· ,

1970-01-01 -
Após Olimpíada  Bruno Lins confirma presença também em Mundial (foto: Wagner Carmo/ CBAt)
Após Olimpíada Bruno Lins confirma presença também em Mundial (foto: Wagner Carmo/ CBAt)

O Grande Prêmio Brasil de Atletismo em Belém, disputado no domingo (12), foi frutífero para o esporte brasileiro. Não apenas dois velocistas (Bruno Lins e Aldemir Gomes) conquistaram o índice para competir nos 200 metros no Mundial de Moscou (em agosto), como o público do Mangueirão presenciou um novo recorde sul-americano na categoria feminina dos 100 metros.

Ana Cláudia Lemos, pela terceira vez a segunda em pouco mais de uma semana superou a melhor marca do continente na nobre prova, ao correr os 100 metros em 11seg05. “Quero ser a primeira mulher da América do Sul a fazer os 100 metros abaixo dos 11 segundos”, conta a velocista.

Ela já tinha garantido a vaga no Mundial (que tem índice classificatório de 11seg17) ao fazer 11seg13 em Campinas (SP), em 4 de maio, também recorde sul-americano na ocasião. Em 2010, havia estabelecido 11seg15, seu primeiro recorde continental. A marca obtida em Belém é também a melhor do GP, superando a que durava 19 anos, 11seg07 da norte-americana Gwen Torrence.

<a href=/home/n/ana-claudia-atinge-indice-e-vai-para-o-mundial-de-moscou/14713 target=_blankApós ter recorde igualado, Ana Cláudia bate marca e se classifica ao Mundial

Ana Cláudia bateu o próprio recorde continental obtido na semana passada - Foto: Wagner Carmo/ CBAt
Ana Cláudia bateu o próprio recorde continental obtido na semana passada – Foto: Wagner Carmo/ CBAt

Dois classificados nos 200 metros– Aldemir Gomes, apontado por Robson Caetano como grande promessa nacional, e Bruno Lins ambos presentes nos Jogos Olímpicos de Londres correram abaixo de 20seg52 (índice da Iaaf para o Mundial) nos 200 metros em Belém e conquistaram a vaga para competir em Moscou. Bruno venceu a prova, com 20seg35, enquanto o jovem Aldemir fez 20seg44.

<a href=/home/n/robson-caetano-analisa-o-que-falta-para-os-velocistas-brasileiros/14257 target=_blankRobson Caetano acredita que Aldemir Gomes pode bater seu recorde

Campeão olímpico no Revezamento 4x400m, o bahamense Michael Mathieu completou o pódio dos 200 metros com 20seg49.

Anderson obteve em São Paulo o índice para o Mundial - Foto: Wagner Carmo/ CBAt
Anderson obteve em São Paulo o índice para o Mundial – Foto: Wagner Carmo/ CBAt

Índice em São Paulo– Em torneio da Federação Paulista, no sábado (11), o gaúcho Anderson Henriques venceu a prova masculina dos 400 metros em 45seg16. São quatro centésimos abaixo do índice estabelecido pela CBAt e, portanto, válido para competir em Moscou.

O segundo colocado, Hugo Balduíno, completou a prova em 45seg31, abaixo do índice B da Iaaf (45seg60). Com a marca atual, tanto Henriques quanto Balduíno representam o Brasil no Mundial.

Este texto foi escrito por: Webrun