeitas condições de saúde. Os que não se prepararam adequadamente não devem participar desta que é uma longa corrida, tão desgastante.

    Limite em duas as suas maratonas por ano, no máximo. Faça avaliação multiprofissional minuciosa, seis meses antes da maratona, incluindo o teste ergométrico até exaustão, com cardiologista que atue com esporte.

    Tenha orientações nutricionais só com profissional da área. Fuja dos curiosos não habilitados. Se informe sobre isotônicos, carboidratos e suplementos alimentares.

    Enfim, participar com segurança é o objetivo dos que gostam da maratona, um desafio delicioso para a maioria dos atletas e esportistas. Boa prova a todos.

    Este texto foi escrito por: Dr. Nabil Ghorayeb (Arquivo)

    Redação Webrun

    Ver todos os posts

    Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!