circuito praias

Saiba como foi a organização da abertura Praias

Caminhada · 14 fev, 2006

Após o término da corrida de abertura do Circuito das Praias 2006, que aconteceu em Peruíbe no último domingo (12), entrevistamos o organizador da prova, que fez um balanço geral e comenta sobre um incidente na categoria revezamento feminino.

Também conversamos com um membro da Federação Paulista de Atletismo (FPA), que esteve presente na competição para certificar-se que tudo aconteceria de forma organizada.

A atleta Elizabete Ferreira da Silva, que competiu na categoria revezamento, correu com o chip na mão e, ao passar pelo sensor que marcaria sua posição, se abaixou para que fosse registrado o tempo. Apesar de ter chegado na primeira posição da categoria, a atleta não teve sua posição registrada, pois o tapete não acusou o chip.

Ao anunciarem os vencedores, a atleta não viu seu nome e foi reclamar para a organização.

Oswaldo Felipe Júnior, organizador do Circuito das Praias, comentou: “O chip não acusou realmente, mas a gente contou com o testemunho da dupla que estava atrás. Ela de bom grado falou que realmente elas estavam na frente. O chip está sujeito à falhas e ser radical (desclassificar a dupla) nesse momento não vale a pena”.

Ele se diz satisfeito após o término: “Foi bem legal. Ano passado essa prova teve 420 participantes e dessa vez tivemos um aumento de mais de 100% de participantes. O pessoal continua gostando de vir correr na praia e acho que apesar do mau tempo todo mundo saiu satisfeito”.

Valdir Lopes Medeiros, da Federação Paulista de Atletismo, fez uma balanço geral. “Essa é uma prova diferenciada, pois utiliza esse pedaço da praia. Em geral foi uma excelente prova, com água gelada em todos os postos, no posto de troca do revezamento não teve nenhum problema. No geral foi bom”.

Essa prova abriu a semana de comemorações do aniversário de Peruíbe, que celebra 47 anos de emancipação política do município de Itanhaém.

A origem do nome da cidade - Na região, existia um cacique da tribo Tupiniquins, chamado Peroibe, que certa vez descobriu dentro dos limites da tribo uma fonte de água cristalina, que revigorava as energias de quem se banhasse. A índia Juréia, da tribo dos Carijós, soube da fonte e decidiu ir se banhar. Peroibe descansava em uma pedra e ficou apaixonado pela beleza da índia que, ao vê-lo, se assustou e saiu correndo pelas matas.

A mãe de Juréia ficou furiosa com as peripécias da filha e a aprisionou em uma caverna. Com medo de ser roubada por Peroibe, os pajés mandaram fechar para sempre a caverna, levando Juréia a entrar em uma tristeza profunda.

Peroibe percorreu as matas atrás de sua amada, mas não obteve sucesso. Apesar de exausto, ele se recusava a tomar banho na fonte e foi enfraquecendo. Para que o deus tempo não agisse sobre ele, os pajés o transformaram em uma rocha, até que seu amor voltasse.

Transformada em uma bola de fogo, Juréia costuma vagar até hoje pelas matas e, o dia que encontrar seu amado, a união dos dois fará com que a brava raça dos Tupiniquins renasça.

Essa lenda conta a origem do nome da cidade, Peruíbe, que também significa “bem vindo”, em tupi guarani. A história da fonte, aliada à lama negra da cidade, que possui propriedades terapêuticas, faz com que Peruíbe seja conhecida como a Terra da Eterna Juventude.


Saiba como foi a organização da abertura Praias

Caminhada · 14 fev, 2006

Após o término da corrida de abertura do Circuito das Praias 2006, que aconteceu em Peruíbe no último domingo (12), entrevistamos o organizador da prova, que fez um balanço geral e comenta sobre um incidente na categoria revezamento feminino.

Também conversamos com um membro da Federação Paulista de Atletismo (FPA), que esteve presente na competição para certificar-se que tudo aconteceria de forma organizada.

A atleta Elizabete Ferreira da Silva, que competiu na categoria revezamento, correu com o chip na mão e, ao passar pelo sensor que marcaria sua posição, se abaixou para que fosse registrado o tempo. Apesar de ter chegado na primeira posição da categoria, a atleta não teve sua posição registrada, pois o tapete não acusou o chip.

Ao anunciarem os vencedores, a atleta não viu seu nome e foi reclamar para a organização.

Oswaldo Felipe Júnior, organizador do Circuito das Praias, comentou: “O chip não acusou realmente, mas a gente contou com o testemunho da dupla que estava atrás. Ela de bom grado falou que realmente elas estavam na frente. O chip está sujeito à falhas e ser radical (desclassificar a dupla) nesse momento não vale a pena”.

Ele se diz satisfeito após o término: “Foi bem legal. Ano passado essa prova teve 420 participantes e dessa vez tivemos um aumento de mais de 100% de participantes. O pessoal continua gostando de vir correr na praia e acho que apesar do mau tempo todo mundo saiu satisfeito”.

Valdir Lopes Medeiros, da Federação Paulista de Atletismo, fez uma balanço geral. “Essa é uma prova diferenciada, pois utiliza esse pedaço da praia. Em geral foi uma excelente prova, com água gelada em todos os postos, no posto de troca do revezamento não teve nenhum problema. No geral foi bom”.

Essa prova abriu a semana de comemorações do aniversário de Peruíbe, que celebra 47 anos de emancipação política do município de Itanhaém.

A origem do nome da cidade - Na região, existia um cacique da tribo Tupiniquins, chamado Peroibe, que certa vez descobriu dentro dos limites da tribo uma fonte de água cristalina, que revigorava as energias de quem se banhasse. A índia Juréia, da tribo dos Carijós, soube da fonte e decidiu ir se banhar. Peroibe descansava em uma pedra e ficou apaixonado pela beleza da índia que, ao vê-lo, se assustou e saiu correndo pelas matas.

A mãe de Juréia ficou furiosa com as peripécias da filha e a aprisionou em uma caverna. Com medo de ser roubada por Peroibe, os pajés mandaram fechar para sempre a caverna, levando Juréia a entrar em uma tristeza profunda.

Peroibe percorreu as matas atrás de sua amada, mas não obteve sucesso. Apesar de exausto, ele se recusava a tomar banho na fonte e foi enfraquecendo. Para que o deus tempo não agisse sobre ele, os pajés o transformaram em uma rocha, até que seu amor voltasse.

Transformada em uma bola de fogo, Juréia costuma vagar até hoje pelas matas e, o dia que encontrar seu amado, a união dos dois fará com que a brava raça dos Tupiniquins renasça.

Essa lenda conta a origem do nome da cidade, Peruíbe, que também significa “bem vindo”, em tupi guarani. A história da fonte, aliada à lama negra da cidade, que possui propriedades terapêuticas, faz com que Peruíbe seja conhecida como a Terra da Eterna Juventude.

Ouça atletas na abertura do Circuito das Praias

Corridas de Rua · 14 fev, 2006

O Webrun esteve presente na abertura do Circuito das Praias 2006, que aconteceu no último domingo em Peruíbe, e ouviu alguns atletas. Confira.

Após uma forte disputa entre Iranildo da Silva e Paulo Feitosa, houve um pequeno incidente na chegada. Paulo acusa Iranildo de tê-lo “fechado a porta” nos metros finais. Confira o que Paulo declarou logo após a largada:

“Ah, eu ganhei a prova, o cara me fechou e quase que me derruba. Nunca vi isso. O percurso foi direitinho, certinho, mas aí chega aqui e o cara me fecha”.

Iranildo, não ficou em silêncio após as declarações do colega e rebateu:

“Eu cheguei sossegado, não dei fechada em ninguém. Outra coisa, eu não estou começando hoje graças a Deus e se ele acha que foi lesado é porque a capacidade não teve de chegar. Aquele que treinou é aquele que chegou e que correu bem, o atleta que não está bem, a gente torce pra todos. A água estava excelente, o pessoal acompanhou bem. Não tenho nada a falar contra”.

O vencedor também comenta sobre qual foi sua estratégia para chegar em primeiro.

“Achei uma prova excelente, fazia tempo que eu tinha vindo aqui na baixada. O ritmo estava muito forte e eu só administrei ali com o pelotão e depois da segunda metade a gente foi pra cima”.

No feminino, a vencedora foi Maria dos Remédios Castro, que comenta sua performance e o ótimo resultado de sua equipe, da cidade de Cubatão, que conquistou os três lugares mais altos do pódio.

“(A prova) foi boa, um percurso bom como sempre. Essa prova eu to acostumada a correr, um pouco no asfalto, um pouco no areião e a gente também está acostumada a treinar, porque a gente mora na baixada e não muda muito. E hoje o tempo foi maravilhoso, graças a Deus. Esse ano Cubatão está vindo com vários atletas para fortalecer a equipe e idéia é essa, defender a equipe”.


Ouça atletas na abertura do Circuito das Praias

Corridas de Rua · 14 fev, 2006

O Webrun esteve presente na abertura do Circuito das Praias 2006, que aconteceu no último domingo em Peruíbe, e ouviu alguns atletas. Confira.

Após uma forte disputa entre Iranildo da Silva e Paulo Feitosa, houve um pequeno incidente na chegada. Paulo acusa Iranildo de tê-lo “fechado a porta” nos metros finais. Confira o que Paulo declarou logo após a largada:

“Ah, eu ganhei a prova, o cara me fechou e quase que me derruba. Nunca vi isso. O percurso foi direitinho, certinho, mas aí chega aqui e o cara me fecha”.

Iranildo, não ficou em silêncio após as declarações do colega e rebateu:

“Eu cheguei sossegado, não dei fechada em ninguém. Outra coisa, eu não estou começando hoje graças a Deus e se ele acha que foi lesado é porque a capacidade não teve de chegar. Aquele que treinou é aquele que chegou e que correu bem, o atleta que não está bem, a gente torce pra todos. A água estava excelente, o pessoal acompanhou bem. Não tenho nada a falar contra”.

O vencedor também comenta sobre qual foi sua estratégia para chegar em primeiro.

“Achei uma prova excelente, fazia tempo que eu tinha vindo aqui na baixada. O ritmo estava muito forte e eu só administrei ali com o pelotão e depois da segunda metade a gente foi pra cima”.

No feminino, a vencedora foi Maria dos Remédios Castro, que comenta sua performance e o ótimo resultado de sua equipe, da cidade de Cubatão, que conquistou os três lugares mais altos do pódio.

“(A prova) foi boa, um percurso bom como sempre. Essa prova eu to acostumada a correr, um pouco no asfalto, um pouco no areião e a gente também está acostumada a treinar, porque a gente mora na baixada e não muda muito. E hoje o tempo foi maravilhoso, graças a Deus. Esse ano Cubatão está vindo com vários atletas para fortalecer a equipe e idéia é essa, defender a equipe”.

1ª etapa do Circuito das Praias deve reunir mil pessoas

Caminhada · 08 fev, 2006

No próximo domingo acontece em Peruíbe, litoral paulista, a primeira etapa do Circuito das Praias 2005. A largada será dada às 8h30 na praia do Centro em frente ao quiosque Scuba.

Segundo os organizadores, o percurso terá 10 quilômetros planos com trechos de asfalto e outros de areia. Os kits deverão ser retirados no sábado (11) no Scuba entre 15 e 18h30 ou no próprio domingo, dia da prova, das 7h às 8h15.

A novidade desse ano está no kit do atleta. Além da camiseta e chip, o kit virá com o número de peito personalizado com o nome e categoria do atleta. Além disso, o número da primeira etapa será o mesmo para as outras provas do circuito.

Na etapa de Peruíbe será realizada em paralelo à corrida, uma caminhada para os moradores da cidade. A largada da caminhada será dada dez minutos depois da corrida, ás 8h40.


1ª etapa do Circuito das Praias deve reunir mil pessoas

Caminhada · 08 fev, 2006

No próximo domingo acontece em Peruíbe, litoral paulista, a primeira etapa do Circuito das Praias 2005. A largada será dada às 8h30 na praia do Centro em frente ao quiosque Scuba.

Segundo os organizadores, o percurso terá 10 quilômetros planos com trechos de asfalto e outros de areia. Os kits deverão ser retirados no sábado (11) no Scuba entre 15 e 18h30 ou no próprio domingo, dia da prova, das 7h às 8h15.

A novidade desse ano está no kit do atleta. Além da camiseta e chip, o kit virá com o número de peito personalizado com o nome e categoria do atleta. Além disso, o número da primeira etapa será o mesmo para as outras provas do circuito.

Na etapa de Peruíbe será realizada em paralelo à corrida, uma caminhada para os moradores da cidade. A largada da caminhada será dada dez minutos depois da corrida, ás 8h40.

Calendário Circuito das Praias 2006

Corridas de Rua · 02 fev, 2006

Confira o calendário de provas do Circuito das Praias 2006, que vai passar por diversas praias do litoral paulista, mesclando percurso de asfalto com areia.

12/02 1ª Etapa - Peruíbe

09/04 2ª Etapa - São Vicente

25/06 3ª etapa – Praia Grande

19/08 4ª etapa - Bertioga

22/10 5ª etapa - Riviera de São Lourenço

03/12 6ª etapa - Guarujá


Calendário Circuito das Praias 2006

Corridas de Rua · 02 fev, 2006

Confira o calendário de provas do Circuito das Praias 2006, que vai passar por diversas praias do litoral paulista, mesclando percurso de asfalto com areia.

12/02 1ª Etapa - Peruíbe

09/04 2ª Etapa - São Vicente

25/06 3ª etapa – Praia Grande

19/08 4ª etapa - Bertioga

22/10 5ª etapa - Riviera de São Lourenço

03/12 6ª etapa - Guarujá