Aulus Sellmer

Running Show: treinador Aulus Sellmer comenta mitos e crenças

Corridas de Rua · 25 ago, 2006

Na palestra noturna de ontem (24) da Running Show, feira de corrida que acontece até o próximo domingo (27) na Bienal do Ibirapuera, o treinador Aulus Sellmer comentou alguns mitos e crenças existentes na corrida. Falando para um público formado principalmente por seus alunos, Aulus tentou desmistificar alguns conceitos.

Com o crescimento das corridas atualmente, fala-se muito sobre qualidade de vida, mas o que seria especificamente esse conceito foi o que o técnico perguntou para diversas pessoas na platéia. Cada um definiu de uma forma pessoal, chegando exatamente ao ponto que Aulus queria. Segundo ele, “cada um coloca na sua balança o que é qualidade de vida”.

E em busca de melhorar cada vez mais essa qualidade e a performance, as pessoas acabam se esquecendo de alguns pontos importantes, como a genética, por exemplo. Aulus explica que algumas pessoas têm mais facilidades e outras menos para praticar algum tipo de atividade, conforme o biotipo. “Uma vez um maratonista treinava intensamente e não conseguia bons resultados”, comenta. “Colocamos ele para correr uma prova de 10 km e nos surpreendemos com os bons resultados”, completa.

Um mito muito comum no meio esportivo é a questão: qual atividade queima mais gordura, corrida, ou musculação? Aulus responde que depende muito, pois se a pessoa está bem treinada na corrida, por exemplo, pode queimar mais gordura na corrida do que na musculação, ou vice versa.

Outro ponto discutido na palestra foi a respiração. Algumas pessoas disseram na platéia que se deve respirar apenas pelo nariz, outras pela boca, mas o treinador desmistificou o fato. “O correto é respirar pelo nariz e pela boca, conforme a intensidade do exercício”, alerta Aulus. Ele mostrou ainda um estudo que diz que 40% da população respira de forma errada, o que certamente causa muitos distúrbios. “O medo, a ansiedade e a agressividade, por exemplo, podem ser controlados com exercícios respiratórios”.

Além de respirar errado, muita gente come e dorme errado, afirma Aulus. Um teste simples para saber como é a alimentação da pessoa, pode ser feito através de cinco perguntas, segundo o técnico: possui alimentação saudável? , possui tendência familiar a engordar? , come muito e não engorda? , pratica atividade física? , o psicológico fala mais alto na hora que vê um prato suculento e come mesmo sem estar com vontade? Já sobre o sono, ele comenta que muitas pessoas dormem pouco durante a semana e aos fins de semana dormem até tarde, achando que vão recuperar o tempo perdido. Porém, para se ter um sono regulado, é necessário dormir bem durante toda a semana.

Para exemplificar os mitos, Aulus comentou sobre alguns alunos que as vezes não conseguem bons rendimentos nos treinos por diversos fatores do dia a dia, mas acham que têm algum tipo de problema. Porém, eles precisam ficar atentos para diversos fatores externos. “Doença, problemas psicológicos, idade, altitude, nutrição, temperatura ambiente, umidade, entre outras coisas, influenciam o treino”, lembra Aulus.

Já no final da palestra, ele ressaltou um fato muito comentado hoje em dia, em relação aos praticantes de ciclismo. Afinal, o ciclismo pode ou não causar impotência sexual, principalmente nos homens? “Vários estudos foram feitos, mas ainda não existe nada comprovado, enquanto isso o que pode ser feito é mudar o selim de posição, usar selins mais vazados e bermudas mais confortáveis”.

Para encerrar, o diretor técnico da assessoria esportiva 4any1 deixou para os presentes uma frase de Albert Einstein, na qual ele se espelha todos os dias. “Insanidade é fazer a mesma coisa todos os dias e esperar resultados diferentes”.

Todos os dias acontecem diversas palestras gratuitas na feira, que funciona hoje das 14h às 22h e sábado e domingo das 10h às 22h. Os ingressos custam R$15 e estudantes não têm desconto.


Running Show: treinador Aulus Sellmer comenta mitos e crenças

Corridas de Rua · 25 ago, 2006

Na palestra noturna de ontem (24) da Running Show, feira de corrida que acontece até o próximo domingo (27) na Bienal do Ibirapuera, o treinador Aulus Sellmer comentou alguns mitos e crenças existentes na corrida. Falando para um público formado principalmente por seus alunos, Aulus tentou desmistificar alguns conceitos.

Com o crescimento das corridas atualmente, fala-se muito sobre qualidade de vida, mas o que seria especificamente esse conceito foi o que o técnico perguntou para diversas pessoas na platéia. Cada um definiu de uma forma pessoal, chegando exatamente ao ponto que Aulus queria. Segundo ele, “cada um coloca na sua balança o que é qualidade de vida”.

E em busca de melhorar cada vez mais essa qualidade e a performance, as pessoas acabam se esquecendo de alguns pontos importantes, como a genética, por exemplo. Aulus explica que algumas pessoas têm mais facilidades e outras menos para praticar algum tipo de atividade, conforme o biotipo. “Uma vez um maratonista treinava intensamente e não conseguia bons resultados”, comenta. “Colocamos ele para correr uma prova de 10 km e nos surpreendemos com os bons resultados”, completa.

Um mito muito comum no meio esportivo é a questão: qual atividade queima mais gordura, corrida, ou musculação? Aulus responde que depende muito, pois se a pessoa está bem treinada na corrida, por exemplo, pode queimar mais gordura na corrida do que na musculação, ou vice versa.

Outro ponto discutido na palestra foi a respiração. Algumas pessoas disseram na platéia que se deve respirar apenas pelo nariz, outras pela boca, mas o treinador desmistificou o fato. “O correto é respirar pelo nariz e pela boca, conforme a intensidade do exercício”, alerta Aulus. Ele mostrou ainda um estudo que diz que 40% da população respira de forma errada, o que certamente causa muitos distúrbios. “O medo, a ansiedade e a agressividade, por exemplo, podem ser controlados com exercícios respiratórios”.

Além de respirar errado, muita gente come e dorme errado, afirma Aulus. Um teste simples para saber como é a alimentação da pessoa, pode ser feito através de cinco perguntas, segundo o técnico: possui alimentação saudável? , possui tendência familiar a engordar? , come muito e não engorda? , pratica atividade física? , o psicológico fala mais alto na hora que vê um prato suculento e come mesmo sem estar com vontade? Já sobre o sono, ele comenta que muitas pessoas dormem pouco durante a semana e aos fins de semana dormem até tarde, achando que vão recuperar o tempo perdido. Porém, para se ter um sono regulado, é necessário dormir bem durante toda a semana.

Para exemplificar os mitos, Aulus comentou sobre alguns alunos que as vezes não conseguem bons rendimentos nos treinos por diversos fatores do dia a dia, mas acham que têm algum tipo de problema. Porém, eles precisam ficar atentos para diversos fatores externos. “Doença, problemas psicológicos, idade, altitude, nutrição, temperatura ambiente, umidade, entre outras coisas, influenciam o treino”, lembra Aulus.

Já no final da palestra, ele ressaltou um fato muito comentado hoje em dia, em relação aos praticantes de ciclismo. Afinal, o ciclismo pode ou não causar impotência sexual, principalmente nos homens? “Vários estudos foram feitos, mas ainda não existe nada comprovado, enquanto isso o que pode ser feito é mudar o selim de posição, usar selins mais vazados e bermudas mais confortáveis”.

Para encerrar, o diretor técnico da assessoria esportiva 4any1 deixou para os presentes uma frase de Albert Einstein, na qual ele se espelha todos os dias. “Insanidade é fazer a mesma coisa todos os dias e esperar resultados diferentes”.

Todos os dias acontecem diversas palestras gratuitas na feira, que funciona hoje das 14h às 22h e sábado e domingo das 10h às 22h. Os ingressos custam R$15 e estudantes não têm desconto.