Amadores enfrentam frio com alto astral na Meia das Cataratas

Redação Webrun | Meia Maratona · 10 jul, 2012

Corredores esbanjaram animação durante a largada (foto: Fabiana Coletta/www.webrun.com.br)
Corredores esbanjaram animação durante a largada (foto: Fabiana Coletta/www.webrun.com.br)

Direto de Foz do Iguaçu (PR) – Apesar do frio gelado de 4°C no último domingo (08/07), os amadores não desanimaram para percorrer 21 quilômetros logo pela manhã. A Meia Maratona das Cataratas reuniu cerca de 2.000 corredores para o percurso dentro do Parque Nacional do Iguaçu, em Foz do Iguaçu, no Paraná. No entanto, a névoa que cobria o parque impediu que a bela paisagem das Cataratas ficasse visível.

Com a temperatura fria, os atletas contornaram a situação e fizeram uma largada muito animada. Com acenos, gritos e até fantasias, eles estavam prontos para enfrentar o longo percurso.

Na chegada, poucos reclamaram do frio. “Depois do quilômetro cinco já esquentou bastante. A temperatura estava boa para correr”, garante Marcos Gomes, do Corpo de Bombeiros, grande homenageado da edição. Para ele, a distância da Meia é a ideal. “Nos dez quilômetros, quando você vê, já acabou. E a maratona cansa demais”, afirma.

Para Rudinei Nunes, é preciso “ter coragem” para enfrentar o frio. Ainda assim, o corredor diz que nem pensou em desistir, só queria terminar a competição e superar o seu tempo. “Eu estava tão focado que nem vi as cataratas”, conta.

Treinar em climas frios ajuda na hora de encarar uma competição como essas. É o que conta o argentino radicado no Paraguai, Claudio Del Pueche. “O clima aqui é como na Patagônia. Para mim, é perfeito”, avalia o corredor acostumado a participar do Ironman (triathlon de longas distâncias). Claudio aproveita para elogiar a organização: “Foi de primeiro nível. Não vi sujeira no percurso, estava tudo limpo”, admira.

O grande número de ocorrências no setor médico montado logo após o pórtico de chegada é explicado justamente pela baixa temperatura. O fisioterapeuta Altair Sebastião explica que no frio os músculos se contraem e, com os exercícios, pode haver um estiramento das fibras musculares. “Por isso que um bom aquecimento e alongamento antes e depois da prova são fundamentais”, esclarece.

Este texto foi escrito por: Fabiana Coletta

Redação Webrun

Ver todos os posts

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!