Circuito Corpore

Salvador tem Meia Maratona passando por cartões postais da cidade

Caminhada · 10 ago, 2010

Os atletas baianos já têm compromisso certo para o dia 12 de setembro: a Meia Maratona Iguatemi. O percurso sai do Farol de Itapuã, passa pela orla da cidade e chega no Farol da Barra, proporcionando belas paisagens aos corredores que aceitarem o desafio de correr 21 quilômetros.

A largada da prova está marcada para às 7h10 em frente ao Farol de Itapuã, na praia que foi homenageada por Vinicius de Moraes e Toquinho na música “Tarde em Itapuã”. Como o clima da cidade é muito quente, o horário ajuda a diminuir o desgaste dos atletas com o calor.

Além da distância de 21 quilômetros também foi estabelecido um percurso de seis quilômetros para corrida e caminhada, a fim de atrair atletas iniciantes e caminhantes. A largada será às 7h do Farol da Barra, palco da chegada da Meia Maratona.

Todos os participantes receberão duas camisetas: uma para participar da prova e uma de finisher, entregue após a linha de chegada juntamente com a medalha de participação. Os cinco primeiros colocados nas categorias masculina e feminina também receberão troféus.

As inscrições têm desconto até esta quarta-feira, dia 11 de agosto, e podem ser feitas pelo endereço www.corpore.org.br.


Salvador tem Meia Maratona passando por cartões postais da cidade

Caminhada · 10 ago, 2010

Os atletas baianos já têm compromisso certo para o dia 12 de setembro: a Meia Maratona Iguatemi. O percurso sai do Farol de Itapuã, passa pela orla da cidade e chega no Farol da Barra, proporcionando belas paisagens aos corredores que aceitarem o desafio de correr 21 quilômetros.

A largada da prova está marcada para às 7h10 em frente ao Farol de Itapuã, na praia que foi homenageada por Vinicius de Moraes e Toquinho na música “Tarde em Itapuã”. Como o clima da cidade é muito quente, o horário ajuda a diminuir o desgaste dos atletas com o calor.

Além da distância de 21 quilômetros também foi estabelecido um percurso de seis quilômetros para corrida e caminhada, a fim de atrair atletas iniciantes e caminhantes. A largada será às 7h do Farol da Barra, palco da chegada da Meia Maratona.

Todos os participantes receberão duas camisetas: uma para participar da prova e uma de finisher, entregue após a linha de chegada juntamente com a medalha de participação. Os cinco primeiros colocados nas categorias masculina e feminina também receberão troféus.

As inscrições têm desconto até esta quarta-feira, dia 11 de agosto, e podem ser feitas pelo endereço www.corpore.org.br.

São Paulo comemora Dia dos Pais com corrida pelo Centro Histórico

Corridas de Rua · 09 ago, 2010

O segundo domingo de agosto é tradicionalmente a data para o Dia dos Pais, mas os corredores de São Paulo têm mais um motivo para marcar o dia na agenda: a Corpore Centro Histórico. Em 2010, a prova aconteceu no último dia oito, domingo, com um percurso de nove quilômetros passando por prédios históricos e cartões postais da cidade, como o Vale do Anhangabaú, a Catedral da Sé e o Teatro Municipal.

O grande vencedor foi Ivanildo Dias, seguido por Gilson Rodrigues e Ronicesse Felix de Lima. Ivanildo é coletor de lixo, trabalhou na véspera da prova e foi direto para a corrida. Mesmo cansado, terminou o percurso em 27min42. “É importante conhecer o percurso e os adversários. Como ganhei essa prova ano passado, ficou mais fácil manter o ritmo e definir nos metros finais”, reflete.

Gilson e Ivanildo correram lado a lado durante todo o percurso. “Nos últimos 400 metros eu tentei sair, mas o Ivanildo respondeu e tomou a dianteira. A qualidade da prova ajuda os atletas a darem o melhor de si”, comenta o vice-campeão, que venceu a edição de 2003 da prova, e terminou o último domingo com o tempo de 27min42. Ronicesse Feliz de Lima completou a prova em 27min52.

Entre as mulheres, a grande campeã foi Beatriz Nascimento, com o tempo de 33min16, seguida por Maria Cristina Vaqueiro, com a marca de 33min22, e Jaciane Araujo, com 34min16.

Além dos atletas mais rápidos nas categorias masculino e feminino foram premiados os advogados, bancários sindicalizados e pais com os melhores tempos.

O próximo evento do Circuito Corpore será a Corrida Duque de Caxias, marcada para o dia 22 de agosto. As inscrições estão abertas no site do evento www.corpore.org.br

Masculino
1º Ivanildo Dias de Souza (Clube Esperia) – 27min42
2º Gilson Rodrigues de Miranda (Avulso) – 27min42
3º Ronicesse Felix de Lima (Flávio Freire Ass. Esportiva) – 27min52
4º Marildo José Barduco (Montevérgine) – 27min57
5º Fabio do Nascimento (Timex/Saucony/Isis Mel) – 28min00

Feminino
1ª Beatriz G. S. Nascimento (Timex/Saucony/Isis Mel) – 33min16
2ª Maria Cristina Bernardo Vaqueiro (VO2/Água Fresca) – 33min22
3ª Jaciane Barroso Araujo (M Calçados/Caixa) – 34min16
4ª Andreia Keila Galvão (Guarda Civil Metropolitana) – 35min13
5ª Ana Claudia Emperador (VO2/Stefanini) – 35min19


São Paulo comemora Dia dos Pais com corrida pelo Centro Histórico

Corridas de Rua · 09 ago, 2010

O segundo domingo de agosto é tradicionalmente a data para o Dia dos Pais, mas os corredores de São Paulo têm mais um motivo para marcar o dia na agenda: a Corpore Centro Histórico. Em 2010, a prova aconteceu no último dia oito, domingo, com um percurso de nove quilômetros passando por prédios históricos e cartões postais da cidade, como o Vale do Anhangabaú, a Catedral da Sé e o Teatro Municipal.

O grande vencedor foi Ivanildo Dias, seguido por Gilson Rodrigues e Ronicesse Felix de Lima. Ivanildo é coletor de lixo, trabalhou na véspera da prova e foi direto para a corrida. Mesmo cansado, terminou o percurso em 27min42. “É importante conhecer o percurso e os adversários. Como ganhei essa prova ano passado, ficou mais fácil manter o ritmo e definir nos metros finais”, reflete.

Gilson e Ivanildo correram lado a lado durante todo o percurso. “Nos últimos 400 metros eu tentei sair, mas o Ivanildo respondeu e tomou a dianteira. A qualidade da prova ajuda os atletas a darem o melhor de si”, comenta o vice-campeão, que venceu a edição de 2003 da prova, e terminou o último domingo com o tempo de 27min42. Ronicesse Feliz de Lima completou a prova em 27min52.

Entre as mulheres, a grande campeã foi Beatriz Nascimento, com o tempo de 33min16, seguida por Maria Cristina Vaqueiro, com a marca de 33min22, e Jaciane Araujo, com 34min16.

Além dos atletas mais rápidos nas categorias masculino e feminino foram premiados os advogados, bancários sindicalizados e pais com os melhores tempos.

O próximo evento do Circuito Corpore será a Corrida Duque de Caxias, marcada para o dia 22 de agosto. As inscrições estão abertas no site do evento www.corpore.org.br

Masculino
1º Ivanildo Dias de Souza (Clube Esperia) – 27min42
2º Gilson Rodrigues de Miranda (Avulso) – 27min42
3º Ronicesse Felix de Lima (Flávio Freire Ass. Esportiva) – 27min52
4º Marildo José Barduco (Montevérgine) – 27min57
5º Fabio do Nascimento (Timex/Saucony/Isis Mel) – 28min00

Feminino
1ª Beatriz G. S. Nascimento (Timex/Saucony/Isis Mel) – 33min16
2ª Maria Cristina Bernardo Vaqueiro (VO2/Água Fresca) – 33min22
3ª Jaciane Barroso Araujo (M Calçados/Caixa) – 34min16
4ª Andreia Keila Galvão (Guarda Civil Metropolitana) – 35min13
5ª Ana Claudia Emperador (VO2/Stefanini) – 35min19

Descontração entre amigos é destaque na Meia Maratona da Corpore

Meia Maratona · 12 abr, 2010

Nem a temperatura amena do início do outono afugentou no último domingo (11/04) os quase sete mil corredores da 11ª edição da Meia Maratona da Corpore. Espalhados pela avenida da raia desde as 5h30 estavam pessoas de diferentes idades e profissões, mas todos em busca de diversão e de um “descanso” da rotina de trabalho. As amigas Miriam dos Santos, Dijosilene Pereira e Adriana Cavalcanti são exemplos disso.

As três disputaram os 21 quilômetros e estavam felizes com os tempos realizados, todas cumpriram o percurso em menos de 1h40. Sentadas na pista do Cepeusp, elas descansavam depois do esforço feito. “A gente sofre um pouquinho e se diverte depois”, diz Pereira, acrescentando que o esporte para ela significa um tempo para relaxar. “Minha vida trabalhando em callcenter é muito difícil, acho que eu entraria em depressão sem correr”, revela.

Elas treinam uma vez por semana e Miriam, que é personal trainer, prepara as amigas para as competições. “Faz vinte anos que eu pratico corrida. As meninas preferem participar de maratonas e eu gosto mais de provas mais curtas”, conta enquanto as amigas riem.

Mais próximo ao palco, outro grupo de amigos em ritmo de descontração estava na equipe “Sai da Frente”. Eles gritavam, cantavam e interagiam com o locutor da prova. A euforia era porque Acácio Gomes Barbosa, apelidado de “panela de barro”, conseguiu faturar o segundo lugar na categoria de amadores entre 20 e 24 anos. “Quando era mais novo eu gostava de comer na panela e tinha a cara muito gorda, aí eles colocaram o apelido”, explica sorrindo. Barbosa trabalha como repositor de frutas em um supermercado e corre há três anos.

Quem também acompanhava as comemorações era o contador Hélio de Oliveira, de 64 anos. Ele tinha igualmente suas razões para festejar, pois completou o percurso dos 21 quilômetros em 2h02min, tempo esperado desde os treinos. “Não deu para chegar entre os três primeiros da categoria, mas quem sabe na próxima”, finaliza.


Descontração entre amigos é destaque na Meia Maratona da Corpore

Meia Maratona · 12 abr, 2010

Nem a temperatura amena do início do outono afugentou no último domingo (11/04) os quase sete mil corredores da 11ª edição da Meia Maratona da Corpore. Espalhados pela avenida da raia desde as 5h30 estavam pessoas de diferentes idades e profissões, mas todos em busca de diversão e de um “descanso” da rotina de trabalho. As amigas Miriam dos Santos, Dijosilene Pereira e Adriana Cavalcanti são exemplos disso.

As três disputaram os 21 quilômetros e estavam felizes com os tempos realizados, todas cumpriram o percurso em menos de 1h40. Sentadas na pista do Cepeusp, elas descansavam depois do esforço feito. “A gente sofre um pouquinho e se diverte depois”, diz Pereira, acrescentando que o esporte para ela significa um tempo para relaxar. “Minha vida trabalhando em callcenter é muito difícil, acho que eu entraria em depressão sem correr”, revela.

Elas treinam uma vez por semana e Miriam, que é personal trainer, prepara as amigas para as competições. “Faz vinte anos que eu pratico corrida. As meninas preferem participar de maratonas e eu gosto mais de provas mais curtas”, conta enquanto as amigas riem.

Mais próximo ao palco, outro grupo de amigos em ritmo de descontração estava na equipe “Sai da Frente”. Eles gritavam, cantavam e interagiam com o locutor da prova. A euforia era porque Acácio Gomes Barbosa, apelidado de “panela de barro”, conseguiu faturar o segundo lugar na categoria de amadores entre 20 e 24 anos. “Quando era mais novo eu gostava de comer na panela e tinha a cara muito gorda, aí eles colocaram o apelido”, explica sorrindo. Barbosa trabalha como repositor de frutas em um supermercado e corre há três anos.

Quem também acompanhava as comemorações era o contador Hélio de Oliveira, de 64 anos. Ele tinha igualmente suas razões para festejar, pois completou o percurso dos 21 quilômetros em 2h02min, tempo esperado desde os treinos. “Não deu para chegar entre os três primeiros da categoria, mas quem sabe na próxima”, finaliza.

Corredores com mais de 50 anos querem o pódio no Ranking da Corpore

Corridas de Rua · 22 mar, 2010

Entre os corredores que disputaram a abertura do Circuito Corpore neste domingo (21/03), estão alguns exemplos de disposição e saúde como Darcio de Souza Ferreira (55 anos) e Antonio Tavares da Franca (75 anos). Atletas como eles, ainda não são maioria, mas podem ser. De acordo com o Armando Santos, diretor-executivo da Corpore, os fundistas com mais de 50 anos são o segundo maior grupo que participa das provas. Eles chegam sem chamar atenção e iniciam a corrida em busca de uma atividade física, mas logo estão disputando as primeiras posições em busca de títulos.

Ferreira, que mora em Sorocaba, despertou às três horas da manhã para conseguir chegar a tempo da largada na USP. Tudo, para continuar seu histórico de dez anos de participação do Circuito Corpore. Antes de correr, o contador era jogador amador de futebol e, aos 45 anos, resolveu trocar de esporte. “Nas primeiras corridas que participei, cruzava a linha de chegada com mais ou menos 50% dos corredores, hoje já consigo estar entre os 4% primeiros”.

Em 2009, ele obteve a conquista pessoal tão desejada desde que começou a correr: foi o primeiro colocado em sua faixa etária no ranking fidelidade do Circuito Corpore. “Foi uma realização e a meta esse ano é o bicampeonato”. Para isso, ele treina três vezes por semana, no total de 30 quilômetros. Neste domingo, ele participou da prova dos cinco quilômetros.

Outro exemplo é Antonio Tavares da Franca. Alegre e bem disposto, o aposentado que foi motorista disputou a competição de maior distância, dos 10 quilômetros. Assim como Ferreira, ele também treina em média três vezes de segunda a sexta-feira.

O interesse pela corrida surgiu aos 65 anos, antes era sedentário. O incentivo do filho, que é esportista, foi decisivo para ele e dali em diante não parou mais. Já ganhou na sua faixa etária os 21 quilômetros da Praia Grande, a prova Zumbi dos Palmares da Corpore em novembro do ano passado e há cinco anos disputa a São Silvestre. “Quero correr até os 80 anos. A saúde está 100%, estou parecendo até criança”, conta sorrindo.


Corredores com mais de 50 anos querem o pódio no Ranking da Corpore

Corridas de Rua · 22 mar, 2010

Entre os corredores que disputaram a abertura do Circuito Corpore neste domingo (21/03), estão alguns exemplos de disposição e saúde como Darcio de Souza Ferreira (55 anos) e Antonio Tavares da Franca (75 anos). Atletas como eles, ainda não são maioria, mas podem ser. De acordo com o Armando Santos, diretor-executivo da Corpore, os fundistas com mais de 50 anos são o segundo maior grupo que participa das provas. Eles chegam sem chamar atenção e iniciam a corrida em busca de uma atividade física, mas logo estão disputando as primeiras posições em busca de títulos.

Ferreira, que mora em Sorocaba, despertou às três horas da manhã para conseguir chegar a tempo da largada na USP. Tudo, para continuar seu histórico de dez anos de participação do Circuito Corpore. Antes de correr, o contador era jogador amador de futebol e, aos 45 anos, resolveu trocar de esporte. “Nas primeiras corridas que participei, cruzava a linha de chegada com mais ou menos 50% dos corredores, hoje já consigo estar entre os 4% primeiros”.

Em 2009, ele obteve a conquista pessoal tão desejada desde que começou a correr: foi o primeiro colocado em sua faixa etária no ranking fidelidade do Circuito Corpore. “Foi uma realização e a meta esse ano é o bicampeonato”. Para isso, ele treina três vezes por semana, no total de 30 quilômetros. Neste domingo, ele participou da prova dos cinco quilômetros.

Outro exemplo é Antonio Tavares da Franca. Alegre e bem disposto, o aposentado que foi motorista disputou a competição de maior distância, dos 10 quilômetros. Assim como Ferreira, ele também treina em média três vezes de segunda a sexta-feira.

O interesse pela corrida surgiu aos 65 anos, antes era sedentário. O incentivo do filho, que é esportista, foi decisivo para ele e dali em diante não parou mais. Já ganhou na sua faixa etária os 21 quilômetros da Praia Grande, a prova Zumbi dos Palmares da Corpore em novembro do ano passado e há cinco anos disputa a São Silvestre. “Quero correr até os 80 anos. A saúde está 100%, estou parecendo até criança”, conta sorrindo.

Disputas acirradas marcam a abertura do Circuito Corpore

Corridas de Rua · 21 mar, 2010

A temperatura agradável e até o tempo nublado, com direito a chuva no final, facilitaram as condições para os atletas que participaram da abertura do Circuito Corpore neste domingo (21/03) na USP. O resultado não poderia ser diferente: disputas acirradas entre os primeiros lugares nas duas distâncias (cinco e 10 quilômetros), tanto no feminino quanto no masculino.

Uma delas foi a briga entre Sivaldo Viana e Marildo Bardurco nos 10 quilômetros. O pelotão largou junto e assim permaneceu até a metade do percurso, mas à medida que a prova avançava e o ritmo aumentava os dois ganharam vantagem e assumiram a ponta. Perto dos dois quilômetros finais, Viana acelerou e garantiu a primeira posição no pódio com o tempo de 31min53seg. Campeão do Ranking do Circuito Corpore no ano passado, ele quer o Bicampeonato em 2010. “Acredito que agora estou ainda mais preparado”, conta.

No entanto, Marildo Bardurco, segundo colocado com 32min19seg, promete uma boa concorrência a Viana durante as provas deste ano. “Ganhei duas competições dele antes, por enquanto está dois a um. Semana passada, no Circuito Caixa, eu cheguei em sétimo e ele foi o 10º lugar”, observa Bardurco. Os dois atletas têm como objetivo competir pelo Ranking da Corpore e da Caixa em busca de uma classificação final entre os 10 melhores. O terceiro lugar ficou com Naval Freitas, companheiro de equipe de Viana.

Entre as mulheres na prova de maior distância, a campeã foi Elizabeth de Souza com a marca de 39min37seg. Ela liderou desde o início com certa vantagem. “Já sai na frente e só continuei passando”, lembra Elizabeth. Jaciane Araujo, que cruzou a linha de chegada na segunda posição com 40min45seg, confessou que até tentou, mas não foi possível ultrapassá-la. “A Beth já saiu disparada. Ainda não ganhei dela, mas um dia vou”, diz Jaciane. Andrea Lemes foi a terceira.

Prova dos cinco quilômetros:A final na categoria feminina foi surpreendente. Ana Luiza dos Anjos Garcez, a “animal”, vinha liderando a prova até os últimos metros, quando Rosangela Figueiredo Silva aumentou o ritmo e conseguiu tomar a ponta rumo à vitória. Ela completou o percurso em 18min18seg. A “animal” chegou logo em seguida, 10 segundos depois. “No finalzinho ela me engoliu. Eu devia ter corrido atrás e não na frente dela”, revela desapontada.

Rosangela conta que o segredo da vitória foi justamente a cautela. “Como não sabia direito do meu preparo, porque ainda não havia disputado cinco quilômetros esse ano, resolvi sair um pouco atrás dela e no final acelerei”, explica Rosangela. O terceiro lugar foi de Silmara Modesto com 19min14seg.

Rafael dos Santos foi o vencedor entre os homens. Não apenas conquistou o primeiro lugar do pódio, como bateu seu recorde pessoal nessa distância. “Meu melhor tempo era 14min37seg e hoje consegui fazer 14min35seg”. Em Ribeirão Preto no Circuito Caixa, ele foi o 11º colocado na prova de 10 quilômetros. Ronicesse de Lima chegou em segundo, apenas três segundos depois do primeiro colocado. “Cheguei para ganhar, mas acho que mesmo assim fiz uma boa prova. Eu estava em quarto e fui ganhando posições ao longo do percurso”, conta. Benedito Gomes cruzou a linha de chegada em terceiro.

A organização do evento avalia que tudo correu dentro do esperado, apenas lamenta as mudanças exigidas pela USP como a redução do número de participantes para seis mil (no ano passado foram 13 mil corredores) e a restrição do local de prova para a área da raia olímpica. “Tivemos que redimensionar tudo porque antes ocupávamos o espaço da praça da reitoria, que é melhor para a corrida, mas sinto que deu certo e os atletas aprovaram”, analisa Armando Santos, diretor executivo da Corpore.


Disputas acirradas marcam a abertura do Circuito Corpore

Corridas de Rua · 21 mar, 2010

A temperatura agradável e até o tempo nublado, com direito a chuva no final, facilitaram as condições para os atletas que participaram da abertura do Circuito Corpore neste domingo (21/03) na USP. O resultado não poderia ser diferente: disputas acirradas entre os primeiros lugares nas duas distâncias (cinco e 10 quilômetros), tanto no feminino quanto no masculino.

Uma delas foi a briga entre Sivaldo Viana e Marildo Bardurco nos 10 quilômetros. O pelotão largou junto e assim permaneceu até a metade do percurso, mas à medida que a prova avançava e o ritmo aumentava os dois ganharam vantagem e assumiram a ponta. Perto dos dois quilômetros finais, Viana acelerou e garantiu a primeira posição no pódio com o tempo de 31min53seg. Campeão do Ranking do Circuito Corpore no ano passado, ele quer o Bicampeonato em 2010. “Acredito que agora estou ainda mais preparado”, conta.

No entanto, Marildo Bardurco, segundo colocado com 32min19seg, promete uma boa concorrência a Viana durante as provas deste ano. “Ganhei duas competições dele antes, por enquanto está dois a um. Semana passada, no Circuito Caixa, eu cheguei em sétimo e ele foi o 10º lugar”, observa Bardurco. Os dois atletas têm como objetivo competir pelo Ranking da Corpore e da Caixa em busca de uma classificação final entre os 10 melhores. O terceiro lugar ficou com Naval Freitas, companheiro de equipe de Viana.

Entre as mulheres na prova de maior distância, a campeã foi Elizabeth de Souza com a marca de 39min37seg. Ela liderou desde o início com certa vantagem. “Já sai na frente e só continuei passando”, lembra Elizabeth. Jaciane Araujo, que cruzou a linha de chegada na segunda posição com 40min45seg, confessou que até tentou, mas não foi possível ultrapassá-la. “A Beth já saiu disparada. Ainda não ganhei dela, mas um dia vou”, diz Jaciane. Andrea Lemes foi a terceira.

Prova dos cinco quilômetros:A final na categoria feminina foi surpreendente. Ana Luiza dos Anjos Garcez, a “animal”, vinha liderando a prova até os últimos metros, quando Rosangela Figueiredo Silva aumentou o ritmo e conseguiu tomar a ponta rumo à vitória. Ela completou o percurso em 18min18seg. A “animal” chegou logo em seguida, 10 segundos depois. “No finalzinho ela me engoliu. Eu devia ter corrido atrás e não na frente dela”, revela desapontada.

Rosangela conta que o segredo da vitória foi justamente a cautela. “Como não sabia direito do meu preparo, porque ainda não havia disputado cinco quilômetros esse ano, resolvi sair um pouco atrás dela e no final acelerei”, explica Rosangela. O terceiro lugar foi de Silmara Modesto com 19min14seg.

Rafael dos Santos foi o vencedor entre os homens. Não apenas conquistou o primeiro lugar do pódio, como bateu seu recorde pessoal nessa distância. “Meu melhor tempo era 14min37seg e hoje consegui fazer 14min35seg”. Em Ribeirão Preto no Circuito Caixa, ele foi o 11º colocado na prova de 10 quilômetros. Ronicesse de Lima chegou em segundo, apenas três segundos depois do primeiro colocado. “Cheguei para ganhar, mas acho que mesmo assim fiz uma boa prova. Eu estava em quarto e fui ganhando posições ao longo do percurso”, conta. Benedito Gomes cruzou a linha de chegada em terceiro.

A organização do evento avalia que tudo correu dentro do esperado, apenas lamenta as mudanças exigidas pela USP como a redução do número de participantes para seis mil (no ano passado foram 13 mil corredores) e a restrição do local de prova para a área da raia olímpica. “Tivemos que redimensionar tudo porque antes ocupávamos o espaço da praça da reitoria, que é melhor para a corrida, mas sinto que deu certo e os atletas aprovaram”, analisa Armando Santos, diretor executivo da Corpore.

Circuito Corpore abre temporada 2010 no próximo domingo na USP

Corridas de Rua · 16 mar, 2010

No próximo domingo, 21 de março, os corredores de São Paulo participam da Abertura do Circuito Corpore ESPN de Corridas 2010. O evento será na USP e conta com duas distâncias para os atletas: 11 ou cinco quilômetros. A largada é única, às 8h, na Av. Prof. Melo Morais, a Av. da Raia.

As provas serão válidas para o ranking da Corpore e o evento é elegível para o Corri Todas. Todos os inscritos receberão uma camiseta e os que completarem o percurso ganharão medalhas. Além disso, os cinco primeiros colocados no masculino e feminino serão premiados.

Quem quiser participar ainda pode se inscrever, sob o custo de R$ 55 para sócios e R$ 70 para não sócios. A retirada de kits ocorre nos dias 19 e 20 de março, das 8h às 20h, no Cepeusp, localizado na Cidade Universitária (USP). Para chegar até lá, é preciso entrar pela Avenida da Raia, portão 14. Caso o corredor não possa comparecer, outra pessoa pode retirar por ele desde que esteja com o comprovante de inscrição. Mais informações e inscrições online no site www.corpore.org.br.


Circuito Corpore abre temporada 2010 no próximo domingo na USP

Corridas de Rua · 16 mar, 2010

No próximo domingo, 21 de março, os corredores de São Paulo participam da Abertura do Circuito Corpore ESPN de Corridas 2010. O evento será na USP e conta com duas distâncias para os atletas: 11 ou cinco quilômetros. A largada é única, às 8h, na Av. Prof. Melo Morais, a Av. da Raia.

As provas serão válidas para o ranking da Corpore e o evento é elegível para o Corri Todas. Todos os inscritos receberão uma camiseta e os que completarem o percurso ganharão medalhas. Além disso, os cinco primeiros colocados no masculino e feminino serão premiados.

Quem quiser participar ainda pode se inscrever, sob o custo de R$ 55 para sócios e R$ 70 para não sócios. A retirada de kits ocorre nos dias 19 e 20 de março, das 8h às 20h, no Cepeusp, localizado na Cidade Universitária (USP). Para chegar até lá, é preciso entrar pela Avenida da Raia, portão 14. Caso o corredor não possa comparecer, outra pessoa pode retirar por ele desde que esteja com o comprovante de inscrição. Mais informações e inscrições online no site www.corpore.org.br.

Corpore abre seu circuito 2010 em março

Corridas de Rua · 22 jan, 2010

A prova de abertura do Circuito Corpore 2010 acontece dia 21 de março na Cidade Universitária, em São Paulo. Batizada de “Corrida Batavo Pense Light”, ela terá duas distâncias: cinco e 11 quilômetros e todos os inscritos ganharão camisetas, enquanto aqueles que chegarem ao fim do percurso, levarão medalhas de participação.

Esta corrida faz parte das premiações anuais da Corpore, o Ranking 2010 e a Corri Todas, que entregará camisetas comemorativas aos participantes que completarem todas as provas do ano da instituição.

A largada está marcada para 8h na Avenida Professor Melo Morais, conhecida com Avenida da Raia. O horário e o local são os mesmos, tanto para os corredores dos cinco, como dos 11 quilômetros. As inscrições estão abertas até três de março e podem ser feitas no site www.corpore.org.br, sob as taxas de R$ 50 a R$70, de acordo com a data da inscrição e o participante ser ou não sócio da entidade.

Vale lembrar que esta prova é a abertura oficial do Circuito, mas no próximo dia 31 será realizada a Corrida da Oral B, também organizada pela Corpore.


Corpore abre seu circuito 2010 em março

Corridas de Rua · 22 jan, 2010

A prova de abertura do Circuito Corpore 2010 acontece dia 21 de março na Cidade Universitária, em São Paulo. Batizada de “Corrida Batavo Pense Light”, ela terá duas distâncias: cinco e 11 quilômetros e todos os inscritos ganharão camisetas, enquanto aqueles que chegarem ao fim do percurso, levarão medalhas de participação.

Esta corrida faz parte das premiações anuais da Corpore, o Ranking 2010 e a Corri Todas, que entregará camisetas comemorativas aos participantes que completarem todas as provas do ano da instituição.

A largada está marcada para 8h na Avenida Professor Melo Morais, conhecida com Avenida da Raia. O horário e o local são os mesmos, tanto para os corredores dos cinco, como dos 11 quilômetros. As inscrições estão abertas até três de março e podem ser feitas no site www.corpore.org.br, sob as taxas de R$ 50 a R$70, de acordo com a data da inscrição e o participante ser ou não sócio da entidade.

Vale lembrar que esta prova é a abertura oficial do Circuito, mas no próximo dia 31 será realizada a Corrida da Oral B, também organizada pela Corpore.

Circuito Corpore começa no dia quatro de março

Corridas de Rua · 16 jan, 2007

Os Corredores Paulista Reunidos (Corpore) divulgou uma lista com suas primeiras provas do ano. Todas as competições acontecem no estado São Paulo e reúnem centenas de corredores de diversas idades.

A tradicional prova de Abertura da Corpore está marcada para o dia quatro de março na Usp. Nessa competição haverá duas opções de distâncias, 12 e cinco quilômetros.

Depois o circuito segue com a Corrida Iguatemi, em Campinas. De acordo com os organizadores, toda estrutura da prova será montada no Shopping Iguatemi e por isso os corredores terão estacionamento gratuito.

Já a Meia Maratona da Corpore acontece esse ano no dia 15 de abril. O evento é oficial da Associação Internacional de Maratonas e Corridas de Rua. Mas para aqueles que não conseguem correr 21,098km, haverá uma corrida no mesmo dia e local, na Usp, com seis quilômetros.

As inscrições para todas as competições já podem ser feitas no site da Corpore: www.corpore.com.br


Circuito Corpore começa no dia quatro de março

Corridas de Rua · 16 jan, 2007

Os Corredores Paulista Reunidos (Corpore) divulgou uma lista com suas primeiras provas do ano. Todas as competições acontecem no estado São Paulo e reúnem centenas de corredores de diversas idades.

A tradicional prova de Abertura da Corpore está marcada para o dia quatro de março na Usp. Nessa competição haverá duas opções de distâncias, 12 e cinco quilômetros.

Depois o circuito segue com a Corrida Iguatemi, em Campinas. De acordo com os organizadores, toda estrutura da prova será montada no Shopping Iguatemi e por isso os corredores terão estacionamento gratuito.

Já a Meia Maratona da Corpore acontece esse ano no dia 15 de abril. O evento é oficial da Associação Internacional de Maratonas e Corridas de Rua. Mas para aqueles que não conseguem correr 21,098km, haverá uma corrida no mesmo dia e local, na Usp, com seis quilômetros.

As inscrições para todas as competições já podem ser feitas no site da Corpore: www.corpore.com.br

Seis mil competiram a Corrida Centro Histórico

Corridas de Rua · 13 ago, 2006

Na manhã desse domingo (13) mais uma prova do Circuito Corpore aconteceu em São Paulo, a Corrida Centro Histórico. Urias Yostaque de Lima venceu os 9 km no masculino e Ilaine Wandscheer no feminino. Confira a Cobertura.

Diferente do que ocorreu a semana toda, o domingo não amanheceu tão quente e seco. A temperatura na marca dos 22 graus e a nebulosidade contribuíram para que a prova transcorresse sem problemas.

Antes da largada, músicos do Conservatório Souza Lima se apresentavam para os corredores, que iniciavam seu aquecimento. Pontualmente às 9h foi dado o tiro inicial para a elite, PNEs e para os corredores comuns, que correram 9 quilômetros por diversos pontos históricos do centro da capital paulista.

Logo no começo alguns atletas coelho abriram em relação ao pelotão geral de elite, mas antes do primeiro quilômetro já ficaram para trás. Na passagem pelo primeiro quilômetro os atletas foram recebidos com o Tema da Vitória, muito executado nas vitórias de Ayrton Senna, na Fórmula 1.

A partir desse ponto e até o fim da prova Adriano Bastos e Urias Yostaque de Lima fizeram uma bela disputa. Os dois se alternavam na ponta, enquanto atrás um pelotão de 10 atletas se formava.

Na chegada do quilômetro cinco, Adriano consegue abrir uma pequena diferença para Urias, que perdeu alguns segundos para pegar um copo de água no posto de hidratação. No Pátio do Colégio os dois passam bem juntos, com Urias correndo no vácuo de Adriano, mas na passagem pela Praça Júlio Mendes Adriano não resistiu e perdeu a liderança.

Durante a passagem pelo Viaduto Brigadeiro, no quilômetro sete, Urias abriu uma diferença grande para Adriano. O tricampeão da Maratona da Disney ainda recebeu o incentivo dos agentes de trânsito da CET, que batiam palmas e gritavam palavras de motivação.

Chegada - Ao final, Urias Yostaque de Lima, que correu pela primeira vez em São Paulo, foi o vencedor com o tempo de 27min47, seguido por Adriano Bastos com 28min03 e Bernardo Alves da Silva, com 28min13. Uma chuva de papéis picados recepcionou os campeões.

“Como eu não conhecia ninguém, eu já saí forte e vi que ele (Adriano Bastos) estava na prova. Aí fui com ele do cinco pro seis e defini a prova. Foi muito bom, o clima hoje estava gostoso”, comentou Urias.

Adriano Bastos achou melhor não forçar para garantir a segunda posição e comenta seu desempenho: “Logo no primeiro pro segundo km da prova eu e o Urias começamos a liderar e trocar de posições e nos distanciar em relação aos outros corredores. Ele foi até o km 5 e ele apertou um pouco o passo e vi que o ritmo ia ficar meio complicado pra mim. Aí eu não consegui mais acompanhar e ele abriu uma boa diferença”.

Marildo José Barduco, que já venceu algumas provas do Circuito, chegou em 5º lugar e comenta a prova. “Essa prova foi bem difícil, pois desde terça feira eu estava muito gripado e quase não participei. Não tinha esperança de subir ao pódio e esse lugar já é mais que uma vitória”.

Na categoria feminina, Ilaine Wandscheer reinou soberana nas pistas do centro antigo de São Paulo. Ela abriu forte desde o começo e manteve um bom ritmo até o final. Simone Alves da Silva ainda tentou acompanhar, mas não conseguiu e ficou com a segunda colocação.

Ilaine cruzou com o tempo de 32min44, seguida por Simone, com 33min41 e Lindinalva Saraiva da Silva, com 34 min15. Ao todo, 6 mil corredores participaram da competição.

Ilaine afirma que gostou da prova, que foi muito boa. “Eu consegui abrir uma boa vantagem pra Simone, foi uma prova muito disputada, mas consegui fazer um tempo e estou melhorando, o que é muito bom. Eu já larguei na frente e comecei a me distanciar a partir do segundo quilômetro até o final” “O percurso foi um pouquinho mais complicado mas você caía um pouco o ritmo devido às curvas”.

Simone afirma que gostou da prova e da colocação em que ficou. “Eu fiquei contente com o resultado, a menina que venceu estava muito boa, eu tentei pegar no final, mas não deu, estou contente com o resultado”. Sobre o percurso, Simone diz: “É a primeira vez que eu corro essa prova, não é muito complicado não”.

A Corrida Centro Histórico contou com a presença do Cônsul da Itália, Marco Marsilli, que comentou sobre a corrida ser disputada no dia dos pais. “Achei uma prova muito simpática, que reúne todas as classes sociais, todas as idades e isso é muito bom, pois é uma grande confraternização”, comenta. “E une o pessoal justamente em um dia de celebração como esse, que reúne a família. Dá tempo pra correr e celebrar com os pais em casa”.

Cinco melhores

Masculina:

  • Urias Yostaque de Lima - 27min47
  • Adriano Bastos - 28min03
  • Bernardo Alves da Silva - 28min13
  • Francisco Antônio de Oliveira - 28min34
  • Marildo José Barduco - 28min50

    Feminina:

  • Ilaine Wandscheer - 32min44
  • Simone Alves da Silva - 33min41
  • Lindinalva Saraiva da Silva - 34min15
  • Eliete M. Nicolai - 35min46
  • Ana Luiza Dos Anjos (Animal) - 36min01


  • Seis mil competiram a Corrida Centro Histórico

    Corridas de Rua · 13 ago, 2006

    Na manhã desse domingo (13) mais uma prova do Circuito Corpore aconteceu em São Paulo, a Corrida Centro Histórico. Urias Yostaque de Lima venceu os 9 km no masculino e Ilaine Wandscheer no feminino. Confira a Cobertura.

    Diferente do que ocorreu a semana toda, o domingo não amanheceu tão quente e seco. A temperatura na marca dos 22 graus e a nebulosidade contribuíram para que a prova transcorresse sem problemas.

    Antes da largada, músicos do Conservatório Souza Lima se apresentavam para os corredores, que iniciavam seu aquecimento. Pontualmente às 9h foi dado o tiro inicial para a elite, PNEs e para os corredores comuns, que correram 9 quilômetros por diversos pontos históricos do centro da capital paulista.

    Logo no começo alguns atletas coelho abriram em relação ao pelotão geral de elite, mas antes do primeiro quilômetro já ficaram para trás. Na passagem pelo primeiro quilômetro os atletas foram recebidos com o Tema da Vitória, muito executado nas vitórias de Ayrton Senna, na Fórmula 1.

    A partir desse ponto e até o fim da prova Adriano Bastos e Urias Yostaque de Lima fizeram uma bela disputa. Os dois se alternavam na ponta, enquanto atrás um pelotão de 10 atletas se formava.

    Na chegada do quilômetro cinco, Adriano consegue abrir uma pequena diferença para Urias, que perdeu alguns segundos para pegar um copo de água no posto de hidratação. No Pátio do Colégio os dois passam bem juntos, com Urias correndo no vácuo de Adriano, mas na passagem pela Praça Júlio Mendes Adriano não resistiu e perdeu a liderança.

    Durante a passagem pelo Viaduto Brigadeiro, no quilômetro sete, Urias abriu uma diferença grande para Adriano. O tricampeão da Maratona da Disney ainda recebeu o incentivo dos agentes de trânsito da CET, que batiam palmas e gritavam palavras de motivação.

    Chegada - Ao final, Urias Yostaque de Lima, que correu pela primeira vez em São Paulo, foi o vencedor com o tempo de 27min47, seguido por Adriano Bastos com 28min03 e Bernardo Alves da Silva, com 28min13. Uma chuva de papéis picados recepcionou os campeões.

    “Como eu não conhecia ninguém, eu já saí forte e vi que ele (Adriano Bastos) estava na prova. Aí fui com ele do cinco pro seis e defini a prova. Foi muito bom, o clima hoje estava gostoso”, comentou Urias.

    Adriano Bastos achou melhor não forçar para garantir a segunda posição e comenta seu desempenho: “Logo no primeiro pro segundo km da prova eu e o Urias começamos a liderar e trocar de posições e nos distanciar em relação aos outros corredores. Ele foi até o km 5 e ele apertou um pouco o passo e vi que o ritmo ia ficar meio complicado pra mim. Aí eu não consegui mais acompanhar e ele abriu uma boa diferença”.

    Marildo José Barduco, que já venceu algumas provas do Circuito, chegou em 5º lugar e comenta a prova. “Essa prova foi bem difícil, pois desde terça feira eu estava muito gripado e quase não participei. Não tinha esperança de subir ao pódio e esse lugar já é mais que uma vitória”.

    Na categoria feminina, Ilaine Wandscheer reinou soberana nas pistas do centro antigo de São Paulo. Ela abriu forte desde o começo e manteve um bom ritmo até o final. Simone Alves da Silva ainda tentou acompanhar, mas não conseguiu e ficou com a segunda colocação.

    Ilaine cruzou com o tempo de 32min44, seguida por Simone, com 33min41 e Lindinalva Saraiva da Silva, com 34 min15. Ao todo, 6 mil corredores participaram da competição.

    Ilaine afirma que gostou da prova, que foi muito boa. “Eu consegui abrir uma boa vantagem pra Simone, foi uma prova muito disputada, mas consegui fazer um tempo e estou melhorando, o que é muito bom. Eu já larguei na frente e comecei a me distanciar a partir do segundo quilômetro até o final” “O percurso foi um pouquinho mais complicado mas você caía um pouco o ritmo devido às curvas”.

    Simone afirma que gostou da prova e da colocação em que ficou. “Eu fiquei contente com o resultado, a menina que venceu estava muito boa, eu tentei pegar no final, mas não deu, estou contente com o resultado”. Sobre o percurso, Simone diz: “É a primeira vez que eu corro essa prova, não é muito complicado não”.

    A Corrida Centro Histórico contou com a presença do Cônsul da Itália, Marco Marsilli, que comentou sobre a corrida ser disputada no dia dos pais. “Achei uma prova muito simpática, que reúne todas as classes sociais, todas as idades e isso é muito bom, pois é uma grande confraternização”, comenta. “E une o pessoal justamente em um dia de celebração como esse, que reúne a família. Dá tempo pra correr e celebrar com os pais em casa”.

    Cinco melhores

    Masculina:

  • Urias Yostaque de Lima - 27min47
  • Adriano Bastos - 28min03
  • Bernardo Alves da Silva - 28min13
  • Francisco Antônio de Oliveira - 28min34
  • Marildo José Barduco - 28min50

    Feminina:

  • Ilaine Wandscheer - 32min44
  • Simone Alves da Silva - 33min41
  • Lindinalva Saraiva da Silva - 34min15
  • Eliete M. Nicolai - 35min46
  • Ana Luiza Dos Anjos (Animal) - 36min01

  • Circuito Corpore passa domingo pelo centro de SP

    Corridas de Rua · 10 ago, 2006

    No próximo domingo (13) o centro da cidade de São Paulo, uma das mais movimentadas metrópoles do Brasil, terá um cenário diferente. Centenas de advogados e operadores vão trocar o terno e a gravata pelo shorts e camiseta para participar da Corrida Centro Histórico, organizada pela Corpore.

    Serão 9 km de percurso, onde os atletas vão passar por diversos locais históricos da capital. Teatro Municipal, Praça da Sé, Mosteiro São Bento, Viaduto do Chá e Pátio do Colégio fazem parte do itinerário.

    Uma novidade para essa prova é a iniciativa da Corpore de colocar os Portadores de Necessidade Especiais (PNEs) na largada junto com os demais atletas. As classes funcionais Deficiente Mental, Deficiente Visual, Amputados de Membros Inferiores e Les Otres poderão se alinhar no local correspondente ao seu tempo na mesma hora da largada geral.

    Sobre a prova - A prova foi criada em 1995 pelo advogado e vice-presidente da Corpore Octávio Aronis. Ao passar pela região em uma manhã de domingo ele percebeu a diferença do movimento em relação aos dias da semana e achou interessante incluir o percurso no Circuito Corpore.

    “Essa é uma maneira diferente de conhecer a cidade. Você tem outro olhar quando está relaxado e despreocupado”, declara Aronis. Com largada prevista para às 8h, na Rua Libero Badaró, a prova deve reunir cerca de seis mil participantes.

    A competição contará pontos para o Ranking Corpore Associados e Empresas e premiará os cinco melhores nas categorias geral e advogado. Todos os participantes que concluírem a prova receberão medalha e camiseta.

    Programação:

    6h00 – Início do Evento – Entrega dos chips
    7h30 – Alongamento e aquecimento
    8h00 – Largada geral
    9h30 – Premiação


    Circuito Corpore passa domingo pelo centro de SP

    Corridas de Rua · 10 ago, 2006

    No próximo domingo (13) o centro da cidade de São Paulo, uma das mais movimentadas metrópoles do Brasil, terá um cenário diferente. Centenas de advogados e operadores vão trocar o terno e a gravata pelo shorts e camiseta para participar da Corrida Centro Histórico, organizada pela Corpore.

    Serão 9 km de percurso, onde os atletas vão passar por diversos locais históricos da capital. Teatro Municipal, Praça da Sé, Mosteiro São Bento, Viaduto do Chá e Pátio do Colégio fazem parte do itinerário.

    Uma novidade para essa prova é a iniciativa da Corpore de colocar os Portadores de Necessidade Especiais (PNEs) na largada junto com os demais atletas. As classes funcionais Deficiente Mental, Deficiente Visual, Amputados de Membros Inferiores e Les Otres poderão se alinhar no local correspondente ao seu tempo na mesma hora da largada geral.

    Sobre a prova - A prova foi criada em 1995 pelo advogado e vice-presidente da Corpore Octávio Aronis. Ao passar pela região em uma manhã de domingo ele percebeu a diferença do movimento em relação aos dias da semana e achou interessante incluir o percurso no Circuito Corpore.

    “Essa é uma maneira diferente de conhecer a cidade. Você tem outro olhar quando está relaxado e despreocupado”, declara Aronis. Com largada prevista para às 8h, na Rua Libero Badaró, a prova deve reunir cerca de seis mil participantes.

    A competição contará pontos para o Ranking Corpore Associados e Empresas e premiará os cinco melhores nas categorias geral e advogado. Todos os participantes que concluírem a prova receberão medalha e camiseta.

    Programação:

    6h00 – Início do Evento – Entrega dos chips
    7h30 – Alongamento e aquecimento
    8h00 – Largada geral
    9h30 – Premiação