treinamento

Especialista revela estratégias para treino eficaz de coxas

Treinamento · 20 fev, 2024

Num contexto em que a busca por um estilo de vida ativo e saudável está em evidência, a atenção voltada ao treinamento de membros inferiores, especialmente na região das coxas, se torna vital. Mais do que um foco estético, investir […]


Especialista revela estratégias para treino eficaz de coxas

Treinamento · 20 fev, 2024

Num contexto em que a busca por um estilo de vida ativo e saudável está em evidência, a atenção voltada ao treinamento de membros inferiores, especialmente na região das coxas, se torna vital. Mais do que um foco estético, investir […]

Respirar errado pode atrapalhar seu desempenho na corrida

Performance · 23 jan, 2024

Foto: Fotolia Foto: Fotolia

A respiração é fundamental para nos mantermos vivos pois ela tem a função de oxigenar o corpo. O sistema respiratório realiza a troca de gases com o ar atmosférico e assegura a concentração de oxigênio no sangue, que é essencial para as reações metabólicas do organismo e para ajudar a regular a temperatura corpórea.

Se a respiração já tem toda essa importância enquanto você está parado, imagina correndo?

O treinador da Bio Ritmo, Nelson Tiago Talarico, explicou a relação entre a corrida e a respiração. “O oxigênio captado pelos pulmões é transformado em energia fazendo com que o atleta tenha capacidade de executar a corrida. A respiração é algo que deve ser feito de forma natural, o que determina se você vai inspirar ou expirar de forma mais devagar ou rápida são as condições determinadas pelo tipo de treino e pelo condicionamento da pessoa que o pratica.”

O jeito que você respira pode interferir diretamente na sua performance. Durante a atividade física, o corpo precisa de uma ventilação maior, especialmente nos exercícios mais intensos e por isso é preciso ter controle da respiração, para dessa forma facilitar o exercício, auxiliar no aumento da resistência e evitar a fadiga precoce.

“A demanda de oxigênio deve acontecer constantemente para permitir ao atleta realizar a atividade física, seja ela, corrida, natação, bike ou outras. Dependendo da intensidade que o praticante desenvolve a respiração pode ser alterada e tornar a hiperventilação pulmonar muito mais difícil”, afirma o treinador.

Até aquela dorzinha chata na lateral da barriga na hora de correr, que é conhecida como dor de burro, pode ser resultado de uma má respiração já que a falta de oxigenação do diafragma, causa a chamada isquemia local. Isso geralmente ocorre quando o atleta está se exercitando num nível mais forte que o seu condicionamento físico e o corpo não consegue suprir a necessidade de oxigênio. Por isso também é bom se lembrar de fortalecer os músculos que ajudam no processo e no movimento de respiração, como abdômen, diafragma, intercostais e paravertebrais.

Inscreva-se para o Circuito Action Paraty!

Foto: Fotolia Foto: Fotolia

Pelo nariz ou pela boca?

Muitas pessoas acreditam que é preciso inspirar pelo nariz e soltar pela boca, mas na verdade, isso varia de acordo com o ritmo do exercício. Ficar preso a um modelo de respiração pode causar uma falta de coordenação e fazer a pessoa se cansar mais rápido.

“Durante um trote, o corredor ainda consegue respirar pelo nariz, o que é melhor, porque o ar é filtrado e aquecido antes de chegar aos pulmões. Porém, em um treino de tiros, no qual a intensidade da atividade é muito alta, fica mais difícil trabalhar apenas com a respiração nasal, o que obriga o corredor a respirar também pela boca. Então você deve respirar de acordo com o que seu corpo solicitar”, afirma Nelson.

Como sei se estou respirando corretamente?

O treinador explica que a respiração deve ser abdominal (diafragmática), aquela que infla a barriga e não o peitoral. “Quando inspiramos, o diafragma, que está localizado na região central do corpo separando o tórax do abdômen, realiza um movimento para baixo, enche como um balão e pressiona o abdômen para fora. Na expiração o diafragma realiza o movimento para cima, o balão esvazia e a barriga murcha. Desta forma, oxigena o cérebro, além de aumentar o condicionamento físico”.

Durante a corrida...

De acordo com Nelson, na corrida não existe uma regra. “O ciclo de respiração simultâneo ajuda a economizar energia e a estabelecer um ritmo respiratório. Por isso, coordene-se. Você pode, por exemplo, a cada duas passadas, inspirar e a cada outras duas expirar; o importante é que o intervalo entre dois movimentos seja o mesmo. Não importa como, você variar até encontrar a melhor maneira e se ajustar. Depois de um tempo esse processo se automatiza”.


Respirar errado pode atrapalhar seu desempenho na corrida

Performance · 23 jan, 2024

Foto: Fotolia Foto: Fotolia

A respiração é fundamental para nos mantermos vivos pois ela tem a função de oxigenar o corpo. O sistema respiratório realiza a troca de gases com o ar atmosférico e assegura a concentração de oxigênio no sangue, que é essencial para as reações metabólicas do organismo e para ajudar a regular a temperatura corpórea.

Se a respiração já tem toda essa importância enquanto você está parado, imagina correndo?

O treinador da Bio Ritmo, Nelson Tiago Talarico, explicou a relação entre a corrida e a respiração. “O oxigênio captado pelos pulmões é transformado em energia fazendo com que o atleta tenha capacidade de executar a corrida. A respiração é algo que deve ser feito de forma natural, o que determina se você vai inspirar ou expirar de forma mais devagar ou rápida são as condições determinadas pelo tipo de treino e pelo condicionamento da pessoa que o pratica.”

O jeito que você respira pode interferir diretamente na sua performance. Durante a atividade física, o corpo precisa de uma ventilação maior, especialmente nos exercícios mais intensos e por isso é preciso ter controle da respiração, para dessa forma facilitar o exercício, auxiliar no aumento da resistência e evitar a fadiga precoce.

“A demanda de oxigênio deve acontecer constantemente para permitir ao atleta realizar a atividade física, seja ela, corrida, natação, bike ou outras. Dependendo da intensidade que o praticante desenvolve a respiração pode ser alterada e tornar a hiperventilação pulmonar muito mais difícil”, afirma o treinador.

Até aquela dorzinha chata na lateral da barriga na hora de correr, que é conhecida como dor de burro, pode ser resultado de uma má respiração já que a falta de oxigenação do diafragma, causa a chamada isquemia local. Isso geralmente ocorre quando o atleta está se exercitando num nível mais forte que o seu condicionamento físico e o corpo não consegue suprir a necessidade de oxigênio. Por isso também é bom se lembrar de fortalecer os músculos que ajudam no processo e no movimento de respiração, como abdômen, diafragma, intercostais e paravertebrais.

Inscreva-se para o Circuito Action Paraty!

Foto: Fotolia Foto: Fotolia

Pelo nariz ou pela boca?

Muitas pessoas acreditam que é preciso inspirar pelo nariz e soltar pela boca, mas na verdade, isso varia de acordo com o ritmo do exercício. Ficar preso a um modelo de respiração pode causar uma falta de coordenação e fazer a pessoa se cansar mais rápido.

“Durante um trote, o corredor ainda consegue respirar pelo nariz, o que é melhor, porque o ar é filtrado e aquecido antes de chegar aos pulmões. Porém, em um treino de tiros, no qual a intensidade da atividade é muito alta, fica mais difícil trabalhar apenas com a respiração nasal, o que obriga o corredor a respirar também pela boca. Então você deve respirar de acordo com o que seu corpo solicitar”, afirma Nelson.

Como sei se estou respirando corretamente?

O treinador explica que a respiração deve ser abdominal (diafragmática), aquela que infla a barriga e não o peitoral. “Quando inspiramos, o diafragma, que está localizado na região central do corpo separando o tórax do abdômen, realiza um movimento para baixo, enche como um balão e pressiona o abdômen para fora. Na expiração o diafragma realiza o movimento para cima, o balão esvazia e a barriga murcha. Desta forma, oxigena o cérebro, além de aumentar o condicionamento físico”.

Durante a corrida...

De acordo com Nelson, na corrida não existe uma regra. “O ciclo de respiração simultâneo ajuda a economizar energia e a estabelecer um ritmo respiratório. Por isso, coordene-se. Você pode, por exemplo, a cada duas passadas, inspirar e a cada outras duas expirar; o importante é que o intervalo entre dois movimentos seja o mesmo. Não importa como, você variar até encontrar a melhor maneira e se ajustar. Depois de um tempo esse processo se automatiza”.

5 dicas para os recém-matriculados na academia

Treinamento · 16 jan, 2024

Aproveitar os primeiros meses do ano para se matricular na academia e mudar de uma vez por todas o seu estilo de vida é, sem dúvida, uma ótima estratégia. Afinal, quando um novo ano começa, também renovamos as energias para […]


5 dicas para os recém-matriculados na academia

Treinamento · 16 jan, 2024

Aproveitar os primeiros meses do ano para se matricular na academia e mudar de uma vez por todas o seu estilo de vida é, sem dúvida, uma ótima estratégia. Afinal, quando um novo ano começa, também renovamos as energias para […]

Dicas de modalidades e cuidados durante a realização de atividade física no verão

Treinamento · 09 jan, 2024

Dias mais longos e com sol brilhando é a combinação perfeita para explorar atividades físicas ao ar livre. A ideia é mergulhar em uma variedade de propostas para manter-se ativo neste verão. Desde caminhadas, circuitos funcionais até aulas de ioga […]


Dicas de modalidades e cuidados durante a realização de atividade física no verão

Treinamento · 09 jan, 2024

Dias mais longos e com sol brilhando é a combinação perfeita para explorar atividades físicas ao ar livre. A ideia é mergulhar em uma variedade de propostas para manter-se ativo neste verão. Desde caminhadas, circuitos funcionais até aulas de ioga […]

Atinja suas metas fitness em 2024

Treinamento · 03 jan, 2024

Se tornar uma pessoa mais fitness está nas suas metas para 2024? Segundo o treinador da Smart Fit Bruno Silva, misturar o prazer da atividade física escolhida com a expectativa correta em relação aos resultados é a melhor receita para […]


Atinja suas metas fitness em 2024

Treinamento · 03 jan, 2024

Se tornar uma pessoa mais fitness está nas suas metas para 2024? Segundo o treinador da Smart Fit Bruno Silva, misturar o prazer da atividade física escolhida com a expectativa correta em relação aos resultados é a melhor receita para […]

É verdade que treinar de manhã queima mais calorias?

Treinamento · 14 nov, 2023

Para quem gosta de treinar é necessário criar uma rotina e horários especiais, já que a correria das grandes cidades, muitas vezes, atrapalha a logística do dia a dia, até mesmo na hora dos exercícios físicos. Enquanto alguns preferem treinar […]


É verdade que treinar de manhã queima mais calorias?

Treinamento · 14 nov, 2023

Para quem gosta de treinar é necessário criar uma rotina e horários especiais, já que a correria das grandes cidades, muitas vezes, atrapalha a logística do dia a dia, até mesmo na hora dos exercícios físicos. Enquanto alguns preferem treinar […]

Onda de calor exige cuidados durante a prática de atividades físicas

Bem Estar · 13 nov, 2023

O Brasil todo vem registrando altas temperaturas desde a semana passada. Para quem gosta de calor o cenário é ótimo, mas para os que realizam atividades físicas, principalmente ao ar livre, as altas temperaturas podem se tornar inimiga dos treinos. […]


Onda de calor exige cuidados durante a prática de atividades físicas

Bem Estar · 13 nov, 2023

O Brasil todo vem registrando altas temperaturas desde a semana passada. Para quem gosta de calor o cenário é ótimo, mas para os que realizam atividades físicas, principalmente ao ar livre, as altas temperaturas podem se tornar inimiga dos treinos. […]

Como treinar em subidas pode melhorar seu desempenho nas provas?

Treinamento · 08 nov, 2023

É normal se sentir um pouco sem fôlego e mais cansado nas subidas durante as provas, isso porque esses trechos exigem mais do corpo e condicionamento físico do atleta. Quanto maior a elevação, mais é necessário usar os músculos estabilizadores, […]


Como treinar em subidas pode melhorar seu desempenho nas provas?

Treinamento · 08 nov, 2023

É normal se sentir um pouco sem fôlego e mais cansado nas subidas durante as provas, isso porque esses trechos exigem mais do corpo e condicionamento físico do atleta. Quanto maior a elevação, mais é necessário usar os músculos estabilizadores, […]

Entenda porque o abdominal faz diferença no seu treino e no dia a dia

Treinamento · 26 out, 2023

O abdômen é um dos maiores músculos do corpo e um dos responsáveis pela sustentação da coluna. Por esse motivo, ele tem grande responsabilidade no resultado do seu desempenho no treino e até na facilidade, ou não, de realizar movimentos […]


Entenda porque o abdominal faz diferença no seu treino e no dia a dia

Treinamento · 26 out, 2023

O abdômen é um dos maiores músculos do corpo e um dos responsáveis pela sustentação da coluna. Por esse motivo, ele tem grande responsabilidade no resultado do seu desempenho no treino e até na facilidade, ou não, de realizar movimentos […]

Como o treinamento funcional pode trazer benefícios para o seu dia a dia?

Treinamento · 25 out, 2023

Você precisa correr, empurrar, agachar, girar, pular, andar, puxar e se equilibrar diariamente, certo? Agora, imagine o quanto seria bom se seu corpo estivesse preparado para esses movimentos. O Treinamento Funcional traz qualidade de vida porque simula essas atividades que […]


Como o treinamento funcional pode trazer benefícios para o seu dia a dia?

Treinamento · 25 out, 2023

Você precisa correr, empurrar, agachar, girar, pular, andar, puxar e se equilibrar diariamente, certo? Agora, imagine o quanto seria bom se seu corpo estivesse preparado para esses movimentos. O Treinamento Funcional traz qualidade de vida porque simula essas atividades que […]