Araxá

Corredores festejam Corrida Grande Hotel Araxá

Corridas de Rua · 30 set, 2007

A primeira edição da Corrida Grande Hotel Araxá foi uma verdadeira celebração para os participantes que disputaram os 10 quilômetros de percurso em terreno de asfalto e terra batida. Confira algumas opiniões.

Direto de Araxá - A cidade mineira de Araxá (375 quilômetros de Belo Horizonte) recebeu neste sábado uma prova que agitou os hóspedes do Grande Hotel Termas de Araxá, assim como todos os inscritos que vieram de regiões próximas. Casais, homens e mulheres de todas as idades participaram do evento como forma de manter a boa forma e a saúde, como é o caso de Alcino Nogueira de Carvalho, que competiu na categoria 55-59 anos.

Ele é campeão sul americano master de 800m e 1.500m para atletas acima de 50 anos e comenta que se divertiu, mesmo debaixo de chuva. “A chuva foi uma surpresa, mas a prova foi ótima, estamos num país tropical e temos que enfrentar todas as condições de clima. Achei legal o trecho de terra, pois muda um pouco o ritmo da corrida”. Entusiasta do esporte há muitos anos, ele deixa um recado para juventude brasileira. “Larguem o cigarro, tabagismo não está com nada”.

O casal Rogério Roch e Ana Clara Ribeiro correram juntos e comentam que o percurso estava bem sinalizado e a corrida foi ótima. “Tirando a chuva, que atrapalhou um pouco, e o barro na região do lago, foi tudo tranquilo, deu para completar bem”, ressalta Rogério. “Foi um pouco complicado devido ao clima, pois o barranco estava escorregadio, mas no geral foi uma boa prova”, completa Ana Clara.

Além da prova rústica de 10 quilômetros, também aconteceu uma caminhada participativa nos arredores do hotel. Todos os que cruzaram a linha de chegada receberam uma medalha de participação, tinham à disposição uma mesa com frutas e água e ainda puderam contar com uma sessão de massagem relaxante.

A premiação contou com troféus para os melhores colocados na categoria elite, além dos três melhores em cada categoria por faixa etária. Os corredores que estavam hospedados no Grande Hotel Araxá puderam desfrutar de um jantar de massas à noite, para repor as energias gastas na corrida.


Corredores festejam Corrida Grande Hotel Araxá

Corridas de Rua · 30 set, 2007

A primeira edição da Corrida Grande Hotel Araxá foi uma verdadeira celebração para os participantes que disputaram os 10 quilômetros de percurso em terreno de asfalto e terra batida. Confira algumas opiniões.

Direto de Araxá - A cidade mineira de Araxá (375 quilômetros de Belo Horizonte) recebeu neste sábado uma prova que agitou os hóspedes do Grande Hotel Termas de Araxá, assim como todos os inscritos que vieram de regiões próximas. Casais, homens e mulheres de todas as idades participaram do evento como forma de manter a boa forma e a saúde, como é o caso de Alcino Nogueira de Carvalho, que competiu na categoria 55-59 anos.

Ele é campeão sul americano master de 800m e 1.500m para atletas acima de 50 anos e comenta que se divertiu, mesmo debaixo de chuva. “A chuva foi uma surpresa, mas a prova foi ótima, estamos num país tropical e temos que enfrentar todas as condições de clima. Achei legal o trecho de terra, pois muda um pouco o ritmo da corrida”. Entusiasta do esporte há muitos anos, ele deixa um recado para juventude brasileira. “Larguem o cigarro, tabagismo não está com nada”.

O casal Rogério Roch e Ana Clara Ribeiro correram juntos e comentam que o percurso estava bem sinalizado e a corrida foi ótima. “Tirando a chuva, que atrapalhou um pouco, e o barro na região do lago, foi tudo tranquilo, deu para completar bem”, ressalta Rogério. “Foi um pouco complicado devido ao clima, pois o barranco estava escorregadio, mas no geral foi uma boa prova”, completa Ana Clara.

Além da prova rústica de 10 quilômetros, também aconteceu uma caminhada participativa nos arredores do hotel. Todos os que cruzaram a linha de chegada receberam uma medalha de participação, tinham à disposição uma mesa com frutas e água e ainda puderam contar com uma sessão de massagem relaxante.

A premiação contou com troféus para os melhores colocados na categoria elite, além dos três melhores em cada categoria por faixa etária. Os corredores que estavam hospedados no Grande Hotel Araxá puderam desfrutar de um jantar de massas à noite, para repor as energias gastas na corrida.

Confira como foi a Corrida Grande Hotel Araxá

Corridas de Rua · 29 set, 2007

A cidade mineira de Araxá amanheceu nublada neste sábado, mas logo o sol apareceu e esquentou o dia dos hóspedes do Grande Hotel Araxá, palco da primeira edição da prova de 10 quilômetros que leva o nome do hotel. Entre os homens a vitória ficou com Hugo Patrício de França e entre as mulheres com Paola Geber, saiba como foi o evento.

Direto de Araxá - Após um dia quente e de muito sol, minutos antes da largada o tempo virou e um forte vento começou a atingir a região da largada, inclusive derrubando grades e placas de propaganda. O tiro inicial foi dado às 16h30 próximo à entrada principal do hotel e os corredores saíram em direção à estrada que leva ao centro da cidade.

São Pedro resolveu brindar a edição inaugural da competição com uma pancada de chuva, que começou a cair passados cinco minutos do início e acompanhou os corredores até o fim. Logo de cara Giovani Aparecido, da equipe do Cruzeiro, assumiu a liderança e imprimiu um ritmo forte até se deparar com uma ladeira.

Durante a subida ele diminuiu o ritmo, ao mesmo momento em que Hugo Patrício começou a acelerar o e encostar nele. Pouco antes do segundo quilômetro, no topo da colina, Hugo fez a ultrapassagem sobre Giovani e abriu uma diferença significativa.

Ritmo forte - Mesmo depois de deixar o adversário para trás ele não economizou na velocidade e nas passadas largas. Após os trechos de subida, ele fez o retorno e desceu pelo lado oposto da estrada, até chegar num trecho de terra batida em volta do lago Norte. Ainda sob forte chuva, depois de muito barro e de contornar várias poças de água, ele cruzou a linha em 32min13.

O segundo colocado foi Giovani, que cruzou com o tempo de 35min32, seguido de perto por Nilton Pereira Júnior, com 35min56. “Graças a Deus a prova foi tranqüila, fiz a primeira parte na defensiva para avaliar os concorrentes e na subida vi que dava para forçar”, ressalta o campeão, que diz ter preferência por correr no sol, mas que a chuva de hoje deu um brilho a mais para a competição. Depois de Araxá, ele pretende conseguir índice para sair na elite da Volta da Pampulha, prova que acontece em dois de dezembro em Belo Horizonte.

“A subida foi meio forte, mas o percurso em geral foi muito bom. A chuva ajudou a refrescar”, comenta o vice-campeão que precisou se sentiu mal após a prova e precisou de atendimento médico. Segundo o para-médico do corpo de bombeiros, ele não comeu nada antes da largada e por isso se sentiu indisposto.

Mulheres - Já entre as mulheres a disputa foi um pouco mais acirrada, já que a vencedora Paola Geber precisou de 46min15 para cruzar a linha de chegada, seguida por Kelly Bichara, que finalizou o percurso em 46min40. A terceira colocada foi Ana Paula Mariano, com o tempo de 50min16. “Essa é uma prova deliciosa, com um percurso lindo, até a chuva ajudou”, diz a campeã.

“Eu corri com o coração, esta prova foi ótima, adorei”, comenta a segunda colocada, que mora na capital mineira, Belo Horizonte. A edição inaugural da prova reuniu corredores vindos principalmente das cidades mineiras, como Belo Horizonte e os municípios em torno de Araxá, mas para as próximas edições os organizadores esperam transformá-la numa competição nacional, com milhares de participantes.


Confira como foi a Corrida Grande Hotel Araxá

Corridas de Rua · 29 set, 2007

A cidade mineira de Araxá amanheceu nublada neste sábado, mas logo o sol apareceu e esquentou o dia dos hóspedes do Grande Hotel Araxá, palco da primeira edição da prova de 10 quilômetros que leva o nome do hotel. Entre os homens a vitória ficou com Hugo Patrício de França e entre as mulheres com Paola Geber, saiba como foi o evento.

Direto de Araxá - Após um dia quente e de muito sol, minutos antes da largada o tempo virou e um forte vento começou a atingir a região da largada, inclusive derrubando grades e placas de propaganda. O tiro inicial foi dado às 16h30 próximo à entrada principal do hotel e os corredores saíram em direção à estrada que leva ao centro da cidade.

São Pedro resolveu brindar a edição inaugural da competição com uma pancada de chuva, que começou a cair passados cinco minutos do início e acompanhou os corredores até o fim. Logo de cara Giovani Aparecido, da equipe do Cruzeiro, assumiu a liderança e imprimiu um ritmo forte até se deparar com uma ladeira.

Durante a subida ele diminuiu o ritmo, ao mesmo momento em que Hugo Patrício começou a acelerar o e encostar nele. Pouco antes do segundo quilômetro, no topo da colina, Hugo fez a ultrapassagem sobre Giovani e abriu uma diferença significativa.

Ritmo forte - Mesmo depois de deixar o adversário para trás ele não economizou na velocidade e nas passadas largas. Após os trechos de subida, ele fez o retorno e desceu pelo lado oposto da estrada, até chegar num trecho de terra batida em volta do lago Norte. Ainda sob forte chuva, depois de muito barro e de contornar várias poças de água, ele cruzou a linha em 32min13.

O segundo colocado foi Giovani, que cruzou com o tempo de 35min32, seguido de perto por Nilton Pereira Júnior, com 35min56. “Graças a Deus a prova foi tranqüila, fiz a primeira parte na defensiva para avaliar os concorrentes e na subida vi que dava para forçar”, ressalta o campeão, que diz ter preferência por correr no sol, mas que a chuva de hoje deu um brilho a mais para a competição. Depois de Araxá, ele pretende conseguir índice para sair na elite da Volta da Pampulha, prova que acontece em dois de dezembro em Belo Horizonte.

“A subida foi meio forte, mas o percurso em geral foi muito bom. A chuva ajudou a refrescar”, comenta o vice-campeão que precisou se sentiu mal após a prova e precisou de atendimento médico. Segundo o para-médico do corpo de bombeiros, ele não comeu nada antes da largada e por isso se sentiu indisposto.

Mulheres - Já entre as mulheres a disputa foi um pouco mais acirrada, já que a vencedora Paola Geber precisou de 46min15 para cruzar a linha de chegada, seguida por Kelly Bichara, que finalizou o percurso em 46min40. A terceira colocada foi Ana Paula Mariano, com o tempo de 50min16. “Essa é uma prova deliciosa, com um percurso lindo, até a chuva ajudou”, diz a campeã.

“Eu corri com o coração, esta prova foi ótima, adorei”, comenta a segunda colocada, que mora na capital mineira, Belo Horizonte. A edição inaugural da prova reuniu corredores vindos principalmente das cidades mineiras, como Belo Horizonte e os municípios em torno de Araxá, mas para as próximas edições os organizadores esperam transformá-la numa competição nacional, com milhares de participantes.