2011

Ivanildo Dias e Edneusa de Jesus vencem SP Classic, no domingo

Corridas de Rua · 20 nov, 2011

No último domingo, 20 de novembro, aconteceu a Samsung SP Classic/ 10º Troféu Zumbi, no Ibirapuera. A prova teve início às 8h, em frente à Assembleia Legislativa e a temperatura ficou entre 15 e 16 graus durante o percurso. Os campeões dos dez quilômetros foram Ivanildo Dias de Souza e Edneusa de Jesus Santos Dorta.

Direto de São Paulo- “Foi difícil, trabalhei a noite toda na coleta de lixo, mas consegui. Queria ter feito 30min, mas foi muito bom, o percurso ajudou”, conta Ivanildo, coletor. Ele, Marildo José Barduco e Sivaldo Santos Viana se mantiveram no pelotão da frente na maior parte do trajeto e, com 31min15, o primeiro colocado cruzou a linha de chegada. Barduco finalizou a prova em 31min31 e Sivaldo ocupou o terceiro lugar com 31min32.

Na competição feminina, Edneusa de Jesus Santos Dorta, a vencedora, fez a prova em 39min47. A segunda colocada foi Maria Aparecida Ferraz, com 40min00. “Foi difícil, mas deu pra ir. Cheguei quase junto com a primeira, se tivesse ido mais rápido, talvez tivesse ganho”, afirma a vice-campeã. A terceira colocada foi Damiana Coimbra Regis, com 40min09.

A prova contou com um bicicletário para os que foram pedalando até o local. O percurso, que passou pela região do Ibirapuera, foi disputado nas distâncias de três e dez quilômetros e os participantes tiveram postos de hidratação durante toda a competição.


Ivanildo Dias e Edneusa de Jesus vencem SP Classic, no domingo

Corridas de Rua · 20 nov, 2011

No último domingo, 20 de novembro, aconteceu a Samsung SP Classic/ 10º Troféu Zumbi, no Ibirapuera. A prova teve início às 8h, em frente à Assembleia Legislativa e a temperatura ficou entre 15 e 16 graus durante o percurso. Os campeões dos dez quilômetros foram Ivanildo Dias de Souza e Edneusa de Jesus Santos Dorta.

Direto de São Paulo- “Foi difícil, trabalhei a noite toda na coleta de lixo, mas consegui. Queria ter feito 30min, mas foi muito bom, o percurso ajudou”, conta Ivanildo, coletor. Ele, Marildo José Barduco e Sivaldo Santos Viana se mantiveram no pelotão da frente na maior parte do trajeto e, com 31min15, o primeiro colocado cruzou a linha de chegada. Barduco finalizou a prova em 31min31 e Sivaldo ocupou o terceiro lugar com 31min32.

Na competição feminina, Edneusa de Jesus Santos Dorta, a vencedora, fez a prova em 39min47. A segunda colocada foi Maria Aparecida Ferraz, com 40min00. “Foi difícil, mas deu pra ir. Cheguei quase junto com a primeira, se tivesse ido mais rápido, talvez tivesse ganho”, afirma a vice-campeã. A terceira colocada foi Damiana Coimbra Regis, com 40min09.

A prova contou com um bicicletário para os que foram pedalando até o local. O percurso, que passou pela região do Ibirapuera, foi disputado nas distâncias de três e dez quilômetros e os participantes tiveram postos de hidratação durante toda a competição.

Técnicos e atletas comentam as mudanças no percurso da São Silvestre

Corridas de Rua · 02 set, 2011

Atualizada em 05/09 às 12h40

A São Silvestre, corrida tradicional de São Paulo (SP) que chega a sua 87ª edição, que sempre teve largada e chegada na Avenida Paulista terá algumas alterações no percurso e a chegada será no Obelisco do Parque Ibirapuera. A justificativa da Companhia de Engenharia de Tráfego de São Paulo (CET) é para que não haja conflito entre os corredores e os participantes da festa do ano novo.

Após as polêmicas geradas na edição de 2010 do evento, quando a organização entregou a medalha junto com o kit de participação, a prova continua a gerar comentários. Alguns técnicos e atletas deram sua opinião ao Webrun sobre as mudanças feitas na prova, que atrai cerca de 20 mil corredores todos os anos, para correr no dia 31 de dezembro, às 16h30.

No percurso anterior, o final da corrida passava pela temida subida da Avenida Brigadeiro Luís Antônio e acabava na Avenida Paulista. As mudanças fazem com que os corredores enfrentem a subida da Brigadeiro, cruzem a Paulista e continuem por sua descida íngreme, sentido Parque do Ibirapuera.

“Tecnicamente a mudança é ruim por causa da descida, principalmente para os amadores. Esta descida pode causar problemas articulares e musculares”, comenta Nelson Evêncio, Presidente da Associação dos Treinadores de Corridade Rua de São Paulo (ATC).

Já Adriano Bastos, heptacampeão da Maratona da Disney, acredita que será uma prova mais agressiva. “A prova vai ser mais agressiva. Depois de você encarar uma subida grande e desgastante como a da Brigadeiro, a musculatura vai estar saturada e os corredores vão ter que descer a Brigadeiro, o que vai machucar bastante. Muitos atletas correm o risco de se lesionarem e a São Silvestre acabou se tornando uma prova perigosa.”

Em relação a alteração do percurso, André Ricardo da BR Move Assessoria Esportiva não gostou das mudanças. “O ano todo, as pessoas correm no Parque do Ibirapuera, na USP, no Jockey, e a oportunidade que você tem no ano de correr pelas ruas do Centro, com um percurso que passa pela Consolação e sobe a Brigadeiro, acabou. Isso tira a característica da prova, que é tão tradicional.”

Muitos participantes vêm reclamando e há certa possibilidade que o número de inscritos diminua. “Desde que me tornei atleta, sempre conheci a São Silvestre com aquela chegada linda e maravilhosa. Acredito que a prova vai perder o encanto e o número de participantes pode diminuir”, fala Edson Dantas, paraatleta que é pentacampeão da São Silvestre.

Edson também acredita que os organizadores poderiam mudar o horário da prova, para que não houvesse conflito com a festa da virada. Já Adriano Bastos, afirma que isso descaracteriza a competição. “A prova fica descaracterizada, porque o fato da corrida acabar na Paulista tem a expectativa de muitas pessoas que vão para a festa de fim de ano esperarem os primeiros colocados”, comenta o atleta.

Já para Wanderlei de Oliveira, da Run For Life, as mudanças são válidas e necessárias, já que o número de participantes é alto e a Avenida Paulista é estreita. “Acho que será bom para o corredor e para a organização, mas a logística deverá ser boa, já que a prova começa em um lugar e termina em outro. Para as pessoas que correm a São Silvestre a bastante tempo e tem como objetivo melhorar seu tempo naquele percurso, agora será diferente, é uma outra prova, não é a mesma São Silvestre de sempre”, finaliza Wanderlei.

Veja o mapa não oficial do novo percurso, no site Webrun


Técnicos e atletas comentam as mudanças no percurso da São Silvestre

Corridas de Rua · 02 set, 2011

Atualizada em 05/09 às 12h40

A São Silvestre, corrida tradicional de São Paulo (SP) que chega a sua 87ª edição, que sempre teve largada e chegada na Avenida Paulista terá algumas alterações no percurso e a chegada será no Obelisco do Parque Ibirapuera. A justificativa da Companhia de Engenharia de Tráfego de São Paulo (CET) é para que não haja conflito entre os corredores e os participantes da festa do ano novo.

Após as polêmicas geradas na edição de 2010 do evento, quando a organização entregou a medalha junto com o kit de participação, a prova continua a gerar comentários. Alguns técnicos e atletas deram sua opinião ao Webrun sobre as mudanças feitas na prova, que atrai cerca de 20 mil corredores todos os anos, para correr no dia 31 de dezembro, às 16h30.

No percurso anterior, o final da corrida passava pela temida subida da Avenida Brigadeiro Luís Antônio e acabava na Avenida Paulista. As mudanças fazem com que os corredores enfrentem a subida da Brigadeiro, cruzem a Paulista e continuem por sua descida íngreme, sentido Parque do Ibirapuera.

“Tecnicamente a mudança é ruim por causa da descida, principalmente para os amadores. Esta descida pode causar problemas articulares e musculares”, comenta Nelson Evêncio, Presidente da Associação dos Treinadores de Corridade Rua de São Paulo (ATC).

Já Adriano Bastos, heptacampeão da Maratona da Disney, acredita que será uma prova mais agressiva. “A prova vai ser mais agressiva. Depois de você encarar uma subida grande e desgastante como a da Brigadeiro, a musculatura vai estar saturada e os corredores vão ter que descer a Brigadeiro, o que vai machucar bastante. Muitos atletas correm o risco de se lesionarem e a São Silvestre acabou se tornando uma prova perigosa.”

Em relação a alteração do percurso, André Ricardo da BR Move Assessoria Esportiva não gostou das mudanças. “O ano todo, as pessoas correm no Parque do Ibirapuera, na USP, no Jockey, e a oportunidade que você tem no ano de correr pelas ruas do Centro, com um percurso que passa pela Consolação e sobe a Brigadeiro, acabou. Isso tira a característica da prova, que é tão tradicional.”

Muitos participantes vêm reclamando e há certa possibilidade que o número de inscritos diminua. “Desde que me tornei atleta, sempre conheci a São Silvestre com aquela chegada linda e maravilhosa. Acredito que a prova vai perder o encanto e o número de participantes pode diminuir”, fala Edson Dantas, paraatleta que é pentacampeão da São Silvestre.

Edson também acredita que os organizadores poderiam mudar o horário da prova, para que não houvesse conflito com a festa da virada. Já Adriano Bastos, afirma que isso descaracteriza a competição. “A prova fica descaracterizada, porque o fato da corrida acabar na Paulista tem a expectativa de muitas pessoas que vão para a festa de fim de ano esperarem os primeiros colocados”, comenta o atleta.

Já para Wanderlei de Oliveira, da Run For Life, as mudanças são válidas e necessárias, já que o número de participantes é alto e a Avenida Paulista é estreita. “Acho que será bom para o corredor e para a organização, mas a logística deverá ser boa, já que a prova começa em um lugar e termina em outro. Para as pessoas que correm a São Silvestre a bastante tempo e tem como objetivo melhorar seu tempo naquele percurso, agora será diferente, é uma outra prova, não é a mesma São Silvestre de sempre”, finaliza Wanderlei.

Veja o mapa não oficial do novo percurso, no site Webrun

Carla Moreno participa do Triathlon Internacional de Santos

Triathlon · 17 fev, 2011

Neste domingo a paulista Carla Moreno, uma das triatletas de maior destaque nacional nos últimos anos, estará presente no 20° Triathlon Internacional de Santos e tentará um pentacampeonato. “Ela é uma das mais importantes triatletas do Brasil e séria candidata ao título", destaca Núbio de Almeida, diretor-geral do evento.

Carla Moreno começou a carreira esportiva em 1996 e já conquistou diversos títulos: foi medalhista de prata nos Jogos Pan-Americanos de Winnipeg (Canadá), em 1999; campeã do Ironman 70.3 no ano de 2007; heptacampeã do Troféu Brasil de Triathlon; além de ter participado de dois Jogos Olímpicos (Sidney e Atenas) e ter vencido duas etapas do Circuito Mundial da ITU.

A largada da prova está marcada para as 8h e cerca de 1300 inscritos, entre amadores e profissionais, enfrentarão 1,5 quilômetro de natação, 40 de ciclismo e dez quilômetros de corrida. A programação oficial abre no sábado (19/02) com a entrega de kits e novas inscrições no Clube Sírio Libanês, das 13h às 19h (Expo Internacional de Santos). Às 15h acontece o Congresso Técnico para profissionais. Em seguida, às 17h, haverá o Congresso Técnico para os amadores.

No domingo (20/02), a movimentação começa cedo, das 6h às 7h45, com numeração e entrega da bicicleta na área de transição, na Praia do Boqueirão. A largada do Pro masculino está marcada para as 8h02, já a do Pro feminino será às 8h30. Às 8h30 será a vez da largada do Amador e às 12h30 acontece a premiação oficial.


Carla Moreno participa do Triathlon Internacional de Santos

Triathlon · 17 fev, 2011

Neste domingo a paulista Carla Moreno, uma das triatletas de maior destaque nacional nos últimos anos, estará presente no 20° Triathlon Internacional de Santos e tentará um pentacampeonato. “Ela é uma das mais importantes triatletas do Brasil e séria candidata ao título", destaca Núbio de Almeida, diretor-geral do evento.

Carla Moreno começou a carreira esportiva em 1996 e já conquistou diversos títulos: foi medalhista de prata nos Jogos Pan-Americanos de Winnipeg (Canadá), em 1999; campeã do Ironman 70.3 no ano de 2007; heptacampeã do Troféu Brasil de Triathlon; além de ter participado de dois Jogos Olímpicos (Sidney e Atenas) e ter vencido duas etapas do Circuito Mundial da ITU.

A largada da prova está marcada para as 8h e cerca de 1300 inscritos, entre amadores e profissionais, enfrentarão 1,5 quilômetro de natação, 40 de ciclismo e dez quilômetros de corrida. A programação oficial abre no sábado (19/02) com a entrega de kits e novas inscrições no Clube Sírio Libanês, das 13h às 19h (Expo Internacional de Santos). Às 15h acontece o Congresso Técnico para profissionais. Em seguida, às 17h, haverá o Congresso Técnico para os amadores.

No domingo (20/02), a movimentação começa cedo, das 6h às 7h45, com numeração e entrega da bicicleta na área de transição, na Praia do Boqueirão. A largada do Pro masculino está marcada para as 8h02, já a do Pro feminino será às 8h30. Às 8h30 será a vez da largada do Amador e às 12h30 acontece a premiação oficial.

Meia de Florianópolis abre as inscrições para a disputa do próximo ano

Corridas de Rua · 23 dez, 2010

A Meia Maratona Internacional de Florianópolis, que acontece em uma região mundialmente conhecida por suas belezas naturais e exuberantes, já está com as inscrições abertas para a edição de 2011. O evento está marcado para o dia 20 de março e também oferecerá outros dois percursos, um de dez e outro de cinco quilômetros, além da Maratona Kids e da competição Cadeirantes Hand Cycle.

Os corredores se reunirão às 7h na Av. Beiramar Norte, horário e local da largada, e a expectativa é que três mil pessoas participem das disputas. Além da atividade física, que favorece a qualidade de vida, vale lembrar que a Meia de Florianópolis também comemora o aniversário de 285 anos da capital catarinense.

Ano passado, Claudir Rodrigues e Rosa Jussara foram campeões da prova com os tempos de 1h07 e 1h20, respectivamente. As inscrições para a edição do próximo ano podem ser feitas no portal Webrun até o dia 14 de Março de 2011 ou até o término das vagas disponíveis.


Meia de Florianópolis abre as inscrições para a disputa do próximo ano

Corridas de Rua · 23 dez, 2010

A Meia Maratona Internacional de Florianópolis, que acontece em uma região mundialmente conhecida por suas belezas naturais e exuberantes, já está com as inscrições abertas para a edição de 2011. O evento está marcado para o dia 20 de março e também oferecerá outros dois percursos, um de dez e outro de cinco quilômetros, além da Maratona Kids e da competição Cadeirantes Hand Cycle.

Os corredores se reunirão às 7h na Av. Beiramar Norte, horário e local da largada, e a expectativa é que três mil pessoas participem das disputas. Além da atividade física, que favorece a qualidade de vida, vale lembrar que a Meia de Florianópolis também comemora o aniversário de 285 anos da capital catarinense.

Ano passado, Claudir Rodrigues e Rosa Jussara foram campeões da prova com os tempos de 1h07 e 1h20, respectivamente. As inscrições para a edição do próximo ano podem ser feitas no portal Webrun até o dia 14 de Março de 2011 ou até o término das vagas disponíveis.

Meia Maratona das Cataratas está com as inscrições abertas para 2011

Meia Maratona · 22 dez, 2010

A quinta edição do desafio mais fascinante do atletismo nacional, a Meia Maratona das Cataratas, já está com data marcada. No dia três de julho de 2011 a Usina de Itaipu será palco da corrida de 21 quilômetros e os interessados em participar podem fazer a inscrição ainda este ano.

“Hoje a Meia compete com as principais corridas do Brasil. É a segunda melhor do Brasil, segundo pesquisas recentes de revistas especializadas, e temos a natureza a nosso favor”, destaca Tadeu Natálio, diretor-técnico da corrida.

Para Gilmar Piolla, superintendente de Comunicação Social da Itaipu Binacional, Foz do Iguaçu é hoje o destino dos grandes eventos esportivos, socioambientais, culturais e corporativos. Já o recém-nomeado secretário de Turismo do Paraná, Faissal Saleh, prometeu lutar para incluir a prova na pasta estadual.

“Queremos trabalhar juntos para envolver a Secretaria Estadual de Turismo entre os organizadores deste grande evento. Conte comigo, farei o possível para desenvolver estas ações”, garante Faissal, que considera o evento não apenas um incentivo à prática esportiva, mas também uma oportunidade para o fortalecimento do turismo.

A primeira atleta a confirmar participação na disputa foi Reem Kamel Hamed, que efetuou a inscrição durante a cerimônia de lançamento da prova. Para ela, correr a Meia das Cataratas é sempre gratificante. “Todos os anos eu corro e já conheço as pessoas. É muito legal. Quero estar em muitas outras edições”, destaca a corredora. Para os interessados em participar da competição basta acessar o site www.meiamaratonadascataratas.com.br.


Meia Maratona das Cataratas está com as inscrições abertas para 2011

Meia Maratona · 22 dez, 2010

A quinta edição do desafio mais fascinante do atletismo nacional, a Meia Maratona das Cataratas, já está com data marcada. No dia três de julho de 2011 a Usina de Itaipu será palco da corrida de 21 quilômetros e os interessados em participar podem fazer a inscrição ainda este ano.

“Hoje a Meia compete com as principais corridas do Brasil. É a segunda melhor do Brasil, segundo pesquisas recentes de revistas especializadas, e temos a natureza a nosso favor”, destaca Tadeu Natálio, diretor-técnico da corrida.

Para Gilmar Piolla, superintendente de Comunicação Social da Itaipu Binacional, Foz do Iguaçu é hoje o destino dos grandes eventos esportivos, socioambientais, culturais e corporativos. Já o recém-nomeado secretário de Turismo do Paraná, Faissal Saleh, prometeu lutar para incluir a prova na pasta estadual.

“Queremos trabalhar juntos para envolver a Secretaria Estadual de Turismo entre os organizadores deste grande evento. Conte comigo, farei o possível para desenvolver estas ações”, garante Faissal, que considera o evento não apenas um incentivo à prática esportiva, mas também uma oportunidade para o fortalecimento do turismo.

A primeira atleta a confirmar participação na disputa foi Reem Kamel Hamed, que efetuou a inscrição durante a cerimônia de lançamento da prova. Para ela, correr a Meia das Cataratas é sempre gratificante. “Todos os anos eu corro e já conheço as pessoas. É muito legal. Quero estar em muitas outras edições”, destaca a corredora. Para os interessados em participar da competição basta acessar o site www.meiamaratonadascataratas.com.br.