mundial de cross

Bekele vence Mundial de Cross, Marílson é o 54º

Corrida de Montanha · 30 mar, 2008

Na manhã desse domingo (30) aconteceu na cidade escocesa de Edimburgo o Mundial de Cross Country. Os principais atletas do mundo participaram da prova, inclusive o brasileiro Marílson Gomes dos Santos, que debutou internacionalmente na modalidade. Mas o representante do Brasil ficou com 54ª posição no tempo de 37min37.

Marílson usou a prova como parte dos seus treinos para a maratona olímpica de Pequim. De acordo com especialistas, esse tipo de competição, cross country, é importante para saber se a base de treino para a maratona foi bem feita.

A prova, que consistiu em seis voltas de dois quilômetros num percurso de grama, totalizando em 12 mil metros, teve como campeão o etíope Kenenisa Bekele em 34min38. Ele garantiu a competição na última volta da prova, mesmo após ter parado no início para colocar as sapatilhas que saíram dos seus pés.

O segundo lugar foi para o queniano Leonard Komom seguido por Zersenay Tadese da Eritreia. Ao todo participaram do Mundial mais de 150 atletas de diversos países.


Bekele vence Mundial de Cross, Marílson é o 54º

Corrida de Montanha · 30 mar, 2008

Na manhã desse domingo (30) aconteceu na cidade escocesa de Edimburgo o Mundial de Cross Country. Os principais atletas do mundo participaram da prova, inclusive o brasileiro Marílson Gomes dos Santos, que debutou internacionalmente na modalidade. Mas o representante do Brasil ficou com 54ª posição no tempo de 37min37.

Marílson usou a prova como parte dos seus treinos para a maratona olímpica de Pequim. De acordo com especialistas, esse tipo de competição, cross country, é importante para saber se a base de treino para a maratona foi bem feita.

A prova, que consistiu em seis voltas de dois quilômetros num percurso de grama, totalizando em 12 mil metros, teve como campeão o etíope Kenenisa Bekele em 34min38. Ele garantiu a competição na última volta da prova, mesmo após ter parado no início para colocar as sapatilhas que saíram dos seus pés.

O segundo lugar foi para o queniano Leonard Komom seguido por Zersenay Tadese da Eritreia. Ao todo participaram do Mundial mais de 150 atletas de diversos países.