Marizete Rezende

Marizete retorna às provas em Curitiba domingo

Corridas de Rua · 07 nov, 2007

A baiana Marizete Moreira vai correr a etapa de Curitiba do Circuito Caixa, neste domingo, competição que marcará seu retorno às corridas de rua após dois meses afastada devido a uma lesão no tendão de Aquiles esquerdo. A prova vai largar às 9h na Praça Nossa Senhora de Salete, no Centro Cívico da capital paranaense.

Atualmente ela ocupa a segunda colocação do ranking, 48 pontos atrás da alagoana Marily dos Santos, que decidiu não competir mais a última etapa. “Tenho esse problema no tendão há quatro anos e resolvi fazer um tratamento mais cuidadoso para me livrar desse incômodo”, ressalta Marizete, que participou da última competição na Meia Maratona do Rio de Janeiro, no dia dois de setembro. ““Estou treinando quase normalmente e só preciso readquirir ritmo de prova”, completa.

Quem quiser participar da competição, ainda tem uma última chance, já que as vagas restantes serão preenchidas no ato de entrega dos kits, no sábado (10), a partir das 9h, no Flexy Centro Cívico, que fica na rua Dep. Mário de Barros, 1158. Serão 10 quilômetros de disputa e após todas as etapas, a classificação feminina é a seguinte: 1º Marily dos Santos, 200 pontos; 2º Marizete Moreira dos Santos, 152; 3º Conceição de Maria Carvalho Oliveira, 138; 4º Luzia de Souza Pinto, 115; e 5º Maria Sandra Pereira da Silva, 114.


Marizete retorna às provas em Curitiba domingo

Corridas de Rua · 07 nov, 2007

A baiana Marizete Moreira vai correr a etapa de Curitiba do Circuito Caixa, neste domingo, competição que marcará seu retorno às corridas de rua após dois meses afastada devido a uma lesão no tendão de Aquiles esquerdo. A prova vai largar às 9h na Praça Nossa Senhora de Salete, no Centro Cívico da capital paranaense.

Atualmente ela ocupa a segunda colocação do ranking, 48 pontos atrás da alagoana Marily dos Santos, que decidiu não competir mais a última etapa. “Tenho esse problema no tendão há quatro anos e resolvi fazer um tratamento mais cuidadoso para me livrar desse incômodo”, ressalta Marizete, que participou da última competição na Meia Maratona do Rio de Janeiro, no dia dois de setembro. ““Estou treinando quase normalmente e só preciso readquirir ritmo de prova”, completa.

Quem quiser participar da competição, ainda tem uma última chance, já que as vagas restantes serão preenchidas no ato de entrega dos kits, no sábado (10), a partir das 9h, no Flexy Centro Cívico, que fica na rua Dep. Mário de Barros, 1158. Serão 10 quilômetros de disputa e após todas as etapas, a classificação feminina é a seguinte: 1º Marily dos Santos, 200 pontos; 2º Marizete Moreira dos Santos, 152; 3º Conceição de Maria Carvalho Oliveira, 138; 4º Luzia de Souza Pinto, 115; e 5º Maria Sandra Pereira da Silva, 114.

Meia de Vitória é definida nos metros finais

Meia Maratona · 17 set, 2007

No último domingo aconteceu a Meia Maratona de Vitória, no Espírito Santo, prova que foi decidida nos metros finais na categoria masculina, com vitória do alagoano Cosme Anselmo de Souza, ao bater o queniano Titus Kosgei Kibii na reta final. Já entre as mulheres, a vitória ficou com a baiana Edielza Alves Guimarães, seguida por Marizete de Paula Resende.

A diferença entre o brasileiro e o queniano foi de apenas um segundo, já que Cosme fechou a prova com 1h06min26 contra 1h06min27 de Titus. “Foi uma prova forte. Tive muitas dificuldades a partir do quilômetro 15, mas percebi que no quilômetro 20 daria para conseguir a vitória. Guardei um pouco de energia para o final e acabou dando certo”, destaca o campeão.

Durante todo o percurso ele manteve um ritmo constante, mas acelerou nos últimos três quilômetros para obter a liderança, posição que quase deixou escapar nos metros finais, ocasião em que o queniano resolveu acelerar. A terceira colocação da prova ficou com Francisco Barbosa dos Santos, com 1h06min44.

Mulheres - No feminino Edielza fechou com 1h16min06 contra 1h17min21 de Marizete e na linha de chegada pediu para a torcida aplaudir e incentivar. “Foi um percurso muito difícil por causa das subidas e do calor. Mas consegui administrar as dificuldades e poupar energia para os momentos decisivos. Acho que a regularidade foi a minha principal virtude”, comenta a atleta que começou a abrir a partir do quilômetro 18.

“Foi uma prova muito bonita que envolveu todos os setores da sociedade capixaba e abraçou a ilha de Vitória. Estamos de parabéns, principalmente porque mostramos as potencialidades turísticas da cidade para o Brasil”, ressalta João Coser, prefeito de Vitória. Ao todo o evento contou com 1.800 atletas e foi realizada dentro das festividades do aniversário da cidade.

Os primeiros colocados (masculino e feminino) da elite receberam R$ 10 mil como premiação e os segundos R$ 8 mil. Já os terceiros receberam R$ 6 mil, os quartos R$ 4 mil, os quintos R$ 3.5 mil, os sextos R$ 2,5, os sétimos R$ 2,1, os oitavos R$ 1,6, os nonos R$ 1,3 e os décimos R$ 1 mil. Os cincos primeiros por categorias de faixa etária ganharam respectivamente: R$ 300; R$ 250; R$ 200; R$ 150; e R$ 120.


Meia de Vitória é definida nos metros finais

Meia Maratona · 17 set, 2007

No último domingo aconteceu a Meia Maratona de Vitória, no Espírito Santo, prova que foi decidida nos metros finais na categoria masculina, com vitória do alagoano Cosme Anselmo de Souza, ao bater o queniano Titus Kosgei Kibii na reta final. Já entre as mulheres, a vitória ficou com a baiana Edielza Alves Guimarães, seguida por Marizete de Paula Resende.

A diferença entre o brasileiro e o queniano foi de apenas um segundo, já que Cosme fechou a prova com 1h06min26 contra 1h06min27 de Titus. “Foi uma prova forte. Tive muitas dificuldades a partir do quilômetro 15, mas percebi que no quilômetro 20 daria para conseguir a vitória. Guardei um pouco de energia para o final e acabou dando certo”, destaca o campeão.

Durante todo o percurso ele manteve um ritmo constante, mas acelerou nos últimos três quilômetros para obter a liderança, posição que quase deixou escapar nos metros finais, ocasião em que o queniano resolveu acelerar. A terceira colocação da prova ficou com Francisco Barbosa dos Santos, com 1h06min44.

Mulheres - No feminino Edielza fechou com 1h16min06 contra 1h17min21 de Marizete e na linha de chegada pediu para a torcida aplaudir e incentivar. “Foi um percurso muito difícil por causa das subidas e do calor. Mas consegui administrar as dificuldades e poupar energia para os momentos decisivos. Acho que a regularidade foi a minha principal virtude”, comenta a atleta que começou a abrir a partir do quilômetro 18.

“Foi uma prova muito bonita que envolveu todos os setores da sociedade capixaba e abraçou a ilha de Vitória. Estamos de parabéns, principalmente porque mostramos as potencialidades turísticas da cidade para o Brasil”, ressalta João Coser, prefeito de Vitória. Ao todo o evento contou com 1.800 atletas e foi realizada dentro das festividades do aniversário da cidade.

Os primeiros colocados (masculino e feminino) da elite receberam R$ 10 mil como premiação e os segundos R$ 8 mil. Já os terceiros receberam R$ 6 mil, os quartos R$ 4 mil, os quintos R$ 3.5 mil, os sextos R$ 2,5, os sétimos R$ 2,1, os oitavos R$ 1,6, os nonos R$ 1,3 e os décimos R$ 1 mil. Os cincos primeiros por categorias de faixa etária ganharam respectivamente: R$ 300; R$ 250; R$ 200; R$ 150; e R$ 120.