brazil to beijing

18 brasileiros pretendem correr do Brasil a China em 60 dias

Ultra Maratona · 07 abr, 2008

Um grupo de corredores brasileiros divulgou nessa última sexta-feira (4) que irá correr do Brasil até a China em 60 dias. O projeto “Brazil Running to Beijing”, idelizado por Mica Costa Grande, pretende representar o país e chegar na sede das Olimpíadas no dia primeiro de agosto, perto do início dos Jogos Olímpicos de Pequim, marcado para o dia oito de agosto.

Para isso 18 atletas vão se revezar todos os dias para percorrerem cerca de 18 mil quilômetros no total. Um dos integrantes do grupo, que ainda está em formação, é o ultramaratonista Carlos Dias. Acostumado com aventuras, Carlos que atravessou o Brasil no ano passado, ao correr do Oiapoque ao Chuí, afirmou que é possível completar o novo desfio.

Para isso eles irão contar com uma equipe de apoio para dar suporte aos 18 atletas com ônibus, equipe médica, motorhome entre outros. O grupo pretende correr pelo menos 350 quilômetros por dia, além de passar por 11 capitais: Lisboa (Portugal), Madrid (Espanha), Paris (França), Amsterdã (Holanda), Berlim (Alemanha), Varsóvia (Polônia), Minsk (Bielorrússia), Moscou (Rússia), Astana (Cazaquistão) e por fim Pequim (China).

Segundo Carlos Dias, a largada inicial será em Brasília, a princípio, no dia primeiro de junho. De lá eles correm cerca de 1.500 quilômetros até Salvador. Depois pegam um avião até Lisboa e seguem correndo até o destino final, Pequim.


18 brasileiros pretendem correr do Brasil a China em 60 dias

Ultra Maratona · 07 abr, 2008

Um grupo de corredores brasileiros divulgou nessa última sexta-feira (4) que irá correr do Brasil até a China em 60 dias. O projeto “Brazil Running to Beijing”, idelizado por Mica Costa Grande, pretende representar o país e chegar na sede das Olimpíadas no dia primeiro de agosto, perto do início dos Jogos Olímpicos de Pequim, marcado para o dia oito de agosto.

Para isso 18 atletas vão se revezar todos os dias para percorrerem cerca de 18 mil quilômetros no total. Um dos integrantes do grupo, que ainda está em formação, é o ultramaratonista Carlos Dias. Acostumado com aventuras, Carlos que atravessou o Brasil no ano passado, ao correr do Oiapoque ao Chuí, afirmou que é possível completar o novo desfio.

Para isso eles irão contar com uma equipe de apoio para dar suporte aos 18 atletas com ônibus, equipe médica, motorhome entre outros. O grupo pretende correr pelo menos 350 quilômetros por dia, além de passar por 11 capitais: Lisboa (Portugal), Madrid (Espanha), Paris (França), Amsterdã (Holanda), Berlim (Alemanha), Varsóvia (Polônia), Minsk (Bielorrússia), Moscou (Rússia), Astana (Cazaquistão) e por fim Pequim (China).

Segundo Carlos Dias, a largada inicial será em Brasília, a princípio, no dia primeiro de junho. De lá eles correm cerca de 1.500 quilômetros até Salvador. Depois pegam um avião até Lisboa e seguem correndo até o destino final, Pequim.