· ,

1970-01-01 -
Marilson fará amanhã duas provas: 5000m e 10000m (foto: Fernanda Paradizo)
Marilson fará amanhã duas provas: 5000m e 10000m (foto: Fernanda Paradizo)

O torneio de atletismo dos Jogos Pan-Americanos começa nesta terça-feira, 5 de agosto, no estádio do Centro Olímpico Juan Pablo Duarte, em Santo Domingo. Dez atletas brasileiros vão competir no primeiro dia e quatro deles já disputarão medalhas: Elisângela Adriano (lançamento do disco), Luciane Dambacher (salto em altura), José Alessandro Bernardo Bagio (marcha 20 km) e Marilson Gomes dos Santos (5.000m).

Logo nesta terça, portanto, o atletismo nacional poderá alcançar a marca de 100 medalhas no PAN. Entre 1951, na primeira disputa, em Buenos Aires, e 1999, nos Jogos de Winnipeg, foram ganhas 98 (32 medalhas de ouro, 29 de prata e 37 de bronze).

Entre os candidatos a ganhar a medalha número 100, nesta terça, estão duas atletas que subiram no pódio em 1999: a paulista Elisângela Adriano, que conquistou a medalha de ouro no lançamento do disco, e a gaúcha Luciane Dambacher, prata no salto em altura. Também vão disputar medalhas o marchador catarinense José Alessandro Bernardo Bagio (20 km) e o fundista brasiliense Marilson Gomes dos Santos (5.000m).

De acordo com o programa-horário do torneio, o primeiro dos quatro a competir será Bagio, já que sua prova começa às 7:00 (8:00, em Brasília), devido ao forte calor e a intensa umidade da capital da República Dominicana. Ele terá adversários importantes, como Jefferson Perez (Equador), campeão olímpico em Atlanta, em 1996.

Luciane Dambacher vai saltar também pela manhã, a partir das 10:05 (11:05, em Brasília). Ela terminou em terceiro em 1999, mas subiu para o segundo lugar, depois do doping da dominicana Juana Arendel.

Elisângela começará a defender seu título a partir das 20 horas (21:00, em Brasília). Cubanas, norte-americanas e canadenses estão entre suas principais adversárias. Uma delas deverá ser Aretha Hill (Estados Unidos). Marilson disputará os 5.000m, às 20:05 (21:05). Em Winnipeg, há quatro anos, Elenilson da Silva ganhou a medalha de prata na prova.

O treinador-chefe da equipe, Katsuhiko Nakaia, está otimista: – Temos chances de conquistar várias medalhas, o Brasil tem uma história forte no PAN -, afirmou o treinador.

Para o presidente da CBAt, Roberto Gesta de Melo, a equipe pode fazer um bom número de finalistas e, assim, disputar medalhas em várias provas. – Já neste primeiro dia teremos Elisângela e Luciane Dambacher, que são atletas experientes. Bagio e Marilson estão em fase boa. Em todas estas provas, já ganhamos medalhas em edições anteriores do PAN. Este é um dado importante -, observa Gesta.

Também estréiam nesta terça outros seis atletas. Edson Luciano Ribeiro e Jarbas Mascarenhas Júnior farão as seletivas dos 100m às 10:20 (11:20, em Brasília) e, caso se classifiquem, voltam à pista à noite às 19:05 (20:05, em Brasília, para a semifinal. Os demais já disputarão a semifinal, à noite: Geisa Coutinho, os 400m, às 18:00 (19:00, em Brasília), Christiane Ritz dos Santos, os 800m, às 19:25 (20:25, em Brasília), Osmar Barbosa dos Santos e Fabiano Peçanha, os 800m masculino, às 19:45 (20:45, em Brasília).

Este texto foi escrito por: Webrun