Performance

Mais do que uma avaliação médica, o teste ergoespirométrico pode mudar sua percepção do desempenho no esporte

Performance · 18 mar, 2024

No meu último texto apresentei para vocês um conteúdo geral sobre avaliação médica, afinal no mês de janeiro sempre buscamos retomar as “rédeas” da nossa rotina. Sendo assim, nada melhor do que uma boa e velha avaliação para dar aquele […]


Mais do que uma avaliação médica, o teste ergoespirométrico pode mudar sua percepção do desempenho no esporte

Performance · 18 mar, 2024

No meu último texto apresentei para vocês um conteúdo geral sobre avaliação médica, afinal no mês de janeiro sempre buscamos retomar as “rédeas” da nossa rotina. Sendo assim, nada melhor do que uma boa e velha avaliação para dar aquele […]

Respirar errado pode atrapalhar seu desempenho na corrida

Performance · 23 jan, 2024

Foto: Fotolia Foto: Fotolia

A respiração é fundamental para nos mantermos vivos pois ela tem a função de oxigenar o corpo. O sistema respiratório realiza a troca de gases com o ar atmosférico e assegura a concentração de oxigênio no sangue, que é essencial para as reações metabólicas do organismo e para ajudar a regular a temperatura corpórea.

Se a respiração já tem toda essa importância enquanto você está parado, imagina correndo?

O treinador da Bio Ritmo, Nelson Tiago Talarico, explicou a relação entre a corrida e a respiração. “O oxigênio captado pelos pulmões é transformado em energia fazendo com que o atleta tenha capacidade de executar a corrida. A respiração é algo que deve ser feito de forma natural, o que determina se você vai inspirar ou expirar de forma mais devagar ou rápida são as condições determinadas pelo tipo de treino e pelo condicionamento da pessoa que o pratica.”

O jeito que você respira pode interferir diretamente na sua performance. Durante a atividade física, o corpo precisa de uma ventilação maior, especialmente nos exercícios mais intensos e por isso é preciso ter controle da respiração, para dessa forma facilitar o exercício, auxiliar no aumento da resistência e evitar a fadiga precoce.

“A demanda de oxigênio deve acontecer constantemente para permitir ao atleta realizar a atividade física, seja ela, corrida, natação, bike ou outras. Dependendo da intensidade que o praticante desenvolve a respiração pode ser alterada e tornar a hiperventilação pulmonar muito mais difícil”, afirma o treinador.

Até aquela dorzinha chata na lateral da barriga na hora de correr, que é conhecida como dor de burro, pode ser resultado de uma má respiração já que a falta de oxigenação do diafragma, causa a chamada isquemia local. Isso geralmente ocorre quando o atleta está se exercitando num nível mais forte que o seu condicionamento físico e o corpo não consegue suprir a necessidade de oxigênio. Por isso também é bom se lembrar de fortalecer os músculos que ajudam no processo e no movimento de respiração, como abdômen, diafragma, intercostais e paravertebrais.

Inscreva-se para o Circuito Action Paraty!

Foto: Fotolia Foto: Fotolia

Pelo nariz ou pela boca?

Muitas pessoas acreditam que é preciso inspirar pelo nariz e soltar pela boca, mas na verdade, isso varia de acordo com o ritmo do exercício. Ficar preso a um modelo de respiração pode causar uma falta de coordenação e fazer a pessoa se cansar mais rápido.

“Durante um trote, o corredor ainda consegue respirar pelo nariz, o que é melhor, porque o ar é filtrado e aquecido antes de chegar aos pulmões. Porém, em um treino de tiros, no qual a intensidade da atividade é muito alta, fica mais difícil trabalhar apenas com a respiração nasal, o que obriga o corredor a respirar também pela boca. Então você deve respirar de acordo com o que seu corpo solicitar”, afirma Nelson.

Como sei se estou respirando corretamente?

O treinador explica que a respiração deve ser abdominal (diafragmática), aquela que infla a barriga e não o peitoral. “Quando inspiramos, o diafragma, que está localizado na região central do corpo separando o tórax do abdômen, realiza um movimento para baixo, enche como um balão e pressiona o abdômen para fora. Na expiração o diafragma realiza o movimento para cima, o balão esvazia e a barriga murcha. Desta forma, oxigena o cérebro, além de aumentar o condicionamento físico”.

Durante a corrida...

De acordo com Nelson, na corrida não existe uma regra. “O ciclo de respiração simultâneo ajuda a economizar energia e a estabelecer um ritmo respiratório. Por isso, coordene-se. Você pode, por exemplo, a cada duas passadas, inspirar e a cada outras duas expirar; o importante é que o intervalo entre dois movimentos seja o mesmo. Não importa como, você variar até encontrar a melhor maneira e se ajustar. Depois de um tempo esse processo se automatiza”.


Respirar errado pode atrapalhar seu desempenho na corrida

Performance · 23 jan, 2024

Foto: Fotolia Foto: Fotolia

A respiração é fundamental para nos mantermos vivos pois ela tem a função de oxigenar o corpo. O sistema respiratório realiza a troca de gases com o ar atmosférico e assegura a concentração de oxigênio no sangue, que é essencial para as reações metabólicas do organismo e para ajudar a regular a temperatura corpórea.

Se a respiração já tem toda essa importância enquanto você está parado, imagina correndo?

O treinador da Bio Ritmo, Nelson Tiago Talarico, explicou a relação entre a corrida e a respiração. “O oxigênio captado pelos pulmões é transformado em energia fazendo com que o atleta tenha capacidade de executar a corrida. A respiração é algo que deve ser feito de forma natural, o que determina se você vai inspirar ou expirar de forma mais devagar ou rápida são as condições determinadas pelo tipo de treino e pelo condicionamento da pessoa que o pratica.”

O jeito que você respira pode interferir diretamente na sua performance. Durante a atividade física, o corpo precisa de uma ventilação maior, especialmente nos exercícios mais intensos e por isso é preciso ter controle da respiração, para dessa forma facilitar o exercício, auxiliar no aumento da resistência e evitar a fadiga precoce.

“A demanda de oxigênio deve acontecer constantemente para permitir ao atleta realizar a atividade física, seja ela, corrida, natação, bike ou outras. Dependendo da intensidade que o praticante desenvolve a respiração pode ser alterada e tornar a hiperventilação pulmonar muito mais difícil”, afirma o treinador.

Até aquela dorzinha chata na lateral da barriga na hora de correr, que é conhecida como dor de burro, pode ser resultado de uma má respiração já que a falta de oxigenação do diafragma, causa a chamada isquemia local. Isso geralmente ocorre quando o atleta está se exercitando num nível mais forte que o seu condicionamento físico e o corpo não consegue suprir a necessidade de oxigênio. Por isso também é bom se lembrar de fortalecer os músculos que ajudam no processo e no movimento de respiração, como abdômen, diafragma, intercostais e paravertebrais.

Inscreva-se para o Circuito Action Paraty!

Foto: Fotolia Foto: Fotolia

Pelo nariz ou pela boca?

Muitas pessoas acreditam que é preciso inspirar pelo nariz e soltar pela boca, mas na verdade, isso varia de acordo com o ritmo do exercício. Ficar preso a um modelo de respiração pode causar uma falta de coordenação e fazer a pessoa se cansar mais rápido.

“Durante um trote, o corredor ainda consegue respirar pelo nariz, o que é melhor, porque o ar é filtrado e aquecido antes de chegar aos pulmões. Porém, em um treino de tiros, no qual a intensidade da atividade é muito alta, fica mais difícil trabalhar apenas com a respiração nasal, o que obriga o corredor a respirar também pela boca. Então você deve respirar de acordo com o que seu corpo solicitar”, afirma Nelson.

Como sei se estou respirando corretamente?

O treinador explica que a respiração deve ser abdominal (diafragmática), aquela que infla a barriga e não o peitoral. “Quando inspiramos, o diafragma, que está localizado na região central do corpo separando o tórax do abdômen, realiza um movimento para baixo, enche como um balão e pressiona o abdômen para fora. Na expiração o diafragma realiza o movimento para cima, o balão esvazia e a barriga murcha. Desta forma, oxigena o cérebro, além de aumentar o condicionamento físico”.

Durante a corrida...

De acordo com Nelson, na corrida não existe uma regra. “O ciclo de respiração simultâneo ajuda a economizar energia e a estabelecer um ritmo respiratório. Por isso, coordene-se. Você pode, por exemplo, a cada duas passadas, inspirar e a cada outras duas expirar; o importante é que o intervalo entre dois movimentos seja o mesmo. Não importa como, você variar até encontrar a melhor maneira e se ajustar. Depois de um tempo esse processo se automatiza”.

Estudo revela que habilidades cognitivas podem ser desenvolvidas e tornar o atleta mais completo

Performance · 27 mar, 2023

Um estudo publicado pela revista multidisciplinar Ciência Latina revela que quanto antes os atletas tratarem a saúde mental, maior é a chance de desenvolverem habilidades cognitivas e se tornarem melhores atletas, com mais habilidades e como esse processo acontece. O trabalho foi […]


Estudo revela que habilidades cognitivas podem ser desenvolvidas e tornar o atleta mais completo

Performance · 27 mar, 2023

Um estudo publicado pela revista multidisciplinar Ciência Latina revela que quanto antes os atletas tratarem a saúde mental, maior é a chance de desenvolverem habilidades cognitivas e se tornarem melhores atletas, com mais habilidades e como esse processo acontece. O trabalho foi […]

Gerenciar corretamente as emoções é garantia de alto desempenho no esporte

Performance · 15 mar, 2023

As emoções podem ter um impacto significante na tomada de decisão dos atletas, tanto positiva quanto executiva. Quando os atletas estão emocionalmente equilibrados, eles podem tomar decisões mais precisas e eficazes. Porque sua mente está clara e focada. Por outro […]


Gerenciar corretamente as emoções é garantia de alto desempenho no esporte

Performance · 15 mar, 2023

As emoções podem ter um impacto significante na tomada de decisão dos atletas, tanto positiva quanto executiva. Quando os atletas estão emocionalmente equilibrados, eles podem tomar decisões mais precisas e eficazes. Porque sua mente está clara e focada. Por outro […]

Neuroperformance: estudo aponta como adquirir habilidades atléticas

Performance · 30 nov, 2022

A alta performance é desejada por muitos atletas que almejam deixar suas marcas no mundo. Sabe-se que os genes são uma parte considerável em habilidades atléticas, mas há outros fatores como personalidade, bons hábitos e diversos outros pormenores. Um estudo […]


Neuroperformance: estudo aponta como adquirir habilidades atléticas

Performance · 30 nov, 2022

A alta performance é desejada por muitos atletas que almejam deixar suas marcas no mundo. Sabe-se que os genes são uma parte considerável em habilidades atléticas, mas há outros fatores como personalidade, bons hábitos e diversos outros pormenores. Um estudo […]

A depilação faz alguma diferença na performance esportiva?

Performance · 22 set, 2022

A depilação tornou-se um hábito cultural em muitos países. No Brasil não foi diferente, e desde os anos 1980 o procedimento faz muito sucesso em nossas terras, inicialmente com as mulheres e, mais recentemente, também entre os homens. Hoje, porém, […]


A depilação faz alguma diferença na performance esportiva?

Performance · 22 set, 2022

A depilação tornou-se um hábito cultural em muitos países. No Brasil não foi diferente, e desde os anos 1980 o procedimento faz muito sucesso em nossas terras, inicialmente com as mulheres e, mais recentemente, também entre os homens. Hoje, porém, […]

Existe um limite do desempenho no esporte?

Performance · 21 set, 2022

A resposta dessa pergunta costuma ser difícil e polêmica, já que não agrada inteiramente os porta-vozes dos discursos motivacionais e seus ouvintes. A questão é que, do ponto de vista teórico existem sim limites de desempenho e é justamente por […]


Existe um limite do desempenho no esporte?

Performance · 21 set, 2022

A resposta dessa pergunta costuma ser difícil e polêmica, já que não agrada inteiramente os porta-vozes dos discursos motivacionais e seus ouvintes. A questão é que, do ponto de vista teórico existem sim limites de desempenho e é justamente por […]

Um café antes do treino pode te fazer ir mais longe

Performance · 26 maio, 2022

O café é de longe o estimulante mais usado no mundo. A substância presente nele possui diversos benefícios para melhorar o desempenho no treino, o sucesso do café é tao grande entre os esportistas que hoje diversas marcas de suplementos […]


Um café antes do treino pode te fazer ir mais longe

Performance · 26 maio, 2022

O café é de longe o estimulante mais usado no mundo. A substância presente nele possui diversos benefícios para melhorar o desempenho no treino, o sucesso do café é tao grande entre os esportistas que hoje diversas marcas de suplementos […]

Meia de compressão melhora o rendimento na corrida?

Performance · 29 nov, 2021

É cada vez mais comum ver corredores de rua utilizando meias de compressão até os joelhos, com um visual que lembra jogadores de futebol. Mas, qual a necessidade do acessório? A resposta é simples: compressão graduada. O método é desenvolvido […]


Meia de compressão melhora o rendimento na corrida?

Performance · 29 nov, 2021

É cada vez mais comum ver corredores de rua utilizando meias de compressão até os joelhos, com um visual que lembra jogadores de futebol. Mas, qual a necessidade do acessório? A resposta é simples: compressão graduada. O método é desenvolvido […]

Brandon Payne e Tom House participam do UA Summit

Performance · 24 jun, 2021

A Under Armour, marca referência em inovação e criação de vestuário, calçados e acessórios, realizou pela primeira vez o UA Summit no Brasil para falar sobre o que mais entende: performance humana e esportiva. Desde sua criação, a marca norte-americana […]


Brandon Payne e Tom House participam do UA Summit

Performance · 24 jun, 2021

A Under Armour, marca referência em inovação e criação de vestuário, calçados e acessórios, realizou pela primeira vez o UA Summit no Brasil para falar sobre o que mais entende: performance humana e esportiva. Desde sua criação, a marca norte-americana […]