Fortaleza

Itaú BBA Ironman 70.3 Fortaleza terá novidades em 2024

Ironman · 18 jun, 2024

No dia 25 de agosto, a capital cearense será palco de mais uma edição do maior circuito de triatlo endurance do planeta. O Itaú BBA Ironman 70.3 Fortaleza, com largada e chegada na famosa Praia de Iracema, promete agitar a […]


Itaú BBA Ironman 70.3 Fortaleza terá novidades em 2024

Ironman · 18 jun, 2024

No dia 25 de agosto, a capital cearense será palco de mais uma edição do maior circuito de triatlo endurance do planeta. O Itaú BBA Ironman 70.3 Fortaleza, com largada e chegada na famosa Praia de Iracema, promete agitar a […]

Corrida Pink Granado 2023 abre inscrições para inédita etapa em Fortaleza, em 20 de agosto

Inscrições · 28 jun, 2023

Estão abertas as inscrições para a inédita etapa da Corrida Pink Granado em Fortaleza. A corrida é exclusiva para as mulheres e será realizada em 20 de agosto na capital do Ceará. Esta é a primeira vez que o evento […]


Corrida Pink Granado 2023 abre inscrições para inédita etapa em Fortaleza, em 20 de agosto

Inscrições · 28 jun, 2023

Estão abertas as inscrições para a inédita etapa da Corrida Pink Granado em Fortaleza. A corrida é exclusiva para as mulheres e será realizada em 20 de agosto na capital do Ceará. Esta é a primeira vez que o evento […]

Praia de Iracema receberá o Itaú BBA IRONMAN 70.3 Fortaleza

Ironman · 10 out, 2022

O Nordeste será o palco da quinta etapa do Circuito Itaú BBA IRONMAN 70.3 no Brasil em 2022. No dia 6 de novembro, na famosa Praia de Iracema, em Fortaleza (CE), triatletas amadores de todo o país e também do […]


Praia de Iracema receberá o Itaú BBA IRONMAN 70.3 Fortaleza

Ironman · 10 out, 2022

O Nordeste será o palco da quinta etapa do Circuito Itaú BBA IRONMAN 70.3 no Brasil em 2022. No dia 6 de novembro, na famosa Praia de Iracema, em Fortaleza (CE), triatletas amadores de todo o país e também do […]

Fortaleza recebe o Circuito de Corridas Farmácias Pague Menos 2020

Corridas de Rua · 04 mar, 2020

A capital cearense já pode se preparar, pois foi dada a largada para a etapa de Fortaleza Circuito de Corridas Pague Menos 2020, um dos eventos mais queridos da cidade. Marcada para 31 de maio, a tão aguardada e já […]


Fortaleza recebe o Circuito de Corridas Farmácias Pague Menos 2020

Corridas de Rua · 04 mar, 2020

A capital cearense já pode se preparar, pois foi dada a largada para a etapa de Fortaleza Circuito de Corridas Pague Menos 2020, um dos eventos mais queridos da cidade. Marcada para 31 de maio, a tão aguardada e já […]

Fortaleza recebe 10° Circuito de Corridas Farmácias Pague Menos

Corridas de Rua · 10 jul, 2019

Já foi dada a largada para a etapa Fortaleza do 10º Circuito de Corridas Pague Menos. Reconhecida por ter as vagas preenchidas em poucos minutos, a tradicional e esperada prova acontecerá em 29 de setembro, com percursos de 2, 5, […]


Fortaleza recebe 10° Circuito de Corridas Farmácias Pague Menos

Corridas de Rua · 10 jul, 2019

Já foi dada a largada para a etapa Fortaleza do 10º Circuito de Corridas Pague Menos. Reconhecida por ter as vagas preenchidas em poucos minutos, a tradicional e esperada prova acontecerá em 29 de setembro, com percursos de 2, 5, […]

Rodrigo Lobo e Flávia Meyer vencem o Ironman 70.3 Fortaleza 2019

Ironman · 10 jun, 2019

O dia foi brasileiro no Ironman 70.3 Fortaleza. Os triatletas Rodrigo Lobo, de São Paulo, e Flávia Meyer, do Paraná, venceram a prova realizada  na manhã deste domingo, na Praia de Iracema. Vice-campeões no ano passado, ambos não deixaram escapar […]


Rodrigo Lobo e Flávia Meyer vencem o Ironman 70.3 Fortaleza 2019

Ironman · 10 jun, 2019

O dia foi brasileiro no Ironman 70.3 Fortaleza. Os triatletas Rodrigo Lobo, de São Paulo, e Flávia Meyer, do Paraná, venceram a prova realizada  na manhã deste domingo, na Praia de Iracema. Vice-campeões no ano passado, ambos não deixaram escapar […]

José Belarmino e Claudia Dumont vencem de novo o Caixa Ironman 70.3 Fortaleza

Ironman · 26 nov, 2018

A edição 2018 do Caixa Ironman 70.3 Fortaleza teve algumas novidades, sendo que a maior delas foi a mudança de local, agora no Aterro da Praia de Iracema e mais perto do público. Mas no que diz respeito aos mais […]


José Belarmino e Claudia Dumont vencem de novo o Caixa Ironman 70.3 Fortaleza

Ironman · 26 nov, 2018

A edição 2018 do Caixa Ironman 70.3 Fortaleza teve algumas novidades, sendo que a maior delas foi a mudança de local, agora no Aterro da Praia de Iracema e mais perto do público. Mas no que diz respeito aos mais […]

Caixa Ironman 70.3 Fortaleza 2018 fechará a temporada

Ironman · 22 nov, 2018

A cidade de Fortaleza será o palco, mais uma vez, da etapa de encerramento da série de eventos do Circuito Ironman na temporada. No próximo domingo, dia 25 de novembro, acontecerá o Caixa Ironman 70.3 Fortaleza 2018, reunindo atletas da […]


Caixa Ironman 70.3 Fortaleza 2018 fechará a temporada

Ironman · 22 nov, 2018

A cidade de Fortaleza será o palco, mais uma vez, da etapa de encerramento da série de eventos do Circuito Ironman na temporada. No próximo domingo, dia 25 de novembro, acontecerá o Caixa Ironman 70.3 Fortaleza 2018, reunindo atletas da […]

Corrida noturna do XTerra reúne 700 pessoas nas areias de Fortaleza

Corrida de Montanha · 21 nov, 2011

A noite do último sábado (19/11) foi diferente para os 700 corredores que estiveram na etapa de Fortaleza (CE) do Circuito XTerra 2011, prova que contou com uma disputa de 7,5 quilômetros por trilhas e areias nas proximidades do Parque Aquático Beach Park. Tatiana Gomes venceu entre as mulheres, enquanto no masculino Evilásio Nascimento e Anderson Silva chegaram juntos de mãos dadas.

Direto de Fortaleza (CE) - A noite chegou em Fortaleza com uma temperatura de 23˚C, amenizada pela brisa do mar. A Arena da prova foi montada nas proximidades do Hotel Beach Park Resort e desde às 17h os competidores começaram a chegar para se aquecer e aguardar a largada.

O tiro de partida foi dado pontualmente às 19h e o primeiro desafio foi encarar um trecho de areia fofa na praia, antes de chegar às ruas próximas ao hotel. O trecho pelo bairro tinha asfalto ano passado, mas devido à obras na região o concreto foi removido e deu lugar a uma terra batida misturada com cascalho e um pouco de areia.

Desde o início Evilásio e Anderson saíram disparados na liderança e ficavam se alternando no primeiro lugar enquanto abriam distância para os adversários. Após o trecho de terra eles entraram por uma trilha e passaram sob um manguezal até atingir uma lagoa.

Os corredores perfilados sob a luz da lua com suas lanternas de cabeça se assemelhavam a pequenos vagalumes iluminando o céu escuro. Os dois corredores não aliviaram o ritmo nem mesmo nos dois quilômetros finais, disputados em areia fofa, e decidiram chegar de mãos dadas até cruzarem a linha de chegada com o tempo 25min11.

“Nós treinamos na mesma equipe e resolvemos fazer uma parceria para chegarmos juntos. Mas como o Evilásio chegou com um pé na frente foi considerado campeão”, conta Anderson. “Foi uma corrida muito puxada, já que estava muito escuro no percurso”, completa. Já o vencedor diz que a estratégia foi pensada desde o começo para evitar que alguém de outra equipe ficasse com o título. “Já saímos forte logo no começo”, lembra. “O percurso foi um pouco complicado, mas gostoso de fazer”, ressalta. A terceira colocação ficou com Sérigo Marques da Silva, com 26min56.

Mulheres - Na disputa feminina nenhuma das corredoras abriu larga vantagem no começo, mas Renata Pascoal começou mais forte e liderou até a entrada da trilha, ocasião em que foi ultrapassada por Tatiana Gomes. Ela ainda tentou uma recuperação, mas era tarde demais, já que Tatiana cruzou a linha de chegada em primeiro com 36min11.

No sábado pela manhã ela correu e venceu uma prova feminina na Avenida Beira Mar disputada em quatro quilômetros de asfalto, então segurou um pouco o ritmo no começo para sentir a reação de seu corpo. “Foi puxado, principalmente por conta da areia, mas eu já conhecia a prova, pois corri ano passado e ganhei na minha faixa etária. Esse ano foi mais difícil já que eu estava cansada da prova anterior, mas graças a Deus consegui ganhar”, relata Tati, que ainda disputou outra prova no domingo (20/11) de dez quilômetros.

Para garantir uma resistência muscular capaz de suportar a intensa carga de exercícios, ela treina pesado todos os dias há um ano e meio. “Corro de domingo a domingo das oito às dez da manhã. Também tenho uma dieta balanceada com frutas e legumes e um chocolatinho de vez em quando, pois ninguém é de ferro”, brinca.

A segunda colocada, Renata, explica o motivo de ter sido subitamente ultrapassada no trecho de trilha. “Eu estava com medo do meu chip cair, aí quando parei para arrumar ela me ultrapassou. Eu ainda tentei buscar, mas ela foi bem melhor”. Renata também esteve na corrida feminina disputada mais cedo, mas não correu. “Fui levar um pessoal para lá. Aí acordei cedo, fiquei no sol e tive um pouco de desgaste”. Ela marcou o tempo de 38min01.

Em terceiro chegou Laurelia Monteiro, com 39min04. “Foi uma prova difícil, com muita areia, mas muito bonita”, comenta. “Foi legal correr durante a noite à beira mar”.

Os três melhores colocados na categoria geral receberam troféus como premiação, enquanto todos os que completaram o percurso ganharam medalhas de survivor. Na dispersão todos tinham à disposição água, Gatorade, além de maçãs e peras Turma da Mônica.


Corrida noturna do XTerra reúne 700 pessoas nas areias de Fortaleza

Corrida de Montanha · 21 nov, 2011

A noite do último sábado (19/11) foi diferente para os 700 corredores que estiveram na etapa de Fortaleza (CE) do Circuito XTerra 2011, prova que contou com uma disputa de 7,5 quilômetros por trilhas e areias nas proximidades do Parque Aquático Beach Park. Tatiana Gomes venceu entre as mulheres, enquanto no masculino Evilásio Nascimento e Anderson Silva chegaram juntos de mãos dadas.

Direto de Fortaleza (CE) - A noite chegou em Fortaleza com uma temperatura de 23˚C, amenizada pela brisa do mar. A Arena da prova foi montada nas proximidades do Hotel Beach Park Resort e desde às 17h os competidores começaram a chegar para se aquecer e aguardar a largada.

O tiro de partida foi dado pontualmente às 19h e o primeiro desafio foi encarar um trecho de areia fofa na praia, antes de chegar às ruas próximas ao hotel. O trecho pelo bairro tinha asfalto ano passado, mas devido à obras na região o concreto foi removido e deu lugar a uma terra batida misturada com cascalho e um pouco de areia.

Desde o início Evilásio e Anderson saíram disparados na liderança e ficavam se alternando no primeiro lugar enquanto abriam distância para os adversários. Após o trecho de terra eles entraram por uma trilha e passaram sob um manguezal até atingir uma lagoa.

Os corredores perfilados sob a luz da lua com suas lanternas de cabeça se assemelhavam a pequenos vagalumes iluminando o céu escuro. Os dois corredores não aliviaram o ritmo nem mesmo nos dois quilômetros finais, disputados em areia fofa, e decidiram chegar de mãos dadas até cruzarem a linha de chegada com o tempo 25min11.

“Nós treinamos na mesma equipe e resolvemos fazer uma parceria para chegarmos juntos. Mas como o Evilásio chegou com um pé na frente foi considerado campeão”, conta Anderson. “Foi uma corrida muito puxada, já que estava muito escuro no percurso”, completa. Já o vencedor diz que a estratégia foi pensada desde o começo para evitar que alguém de outra equipe ficasse com o título. “Já saímos forte logo no começo”, lembra. “O percurso foi um pouco complicado, mas gostoso de fazer”, ressalta. A terceira colocação ficou com Sérigo Marques da Silva, com 26min56.

Mulheres - Na disputa feminina nenhuma das corredoras abriu larga vantagem no começo, mas Renata Pascoal começou mais forte e liderou até a entrada da trilha, ocasião em que foi ultrapassada por Tatiana Gomes. Ela ainda tentou uma recuperação, mas era tarde demais, já que Tatiana cruzou a linha de chegada em primeiro com 36min11.

No sábado pela manhã ela correu e venceu uma prova feminina na Avenida Beira Mar disputada em quatro quilômetros de asfalto, então segurou um pouco o ritmo no começo para sentir a reação de seu corpo. “Foi puxado, principalmente por conta da areia, mas eu já conhecia a prova, pois corri ano passado e ganhei na minha faixa etária. Esse ano foi mais difícil já que eu estava cansada da prova anterior, mas graças a Deus consegui ganhar”, relata Tati, que ainda disputou outra prova no domingo (20/11) de dez quilômetros.

Para garantir uma resistência muscular capaz de suportar a intensa carga de exercícios, ela treina pesado todos os dias há um ano e meio. “Corro de domingo a domingo das oito às dez da manhã. Também tenho uma dieta balanceada com frutas e legumes e um chocolatinho de vez em quando, pois ninguém é de ferro”, brinca.

A segunda colocada, Renata, explica o motivo de ter sido subitamente ultrapassada no trecho de trilha. “Eu estava com medo do meu chip cair, aí quando parei para arrumar ela me ultrapassou. Eu ainda tentei buscar, mas ela foi bem melhor”. Renata também esteve na corrida feminina disputada mais cedo, mas não correu. “Fui levar um pessoal para lá. Aí acordei cedo, fiquei no sol e tive um pouco de desgaste”. Ela marcou o tempo de 38min01.

Em terceiro chegou Laurelia Monteiro, com 39min04. “Foi uma prova difícil, com muita areia, mas muito bonita”, comenta. “Foi legal correr durante a noite à beira mar”.

Os três melhores colocados na categoria geral receberam troféus como premiação, enquanto todos os que completaram o percurso ganharam medalhas de survivor. Na dispersão todos tinham à disposição água, Gatorade, além de maçãs e peras Turma da Mônica.

Manzan derrota estrangeiros e vence XTerra Ceará sob forte calor

Triathlon · 21 nov, 2010

O triatleta brasiliense, Alexandre Manzan, faturou mais uma etapa do circuito XTerra, desta vez na prova de Fortaleza (CE), disputada no sábado (20) nas imediações do Beach Park. Entre as mulheres, a campeã mundial da modalidade, Shonny V, venceu com sobra.

Direto de Fortaleza - Logo nas primeiras horas da manhã o sol já brilhava forte em Fortaleza e, desde as 7h os mais de 100 competidores já deixavam suas bikes na área de transição montada na praia em frente ao parque aquático Beach Park. O percurso foi de um quilômetro de natação, 29 de mountain bike e sete de corrida.

Na elite diversos nomes de peso estavam presentes para a etapa de encerramento do ano, entre eles Alexandre Manzan (campeão antecipado do circuito), o canadense Mike Vine (top cinco na etapa mundial de 2008 no Brasil, o americano Craig Evans (especialista em natação), além dos demais brasileiros Rodrigo Altafini, Christian Cruz e Felipe Moleta. No feminino, Shonny Valandingham (campeã no Havaí este ano), duelou com a pentacampeã do circuito americano, Suzane Snyder, além das brasileiras Sabrina Gobbo, Luzia Belo, Isabela Ribeiro e Carla Prada.

O mar agitado, com fortes ventos e correnteza foi o primeiro grande obstáculo para os atletas, que tiveram dificuldade para atravessar a arrebentação e encarar as ondas. No dia anterior, Mike passou algumas dicas e disse que o segredo nestes casos é vencer as ondas por baixo, respirar pelo lado esquerdo e evitar tirar a cabeça d’água com frequência. Mesmo assim, isso não evitou que algumas pessoas levassem verdadeiros “caldos”.

No trecho de bike, onde muitos esperavam desenvolver altas velocidades e correr atrás do tempo perdido na água, as dunas e a areia fofa exigiram ainda mais do físico. Em diversas partes foi necessário empurrar a magrela, em outras descer com o máximo cuidado as ladeiras formadas pelas dunas.

Por fim, na corrida, os atletas passaram por trechos de mangue, areia da praia e calçamento, mas novamente a areia fofa prejudicou o bom desempenho de alguns. Isso tudo aliado ao forte calor, alta umidade e o vento contra, fizeram desta etapa uma das mais difíceis da temporada.

Vitória - Todas essas dificuldades, somadas ao acúmulo de uma competição de mais de 600 quilômetros, a Claro Brasil Ride, em que Alexandre Manzan participou na última semana, não foram obstáculos para o brasiliense vencer com o tempo de 2h23min16. Apelidado de Forest Gump brasileiro pelo sul-africano Dan Hugo na etapa de Mangaratiba, o especialista nos trechos de corrida cruzou a linha de chegada exausto.

“Na bike eu pedalei forte, mas achei que o Mike fosse me pegar, depois eu consegui correr bem na areia e usar bem a técnica. A natação complicada atrasou um pouco os adversários, o que me ajudou bastante”, conta Manzan. “Eu vim desacreditado de fazer um bom resultado, queria apenas completar a prova, mas resolvi treinar mais um dia do ano. Depois você começa a esquentar e ver que dá para crescer na prova”, completa.

A segunda colocação ficou para o também brasileiro Cid Santos, com 2h31min07 e a terceira com Mike Vine, ao marcar 2h33min54. “O pior trecho foi a bike, pois não estou acostumado com o percurso”, conta Cid, que teve problemas mecânicos, mas não desanimou. “Entrou um galho no câmbio traseiro, mas eu tive calma para arrumar e continuar”. Estreante no XTerra, o baiano especialista em Ironman e Meio Ironman, pretende fazer mais provas do circuito.

Já Mike Vine, que chegou como favorito à disputa, confessa que as condições do percurso e o sol forte não o favoreceram. “Eu perdi muito tempo na água, depois a corrida até a transição também foi complicada e na bike foi pior ainda. Meu pior problema foi o clima, pois no Canadá estamos com 15 graus”.

Mulheres - No feminino Shonny mostrou toda a força de uma campeã mundial e não deu chances às adversárias ao marcar o tempo de 2h47min15, o equivalente à sexta colocação geral. “Foi um percurso muito bonito, ao final, na cidade, algumas crianças correram comigo e foi muito legal. Tinham muitas dunas na bike, o que dificultou um pouco”. Campeã no Havaí e da etapa global em Mangaratiba este ano, ela revela que pretende voltar ao Brasil em 2011 para uma disputa especial. “Quero me preparar para correr na Amazônia”.

A vice-campeã foi Suzane Snydder, com o tempo de 3h06min04, depois de sofrer muito nas dunas. “A natação foi um pouco complicada, mas não o pior dos trechos, já que na bike complicou. Tive que empurrar muitas vezes”.

A terceira colocação foi para a brasileira Sabrina Gobbo, com o tempo de 3h31min. Também recém chegada da Claro Brasil Ride, ela diz que ter empurrado a bike nas dunas não foi algo tão decepcionante. “Na Chapada empurrarmos muito, então acho que foi um treino já”, brinca. Sobre o percurso, ela também comenta sobre a areia. “O maior problema foi o calor, assim como a areia e essa colocação foi uma surpresa para mim. Imaginava chegar atrás da Carla Prada, mas me senti bem e deu tudo certo”.

A etapa do Ceará também serviu para coroar os campeões da temporada 2010, Alexandre Manzan e Luzia Belo, que levaram para casa um cheque de três mil reais. Eles receberam também um troféu especial, além de uma camiseta e boné diferenciados.

Em 2011 as datas do Circuito XTerra já estão definidas e serão nas seguintes datas e locais.

- XTerra (cidade a definir) MG – 2 e 3 de abril
- XTerra Training Itapira/ SP – 30 de abril
- XTerra Training Indaiatuba/ SP – 7 de maio
- XTerra Brazil Manaus/ AM – 11 de junho – Etapa Mundial
- XTerra Training Indaiatuba/ SP – 30 de julho
- XTerra Mangaratiba/ RJ – 13 de agosto
- XTerra Ilhabela/ SP – 10 de setembro
- XTerra Tiradentes/ MG – 1 e 2 de outubro
- XTerra Training Juiz de Fora/ MG – 8 de outubro
- XTerra Ceará/ CE – 18 e 19 de novembro
- XTerra Florianópolis/ SC – 10 e 11 de dezembro


Manzan derrota estrangeiros e vence XTerra Ceará sob forte calor

Triathlon · 21 nov, 2010

O triatleta brasiliense, Alexandre Manzan, faturou mais uma etapa do circuito XTerra, desta vez na prova de Fortaleza (CE), disputada no sábado (20) nas imediações do Beach Park. Entre as mulheres, a campeã mundial da modalidade, Shonny V, venceu com sobra.

Direto de Fortaleza - Logo nas primeiras horas da manhã o sol já brilhava forte em Fortaleza e, desde as 7h os mais de 100 competidores já deixavam suas bikes na área de transição montada na praia em frente ao parque aquático Beach Park. O percurso foi de um quilômetro de natação, 29 de mountain bike e sete de corrida.

Na elite diversos nomes de peso estavam presentes para a etapa de encerramento do ano, entre eles Alexandre Manzan (campeão antecipado do circuito), o canadense Mike Vine (top cinco na etapa mundial de 2008 no Brasil, o americano Craig Evans (especialista em natação), além dos demais brasileiros Rodrigo Altafini, Christian Cruz e Felipe Moleta. No feminino, Shonny Valandingham (campeã no Havaí este ano), duelou com a pentacampeã do circuito americano, Suzane Snyder, além das brasileiras Sabrina Gobbo, Luzia Belo, Isabela Ribeiro e Carla Prada.

O mar agitado, com fortes ventos e correnteza foi o primeiro grande obstáculo para os atletas, que tiveram dificuldade para atravessar a arrebentação e encarar as ondas. No dia anterior, Mike passou algumas dicas e disse que o segredo nestes casos é vencer as ondas por baixo, respirar pelo lado esquerdo e evitar tirar a cabeça d’água com frequência. Mesmo assim, isso não evitou que algumas pessoas levassem verdadeiros “caldos”.

No trecho de bike, onde muitos esperavam desenvolver altas velocidades e correr atrás do tempo perdido na água, as dunas e a areia fofa exigiram ainda mais do físico. Em diversas partes foi necessário empurrar a magrela, em outras descer com o máximo cuidado as ladeiras formadas pelas dunas.

Por fim, na corrida, os atletas passaram por trechos de mangue, areia da praia e calçamento, mas novamente a areia fofa prejudicou o bom desempenho de alguns. Isso tudo aliado ao forte calor, alta umidade e o vento contra, fizeram desta etapa uma das mais difíceis da temporada.

Vitória - Todas essas dificuldades, somadas ao acúmulo de uma competição de mais de 600 quilômetros, a Claro Brasil Ride, em que Alexandre Manzan participou na última semana, não foram obstáculos para o brasiliense vencer com o tempo de 2h23min16. Apelidado de Forest Gump brasileiro pelo sul-africano Dan Hugo na etapa de Mangaratiba, o especialista nos trechos de corrida cruzou a linha de chegada exausto.

“Na bike eu pedalei forte, mas achei que o Mike fosse me pegar, depois eu consegui correr bem na areia e usar bem a técnica. A natação complicada atrasou um pouco os adversários, o que me ajudou bastante”, conta Manzan. “Eu vim desacreditado de fazer um bom resultado, queria apenas completar a prova, mas resolvi treinar mais um dia do ano. Depois você começa a esquentar e ver que dá para crescer na prova”, completa.

A segunda colocação ficou para o também brasileiro Cid Santos, com 2h31min07 e a terceira com Mike Vine, ao marcar 2h33min54. “O pior trecho foi a bike, pois não estou acostumado com o percurso”, conta Cid, que teve problemas mecânicos, mas não desanimou. “Entrou um galho no câmbio traseiro, mas eu tive calma para arrumar e continuar”. Estreante no XTerra, o baiano especialista em Ironman e Meio Ironman, pretende fazer mais provas do circuito.

Já Mike Vine, que chegou como favorito à disputa, confessa que as condições do percurso e o sol forte não o favoreceram. “Eu perdi muito tempo na água, depois a corrida até a transição também foi complicada e na bike foi pior ainda. Meu pior problema foi o clima, pois no Canadá estamos com 15 graus”.

Mulheres - No feminino Shonny mostrou toda a força de uma campeã mundial e não deu chances às adversárias ao marcar o tempo de 2h47min15, o equivalente à sexta colocação geral. “Foi um percurso muito bonito, ao final, na cidade, algumas crianças correram comigo e foi muito legal. Tinham muitas dunas na bike, o que dificultou um pouco”. Campeã no Havaí e da etapa global em Mangaratiba este ano, ela revela que pretende voltar ao Brasil em 2011 para uma disputa especial. “Quero me preparar para correr na Amazônia”.

A vice-campeã foi Suzane Snydder, com o tempo de 3h06min04, depois de sofrer muito nas dunas. “A natação foi um pouco complicada, mas não o pior dos trechos, já que na bike complicou. Tive que empurrar muitas vezes”.

A terceira colocação foi para a brasileira Sabrina Gobbo, com o tempo de 3h31min. Também recém chegada da Claro Brasil Ride, ela diz que ter empurrado a bike nas dunas não foi algo tão decepcionante. “Na Chapada empurrarmos muito, então acho que foi um treino já”, brinca. Sobre o percurso, ela também comenta sobre a areia. “O maior problema foi o calor, assim como a areia e essa colocação foi uma surpresa para mim. Imaginava chegar atrás da Carla Prada, mas me senti bem e deu tudo certo”.

A etapa do Ceará também serviu para coroar os campeões da temporada 2010, Alexandre Manzan e Luzia Belo, que levaram para casa um cheque de três mil reais. Eles receberam também um troféu especial, além de uma camiseta e boné diferenciados.

Em 2011 as datas do Circuito XTerra já estão definidas e serão nas seguintes datas e locais.

- XTerra (cidade a definir) MG – 2 e 3 de abril
- XTerra Training Itapira/ SP – 30 de abril
- XTerra Training Indaiatuba/ SP – 7 de maio
- XTerra Brazil Manaus/ AM – 11 de junho – Etapa Mundial
- XTerra Training Indaiatuba/ SP – 30 de julho
- XTerra Mangaratiba/ RJ – 13 de agosto
- XTerra Ilhabela/ SP – 10 de setembro
- XTerra Tiradentes/ MG – 1 e 2 de outubro
- XTerra Training Juiz de Fora/ MG – 8 de outubro
- XTerra Ceará/ CE – 18 e 19 de novembro
- XTerra Florianópolis/ SC – 10 e 11 de dezembro