· ,

1970-01-01 -
A etapa brasileira do Ironman vale vaga para o mundial no Havaí (foto: Cassio Roosevelt/Asics)
A etapa brasileira do Ironman vale vaga para o mundial no Havaí (foto: Cassio Roosevelt/Asics)

Encarar 3,8 quilômetros de natação, 180 de ciclismo e 42 de corrida no Ironman, requer treino, paciência, foco e muito esforço. Porém, tudo isso pode ir por água abaixo se o atleta não fizer uma alimentação equilibrada antes, durante e depois da prova.

Exagerar no café da manhã ou deixar de se hidratar durante a prova pode fazer o atleta se sentir mal e quebrar no percurso. No pós prova a preocupação não deixa de aparecer; perder o controle pode fazer as lesões demorarem mais tempo para serem recuperadas, além de dificultar a digestão e aumentar a sensação de cansaço.

<a href= "/triathlon/n/conheca-os-triatletas-que-fizeram-historia-no-ironman-brasil/14663/plk/Cobertura_Ironman_2013" target=_"blank"Conheça os triatletas que fizeram história no Ironman Brasil

A nutricionista Joyce Nunes de Oliveira conta que os carboidratos são as principais fontes de energia para os músculos, mas não devem ser ingeridos sozinhos. “Os atletas devem dar preferência aos alimentos ricos em carboidratos, como batata, arroz, pão, macarrão, cereais, mandioca, mas não se deve consumi-los em grande volume. Além disso, eles devem vir acompanhados de outras formas de nutrientes”, explica.

Além disso, alimentos com excesso de gordura, como frituras, molho branco, queijo amarelo, empanados e à milanesa devem ficar fora do cardápio. “Também é preciso ter cuidado com os alimentos que possam causar má digestão, como feijão, milho, ervilha e grão de bico. Se for consumi-los, prefira o preparo simples, sem molhos ou cremes”, sugere a nutricionista.

No pré-prova, não consuma leite integral ou alimentos ricos em fibras para não ter problemas intestinais. Foto: Jan Willem Geertsma/ stock.xchng
No pré-prova, não consuma leite integral ou alimentos ricos em fibras para não ter problemas intestinais. Foto: Jan Willem Geertsma/ stock.xchng

A regra de comer pouco várias vezes ao dia também se aplica na preparação para o Ironman. “Durante o dia, realize entre cinco e seis refeições por dia, com intervalos de três horas. Dê preferência às frutas, sucos, sanduíches e biscoitos salgados”, enumera a profissional.

<a href= "/triathlon/n/americanas-e-europeias-dominam-as-medalhas-de-ouro-do-ironman-brasil/14691/plk/Cobertura_Ironman_2013" target=_"blank"Americanas e europeias dominam títulos do Ironman Brasil

No dia da prova, prefira comer alimentos simples e leves, porém ricos em carboidratos, como pão com requeijão light, peito de peru ou queijo magro com geleia ou mel e bolo simples. Outra dica é substituir o copo de leite por iogurte ou suco natural diluído em água mineral.

Caso o atleta opte por consumir frutas, lembre-se de retirar as cascas e o bagaço antes de ingeri-las. As fibras das barra de cereais, pão integral ou queijo amarelo também devem ser evitadas para impedir algum problema intestinal.

Acompanhe na próxima semana outras dicas de nutrição para o Ironman, com foco no durante e pós prova.

Este texto foi escrito por: Rafaela Castilho