Famosos encaram a Maratona de São Paulo com bom humor

Redação Webrun | Maratona · 02 jun, 2009

Gustavo gostou de participar do desafio (foto: Alexandre Koda/ www.webrun.com.br )
Gustavo gostou de participar do desafio (foto: Alexandre Koda/ www.webrun.com.br )

A Maratona Internacional de São Paulo, disputada no último domingo (31) em São Paulo, contou com a participação especial de um grupo de celebridades, que divididos em dois grupos se revezaram no percurso dos 42 quilômetros. A equipe Vida Corrida representou o Rio de Janeiro, enquanto a Fôlego representou São Paulo.

Os paulistas tinham como representantes grandes feras que fizeram história no esporte nacional, como Juninho Paulista, Cafu, Gustavo Borges, Hortência, Rogério Sampaio e Caio Ribeiro. Eles tiveram a companhia da atriz Juliana Didone, a repórter Flávia Freire, além de Felipe Diniz e do ator Guilherme Berenguer.

Ao final das disputas, os cariocas levaram a melhor e chegaram na frente, após uma semana inteira de “provocações” de ambos os lados. Os representantes da Cidade Maravilhosa eram Rodolfo Mattheis (piloto de moto), Fernando Fisher (basquete), Fabiola da Silva (patins), Tiago Gomes (remo), Mariana Brochado (ex-nadadora), Olivier Cozan (chef de cozinha), Adriana Samuel (ex-jogadora de vôlei de praia) e Smigol (repórter).

Disputas e provocações sadias à parte, o grupo veio mesmo para “fazer uma brincadeira séria”, como relata Gustavo Borges, astro da natação brasileira. “Acho que é um momento bastante interessante, fazemos uma brincadeira séria. A Maratona promove saúde, com tios, tias, avôs, avós, trazendo a população para a prática do esporte”. Ainda segundo ele, a competição promove a saúde por meio do esporte. “Estamos aqui para divulgar essa tendência e um pouco do espírito esportivo nesse trabalho”.

Quem também se mostrou empolgada em participar do desafio foi a simpática e sorridente Juliana Didone. “É muito legal estar dentro de um projeto que fala de saúde, de se movimentar e mostrar que a corrida é para todo mundo”, relata a atriz. “É um esporte prático, fácil e, para mim, serve de terapia. Acho que é o melhor remédio contra ansiedade e depressão”, completa.

Praticante assídua do esporte, ela comenta que ainda não está nos planos encarar o percurso completo de uma maratona. “Estou pensando em correr a Meia Maratona do Rio, a maratona inteira ainda é um sonho distante para mim, mas quem sabe um dia. A gente começa como pode, caminha um pouco, depois corre outro pouco, o importante é se movimentar”.

Os grupos foram coordenados por José Rubens D’Eiia (São Paulo) e por Lauter Nogueira (Rio de Janeiro). O treinamento começou em dezembro e os famosos participaram de outras provas, também organizadas pela Yescom, como a Super 40K.

Este texto foi escrito por: Alexandre Koda

Redação Webrun

Ver todos os posts

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!