Maiores Maratonas do Mundo

Patrick Makau assume a liderança do campeonato das Maiores Maratonas

Maratona · 26 set, 2011

No domingo, dia 25 de setembro, foi o dia das conquistas quenianas na Maratona de Berlim, quando Patrick Makau quebrou o recorde mundial do etíope Haile Gebrselassie, e assumiu a liderança do campeonato das Maiores Maratonas do Mundo (World Marathon Majors). Enquanto isso, entre as mulheres, a queniana Florence Kiplagat passou para a quinta posição no quadro das líderes, ao se tornar a 11ª mulher a quebrar a marca de 2h20.

Makau teve uma performance impressionante para manter seu título em Berlim e foi 21 segundos mais rápido do que a marca de Gebrselassie de 2h03min38, em 2008. O campeão adicionou 25 pontos aos 15 que havia conquistado ao ser o terceiro colocado na Maratona de Londres 2011. Makau está com 60 pontos no total, cinco a mais do que o campeão da Maratona de Londres, Emmanuel Mutai, com Tsegaye Kebede na terceira posição.

Após o frio e chuva em 2010, o famoso clima da Maratona de Berlim retornou, e Makau aproveitou a vantagem das condições para liderar seus compatriotas Stephen Kwelio, Edwin Kimaiyo e Felix Limo, que foram recompensados com 15, dez e cinco pontos, respectivamente.

“Este foi o melhor dia de minha vida como corredor. Quando eu acordei hoje, não senti que meu corpo estava bem, mas ao longo da corrida me senti melhor. No quilômetro 25 senti que podia quebrar o recorde mundial. É ótimo ter vencido Haile, que é um dos meus ídolos”, comenta Makau.

Stephen Kwelio, que começou a corrida como pacer, foi um nome que chocou no final da corrida. Já Scott Overall foi outra surpresa e conquistou uma colocação entre os líderes ao ser o quinto colocado, com 2h10min55, marcando um ponto.

No feminino, Florence Kiplagt ganhou seus primeiros pontos no campeonato ao se afastar da recordista mundial Paula Radcliffe, após 15 quilômetros de prova, e vencer com 2h19min44. A atleta, que abandonou a Maratona de Boston, em abril, agora está em quinto lugar junto com a queniana Caroline Kilel e com as etíopes Aberu Kebede e Teyba Erkesso, com 25 pontos.

Irina Mikitenko ultrapassou Paula Radcliffe antes do quilômetro 35, para acabar em segundo lugar em 2h22min18, adicionando 15 pontos ao único que ela ganhou ao ficar em quinto lugar na Maratona de Chicago 2010. Radcliffe ficou em terceiro lugar com 2h23min46 e passou para 15ª posição no campeonato.

A etíope Atsede Habtamu, quarta colocada com 2h24min25, e a russa Tatyana Petrova, quinta colocada com 2h25min01, também somaram pontos. Outra russa, Liliya Shobukhova, continua liderando o campeonato de 2010/2011 com 65 pontos, cinco à frente da campeã da Maratona de Nova York, Edna Kiplagat, e 30 a mais do que a campeã da Maratona de Londres, Mary Keitany.

Veja o quadro de pontos do campeonato:

Masculino
1. Patrick Makau (KEN) 60
2. Emmanuel Mutai (KEN) 55
3. Tsegaye Kebede (ETH) 41
4. Geoffrey Mutai (KEN) 40
5. Gebre Gebremariam (ETH) 35

Feminino
1. Liliya Shobukhova (RUS) 65
2. Edna Kiplagat (KEN) 60
3. Mary Keitany (KEN) 35
4. Bezunesh Bekele (ETH) 30
5. Florence Kiplagat (KEN) 25
5. Aberu Kebede (ETH) 25
5. Teyba Erkesso (ETH) 25
5. Caroline Kilel (KEN) 25


Patrick Makau assume a liderança do campeonato das Maiores Maratonas

Maratona · 26 set, 2011

No domingo, dia 25 de setembro, foi o dia das conquistas quenianas na Maratona de Berlim, quando Patrick Makau quebrou o recorde mundial do etíope Haile Gebrselassie, e assumiu a liderança do campeonato das Maiores Maratonas do Mundo (World Marathon Majors). Enquanto isso, entre as mulheres, a queniana Florence Kiplagat passou para a quinta posição no quadro das líderes, ao se tornar a 11ª mulher a quebrar a marca de 2h20.

Makau teve uma performance impressionante para manter seu título em Berlim e foi 21 segundos mais rápido do que a marca de Gebrselassie de 2h03min38, em 2008. O campeão adicionou 25 pontos aos 15 que havia conquistado ao ser o terceiro colocado na Maratona de Londres 2011. Makau está com 60 pontos no total, cinco a mais do que o campeão da Maratona de Londres, Emmanuel Mutai, com Tsegaye Kebede na terceira posição.

Após o frio e chuva em 2010, o famoso clima da Maratona de Berlim retornou, e Makau aproveitou a vantagem das condições para liderar seus compatriotas Stephen Kwelio, Edwin Kimaiyo e Felix Limo, que foram recompensados com 15, dez e cinco pontos, respectivamente.

“Este foi o melhor dia de minha vida como corredor. Quando eu acordei hoje, não senti que meu corpo estava bem, mas ao longo da corrida me senti melhor. No quilômetro 25 senti que podia quebrar o recorde mundial. É ótimo ter vencido Haile, que é um dos meus ídolos”, comenta Makau.

Stephen Kwelio, que começou a corrida como pacer, foi um nome que chocou no final da corrida. Já Scott Overall foi outra surpresa e conquistou uma colocação entre os líderes ao ser o quinto colocado, com 2h10min55, marcando um ponto.

No feminino, Florence Kiplagt ganhou seus primeiros pontos no campeonato ao se afastar da recordista mundial Paula Radcliffe, após 15 quilômetros de prova, e vencer com 2h19min44. A atleta, que abandonou a Maratona de Boston, em abril, agora está em quinto lugar junto com a queniana Caroline Kilel e com as etíopes Aberu Kebede e Teyba Erkesso, com 25 pontos.

Irina Mikitenko ultrapassou Paula Radcliffe antes do quilômetro 35, para acabar em segundo lugar em 2h22min18, adicionando 15 pontos ao único que ela ganhou ao ficar em quinto lugar na Maratona de Chicago 2010. Radcliffe ficou em terceiro lugar com 2h23min46 e passou para 15ª posição no campeonato.

A etíope Atsede Habtamu, quarta colocada com 2h24min25, e a russa Tatyana Petrova, quinta colocada com 2h25min01, também somaram pontos. Outra russa, Liliya Shobukhova, continua liderando o campeonato de 2010/2011 com 65 pontos, cinco à frente da campeã da Maratona de Nova York, Edna Kiplagat, e 30 a mais do que a campeã da Maratona de Londres, Mary Keitany.

Veja o quadro de pontos do campeonato:

Masculino
1. Patrick Makau (KEN) 60
2. Emmanuel Mutai (KEN) 55
3. Tsegaye Kebede (ETH) 41
4. Geoffrey Mutai (KEN) 40
5. Gebre Gebremariam (ETH) 35

Feminino
1. Liliya Shobukhova (RUS) 65
2. Edna Kiplagat (KEN) 60
3. Mary Keitany (KEN) 35
4. Bezunesh Bekele (ETH) 30
5. Florence Kiplagat (KEN) 25
5. Aberu Kebede (ETH) 25
5. Teyba Erkesso (ETH) 25
5. Caroline Kilel (KEN) 25