Perigo nas redes sociais: prescrever treinos sem habilitação é crime

Redação Webrun | Corridas de Rua · 01 fev, 2017

Muitos dizem que a internet é terra de ninguém e, em muitos momentos, realmente parece que essa situação é real. Afinal, treinadores com graduação completa, registro no CREF (Conselho Regional de Educação Física) e anos de experiência vêm sofrendo cada vez mais com o abuso de blogueiros, influencers e falsos treinadores que sem pretensão divulgam e indicam treinos para seus seguidores.

O treinador Nelson Evêncio, colunista do Webrun e presidente da Associação dos Treinadores de Corrida de SP, enxerga muita influência dessas pessoas em corredores sem orientação. Pessoas praticantes de atividades físicas com corpos sarados ou experiência em alguma modalidade vem prescrevendo treinamento sem estar habilitada e colocando em risco a saúde da população.

O perigo afeta principalmente iniciantes, que empolgados e desinformados acabam avançando o sinal com esse tipo de divulgação. Já tive um atrito com jornalistas que fizeram conteúdo divulgando tipos de treino, diz Nelson.

O New Balance 15k já está com as inscrições abertas. Clique aqui

Foto: Pixabay Foto: Pixabay

Perigos

Primeiro que cada pessoa é única e o treinamento individual e adaptado a seu condicionamento, restrições e limitações é essencial. O que é fraco ou adequado para um pode ser forte e inadequado para outro, além de se machucar ao fazer algum exercício sem supervisão, explica Nelson.

Existe também o risco de ter algum problema cardíaco e não saber, fora que a maioria dos exercícios indicados são feitos para pessoas experientes e já em forma. Fique atento, sempre procure profissionais com registro no CREF, não vá somente pelo publicado em redes sociais, afinal nada de ruim é publicado lá.

Este texto foi escrito por: Christina Volpe

Redação Webrun

Ver todos os posts

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!