duelos

Duelo de titãs acontece em Toronto

Maratona · 26 jul, 2005

Está confirmado para o próximo dia 25 de setembro, na disputa da 6ª edição da Scotiabank Toronto Waterfront Marathon, um dos mais aguardados duelos entre maratonistas mundiais. Mas dessa vez não se trata de uma revanche entre o brasileiro Vanderlei Cordeiro de Lima e o italiano Stefano Baldini, a disputa em questão, que promete muitas emoções, será entre o canadense Ed Whitlock e o holandês Joop Ruter, ambos acima de 70 anos.

O maratonista Whitlock surepreendeu o mundo da corrida no dia 28 de setembro de 2003. Nesta data ele concluiu os 42.195m da Scotiabank Marathon no tempo de 2h59min10s tornando-se o primeiro homem com mais de 70 anos a quebrar a barreira das três horas. No dia da façanha ele tinha 72 anos.

Não contente com seu feito, Whitlock, competiu a mesma prova no ano seguinte e marcou um novo recorde. Desta vez ele cravou a marca de 2h54min49s.

Já o holandês Joop Ruter conseguiu na última maratona de Rotterdam, no mês de abril, a marca de 3h02min45s. Até o quilômetro 35 ele estava com o tempo que bateria o recorde de Whitlock, mas depois perdeu o ritmo e não conseguiu quebrar a marca.

Com os dois competidores na maratona de Scotiabank Toronto Waterfront a briga pelo primeiro lugar da categoria acima de 70 anos será boa e poderá, quem sabe, ter nova quebra de recorde.


Duelo de titãs acontece em Toronto

Maratona · 26 jul, 2005

Está confirmado para o próximo dia 25 de setembro, na disputa da 6ª edição da Scotiabank Toronto Waterfront Marathon, um dos mais aguardados duelos entre maratonistas mundiais. Mas dessa vez não se trata de uma revanche entre o brasileiro Vanderlei Cordeiro de Lima e o italiano Stefano Baldini, a disputa em questão, que promete muitas emoções, será entre o canadense Ed Whitlock e o holandês Joop Ruter, ambos acima de 70 anos.

O maratonista Whitlock surepreendeu o mundo da corrida no dia 28 de setembro de 2003. Nesta data ele concluiu os 42.195m da Scotiabank Marathon no tempo de 2h59min10s tornando-se o primeiro homem com mais de 70 anos a quebrar a barreira das três horas. No dia da façanha ele tinha 72 anos.

Não contente com seu feito, Whitlock, competiu a mesma prova no ano seguinte e marcou um novo recorde. Desta vez ele cravou a marca de 2h54min49s.

Já o holandês Joop Ruter conseguiu na última maratona de Rotterdam, no mês de abril, a marca de 3h02min45s. Até o quilômetro 35 ele estava com o tempo que bateria o recorde de Whitlock, mas depois perdeu o ritmo e não conseguiu quebrar a marca.

Com os dois competidores na maratona de Scotiabank Toronto Waterfront a briga pelo primeiro lugar da categoria acima de 70 anos será boa e poderá, quem sabe, ter nova quebra de recorde.