polonorte

Maratona do Pólo Norte: uma prova para poucos

Maratona · 30 jan, 2005

Correr maratonas em condições adversas é bastante comum entre aqueles que apreciam a modalidade. Frio, chuva, sol, desertos e montanhas são alguns dos cenários encontrados para quem gosta de desafio. Porém a nova maratona do calendário da Associação Internacional de Maratonas e Corridas de Rua (AIMS), promete desafios maiores, isto porque, a competição será disputada no Pólo Norte, uma das regiões mais inóspitas do mundo.

A prova que acontecerá no próximo dia 13 de abril atingiu o número limite de participantes. Ao todo serão 25 corredores representando oito países, que estarão postados na linha de largada instalada na base geográfica do Pólo Norte, na Rússia.

E para quem acha que esse tipo de corrida atrai somente pessoas jovens, se engana quando descobre que o mais velho corredor inscrito será o norte-americano Roa Paladugu, de 76 anos. Ele participará de sua 45ª maratona, só que desta vez enfrentando temperatura de 30°C negativo, neve e gelo. Aqui o velho e usual calção e camiseta estão fora de cogitação.


Maratona do Pólo Norte: uma prova para poucos

Maratona · 30 jan, 2005

Correr maratonas em condições adversas é bastante comum entre aqueles que apreciam a modalidade. Frio, chuva, sol, desertos e montanhas são alguns dos cenários encontrados para quem gosta de desafio. Porém a nova maratona do calendário da Associação Internacional de Maratonas e Corridas de Rua (AIMS), promete desafios maiores, isto porque, a competição será disputada no Pólo Norte, uma das regiões mais inóspitas do mundo.

A prova que acontecerá no próximo dia 13 de abril atingiu o número limite de participantes. Ao todo serão 25 corredores representando oito países, que estarão postados na linha de largada instalada na base geográfica do Pólo Norte, na Rússia.

E para quem acha que esse tipo de corrida atrai somente pessoas jovens, se engana quando descobre que o mais velho corredor inscrito será o norte-americano Roa Paladugu, de 76 anos. Ele participará de sua 45ª maratona, só que desta vez enfrentando temperatura de 30°C negativo, neve e gelo. Aqui o velho e usual calção e camiseta estão fora de cogitação.