Ironman 70.3 de Pucón vira duathlon: italiano vence e Colucci é vice

Redação Webrun | Triathlon · 18 jan, 2011

Fontana superou os adversários e as más condições climáticas (foto: Pablo Perez Imagen)
Fontana superou os adversários e as más condições climáticas (foto: Pablo Perez Imagen)

O Ironman 70.3 de Pucón, no Chile, disputado no último domingo (16/01) foi uma prova completamente atípica. O mau tempo na região, com ventos fortes e chuvas, obrigou os organizadores a cancelarem o trecho de natação no Lago Vila Rica, o que transformou a prova num duathlon.

Com os atletas tendo que mudar as estratégias iniciais, Daniel Fontana, italiano campeão em 2005, foi o primeiro colocado com o tempo de 3h52min59, seguido por Reinaldo Colucci, com 3h56min24. O brasileiro lutava pelo segundo título, já que em 2010 havia vencido a disputa.

Com o cancelamento do trecho de natação, a direção de prova acrescentou mais cinco quilômetros de corrida ao percurso original de 1,2 quilômetros de natação, 90 de bike e 21,1 de corrida. “Não diria que foi uma prova divertida”, conta o italiano que também tem nacionalidade argentina. “O mais importante é que eu foquei meu corpo e mente no campeonato mundial de 2011”, completa.

Nos cinco quilômetros iniciais de prova e na primeira transição, Fontana teve a companhia de Reinaldo Colucci, Oscar Galindez (pentacampeão da prova) e o também brasileiro Santiago Ascenço. Na bike a situação ficou complicada, já que durante todo o trecho os atletas tiveram que encarar sol, granizo, vento e frio.

Já na parte final, Colucci e Fontana se desgarraram do resto do pelotão, mas o brasileiro já apresentava sinais de cansaço. “Sentia as pernas pesadas e doloridas. Creio que pela falta de adaptação em correr provas de duathlon, uma vez que, essa foi a segunda prova do gênero durante toda a minha carreira”, ressalta.

Ele deu combate até o quilômetro sete, mas a partir daí não teve mais energias para perseguir seu oponente e deixou caminho livre para o campeão. “Deixo aqui os meus parabéns ao Daniel Fontana que conseguiu fazer um prova fantástica. Foi uma prova muito atípica e um segundo lugar numa competição de tanto prestígio acredito ser de grande importância para minha carreira”, enfatiza Colucci.

Este texto foi escrito por: Webrun

Redação Webrun

Ver todos os posts

Releases, matérias elaboradas em equipe e inspirações coletivas na produção de conteúdo!