trofeu

Pinheiros conquista o título do Troféu Adhemar Ferreira da Silva

Sem categoria · 08 maio, 2023

O Esporte Clube Pinheiros, de São Paulo, conquistou os títulos masculino, feminino e geral do Troféu Adhemar Ferreira da Silva Loterias Caixa de Atletismo, encerrado na tarde deste sábado (6/5), no Centro Nacional de Desenvolvimento de Atletismo, em Bragança Paulista […]


Pinheiros conquista o título do Troféu Adhemar Ferreira da Silva

Sem categoria · 08 maio, 2023

O Esporte Clube Pinheiros, de São Paulo, conquistou os títulos masculino, feminino e geral do Troféu Adhemar Ferreira da Silva Loterias Caixa de Atletismo, encerrado na tarde deste sábado (6/5), no Centro Nacional de Desenvolvimento de Atletismo, em Bragança Paulista […]

Kiplagat conquista o título da World Marathon Majors após desqualificação de Sumgong

Maratona · 28 dez, 2017

Edna Kiplagat do Quênia foi declarada vencedora da World Marathon Majors (WMM) após a desclassificação da campeã olímpica Jemima Sumgong. A tricampeã mundial de maratona dupla, de 38 anos, ganhou a Maratona de Boston este ano e triunfou em Chicago […]


Kiplagat conquista o título da World Marathon Majors após desqualificação de Sumgong

Maratona · 28 dez, 2017

Edna Kiplagat do Quênia foi declarada vencedora da World Marathon Majors (WMM) após a desclassificação da campeã olímpica Jemima Sumgong. A tricampeã mundial de maratona dupla, de 38 anos, ganhou a Maratona de Boston este ano e triunfou em Chicago […]

Troféu Independência do Brasil abre inscrições

Corridas de Rua · 01 jul, 2008

Já estão abertas as inscrições para a edição 2008 do Troféu da Independência do Brasil Carrefour Viver Bem, competição de 10 quilômetros a ser realizada no dia sete de setembro no Parque da Independência, em São Paulo. O evento, organizado pela JJS Eventos, contará com diversas novidades em relação às edições passadas.

Uma delas é a criação do Pelotão Especial, que dará a oportunidade a 500 corredores de largar logo atrás da elite e ainda receber em casa o kit de participação. Esses atletas terão direito ainda a quatro sorteios, sendo dois de tênis Brooks e dois de kits da loja de material esportivo Centauro.

Haverá também uma disputa de cinco quilômetros, o equivalente a uma volta em torno do Parque e a Corrida Especial de 10 quilômetros para Portadores de Necessidade Especial, com inscrição gratuita. “Os corredores passarão pelos grandes marcos da independência, dando um grande ‘abraço’ no Parque, tendo como cenário monumentos magníficos como o Museu do Ipiranga”, destaca José João da Silva, responsável pela organização.

O percurso possui algumas subidas, o que o caracteriza como dificuldade média e os organizadores vão disponibilizar postos de hidratação a cada dois quilômetros, além de um posto de gel no quilômetro seis. Além de troféus, os cinco primeiros colocados vão dividir um prêmio total de três mil reais e todos os que completarem receberão medalha de participação.

As inscrições custam R$ 35 para o público em geral, R$ 30 para funcionários do Carrefour e R$ 17,50 para atletas acima de 60 anos. Portadores de Necessidades especiais tem isenção no valor da inscrição e, para efetivar a participação, basta acessar o site oficial da organização, o www.jjseventos.com.br.


Troféu Independência do Brasil abre inscrições

Corridas de Rua · 01 jul, 2008

Já estão abertas as inscrições para a edição 2008 do Troféu da Independência do Brasil Carrefour Viver Bem, competição de 10 quilômetros a ser realizada no dia sete de setembro no Parque da Independência, em São Paulo. O evento, organizado pela JJS Eventos, contará com diversas novidades em relação às edições passadas.

Uma delas é a criação do Pelotão Especial, que dará a oportunidade a 500 corredores de largar logo atrás da elite e ainda receber em casa o kit de participação. Esses atletas terão direito ainda a quatro sorteios, sendo dois de tênis Brooks e dois de kits da loja de material esportivo Centauro.

Haverá também uma disputa de cinco quilômetros, o equivalente a uma volta em torno do Parque e a Corrida Especial de 10 quilômetros para Portadores de Necessidade Especial, com inscrição gratuita. “Os corredores passarão pelos grandes marcos da independência, dando um grande ‘abraço’ no Parque, tendo como cenário monumentos magníficos como o Museu do Ipiranga”, destaca José João da Silva, responsável pela organização.

O percurso possui algumas subidas, o que o caracteriza como dificuldade média e os organizadores vão disponibilizar postos de hidratação a cada dois quilômetros, além de um posto de gel no quilômetro seis. Além de troféus, os cinco primeiros colocados vão dividir um prêmio total de três mil reais e todos os que completarem receberão medalha de participação.

As inscrições custam R$ 35 para o público em geral, R$ 30 para funcionários do Carrefour e R$ 17,50 para atletas acima de 60 anos. Portadores de Necessidades especiais tem isenção no valor da inscrição e, para efetivar a participação, basta acessar o site oficial da organização, o www.jjseventos.com.br.

Veja como foi a final dos 200m do Troféu Brasil de Atletismo

Atletismo · 29 jun, 2008

As finais feminina e masculina dos 200 metros rasos do Troféu Brasil de Atletismo aconteceram na manhã desse domingo (29) em São Paulo. As mulheres foram as primeiras a entrarem na pista às 10h20. Segundos depois, a jovem Evelyn dos Santos, 23 anos, sagrou-se a campeã dos 200m, além de garantir o índice “B” para Pequim.

Ela completou a rápida competição em 23seg08. “Qualquer uma poderia ganhar essa prova. Estou muito feliz com o meu resultado”, diz Evelyn com o sorriso estampado no rosto. Essa foi a primeira vez que a atletas carioca participou do Troféu Brasil.

Filha de dois velocistas consagrados no país na década de 80, Nelsinho (recordista brasileiro dos 100 metros rasos) e de Sheila de Oliveira (bronze no 100m do Pan de 1987), Evylen mostra a renovação no atletismo brasilero. Indagada se está contenta com o índice “B”, ela disse que sim, mas ainda quer mais.

“Ainda tem gente que também pode fazer esse índice, por isso quero buscar o índice A”, conta. O segundo lugar da competição ficou com Rosemar Maria Coelho Neto em 23seg24 seguida por Vanda Gomes, 23seg40.

Homens - No masculino o amazonense Sandro Viana garantiu o primeiro lugar no tempo de 20seg68. De acordo com o atleta, a temperatura elevada da capital paulista ajudou sua vitória. “Gosto de correr no calor e hoje Deus me agraciou com o clima quente”.

O atleta, que já tem índice olímpico, agora se junta com os outros integrantes da seleção brasileira de atletismo, para aprimorarem o revezamento 4x100m. “Agora vamos para a Europa para treinar o revezamento e conseguir baixar a marca de 38 segundos. Lá também participo de provas individuais”, conta Sandro que embarca nessa quarta-feira (2) para Espanha.

Depois o time volta para São Paulo e no dia 30 de julho e vai Macau e depois Pequim. O segundo colocado dos 200m foi Bruno Tenório (20seg68) e a terceira posição ficou com Vicente Lenilson (20seg87).


Veja como foi a final dos 200m do Troféu Brasil de Atletismo

Atletismo · 29 jun, 2008

As finais feminina e masculina dos 200 metros rasos do Troféu Brasil de Atletismo aconteceram na manhã desse domingo (29) em São Paulo. As mulheres foram as primeiras a entrarem na pista às 10h20. Segundos depois, a jovem Evelyn dos Santos, 23 anos, sagrou-se a campeã dos 200m, além de garantir o índice “B” para Pequim.

Ela completou a rápida competição em 23seg08. “Qualquer uma poderia ganhar essa prova. Estou muito feliz com o meu resultado”, diz Evelyn com o sorriso estampado no rosto. Essa foi a primeira vez que a atletas carioca participou do Troféu Brasil.

Filha de dois velocistas consagrados no país na década de 80, Nelsinho (recordista brasileiro dos 100 metros rasos) e de Sheila de Oliveira (bronze no 100m do Pan de 1987), Evylen mostra a renovação no atletismo brasilero. Indagada se está contenta com o índice “B”, ela disse que sim, mas ainda quer mais.

“Ainda tem gente que também pode fazer esse índice, por isso quero buscar o índice A”, conta. O segundo lugar da competição ficou com Rosemar Maria Coelho Neto em 23seg24 seguida por Vanda Gomes, 23seg40.

Homens - No masculino o amazonense Sandro Viana garantiu o primeiro lugar no tempo de 20seg68. De acordo com o atleta, a temperatura elevada da capital paulista ajudou sua vitória. “Gosto de correr no calor e hoje Deus me agraciou com o clima quente”.

O atleta, que já tem índice olímpico, agora se junta com os outros integrantes da seleção brasileira de atletismo, para aprimorarem o revezamento 4x100m. “Agora vamos para a Europa para treinar o revezamento e conseguir baixar a marca de 38 segundos. Lá também participo de provas individuais”, conta Sandro que embarca nessa quarta-feira (2) para Espanha.

Depois o time volta para São Paulo e no dia 30 de julho e vai Macau e depois Pequim. O segundo colocado dos 200m foi Bruno Tenório (20seg68) e a terceira posição ficou com Vicente Lenilson (20seg87).

Fred Monteiro quer mais uma vitória no Troféu BR

Triathlon · 11 set, 2007

O santista Fred Monteiro venceu a etapa de abertura do Troféu Brasil e quer repetir o bom resultado no próximo dia 23, também em sua cidade natal, ocasião em que será disputada a antepenúltima prova do circuito. Aos 32 anos ele tem disposição de sobra para brigar pelo título e está ainda mais motivado, pois seria o primeiro campeonato de um santista.

“O título do Troféu Brasil é de grande importância para a carreira de qualquer triathleta”, ressalta Fred que também foi o terceiro em Goiás e o quarto colocado na prova passada, na USP, em São Paulo. “Não disputei a segunda etapa, pois já estava com uma prova marcada na Europa e sabia que tenho dois descartes pelo regulamento”, completa.

Em São Paulo ele estava com uma forte gripe, motivo pelo qual competiu no sacrifício, mas tem certeza que para a disputa santista estará em plena forma. “Fiquei muito ruim e confesso que durante a prova pensei em parar várias vezes, mas sabia que eram pontos valiosos. Agora, a expectativa é a melhor possível. Venho treinando muito, focando o lugar mais alto do pódio”.

Atualmente ele ocupa a quarta colocação no campeonato, com 385 pontos, atrás do goiano Santiago Ascenço (474,5 pontos), do argentino Ezequiel Morales (444,5) e da revelação da categoria Marcus Vinícius Fernandes (409). “Não quero ficar fantasiando. Quero é a realidade da situação, ou seja, são mais três etapas e quem se der bem leva o título. Portanto, quero ganhar as etapas e o primeiro lugar no ranking final será conseqüência”, enfatiza.

A largada e chegada da prova serão na Praia do Gonzaga e a expectativa dos organizadores é reunir cerca de 800 competidores de todo o país.


Fred Monteiro quer mais uma vitória no Troféu BR

Triathlon · 11 set, 2007

O santista Fred Monteiro venceu a etapa de abertura do Troféu Brasil e quer repetir o bom resultado no próximo dia 23, também em sua cidade natal, ocasião em que será disputada a antepenúltima prova do circuito. Aos 32 anos ele tem disposição de sobra para brigar pelo título e está ainda mais motivado, pois seria o primeiro campeonato de um santista.

“O título do Troféu Brasil é de grande importância para a carreira de qualquer triathleta”, ressalta Fred que também foi o terceiro em Goiás e o quarto colocado na prova passada, na USP, em São Paulo. “Não disputei a segunda etapa, pois já estava com uma prova marcada na Europa e sabia que tenho dois descartes pelo regulamento”, completa.

Em São Paulo ele estava com uma forte gripe, motivo pelo qual competiu no sacrifício, mas tem certeza que para a disputa santista estará em plena forma. “Fiquei muito ruim e confesso que durante a prova pensei em parar várias vezes, mas sabia que eram pontos valiosos. Agora, a expectativa é a melhor possível. Venho treinando muito, focando o lugar mais alto do pódio”.

Atualmente ele ocupa a quarta colocação no campeonato, com 385 pontos, atrás do goiano Santiago Ascenço (474,5 pontos), do argentino Ezequiel Morales (444,5) e da revelação da categoria Marcus Vinícius Fernandes (409). “Não quero ficar fantasiando. Quero é a realidade da situação, ou seja, são mais três etapas e quem se der bem leva o título. Portanto, quero ganhar as etapas e o primeiro lugar no ranking final será conseqüência”, enfatiza.

A largada e chegada da prova serão na Praia do Gonzaga e a expectativa dos organizadores é reunir cerca de 800 competidores de todo o país.

Galindez e Moreno vencem no Troféu Brasiil

Triathlon · 15 set, 2003

Dois triatletas que disputaram os Jogos Pan-Americanos de Santo Domingo, na República Dominicana, foram os vencedores do 13º Gatorade Triathlon Troféu Brasil. Na chuvosa e fria manhã deste domingo na Praia do Gonzaga, em Santos, o argentino Oscar Galindez ganhou a quarta etapa da mais tradicional competição da modalidade no Brasil e que no dia 23 de novembro terá o encerramento da temporada com a última prova do ano, novamente em Santos.

Com sua terceira vitória em 2003, Galindez, que não participou da etapa de Nova Lima, Minas Gerais, deu importante passo para se sagrar heptacampeão do Troféu Brasil. Carla Moreno, quarta colocada em Santo Domingo, foi a ganhadora entre as mulheres, mas a liderança na classificação geral passou para Taísa Gentina, quinta colocada na prova deste domingo.

Devido à chuva e ao vento, a prova de natação foi cancelada, pois as bóias de sinalização foram arrastadas pela forte maré. Com isso, a competição virou duatlo terrestre e passou a ter, para os profissionais, 10 quilômetros de corrida a pé, 40 km de ciclismo e outros 5 mil metros de corrida. Os amadores fizeram 5 mil metros de corrida, 20 km de ciclismo e outros 2,5 km a pé. Galindez completou em 1h44m57s, Antonio Marcos de Souza e Silva ficou em segundo lugar, Santiago Ascenso terminou em terceiro, Renato Dantas acabou na quarta colocação e o argentino Ezequiel Morales na quinta posição.

"Foi um desafio, pois no sábado fiz 100 km de bicicleta, como parte da minha preparação para o Ironman do Havaí. Corri bem e nos últimos quilômetros acabei me poupando um pouco", disse Galindez, medalha de bronze no Pan e campeão mundial de biatlo em 1995.

Antonio Marcos de Souza e Silva ficou tão empolgado com o resultado que quase retornou ao hotel direto sem subir no pódio para receber a premiação. Ele teve de ser chamado insistentemente pela organização e pelos jornalistas que queriam ouvi-lo.

"De verdade gostei muito quando essa prova acabou por virar um duatlo, pois a corrida é o meu forte", disse o cearense de 26 anos que garantiu a segunda colocação nos últimos 5 mil metros de corrida quando obteve boa recuperação.

Santiago Ascenso continua na liderança do Troféu Brasil, mas, de acordo com o regulamento, tem de descartar um resultado e a primeira colocação passaria para as mãos de Galindez, que mora e treina em Santos. Santiago sabe das dificuldades que terá para tentar superar o argentino na próxima etapa, mas não desanima.

"Foi melhor do que eu esperava. Logicamente, depois da prova de Belo Horizonte e do Mundial de Biatlo na Suíça meu rendimento iria cair. O importante é que pontuei e praticamente já garanti o vice-campeonato desta temporada", disse Santiago.

Assim como Galindez entre os homens, Carla Moreno não teve grandes dificuldades para vencer na categoria Profissional Feminina. Com o tempo de 2h04m28, ela ficou à frente da segunda colocada Maria Soledad, de Ana Cristina Boccanera, que acabou em terceiro e de Aglaé de Menezes e Taísa Gentina, respectivamente, quarta e quinta classificadas.

"Não esperava abrir uma vantagem tão grande mesmo preparada para fazer um biatlo. É um prazer vencer em Santos, que considero a minha segunda cidade", disse Carla Moreno, de São Carlos, interior de São Paulo.

A segunda colocada, Maria Soledad, também estava satisfeita com o resultado. Para a triatleta, a ausência da natação contribuiu com seu bom desempenho deste domingo.

"A natação não é o meu forte. Aproveitei o ciclismo para ganhar tempo em relação à terceira colocada e assegurar o segundo lugar", disse.

Ao contrário da segunda colocada, Boccanera considera o biatlo uma prova mais dura que o triatlo.

"É muito complicado correr 10 km logo no início da prova. Depois, quando você vai pedalar, a musculatura parece que fica toda contraída. Todos os atletas que terminaram a prova estão de parabéns", finalizou.

Os dez primeiros do Profissional Masculino:

1)Oscar Galindez (Reebok/Memorial/Timex), 1h44m57s237
2)Antonio Marcos de Souza e Silva (BR-Teleconm/Gladison/Indaiá), 1h47m05s584
3)Santiago Ascenso (Pão de Açúcar Club/DPA/Gov. De Goiás), 1h47m41s870
4)Renato Dantas, 1h47m55s605
5)Ezequiel Moralez (Brhaim Hermanos), 1h48m37s999
6)Fábio Carvalho, 1h49m26s137
7)Ivan Albano Jr. (Albano TriSport/ Pro-Pe/Kaneurubeer/Mogicel), 1h49m48s800
8)Fred Monteiro (Unimonte/Swacht/PMS/Vit Shop) 1h50m43s606
9)Guilherme Valenza (Catta Preta/TIM/Pref. Curitiba) 1h50m58s317
10)José Mauro Miyasiro (Unimonte/Swacht), 1h51m16s277

As dez primeiras no Profissional Feminino:

1)Carla Moreno (Pão de Açúcar/Nike), 2h04m28s980
2)Maria Soledad Omar (Cirme Salud), 2h07m49s630
3)Ana Cristina Boccanera (Alltrack Bicycles), 2h07m57s220
4)Aglaé de Menezes, 2h11m37s842
5)Taísa Gentina, 2h11m50s875
6)Clarissa Kimi Mine, (Lusa/Anderson Bicicletas), 2h12m08s670
7)Juliano Petry (FME Itajaí/Club Social/Amaral), 2h13m04s722
8)Kátia Ruschel (Furukawa/Gustavo Borges), 2h14m00s446
9)Fernanda Garcia (Unimonte), 2h14m39s789
10)Giselle Correa (SESI-PR/Bike Tech/Santa Mônica/PUC-PR), 2h21m54s684

Os cinco primeiros na classificação do 13º Gatorade Triathlon Troféu Brasil

Profissional Masculino:

1) Santiago Ascenso, 442,75
2) Oscar Galindez, 393,25
3) Frederico Monteiro, 373,25
4) Rafael Moreno, 332,25
5) Marcus Ornellas, 320,25

Profissional Feminino:

1) Taísa Gentina, 375,25
2) Gisele Bertucci, 361,75
3) Fernanda Garcia, 350,25
4) Mirian Yoko Mine, 327,25
5) Rita Correia, 309,25

(*) - Todos os triatletas são obrigados a descartar o pior resultado entre os cinco da temporada.


Galindez e Moreno vencem no Troféu Brasiil

Triathlon · 15 set, 2003

Dois triatletas que disputaram os Jogos Pan-Americanos de Santo Domingo, na República Dominicana, foram os vencedores do 13º Gatorade Triathlon Troféu Brasil. Na chuvosa e fria manhã deste domingo na Praia do Gonzaga, em Santos, o argentino Oscar Galindez ganhou a quarta etapa da mais tradicional competição da modalidade no Brasil e que no dia 23 de novembro terá o encerramento da temporada com a última prova do ano, novamente em Santos.

Com sua terceira vitória em 2003, Galindez, que não participou da etapa de Nova Lima, Minas Gerais, deu importante passo para se sagrar heptacampeão do Troféu Brasil. Carla Moreno, quarta colocada em Santo Domingo, foi a ganhadora entre as mulheres, mas a liderança na classificação geral passou para Taísa Gentina, quinta colocada na prova deste domingo.

Devido à chuva e ao vento, a prova de natação foi cancelada, pois as bóias de sinalização foram arrastadas pela forte maré. Com isso, a competição virou duatlo terrestre e passou a ter, para os profissionais, 10 quilômetros de corrida a pé, 40 km de ciclismo e outros 5 mil metros de corrida. Os amadores fizeram 5 mil metros de corrida, 20 km de ciclismo e outros 2,5 km a pé. Galindez completou em 1h44m57s, Antonio Marcos de Souza e Silva ficou em segundo lugar, Santiago Ascenso terminou em terceiro, Renato Dantas acabou na quarta colocação e o argentino Ezequiel Morales na quinta posição.

"Foi um desafio, pois no sábado fiz 100 km de bicicleta, como parte da minha preparação para o Ironman do Havaí. Corri bem e nos últimos quilômetros acabei me poupando um pouco", disse Galindez, medalha de bronze no Pan e campeão mundial de biatlo em 1995.

Antonio Marcos de Souza e Silva ficou tão empolgado com o resultado que quase retornou ao hotel direto sem subir no pódio para receber a premiação. Ele teve de ser chamado insistentemente pela organização e pelos jornalistas que queriam ouvi-lo.

"De verdade gostei muito quando essa prova acabou por virar um duatlo, pois a corrida é o meu forte", disse o cearense de 26 anos que garantiu a segunda colocação nos últimos 5 mil metros de corrida quando obteve boa recuperação.

Santiago Ascenso continua na liderança do Troféu Brasil, mas, de acordo com o regulamento, tem de descartar um resultado e a primeira colocação passaria para as mãos de Galindez, que mora e treina em Santos. Santiago sabe das dificuldades que terá para tentar superar o argentino na próxima etapa, mas não desanima.

"Foi melhor do que eu esperava. Logicamente, depois da prova de Belo Horizonte e do Mundial de Biatlo na Suíça meu rendimento iria cair. O importante é que pontuei e praticamente já garanti o vice-campeonato desta temporada", disse Santiago.

Assim como Galindez entre os homens, Carla Moreno não teve grandes dificuldades para vencer na categoria Profissional Feminina. Com o tempo de 2h04m28, ela ficou à frente da segunda colocada Maria Soledad, de Ana Cristina Boccanera, que acabou em terceiro e de Aglaé de Menezes e Taísa Gentina, respectivamente, quarta e quinta classificadas.

"Não esperava abrir uma vantagem tão grande mesmo preparada para fazer um biatlo. É um prazer vencer em Santos, que considero a minha segunda cidade", disse Carla Moreno, de São Carlos, interior de São Paulo.

A segunda colocada, Maria Soledad, também estava satisfeita com o resultado. Para a triatleta, a ausência da natação contribuiu com seu bom desempenho deste domingo.

"A natação não é o meu forte. Aproveitei o ciclismo para ganhar tempo em relação à terceira colocada e assegurar o segundo lugar", disse.

Ao contrário da segunda colocada, Boccanera considera o biatlo uma prova mais dura que o triatlo.

"É muito complicado correr 10 km logo no início da prova. Depois, quando você vai pedalar, a musculatura parece que fica toda contraída. Todos os atletas que terminaram a prova estão de parabéns", finalizou.

Os dez primeiros do Profissional Masculino:

1)Oscar Galindez (Reebok/Memorial/Timex), 1h44m57s237
2)Antonio Marcos de Souza e Silva (BR-Teleconm/Gladison/Indaiá), 1h47m05s584
3)Santiago Ascenso (Pão de Açúcar Club/DPA/Gov. De Goiás), 1h47m41s870
4)Renato Dantas, 1h47m55s605
5)Ezequiel Moralez (Brhaim Hermanos), 1h48m37s999
6)Fábio Carvalho, 1h49m26s137
7)Ivan Albano Jr. (Albano TriSport/ Pro-Pe/Kaneurubeer/Mogicel), 1h49m48s800
8)Fred Monteiro (Unimonte/Swacht/PMS/Vit Shop) 1h50m43s606
9)Guilherme Valenza (Catta Preta/TIM/Pref. Curitiba) 1h50m58s317
10)José Mauro Miyasiro (Unimonte/Swacht), 1h51m16s277

As dez primeiras no Profissional Feminino:

1)Carla Moreno (Pão de Açúcar/Nike), 2h04m28s980
2)Maria Soledad Omar (Cirme Salud), 2h07m49s630
3)Ana Cristina Boccanera (Alltrack Bicycles), 2h07m57s220
4)Aglaé de Menezes, 2h11m37s842
5)Taísa Gentina, 2h11m50s875
6)Clarissa Kimi Mine, (Lusa/Anderson Bicicletas), 2h12m08s670
7)Juliano Petry (FME Itajaí/Club Social/Amaral), 2h13m04s722
8)Kátia Ruschel (Furukawa/Gustavo Borges), 2h14m00s446
9)Fernanda Garcia (Unimonte), 2h14m39s789
10)Giselle Correa (SESI-PR/Bike Tech/Santa Mônica/PUC-PR), 2h21m54s684

Os cinco primeiros na classificação do 13º Gatorade Triathlon Troféu Brasil

Profissional Masculino:

1) Santiago Ascenso, 442,75
2) Oscar Galindez, 393,25
3) Frederico Monteiro, 373,25
4) Rafael Moreno, 332,25
5) Marcus Ornellas, 320,25

Profissional Feminino:

1) Taísa Gentina, 375,25
2) Gisele Bertucci, 361,75
3) Fernanda Garcia, 350,25
4) Mirian Yoko Mine, 327,25
5) Rita Correia, 309,25

(*) - Todos os triatletas são obrigados a descartar o pior resultado entre os cinco da temporada.

Troféu Brasil de Atletismo: confira o 1° dia

Atletismo · 13 jun, 2003

Atletas da equipe BM&F Atletismo venceram seis das dez finais desta quinta-feira do Troféu Brasil Caixa de Atletismo, no Conjunto Desportivo do Ibirapuera, em São Paulo. Grande favorita para a conquista do bicampeonato, a equipe confirmou a expectativa.

Na prova masculina do salto em distância, o australiano John Thornell ganhou com 7,99 metros, mas a medalha de ouro será entregue nesta sexta-feira ao brasileiro Thiago Carahyba, da BM&F, que ficou em segundo lugar, com 7,90 m. Thornell é um dos quatro estrangeiros convidados para a competição.

Resultados desta quinta-feira, primeiro dia de competições do Troféu Brasil Caixa de Atletismo:

Lançamento do disco masculino: 1) João Joaquim dos Santos, 52m69; 2)
Gustavo Gomes de Mendonça, 52m19; 3) Jair Roberto Teotônio, 51s84.

Lançamento de martelo feminino: 1) Katiuscia Borges de Jesus (BM&F), 60m37; 2) Josiane Soares (BM&F), 59m76; 3) Margit Wahlbrink, 58m44.

200 m masculino: 1) André Domingos, 20s56; 2) Claudinei Quirino da Silva, 20s80 e 3) Jorge Célio da Rocha Sena, 20s81.

200 m feminino: 1) Lucimar Aparecida de Moura (BM&F), 23s29; 2) Geisa
Aparecida Coutinho, 23s45 e 3) Aretusa Francisca Moreira, 23s74.

110 m com barreiras: 1) Redelen dos Santos (BM&F), 13s68; 2) Matheus
Inocêncio, 13s80 e 3) Walmes Rangel de Souza, 13s80.

100 m com barreiras: 1) Gilvaneide Parrela, 13s60; 2) Maíla Paula Machado (BM&F), 13s63 e 3) Rubia Soares dos Santos, 13s94.

10 mil metros masculino: 1) Marilson dos Santos (BM&F), em 28m35s67; 2) Elenilson da Silva, 28m44s70; 3) Luís Fernando de Almeida Paula, com 29m03s80

10 mil metros feminino: 1) Ednalva Laureano, 33m58s91; 2) Maria Cristina Rodrigues (BM&F), 34m07s48; 3) Lídia Karwowski, 34m13s05

Salto em distância masculino: 1) John Thornell, 7m99; 2) Thiago Carahyba (BM&F), 7m90; 3) Jadel Gregório (BM&F), 7m89.

Salto com vara feminino: 1) Karla Rosa da Silva (BM&F), 4m02 (recorde
brasileiro); 2) Michaela Heitkoter (BM&F), 3m85; 3) Karem Borges, 3m70.


Troféu Brasil de Atletismo: confira o 1° dia

Atletismo · 13 jun, 2003

Atletas da equipe BM&F Atletismo venceram seis das dez finais desta quinta-feira do Troféu Brasil Caixa de Atletismo, no Conjunto Desportivo do Ibirapuera, em São Paulo. Grande favorita para a conquista do bicampeonato, a equipe confirmou a expectativa.

Na prova masculina do salto em distância, o australiano John Thornell ganhou com 7,99 metros, mas a medalha de ouro será entregue nesta sexta-feira ao brasileiro Thiago Carahyba, da BM&F, que ficou em segundo lugar, com 7,90 m. Thornell é um dos quatro estrangeiros convidados para a competição.

Resultados desta quinta-feira, primeiro dia de competições do Troféu Brasil Caixa de Atletismo:

Lançamento do disco masculino: 1) João Joaquim dos Santos, 52m69; 2)
Gustavo Gomes de Mendonça, 52m19; 3) Jair Roberto Teotônio, 51s84.

Lançamento de martelo feminino: 1) Katiuscia Borges de Jesus (BM&F), 60m37; 2) Josiane Soares (BM&F), 59m76; 3) Margit Wahlbrink, 58m44.

200 m masculino: 1) André Domingos, 20s56; 2) Claudinei Quirino da Silva, 20s80 e 3) Jorge Célio da Rocha Sena, 20s81.

200 m feminino: 1) Lucimar Aparecida de Moura (BM&F), 23s29; 2) Geisa
Aparecida Coutinho, 23s45 e 3) Aretusa Francisca Moreira, 23s74.

110 m com barreiras: 1) Redelen dos Santos (BM&F), 13s68; 2) Matheus
Inocêncio, 13s80 e 3) Walmes Rangel de Souza, 13s80.

100 m com barreiras: 1) Gilvaneide Parrela, 13s60; 2) Maíla Paula Machado (BM&F), 13s63 e 3) Rubia Soares dos Santos, 13s94.

10 mil metros masculino: 1) Marilson dos Santos (BM&F), em 28m35s67; 2) Elenilson da Silva, 28m44s70; 3) Luís Fernando de Almeida Paula, com 29m03s80

10 mil metros feminino: 1) Ednalva Laureano, 33m58s91; 2) Maria Cristina Rodrigues (BM&F), 34m07s48; 3) Lídia Karwowski, 34m13s05

Salto em distância masculino: 1) John Thornell, 7m99; 2) Thiago Carahyba (BM&F), 7m90; 3) Jadel Gregório (BM&F), 7m89.

Salto com vara feminino: 1) Karla Rosa da Silva (BM&F), 4m02 (recorde
brasileiro); 2) Michaela Heitkoter (BM&F), 3m85; 3) Karem Borges, 3m70.

Galindez e Manzan brigam pelo título em Santos

Triathlon · 08 nov, 2002

Estão abertas as inscrições para a quinta e última etapa do 12.º Gatorade Triathlon - Troféu Brasil 2002, que acontece no dia 24 de novembro, a partir das 8 horas, na praia do Gonzaga, em Santos (SP).

Oscar Galindez (Memorial/Reebok/PowerBar/OG) e Alexandre Manzan (Rainha), cada um com duas vitórias na temporada, devem fazer uma disputa acirrada pelo título. Manzan, campeão em 94, ocupa a primeira colocação com 478,25 pontos, enquanto Galindez, que tenta o hexacampeonato, está em quarto com 475,75. O regulamento determina o descarte do pior resultado. Galindez não disputou a quarta etapa, que será descartada. Manzan participou das quatro provas anteriores e até o momento está descartando um terceiro lugar.

No feminino, a tricampeã Carla Moreno, de São Carlos (SP), tem grandes chances de conquistar o título. Ela venceu as quatro etapas disputadas até agora e lidera com 514,25 pontos. Em segundo lugar está Gisele Bertucci, que soma 406,75 pontos. Elas também terão de descartar um resultado.

Novidade - Nesta etapa os atletas amadores que têm conta no Banco Real, em qualquer lugar do Brasil, terão um desconto de 50% na taxa de inscrição. Esse desconto será dado para aqueles que fizerem as inscrições até o dia 15 de novembro.

Mais informações clique aqui.


Galindez e Manzan brigam pelo título em Santos

Triathlon · 08 nov, 2002

Estão abertas as inscrições para a quinta e última etapa do 12.º Gatorade Triathlon - Troféu Brasil 2002, que acontece no dia 24 de novembro, a partir das 8 horas, na praia do Gonzaga, em Santos (SP).

Oscar Galindez (Memorial/Reebok/PowerBar/OG) e Alexandre Manzan (Rainha), cada um com duas vitórias na temporada, devem fazer uma disputa acirrada pelo título. Manzan, campeão em 94, ocupa a primeira colocação com 478,25 pontos, enquanto Galindez, que tenta o hexacampeonato, está em quarto com 475,75. O regulamento determina o descarte do pior resultado. Galindez não disputou a quarta etapa, que será descartada. Manzan participou das quatro provas anteriores e até o momento está descartando um terceiro lugar.

No feminino, a tricampeã Carla Moreno, de São Carlos (SP), tem grandes chances de conquistar o título. Ela venceu as quatro etapas disputadas até agora e lidera com 514,25 pontos. Em segundo lugar está Gisele Bertucci, que soma 406,75 pontos. Elas também terão de descartar um resultado.

Novidade - Nesta etapa os atletas amadores que têm conta no Banco Real, em qualquer lugar do Brasil, terão um desconto de 50% na taxa de inscrição. Esse desconto será dado para aqueles que fizerem as inscrições até o dia 15 de novembro.

Mais informações clique aqui.

12° Gatorade Triathlon Troféu Brasil 2ª etapa

Triathlon · 21 abr, 2002

Dois atletas mereceram destaque na segunda etapa da 12ª edição do Gatorade Triathlon Troféu Brasil 2002 realizada hoje, dia 21 de abril, em Copacabana, Rio de Janeiro. Os nomes dos vencedores são Oscar Galindez e Carla Moreno.

O argentino Oscar Galindez, atleta Powerbar, completou a prova em 1h49m56 e como sempre obteve grande destaque na prova de ciclismo, sua melhor modalidade. Esta é a segunda prova do triatleta após um longo período parado em razão de uma operação no ombro. Na primeira etapa, Oscar ficou com segunda colocação.

Com 30 anos de idade, Oscar coleciona vários títulos entre eles a medalha de bronze nos Jogos Pan-americanos de Mar Del Plata (95), foi dez vezes campeão argentino, seis sul-americano, quatro pan-americano, campeão mundial de duatlo, pentacampeão do Triathlon Internacional de Santos e pentacampeão do Troféu Brasil de Triathlon. Praticante de triathlon há 15 anos sua próxima meta agora é o Ironman Brasil 2001, que acontecerá no próximo dia 26 de maio.

Carla Moreno não fica atrás do pentacampeão. Atualmente é a principal triatleta nacional nas distâncias olímpicas e a melhor atleta nacional no ranking mundial. Durante a prova Carla saiu da natação em terceiro lugar, mas já no ciclismo conseguiu a liderança da prova.
“Consegui manter um bom desempenho ao longo da prova. Isso é muito importante para que eu possa conseguir conquistar o pentacampeonato”, declarou a atleta.

O Veteran:o A segunda etapa da 12ª edição do Gatorade Triathlon Troféu Brasil 2002 realizada em Copacabana, Rio de Janeiro, não contou apenas com a presença de jovens atletas. Entre todos os competidores um deles merecia uma atenção especial, Heleno Celestino dos Santos. Seu Heleno, como é mais conhecido, é o atleta mais idoso de triathlon no Brasil.

Com 80 anos de idade, Seu Heleno, completou a prova em 2h18m06, e se mostrou muito satisfeito com seu resultado. “Minha esposa me incentivou muito a vir participar. Ela sempre me diz para eu ir devagar que eu chego lá”. Casado há 53 anos, o triatleta participa de competições de atletismo e natação desde 1952 e afirma ter participado do primeiro triathlon do Brasil.

Escoltado por seus filhos, netos e bisnetos, Seu Heleno contou um pouquinho da sua rotina. Ele treina natação todas as segundas quartas e sextas-feiras, no Flamengo. “Bicicleta e corrida eu pratico mais esporadicamente, quando tenho tempo”, confessa humildemente. Entretanto, seu heleno possui um passado glorioso. Foi pentacampeão de atletismo e já pratica natação há mais de 18 anos. Seus planos para o futuro são continuar treinando e participando de competições.


12° Gatorade Triathlon Troféu Brasil 2ª etapa

Triathlon · 21 abr, 2002

Dois atletas mereceram destaque na segunda etapa da 12ª edição do Gatorade Triathlon Troféu Brasil 2002 realizada hoje, dia 21 de abril, em Copacabana, Rio de Janeiro. Os nomes dos vencedores são Oscar Galindez e Carla Moreno.

O argentino Oscar Galindez, atleta Powerbar, completou a prova em 1h49m56 e como sempre obteve grande destaque na prova de ciclismo, sua melhor modalidade. Esta é a segunda prova do triatleta após um longo período parado em razão de uma operação no ombro. Na primeira etapa, Oscar ficou com segunda colocação.

Com 30 anos de idade, Oscar coleciona vários títulos entre eles a medalha de bronze nos Jogos Pan-americanos de Mar Del Plata (95), foi dez vezes campeão argentino, seis sul-americano, quatro pan-americano, campeão mundial de duatlo, pentacampeão do Triathlon Internacional de Santos e pentacampeão do Troféu Brasil de Triathlon. Praticante de triathlon há 15 anos sua próxima meta agora é o Ironman Brasil 2001, que acontecerá no próximo dia 26 de maio.

Carla Moreno não fica atrás do pentacampeão. Atualmente é a principal triatleta nacional nas distâncias olímpicas e a melhor atleta nacional no ranking mundial. Durante a prova Carla saiu da natação em terceiro lugar, mas já no ciclismo conseguiu a liderança da prova.
“Consegui manter um bom desempenho ao longo da prova. Isso é muito importante para que eu possa conseguir conquistar o pentacampeonato”, declarou a atleta.

O Veteran:o A segunda etapa da 12ª edição do Gatorade Triathlon Troféu Brasil 2002 realizada em Copacabana, Rio de Janeiro, não contou apenas com a presença de jovens atletas. Entre todos os competidores um deles merecia uma atenção especial, Heleno Celestino dos Santos. Seu Heleno, como é mais conhecido, é o atleta mais idoso de triathlon no Brasil.

Com 80 anos de idade, Seu Heleno, completou a prova em 2h18m06, e se mostrou muito satisfeito com seu resultado. “Minha esposa me incentivou muito a vir participar. Ela sempre me diz para eu ir devagar que eu chego lá”. Casado há 53 anos, o triatleta participa de competições de atletismo e natação desde 1952 e afirma ter participado do primeiro triathlon do Brasil.

Escoltado por seus filhos, netos e bisnetos, Seu Heleno contou um pouquinho da sua rotina. Ele treina natação todas as segundas quartas e sextas-feiras, no Flamengo. “Bicicleta e corrida eu pratico mais esporadicamente, quando tenho tempo”, confessa humildemente. Entretanto, seu heleno possui um passado glorioso. Foi pentacampeão de atletismo e já pratica natação há mais de 18 anos. Seus planos para o futuro são continuar treinando e participando de competições.

12° Gatorade Triathlon Troféu Brasil 1ª etapa

Triathlon · 17 mar, 2002

A abertura da temporada 2002 do Gatorade Triathlon Troféu Brasil disputado hoje na cidade de Santos, São Paulo foi uma grande festa que reuniu 923 competidores entre brasileiros, argentinos, norte-americanos, escoceses, holandeses que enfrentaram o forte calor durante o percurso de 1.500m de natação, 40km de ciclismo e 10km de corrida pela orla de Santos.

A vitória no masculino foi do brasiliense Alexandre Manzan (Rainha/Unimonte) que cravou o tempo de 1:51:00.

Manzan que está se mudando para a cidade de Santos obteve a vitória ao ultrapassar o argentino Oscar Galindez (PowerBar/ Reebok/Memorial) na etapa da corrida.

"Comecei o ano de 2002 com chave de ouro. Vim confiante para cá e acho que é sempre bom iniciar uma nova fase na vida, como minha vinda para Santos, com um primeiro lugar", disse.

Quanto a estratégia utilizada na prova Manzan falou:

"Dosei bem as energias, pois o forte calor e a altíssima umidade da cidade castigaram muito os triathletas nesta prova. Soube me poupar na bicicleta e apostei tudo na corrida. Acabou dando certo".

Galindez concluiu a prova na segunda colocação com a marca de 1:52:12, no entanto, deu seu costumeiro "show" na etapa do ciclismo. O argentino iniciou seu "pedal" dois minutos atrás do líder Paulo Miashiro, já, na metade da etapa do ciclismo era o segundo colocado e na segunda transição ciclismo/corrida liderava a prova.

Essa é a primeira competição que Oscar Galindez participa após meses de inatividade em função de uma operação que sofreu no ombro esquerdo.

"Foi maravilhoso chegar nesta posição, pois esta é minha primeira competição depois de quatro meses inativo", comemorou o pentacampeão do Troféu Brasil.

A terceira colocação ficou com o carioca Virgílio de Castilho (Brasil Telecom) com a marca de 1:53:21.

Renato Dantas (InsideOutside) com 1:53:29 e Fred Monteiro com a marca de 1:54:23, ocuparam o quarto e quinto lugares respectivamnente.

No feminino a triathleta Carla Moreno (Nike/Pão de Açúcar Club), tricampeã do Troféu Brasil, confirmou seu favoritismo e venceu a prova de ponta a ponta com a marca de 2:02:52.

Na segunda colocação ficou a inglesa Annie Emmerson (2:05:02) e em terceiro a norte-americana Monica Caplan com 2:05:37.

Completaram o pódio a holandesa Wendy de Boer (2:06:24) e a escocesa Bella Comerford (2:06:32), quarta e quinta colocadas respectivamente.


12° Gatorade Triathlon Troféu Brasil 1ª etapa

Triathlon · 17 mar, 2002

A abertura da temporada 2002 do Gatorade Triathlon Troféu Brasil disputado hoje na cidade de Santos, São Paulo foi uma grande festa que reuniu 923 competidores entre brasileiros, argentinos, norte-americanos, escoceses, holandeses que enfrentaram o forte calor durante o percurso de 1.500m de natação, 40km de ciclismo e 10km de corrida pela orla de Santos.

A vitória no masculino foi do brasiliense Alexandre Manzan (Rainha/Unimonte) que cravou o tempo de 1:51:00.

Manzan que está se mudando para a cidade de Santos obteve a vitória ao ultrapassar o argentino Oscar Galindez (PowerBar/ Reebok/Memorial) na etapa da corrida.

"Comecei o ano de 2002 com chave de ouro. Vim confiante para cá e acho que é sempre bom iniciar uma nova fase na vida, como minha vinda para Santos, com um primeiro lugar", disse.

Quanto a estratégia utilizada na prova Manzan falou:

"Dosei bem as energias, pois o forte calor e a altíssima umidade da cidade castigaram muito os triathletas nesta prova. Soube me poupar na bicicleta e apostei tudo na corrida. Acabou dando certo".

Galindez concluiu a prova na segunda colocação com a marca de 1:52:12, no entanto, deu seu costumeiro "show" na etapa do ciclismo. O argentino iniciou seu "pedal" dois minutos atrás do líder Paulo Miashiro, já, na metade da etapa do ciclismo era o segundo colocado e na segunda transição ciclismo/corrida liderava a prova.

Essa é a primeira competição que Oscar Galindez participa após meses de inatividade em função de uma operação que sofreu no ombro esquerdo.

"Foi maravilhoso chegar nesta posição, pois esta é minha primeira competição depois de quatro meses inativo", comemorou o pentacampeão do Troféu Brasil.

A terceira colocação ficou com o carioca Virgílio de Castilho (Brasil Telecom) com a marca de 1:53:21.

Renato Dantas (InsideOutside) com 1:53:29 e Fred Monteiro com a marca de 1:54:23, ocuparam o quarto e quinto lugares respectivamnente.

No feminino a triathleta Carla Moreno (Nike/Pão de Açúcar Club), tricampeã do Troféu Brasil, confirmou seu favoritismo e venceu a prova de ponta a ponta com a marca de 2:02:52.

Na segunda colocação ficou a inglesa Annie Emmerson (2:05:02) e em terceiro a norte-americana Monica Caplan com 2:05:37.

Completaram o pódio a holandesa Wendy de Boer (2:06:24) e a escocesa Bella Comerford (2:06:32), quarta e quinta colocadas respectivamente.