tricampeonato

Russa Liliya Shobukhova luta pelo tricampeonato na Maratona de Chicago

Maratona · 18 ago, 2011

A Maratona de Chicago anunciou nesta quinta-feira, dia 18 de agosto, que a bicampeã da prova Liliya Shobukhova voltará para lutar pela sua terceira vitória consecutiva, um feito que nunca foi alcançado por nenhum atleta em Chicago (EUA). A russa, que é dona do recorde nacional, dominou as ruas planas e rápidas de Chicago nos últimos dois anos, e venceu a prova em 2009 e usou táticas para resistir e vencer novamente em 2010. Uma vitória na 34ª edição da Maratona de Chicago, que acontece no dia nove de outubro, colocaria Shobukhova em um nível diferenciado como a única tricampeã da corrida.

A competição de Chicago presenciou 12 campeões frequentes, sete mulheres e cinco homens, mas o mais próximo de alcançar três títulos consecutivos foi a queniana Catherine Ndereba, que ficou com o segundo lugar na prova em 2002, após ser campeã em 2000 e 2001. No masculino, o queniano Evans Rutto quase alcançou a façanha após vencer em 2003 e 2004, mas caiu para quarto lugar na edição da maratona em 2005. Khalid Khannouchi, o maior líder da Maratona de Chicago de todos os tempos com quatro vitórias (conquistadas no período de seis anos), nunca conseguiu vencer mais que duas provas em seguida.

Com sua lendária história com disputas acirradas entre a elite, a Maratona de Chicago permanece como a única do World Marathon Majors (Maiores Maratonas do Mundo) que nenhum atleta foi capaz de vencer três anos consecutivos.

“Eu gostaria de agradecer à Maratona de Chicago pela oportunidade de competir nesse evento de classe mundial pelo terceiro ano seguido. Neste ano existe uma pressão adicional, já que estou defendendo o bicampeonato e apesar de todos os campeões anteriores, ninguém jamais foi capaz de vencer três vezes seguidas em Chicago. Todo ano que volta para competir na maratona me sinto mais popular na cidade, as multidões me reconhecem e estou mais familiarizada com o percurso. Isso me ajudará a correr mais rápido e possivelmente a conquistar outro recorde, o que é importante em minha preparação para os Jogos Olímpicos de 2012”, fala a atleta sobre o evento.

A atleta conquistou o segundo lugar na Maratona de Londres, em abril, onde melhorou o recorde russo para 2h20min15. Com uma vitória em Chicago, Shobukhova irá se estabelecer como a favorita para conquista da medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de 2012. A prova em Chicago sera a última maratona que a atleta russa participará antes dos Jogos Olímpicos em Londres e a valiosa oportunidade de competir contra fortes concorrentes internacionais.

“Liliya tem a oportunidade de conquistar o que nenhum outro atleta conseguiu na história da Maratona de Chicago, que teve participação de grandes competidores. Todo ano trazemos os melhores corredores do mundo para competir nas ruas de Chicago, então vencer três vezes seguidas não é uma tarefa fácil. Liliya é uma competidora excelente com sua inacreditável velocidade, força, táticas e disciplina no trajeto da corrida. Estou certa de que ela terá uma performance especial guardada para nós no dia nove de outubro, e ela está querendo passar a mensagem de que ela será a vencedora nos Jogos Olímpicos em 2012”, comenta a Diretora Executiva da prova, Carey Pinkowski.

Shobukhova também está defendendo o campeonato da World Marathon Majors e a Terceira vitória na Maratona de Chicago confirmaria sua posição no topo dos líderes da série de 2010-2011, onde receberia o prêmio de 500 mil dólares, uma parte do prêmio de um milhão de dólares da World Marathon Majors.


Russa Liliya Shobukhova luta pelo tricampeonato na Maratona de Chicago

Maratona · 18 ago, 2011

A Maratona de Chicago anunciou nesta quinta-feira, dia 18 de agosto, que a bicampeã da prova Liliya Shobukhova voltará para lutar pela sua terceira vitória consecutiva, um feito que nunca foi alcançado por nenhum atleta em Chicago (EUA). A russa, que é dona do recorde nacional, dominou as ruas planas e rápidas de Chicago nos últimos dois anos, e venceu a prova em 2009 e usou táticas para resistir e vencer novamente em 2010. Uma vitória na 34ª edição da Maratona de Chicago, que acontece no dia nove de outubro, colocaria Shobukhova em um nível diferenciado como a única tricampeã da corrida.

A competição de Chicago presenciou 12 campeões frequentes, sete mulheres e cinco homens, mas o mais próximo de alcançar três títulos consecutivos foi a queniana Catherine Ndereba, que ficou com o segundo lugar na prova em 2002, após ser campeã em 2000 e 2001. No masculino, o queniano Evans Rutto quase alcançou a façanha após vencer em 2003 e 2004, mas caiu para quarto lugar na edição da maratona em 2005. Khalid Khannouchi, o maior líder da Maratona de Chicago de todos os tempos com quatro vitórias (conquistadas no período de seis anos), nunca conseguiu vencer mais que duas provas em seguida.

Com sua lendária história com disputas acirradas entre a elite, a Maratona de Chicago permanece como a única do World Marathon Majors (Maiores Maratonas do Mundo) que nenhum atleta foi capaz de vencer três anos consecutivos.

“Eu gostaria de agradecer à Maratona de Chicago pela oportunidade de competir nesse evento de classe mundial pelo terceiro ano seguido. Neste ano existe uma pressão adicional, já que estou defendendo o bicampeonato e apesar de todos os campeões anteriores, ninguém jamais foi capaz de vencer três vezes seguidas em Chicago. Todo ano que volta para competir na maratona me sinto mais popular na cidade, as multidões me reconhecem e estou mais familiarizada com o percurso. Isso me ajudará a correr mais rápido e possivelmente a conquistar outro recorde, o que é importante em minha preparação para os Jogos Olímpicos de 2012”, fala a atleta sobre o evento.

A atleta conquistou o segundo lugar na Maratona de Londres, em abril, onde melhorou o recorde russo para 2h20min15. Com uma vitória em Chicago, Shobukhova irá se estabelecer como a favorita para conquista da medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de 2012. A prova em Chicago sera a última maratona que a atleta russa participará antes dos Jogos Olímpicos em Londres e a valiosa oportunidade de competir contra fortes concorrentes internacionais.

“Liliya tem a oportunidade de conquistar o que nenhum outro atleta conseguiu na história da Maratona de Chicago, que teve participação de grandes competidores. Todo ano trazemos os melhores corredores do mundo para competir nas ruas de Chicago, então vencer três vezes seguidas não é uma tarefa fácil. Liliya é uma competidora excelente com sua inacreditável velocidade, força, táticas e disciplina no trajeto da corrida. Estou certa de que ela terá uma performance especial guardada para nós no dia nove de outubro, e ela está querendo passar a mensagem de que ela será a vencedora nos Jogos Olímpicos em 2012”, comenta a Diretora Executiva da prova, Carey Pinkowski.

Shobukhova também está defendendo o campeonato da World Marathon Majors e a Terceira vitória na Maratona de Chicago confirmaria sua posição no topo dos líderes da série de 2010-2011, onde receberia o prêmio de 500 mil dólares, uma parte do prêmio de um milhão de dólares da World Marathon Majors.

Colucci compete Internacional de Santos de olho no tricampeonato

Triathlon · 15 fev, 2011

Reinaldo Colucci, eleito por duas vezes o melhor triatleta brasileiro, já está pronto para a disputa do Triathlon Internacional de Santos, neste domingo (20/02), na cidade do litoral paulista. Ele competirá o 1,5 quilômetro de natação, 40 de ciclismo e 10 de corrida de olho no tricampeonato, visto que ele ostenta os títulos de 2009 e 2010.

“Estou bem preparado. Será minha primeira prova do ano em distâncias olímpicas e um bom teste para ver como será meu desempenho. Meu foco são os Jogos Olímpicos de Londres, ano que vem, e quero saber como estou para as provas do circuito internacional que contam pontos para a classificação", salienta o triatleta de 25 anos, natural de Descalvado, no interior paulista.

"Esta prova é muito importante no meu calendário por tudo isso, além de querer lutar pelo tricampeonato", completa. Ainda segundo o competidor, a prova santista costuma ser rápida no ciclismo e o fato de não ser permitido o vácuo, o agrada.

Após a disputa do Internacional, Colucci tentará uma boa colocação no Ironman Brasil, em 29 de maio, na cidade de Florianópolis (SC). “Quero conseguir um bom resultado também e, dessa forma, incluirei provas longas no calendário", enfatiza.

Em caso de vitória no Internacional, Colucci se tornará o brasileiro com mais vitórias, já que Paulo Miyashiro também possui duas conquistas e ambos são os únicos atletas nacionais que já alcançaram o topo do pódio. A largada será na Praia do Boqueirão, a partir das 8h para os profissionais e às 8h20 para os amadores, enquanto a cerimônia de premiação terá início às 12h30.


Colucci compete Internacional de Santos de olho no tricampeonato

Triathlon · 15 fev, 2011

Reinaldo Colucci, eleito por duas vezes o melhor triatleta brasileiro, já está pronto para a disputa do Triathlon Internacional de Santos, neste domingo (20/02), na cidade do litoral paulista. Ele competirá o 1,5 quilômetro de natação, 40 de ciclismo e 10 de corrida de olho no tricampeonato, visto que ele ostenta os títulos de 2009 e 2010.

“Estou bem preparado. Será minha primeira prova do ano em distâncias olímpicas e um bom teste para ver como será meu desempenho. Meu foco são os Jogos Olímpicos de Londres, ano que vem, e quero saber como estou para as provas do circuito internacional que contam pontos para a classificação", salienta o triatleta de 25 anos, natural de Descalvado, no interior paulista.

"Esta prova é muito importante no meu calendário por tudo isso, além de querer lutar pelo tricampeonato", completa. Ainda segundo o competidor, a prova santista costuma ser rápida no ciclismo e o fato de não ser permitido o vácuo, o agrada.

Após a disputa do Internacional, Colucci tentará uma boa colocação no Ironman Brasil, em 29 de maio, na cidade de Florianópolis (SC). “Quero conseguir um bom resultado também e, dessa forma, incluirei provas longas no calendário", enfatiza.

Em caso de vitória no Internacional, Colucci se tornará o brasileiro com mais vitórias, já que Paulo Miyashiro também possui duas conquistas e ambos são os únicos atletas nacionais que já alcançaram o topo do pódio. A largada será na Praia do Boqueirão, a partir das 8h para os profissionais e às 8h20 para os amadores, enquanto a cerimônia de premiação terá início às 12h30.