Fotos online

Campanha em prol de fotógrafos incentiva a compra de fotos de corrida

Fotos online · 27 mar, 2020

Na última terça-feira (24), o Fotop, plataforma que comercializa fotos de eventos esportivos, em especial de corridas de rua, publicou um manifesto em prol de seus fotógrafos parceiros e abriu mão da margem de lucro da empresa sobre as fotos […]


Campanha em prol de fotógrafos incentiva a compra de fotos de corrida

Fotos online · 27 mar, 2020

Na última terça-feira (24), o Fotop, plataforma que comercializa fotos de eventos esportivos, em especial de corridas de rua, publicou um manifesto em prol de seus fotógrafos parceiros e abriu mão da margem de lucro da empresa sobre as fotos […]

Livro propõe desafio de alimentação saudável por 30 dias

Corridas de Rua · 25 nov, 2016

Já se sabe há algum tempo que uma dieta rica em alimentos de origem vegetal como legumes verduras e frutas pode ajudar na prevenção de doenças crônicas como obesidade, doenças cardiovasculares, diabetes tipo 2 e até câncer. Mas como isso acontecia dentro do organismo humano era um mistério.

Com o avanço da ciência da nutrição passamos a entender como aquilo que comemos se transforma em energia e explicar como, substâncias encontradas nesses alimentos, conseguem alterar vias de sinalização celular, chegando a modular nossa expressão gênica.

Foto: Divulgação Foto: Divulgação

Foram encontradas substâncias que não se encaixavam em nenhuma categoria, não eram macronutrientes (carboidrato, gordura e proteína) nem micronutrientes (vitaminas e minerais) e embora não fossem essenciais para nossa sobrevivência, observou-se que eram substâncias extremamente benéficas para a manutenção da nossa saúde. A elas foi dado o nome de compostos bioativos.
Que tal correr o XX Trófeu Cidade de São Paulo? Inscreva-se no Ticket Agora!

Sabendo da importância dessas substâncias e outras tantas encontradas nesses alimentos, não é de se estranhar que as pessoas estão cada vez mais doentes em consequência da substituição por industrializados.

O que ainda é desconhecido é que nosso corpo troca 50 milhões de células todos os dias e que precisa de 44 diferentes nutrientes para formá-las. E onde estão esses nutrientes? No alimento de verdade e não nos alimentos cada vez mais processados.

A grande novidade desse novo livro da Dra Gisela Savioli é mostrar que está em nossas mãos a tal da longividade, através de pequenas atitudes diárias que já podem ser notadas em apenas 30 dias. Nesse “Desafio do Bem – 30 dias”, Gisela convida a descobrir o mundo colorido dos alimentos (como ela mesma diz, da comida de verdade) e mostra que com pequenas atitudes, todos os dias, você pode em pouco tempo, mudar a história do sua longevidade.

Sim, a escolha entre ser uma pessoa saudável ou não está única e exclusivamente em suas mãos, afinal, genética conta 20% e suas escolhas (estilo de vida) 80%.

Vai aceitar o desafio?

Serviço
Título:
Desafio do bem – 30 dias
Autor: Dra. Gisela Savioli
Formato: 14 cm x 21 cm
Páginas: 152
Preço: R$36,00


Livro propõe desafio de alimentação saudável por 30 dias

Corridas de Rua · 25 nov, 2016

Já se sabe há algum tempo que uma dieta rica em alimentos de origem vegetal como legumes verduras e frutas pode ajudar na prevenção de doenças crônicas como obesidade, doenças cardiovasculares, diabetes tipo 2 e até câncer. Mas como isso acontecia dentro do organismo humano era um mistério.

Com o avanço da ciência da nutrição passamos a entender como aquilo que comemos se transforma em energia e explicar como, substâncias encontradas nesses alimentos, conseguem alterar vias de sinalização celular, chegando a modular nossa expressão gênica.

Foto: Divulgação Foto: Divulgação

Foram encontradas substâncias que não se encaixavam em nenhuma categoria, não eram macronutrientes (carboidrato, gordura e proteína) nem micronutrientes (vitaminas e minerais) e embora não fossem essenciais para nossa sobrevivência, observou-se que eram substâncias extremamente benéficas para a manutenção da nossa saúde. A elas foi dado o nome de compostos bioativos.
Que tal correr o XX Trófeu Cidade de São Paulo? Inscreva-se no Ticket Agora!

Sabendo da importância dessas substâncias e outras tantas encontradas nesses alimentos, não é de se estranhar que as pessoas estão cada vez mais doentes em consequência da substituição por industrializados.

O que ainda é desconhecido é que nosso corpo troca 50 milhões de células todos os dias e que precisa de 44 diferentes nutrientes para formá-las. E onde estão esses nutrientes? No alimento de verdade e não nos alimentos cada vez mais processados.

A grande novidade desse novo livro da Dra Gisela Savioli é mostrar que está em nossas mãos a tal da longividade, através de pequenas atitudes diárias que já podem ser notadas em apenas 30 dias. Nesse “Desafio do Bem – 30 dias”, Gisela convida a descobrir o mundo colorido dos alimentos (como ela mesma diz, da comida de verdade) e mostra que com pequenas atitudes, todos os dias, você pode em pouco tempo, mudar a história do sua longevidade.

Sim, a escolha entre ser uma pessoa saudável ou não está única e exclusivamente em suas mãos, afinal, genética conta 20% e suas escolhas (estilo de vida) 80%.

Vai aceitar o desafio?

Serviço
Título:
Desafio do bem – 30 dias
Autor: Dra. Gisela Savioli
Formato: 14 cm x 21 cm
Páginas: 152
Preço: R$36,00

5 lanches deliciosos e saudáveis para sua tarde

Caminhada · 04 nov, 2016

Para sabotar a dieta é necessário apenas dois movimentos: pensar e fazer errado. Você tomou um café super saudável, caprichou nos nutrientes na hora do almoço… Mas chegou a parte da tarde e parece que fica cada vez mais difícil manter uma alimentação saudável. Para não acontecer aquela auto sabotagem desnecessária, é preciso ficar atento e deixar tudo preparado para o momento de tensão.

Aqui vão 5 dicas de lanches fáceis e gostosos para não passar vontade

1. Queijo branco e tomate

Separe 2 pedaços grossos de queijo branco e corte em cubinhos, misture com cerca de 5 tomatinhos cereja em um pote, coloque azeite e orégano. Uma porção pode alimentar bem e dar aquela revitalizada.

O Track&Field Run Series é uma experiência única! Inscreva-se na etapa Villa Lobos!

Foto: Fabiomax/Fotolia Foto: Fabiomax/Fotolia

2. Pão de queijo de frigideira

Se você tem um tempinho para cozinhar seu lanche na hora, essa sem dúvida é uma ótima opção que precisa de apenas 4 ingredientes.

Misture 1 ovo, 2 colheres de sopa de polvilho doce, 1 colher de sopa de cottage ou uma fatia de queijo branco e coloque na frigideira com temperos a gosto. A massa fica parecendo uma panqueca super fofinha.

3. Cenoura baby e molhinho saudável

A versão baby da cenoura é rica em antioxidantes e tem pouquíssimas calorias, adicione um molhinho saudável como uma mistura de iogurte desnatado e pronto, lanchinho perfeito.

Foto: azurita/Fotolia Foto: azurita/Fotolia

4. Pasta de grão de bico e biscoito de arroz

O biscoito de arroz tem inúmeros benefícios, além de não ter glúten ele tem pouquíssimas calorias se comparado a outras bolachas e torradas, sendo assim ideal para reeducação alimentar. A pasta de grão de bico, também conhecida como homus é um ótimo alimento para o controle da saciedade.

A receita para o homus é simples: deixe o grão de bico de molho de um dia para o outro, retire a casca e leve para cozinhar por 30 minutos. Junte no liquidificador o grão de bico cozido, 1 dente de alho, 1 colher de sopa de tahine, 1 suco de limão e tempero a gosto. Bata até a pasta ficar homogênea.

O biscoito de arroz é encontrado em diversos supermercados.

5. Polvilho

Biscoito de polvilho é um ótimo lanchinho para parte da tarde, algumas embalagens indicam que cerca de 30 gramas possui apenas 100 calorias. O difícil é não comer o pacote inteiro, manere na porção.

Foto: sidneydealmeida/Fotolia Foto: sidneydealmeida/Fotolia


5 lanches deliciosos e saudáveis para sua tarde

Caminhada · 04 nov, 2016

Para sabotar a dieta é necessário apenas dois movimentos: pensar e fazer errado. Você tomou um café super saudável, caprichou nos nutrientes na hora do almoço… Mas chegou a parte da tarde e parece que fica cada vez mais difícil manter uma alimentação saudável. Para não acontecer aquela auto sabotagem desnecessária, é preciso ficar atento e deixar tudo preparado para o momento de tensão.

Aqui vão 5 dicas de lanches fáceis e gostosos para não passar vontade

1. Queijo branco e tomate

Separe 2 pedaços grossos de queijo branco e corte em cubinhos, misture com cerca de 5 tomatinhos cereja em um pote, coloque azeite e orégano. Uma porção pode alimentar bem e dar aquela revitalizada.

O Track&Field Run Series é uma experiência única! Inscreva-se na etapa Villa Lobos!

Foto: Fabiomax/Fotolia Foto: Fabiomax/Fotolia

2. Pão de queijo de frigideira

Se você tem um tempinho para cozinhar seu lanche na hora, essa sem dúvida é uma ótima opção que precisa de apenas 4 ingredientes.

Misture 1 ovo, 2 colheres de sopa de polvilho doce, 1 colher de sopa de cottage ou uma fatia de queijo branco e coloque na frigideira com temperos a gosto. A massa fica parecendo uma panqueca super fofinha.

3. Cenoura baby e molhinho saudável

A versão baby da cenoura é rica em antioxidantes e tem pouquíssimas calorias, adicione um molhinho saudável como uma mistura de iogurte desnatado e pronto, lanchinho perfeito.

Foto: azurita/Fotolia Foto: azurita/Fotolia

4. Pasta de grão de bico e biscoito de arroz

O biscoito de arroz tem inúmeros benefícios, além de não ter glúten ele tem pouquíssimas calorias se comparado a outras bolachas e torradas, sendo assim ideal para reeducação alimentar. A pasta de grão de bico, também conhecida como homus é um ótimo alimento para o controle da saciedade.

A receita para o homus é simples: deixe o grão de bico de molho de um dia para o outro, retire a casca e leve para cozinhar por 30 minutos. Junte no liquidificador o grão de bico cozido, 1 dente de alho, 1 colher de sopa de tahine, 1 suco de limão e tempero a gosto. Bata até a pasta ficar homogênea.

O biscoito de arroz é encontrado em diversos supermercados.

5. Polvilho

Biscoito de polvilho é um ótimo lanchinho para parte da tarde, algumas embalagens indicam que cerca de 30 gramas possui apenas 100 calorias. O difícil é não comer o pacote inteiro, manere na porção.

Foto: sidneydealmeida/Fotolia Foto: sidneydealmeida/Fotolia

Isto aqui faz bem! Não faz mais… Agora faz bem de novo!

Atletismo · 31 out, 2016

A capa de alguma revista semanal de grande circulação anuncia: a ciência descobriu um novo alimento que é proibido para você.

E, de maneira cíclica, volta atrás.

A culpa não é dos jornalistas. O fato é que a ciência gosta mesmo de mudar de ideia. Selecionamos aqui alimentos polêmicos, que estão sempre permeando a discussão entre diversos setores da sociedade.

O que hoje você acha que é a salvação amanhã pode te matar e o inverso: o vilão de hoje será o herói de amanhã.

Moral da história? Moderação para todo consumo ou hábito é o segredo da vida saudável.

Confira o Status Quo atual de cada alimento nesta lista, com heróis e supervilões. Mas leia logo. Amanhã a ciência já pode ter mudado de ideia a respeito deles.

1. Ovo

Status atual: herói

Por que já fez mal? Tem bastante colesterol, cerca de 210 miligramas por unidade (o recomendado para ingestão diária é 300 miligramas).

Por que mudaram de ideia? O ovo é um alimento super completo, e, ingestão de colesterol, associada a exercícios, também faz parte de uma dieta equilibrada.

A nutricionista Amanda Rodrigues explica que os malefícios dependem da quantidade consumida. “O correto é evitar excessos, pois tudo que não está em equilíbrio pode fazer mal. Não existe problemas em consumo diário, já que ele é ótimo para a saúde”.

Foto: leekris/fotolia Foto: leekris/fotolia

2. Margarina

Status atual: vilã

Por que já fez bem?Considerada a “manteiga do bem” por ter menos colesterol ruim e gorduras saturadas.

Por que agora faz mal? É feita através da hidrogenação de óleos vegetais, processo que gera a temida gordura trans. Além disso, contém um processo mais sintético e industrializado, formando um produto menos natural e com mais riscos gerais à saúde.

3. Açúcar

Status atual: vilão

Por que já fez bem? É importante componente energético e causa sensação positiva através da produção de serotonina.

Por que agora faz mal? Principal agente causador de doenças sérias como diabetes e obesidade pela alta concentração calórica.

4. Isotônicos

Status atual: herói após esporte, vilão no cotidiano

Benefícios: repõe rapidamente sais minerais como potássio e sódio, perdidos durante atividade física. Ajuda na hidratação e combate câimbras.

Malefícios: tem alta quantidade de sódio, o que pode agravar problemas circulatórios, como hipertensão e problemas renais.

“Não devemos incluir os isotônicos fora de uma demanda física. Quando isso acontece pode haver ganho de peso, além disso a maioria contém corantes e aditivos químicos. Diabéticos e hipertensos devem evitar o consumo”, diz a nutricionista.

5. Leite

Status atual: vilão

Por que já fez bem? Tem uma grande concentração de cálcio, proteínas e vitaminas essenciais.

Por que agora faz mal? Adultos têm deficiência na produção de lactose, enzima de digestão do leite, com isso cientistas associam o consumo à diversas doenças e processos inflamatórios. Estudos alegam que mamíferos deveriam tomar leite apenas até os dois anos de idade.

Foto: Grafvision/fotolia Foto: Grafvision/fotolia

6. Chocolate

Status atual: herói

Por que já fez mal? O consumo associado à maior ingestão de gorduras saturadas e açúcar gera elevação do colesterol e aumento do risco de doenças, como pressão alta e diabetes.

Por que agora faz bem? É um alimento muito nutritivo. Contém proteínas, gorduras, cálcio, magnésio, ferro, zinco, caroteno, vitaminas E, B1, B2, B3, B6, B12 e C. O consumo moderado de chocolate amargo pode trazer benefícios para a saúde humana devido à presença de flavonóides, além das propriedades antioxidantes

7. Alimentos Diet

Status atual: vilões

Por que já fizeram bem? Na busca de uma alternativa saudável, uma onda de alimentos diet invadiram o mercado, a maioria substituindo em sua composição, açúcar por aspartame.

Por que fazem mal? As substâncias que substituem o açúcar são conservantes e aditivos químicos sintéticos. Super prejudiciais à saúde.

A nutricionista Amanda alerta pelo processo de fabricação que esses alimentos passam. “Eles recebem diversos tipos de corante, conservante aditivo químico. O ideal é comer alimentos da forma mais natural possível”.

8. Café

Status atual: herói

Por que já fez mal? Foi considerado um malefício social e a cafeína um estimulante causador de insônia, desidratante e ruim para o estômago.

Por que faz bem? É agente termogênico – ou seja, emagrece, aprimora foco, energia, concentração. Controla pressão e faz bem para o coração.

Foto: mimohe/fotolia Foto: mimohe/fotolia

9. Soja

Status atual:vilã

Por que já fez bem? Substituta proteica em dietas veganas e base para muitas culinárias saudáveis, possui fórmula nutricional completa.

Por que agora faz mal? Símbolo de alimentos com mutações transgênicas, a soja contém substâncias alergênicas e antinutrientes. Contém fitoestrogênio, que pode trazer desequilíbrio hormonal.

Para a nutricionista a soja também é carta fora do baralho. “Não recomendo o consumo, pois a que temos disponível no mercado costuma ser transgênica e possui elevado teor de antinutrientes, além de potencial alergênico”.

10. Cerveja

Status atual: herói

Por que fez mal? Ingestão de álcool é maléfica para qualquer dieta. Rica em calorias, a cerveja engorda e não traz nenhum benefício nutricional, além de desidratar o corpo.

Porque agora faz bem? Recentes estudos mostram que a cerveja faz bem para ossos, rins e sistema circulatório. Além disso, o álcool ajuda na prevenção à diabetes, já que aumenta a sensibilidade à insulina.


Isto aqui faz bem! Não faz mais… Agora faz bem de novo!

Atletismo · 31 out, 2016

A capa de alguma revista semanal de grande circulação anuncia: a ciência descobriu um novo alimento que é proibido para você.

E, de maneira cíclica, volta atrás.

A culpa não é dos jornalistas. O fato é que a ciência gosta mesmo de mudar de ideia. Selecionamos aqui alimentos polêmicos, que estão sempre permeando a discussão entre diversos setores da sociedade.

O que hoje você acha que é a salvação amanhã pode te matar e o inverso: o vilão de hoje será o herói de amanhã.

Moral da história? Moderação para todo consumo ou hábito é o segredo da vida saudável.

Confira o Status Quo atual de cada alimento nesta lista, com heróis e supervilões. Mas leia logo. Amanhã a ciência já pode ter mudado de ideia a respeito deles.

1. Ovo

Status atual: herói

Por que já fez mal? Tem bastante colesterol, cerca de 210 miligramas por unidade (o recomendado para ingestão diária é 300 miligramas).

Por que mudaram de ideia? O ovo é um alimento super completo, e, ingestão de colesterol, associada a exercícios, também faz parte de uma dieta equilibrada.

A nutricionista Amanda Rodrigues explica que os malefícios dependem da quantidade consumida. “O correto é evitar excessos, pois tudo que não está em equilíbrio pode fazer mal. Não existe problemas em consumo diário, já que ele é ótimo para a saúde”.

Foto: leekris/fotolia Foto: leekris/fotolia

2. Margarina

Status atual: vilã

Por que já fez bem?Considerada a “manteiga do bem” por ter menos colesterol ruim e gorduras saturadas.

Por que agora faz mal? É feita através da hidrogenação de óleos vegetais, processo que gera a temida gordura trans. Além disso, contém um processo mais sintético e industrializado, formando um produto menos natural e com mais riscos gerais à saúde.

3. Açúcar

Status atual: vilão

Por que já fez bem? É importante componente energético e causa sensação positiva através da produção de serotonina.

Por que agora faz mal? Principal agente causador de doenças sérias como diabetes e obesidade pela alta concentração calórica.

4. Isotônicos

Status atual: herói após esporte, vilão no cotidiano

Benefícios: repõe rapidamente sais minerais como potássio e sódio, perdidos durante atividade física. Ajuda na hidratação e combate câimbras.

Malefícios: tem alta quantidade de sódio, o que pode agravar problemas circulatórios, como hipertensão e problemas renais.

“Não devemos incluir os isotônicos fora de uma demanda física. Quando isso acontece pode haver ganho de peso, além disso a maioria contém corantes e aditivos químicos. Diabéticos e hipertensos devem evitar o consumo”, diz a nutricionista.

5. Leite

Status atual: vilão

Por que já fez bem? Tem uma grande concentração de cálcio, proteínas e vitaminas essenciais.

Por que agora faz mal? Adultos têm deficiência na produção de lactose, enzima de digestão do leite, com isso cientistas associam o consumo à diversas doenças e processos inflamatórios. Estudos alegam que mamíferos deveriam tomar leite apenas até os dois anos de idade.

Foto: Grafvision/fotolia Foto: Grafvision/fotolia

6. Chocolate

Status atual: herói

Por que já fez mal? O consumo associado à maior ingestão de gorduras saturadas e açúcar gera elevação do colesterol e aumento do risco de doenças, como pressão alta e diabetes.

Por que agora faz bem? É um alimento muito nutritivo. Contém proteínas, gorduras, cálcio, magnésio, ferro, zinco, caroteno, vitaminas E, B1, B2, B3, B6, B12 e C. O consumo moderado de chocolate amargo pode trazer benefícios para a saúde humana devido à presença de flavonóides, além das propriedades antioxidantes

7. Alimentos Diet

Status atual: vilões

Por que já fizeram bem? Na busca de uma alternativa saudável, uma onda de alimentos diet invadiram o mercado, a maioria substituindo em sua composição, açúcar por aspartame.

Por que fazem mal? As substâncias que substituem o açúcar são conservantes e aditivos químicos sintéticos. Super prejudiciais à saúde.

A nutricionista Amanda alerta pelo processo de fabricação que esses alimentos passam. “Eles recebem diversos tipos de corante, conservante aditivo químico. O ideal é comer alimentos da forma mais natural possível”.

8. Café

Status atual: herói

Por que já fez mal? Foi considerado um malefício social e a cafeína um estimulante causador de insônia, desidratante e ruim para o estômago.

Por que faz bem? É agente termogênico – ou seja, emagrece, aprimora foco, energia, concentração. Controla pressão e faz bem para o coração.

Foto: mimohe/fotolia Foto: mimohe/fotolia

9. Soja

Status atual:vilã

Por que já fez bem? Substituta proteica em dietas veganas e base para muitas culinárias saudáveis, possui fórmula nutricional completa.

Por que agora faz mal? Símbolo de alimentos com mutações transgênicas, a soja contém substâncias alergênicas e antinutrientes. Contém fitoestrogênio, que pode trazer desequilíbrio hormonal.

Para a nutricionista a soja também é carta fora do baralho. “Não recomendo o consumo, pois a que temos disponível no mercado costuma ser transgênica e possui elevado teor de antinutrientes, além de potencial alergênico”.

10. Cerveja

Status atual: herói

Por que fez mal? Ingestão de álcool é maléfica para qualquer dieta. Rica em calorias, a cerveja engorda e não traz nenhum benefício nutricional, além de desidratar o corpo.

Porque agora faz bem? Recentes estudos mostram que a cerveja faz bem para ossos, rins e sistema circulatório. Além disso, o álcool ajuda na prevenção à diabetes, já que aumenta a sensibilidade à insulina.

9 desafios que o corredor enfrenta durante sua semana de treinos

Atletismo · 20 out, 2016

Atire a primeira pedra quem nunca falhou em uma planilha semanal, afinal é aparentemente fácil completar todos os treinos, mas desafios não param de surgir e abdicar de algum deles torna-se realmente difícil.

Será que você já enfrentou algum deles? Confira!

1. O crush

Sempre tem uma paixão que te faz ficar em dúvida sobre escolher um tênis ou uma roupinha para sair. A gente sabe que a disputa entre um encontro e correr realmente pode parecer difícil, mas ele precisa entender que o esporte é necessidade e você ficará até mais feliz para o date pós treino (ou mais cansada).

2. Abandonar o netflix

Você sabia que se der pause em um episódio, quando voltar da corrida, ele vai tá estar no mesmo lugarzinho que você deixou né? Esse botão é mágico e antigo, mas tem gente que ainda insiste em não usar.

Chega de desculpas! Nós sabemos que a programação do Netflix não é ao vivo. Vá correr!

3. Estou cansado!

Segundo nosso departamento científico, o cansaço aparece como o primeiro sintoma para abandonar o treino. Cuidado, já que isso te faz trocar o parque pelo sofá, a orla da praia pela cama e os tênis pela roupinha de dormir.

Participe da Indomit Costa Esmeralda. Inscreva-se no site do Ticket Agora!

Foto: Daxiao Productions/Fotolia Foto: Daxiao Productions/Fotolia


4. O pecado mortal

Você achou que iríamos esquecer? Nada disso amigo, a gula é o pecado mortal dos corredores. Fuja das guloseimas que te deixarão pesado e sem disposição para o treino.

5. O tão temido Happy Hour

Correr ninguém quer, mas para tomar uns bons drinks toda desculpa é válida. Se você é bom de gole deveria experimentar o juízo, a bebida com um teor altíssimo de disciplina.

6. Amizades tensas

Os amigo sempre marcam uma social para abrir a geladeira e pegar a sobremesa, enquanto você acha que é água. Lembre-se, amizade verdadeira não te pede para ficar em casa, mas sim calça o tênis e vai correr junto.

Repasse agora esse texto até aquele amigo que te vive furando o treino.

7. Aquela frase que significa muita coisa

“Depois eu vou!”

Precisamos dizer mais alguma coisa?

8. Não dá… Vai chover

Sobra até para São Pedro quando a disposição está lá embaixo.

9. Tô sem bateria no celular

Não tem música, não tem como somar os quilômetros… Melhor ficar em casa mesmo né?


9 desafios que o corredor enfrenta durante sua semana de treinos

Atletismo · 20 out, 2016

Atire a primeira pedra quem nunca falhou em uma planilha semanal, afinal é aparentemente fácil completar todos os treinos, mas desafios não param de surgir e abdicar de algum deles torna-se realmente difícil.

Será que você já enfrentou algum deles? Confira!

1. O crush

Sempre tem uma paixão que te faz ficar em dúvida sobre escolher um tênis ou uma roupinha para sair. A gente sabe que a disputa entre um encontro e correr realmente pode parecer difícil, mas ele precisa entender que o esporte é necessidade e você ficará até mais feliz para o date pós treino (ou mais cansada).

2. Abandonar o netflix

Você sabia que se der pause em um episódio, quando voltar da corrida, ele vai tá estar no mesmo lugarzinho que você deixou né? Esse botão é mágico e antigo, mas tem gente que ainda insiste em não usar.

Chega de desculpas! Nós sabemos que a programação do Netflix não é ao vivo. Vá correr!

3. Estou cansado!

Segundo nosso departamento científico, o cansaço aparece como o primeiro sintoma para abandonar o treino. Cuidado, já que isso te faz trocar o parque pelo sofá, a orla da praia pela cama e os tênis pela roupinha de dormir.

Participe da Indomit Costa Esmeralda. Inscreva-se no site do Ticket Agora!

Foto: Daxiao Productions/Fotolia Foto: Daxiao Productions/Fotolia


4. O pecado mortal

Você achou que iríamos esquecer? Nada disso amigo, a gula é o pecado mortal dos corredores. Fuja das guloseimas que te deixarão pesado e sem disposição para o treino.

5. O tão temido Happy Hour

Correr ninguém quer, mas para tomar uns bons drinks toda desculpa é válida. Se você é bom de gole deveria experimentar o juízo, a bebida com um teor altíssimo de disciplina.

6. Amizades tensas

Os amigo sempre marcam uma social para abrir a geladeira e pegar a sobremesa, enquanto você acha que é água. Lembre-se, amizade verdadeira não te pede para ficar em casa, mas sim calça o tênis e vai correr junto.

Repasse agora esse texto até aquele amigo que te vive furando o treino.

7. Aquela frase que significa muita coisa

“Depois eu vou!”

Precisamos dizer mais alguma coisa?

8. Não dá… Vai chover

Sobra até para São Pedro quando a disposição está lá embaixo.

9. Tô sem bateria no celular

Não tem música, não tem como somar os quilômetros… Melhor ficar em casa mesmo né?

Mix Bronze da Sanavita combina frutas e vegetais enriquecidos com betacaroteno

Caminhada · 20 out, 2016

Preparando-se para as estações da primavera e do verão a Sanavita acaba de lançar o Mix Bronze, um suco funcional à base de laranja, cenoura, manga, acerola, gengibre e polidextrose, tudo isso enriquecido com Betacaroteno.

A novidade tem uma fórmula exclusiva com nutrientes e fitoquímicos antioxidantes capazes de auxiliar o equilíbrio das funções metabólicas, combatendo assim a produção de radicais livres, responsáveis pelo mau funcionamento de órgãos vitais como intestino, fígado e rins.

No centro dos inúmeros benefícios do suco está o Betacaroteno, uma substância de alto poder antioxidante e grande aliada para enfrentar as estações mais quentes do ano, quando os dias são mais longos e a exposição à luz dura algumas horas a mais. Com a substância, o Mix Bronze proporciona efeito foto protetor e bronzeador, preparando e protegendo a pele contra os raios ultravioleta (UV), além de prolongar o bronzeado. Além disso, o novo produto é uma ótima opção para substituir bebidas açucaradas ou pouco nutritivas.

A bebida proporciona hidratação e ação antioxidante com fibras e fitonutrientes que auxiliam na manutenção do equilíbrio do corpo, inclusive nos dias em que cometemos alguns excessos na alimentação. Além disso, o suco funcional também é enriquecido com polidextrose, uma fibra capaz de ativar a flora intestinal saudável, auxiliando, inclusive, as dietas de emagrecimento. Cada porção da bebida contém 7g de fibras e apenas 38kcal.

Corra no percurso acidentado da Bravus Mud Race! Inscreva-se no site do Ticket Agora

Foto: Divulgação Foto: Divulgação


Para Natalia Dourado, Nutricionista da Sanavita, o novo Mix Bronze é o parceiro ideal para os dias mais quentes, com sol abundante e nos quais costumamos expor a pele à luz durante boa parte do dia. “Nós sabemos que os brasileiros, principalmente as mulheres, se esforçam para manter uma cor de pele bonita. O novo Mix Bronze pode ajudar na construção de um bronzeado bonito, uniforme e duradouro, sem deixar de lado o papel imprescindível do protetor solar”.

Sem nenhuma contraindicação, o novo Mix Bronze já está disponível nos mais de cinco mil pontos de venda especializados que comercializam todos os produtos da Sanativa.

Mix Bronze Sanavita
Sabor: combinação de frutas e vegetais como laranja, gengibre, cenoura, acerola e manga.
Embalagem: 300g
Rendimento: até 20 porções
Preço sugerido: R$ 64,90


Mix Bronze da Sanavita combina frutas e vegetais enriquecidos com betacaroteno

Caminhada · 20 out, 2016

Preparando-se para as estações da primavera e do verão a Sanavita acaba de lançar o Mix Bronze, um suco funcional à base de laranja, cenoura, manga, acerola, gengibre e polidextrose, tudo isso enriquecido com Betacaroteno.

A novidade tem uma fórmula exclusiva com nutrientes e fitoquímicos antioxidantes capazes de auxiliar o equilíbrio das funções metabólicas, combatendo assim a produção de radicais livres, responsáveis pelo mau funcionamento de órgãos vitais como intestino, fígado e rins.

No centro dos inúmeros benefícios do suco está o Betacaroteno, uma substância de alto poder antioxidante e grande aliada para enfrentar as estações mais quentes do ano, quando os dias são mais longos e a exposição à luz dura algumas horas a mais. Com a substância, o Mix Bronze proporciona efeito foto protetor e bronzeador, preparando e protegendo a pele contra os raios ultravioleta (UV), além de prolongar o bronzeado. Além disso, o novo produto é uma ótima opção para substituir bebidas açucaradas ou pouco nutritivas.

A bebida proporciona hidratação e ação antioxidante com fibras e fitonutrientes que auxiliam na manutenção do equilíbrio do corpo, inclusive nos dias em que cometemos alguns excessos na alimentação. Além disso, o suco funcional também é enriquecido com polidextrose, uma fibra capaz de ativar a flora intestinal saudável, auxiliando, inclusive, as dietas de emagrecimento. Cada porção da bebida contém 7g de fibras e apenas 38kcal.

Corra no percurso acidentado da Bravus Mud Race! Inscreva-se no site do Ticket Agora

Foto: Divulgação Foto: Divulgação


Para Natalia Dourado, Nutricionista da Sanavita, o novo Mix Bronze é o parceiro ideal para os dias mais quentes, com sol abundante e nos quais costumamos expor a pele à luz durante boa parte do dia. “Nós sabemos que os brasileiros, principalmente as mulheres, se esforçam para manter uma cor de pele bonita. O novo Mix Bronze pode ajudar na construção de um bronzeado bonito, uniforme e duradouro, sem deixar de lado o papel imprescindível do protetor solar”.

Sem nenhuma contraindicação, o novo Mix Bronze já está disponível nos mais de cinco mil pontos de venda especializados que comercializam todos os produtos da Sanativa.

Mix Bronze Sanavita
Sabor: combinação de frutas e vegetais como laranja, gengibre, cenoura, acerola e manga.
Embalagem: 300g
Rendimento: até 20 porções
Preço sugerido: R$ 64,90

Enjoou ou não come carne? Veja opções de refeições sem a proteína

Atletismo · 18 out, 2016

A alimentação é um dos momentos mais importantes do dia, é através dela que nos mantemos saudáveis, nutridos e com bem estar para trabalhar, praticar esportes e se divertir. Uma boa alimentação aliada a noites bem dormidas e uma rotina saudável de treinamento são a chave para o equilíbrio corporal.

Em busca desse tão sonhado equilíbrio, diversos tipos de dieta e formas de consumo surgiram. Entre elas está a opção vegetariana e a de pessoas que apenas evitam a carne, tanto por não gostarem do sabor, quanto por se sentirem pesadas.

Ao optarem por essa opção alguns sentem dificuldades, com isso separamos três alternativas de refeição que não incluem a carne.

Café da manhã - Ovo

Se você não for vegano a opção de ovo está liberada e o alimento combina com digamos, praticamente tudo.

Deixe para trás o pão com presunto e queijo para incluir a tão amada (no mundo fitness) crepioca. A receita é simples: misture um ovo com uma colher de tapioca e bora para a frigideira. Você pode acrescentar chia, pimenta, queijo e tudo mais que gostar, invente!

Almoço - Lasanha

Substitua as camadas da lasanha tradicional por berinjela ou abobrinha. Para o recheio diversas opções estão disponíveis como brócolis, cenoura, palmito ou proteína de soja. Faça um molho com tomate orgânico e torne sua refeição ainda mais saudável.

Já pensou em correr a Maratona de Curitiba? As inscrições para 2016 estão abertas, confira no Ticket Agora!

Foto: Peteers/Fotolia Foto: Peteers/Fotolia

Jantar - Estrogonofe

Um dos pratos mais tradicionais e preferidos das mamães de todo Brasil é o tão querido estrogonofe. A refeição é paixão nacional e não há necessidade de evitá-la se você parou de comer carne, use o palmito!

O esquema é o mesmo, você apenas deve trocar a proteína pelo palmito e mandar bala!


Enjoou ou não come carne? Veja opções de refeições sem a proteína

Atletismo · 18 out, 2016

A alimentação é um dos momentos mais importantes do dia, é através dela que nos mantemos saudáveis, nutridos e com bem estar para trabalhar, praticar esportes e se divertir. Uma boa alimentação aliada a noites bem dormidas e uma rotina saudável de treinamento são a chave para o equilíbrio corporal.

Em busca desse tão sonhado equilíbrio, diversos tipos de dieta e formas de consumo surgiram. Entre elas está a opção vegetariana e a de pessoas que apenas evitam a carne, tanto por não gostarem do sabor, quanto por se sentirem pesadas.

Ao optarem por essa opção alguns sentem dificuldades, com isso separamos três alternativas de refeição que não incluem a carne.

Café da manhã - Ovo

Se você não for vegano a opção de ovo está liberada e o alimento combina com digamos, praticamente tudo.

Deixe para trás o pão com presunto e queijo para incluir a tão amada (no mundo fitness) crepioca. A receita é simples: misture um ovo com uma colher de tapioca e bora para a frigideira. Você pode acrescentar chia, pimenta, queijo e tudo mais que gostar, invente!

Almoço - Lasanha

Substitua as camadas da lasanha tradicional por berinjela ou abobrinha. Para o recheio diversas opções estão disponíveis como brócolis, cenoura, palmito ou proteína de soja. Faça um molho com tomate orgânico e torne sua refeição ainda mais saudável.

Já pensou em correr a Maratona de Curitiba? As inscrições para 2016 estão abertas, confira no Ticket Agora!

Foto: Peteers/Fotolia Foto: Peteers/Fotolia

Jantar - Estrogonofe

Um dos pratos mais tradicionais e preferidos das mamães de todo Brasil é o tão querido estrogonofe. A refeição é paixão nacional e não há necessidade de evitá-la se você parou de comer carne, use o palmito!

O esquema é o mesmo, você apenas deve trocar a proteína pelo palmito e mandar bala!

O horário de verão chegou, que tal aproveitá-lo? Te damos 10 dicas

Atletismo · 17 out, 2016

As opiniões divergem, mas ainda é maioria a opinião de que uma horinha a mais no dia faz tudo ficar mais leve. Afinal, quem não gosta de chegar após o trabalho e ainda estar claro? Ou mesmo curtir o calor para aproveitar uma piscina ou praia com as crianças? Aquela uma hora a mais pode fazer falta no início, mas ela logo é esquecida com os benefícios da luz do dia.

As primeiras ideias sobre o horário de verão surgiram no fim do século 18 e um de seus maiores defensores foi o patriarca americano Benjamin Franklin. Ele dizia que a mudança no horário era necessária para gerar "economia tanto em velas como em querosene". No Brasil, ele começou a ser adotado na década de 30 e segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico, a iniciativa economiza e gera um ganho de R$ 147,5 milhões.

O treinador Nelson Evêncio aprova o horário, mas cita alguns cuidados que devem ser tomados pelos corredores, principalmente entre os que correm na parte da manhã, como por exemplo, usar roupas claras para ficar mais visível para os veículos. “Como está mais escuro fica difícil ser enxergado, então use roupas com reflexivos e tente correr sempre acompanhado”, diz.

Inscreva-se para a Track & Field Shopping Villa Lobos aqui!

Foto: Stasique/Fotolia Foto: Stasique/Fotolia

“Também é importante evitar o treinamento em temperaturas elevadas. Procure horários mais frescos, já que você pode desgastar o organismo e o treino que seria de performance pode piorar seu desempenho”, explica Nelson.

Entre os amantes do esporte o horário pode ser cheio de benefícios, confira alguns que o Webrun separou.

1. Treino pela manhã

Você que corre pela amanhã pode não gostar muito, afinal a noite dura mais do que o costume. O lado positivo disso é que o treino também será bem mais fresquinho, já que o sol nem vai ter nascido para te esquentar.

2. Treino no fim de tarde

Chega de treinar de noite! Você também pode ser um dos privilegiados que corre a luz do dia. Use esse período para aproveitar o fim de tarde e ter a visão de um belo pôr-do-sol.

3. Aproveite o calor

Sentir calor não é lá uma sensação muito boa, mas mesmo assim dá para tirar proveito dela. Passe a escolher roupas mais leves, entre as mulheres os vestidos são uma ótima opção e para os homens, use bermudas e tire um pouco da cor de escritório.

4. Vá para a praia

Nada mais justo que pegar um fim de semana e ir treinar na praia, que tal? A areia é um ótimo terreno para correr, já que proporciona menos impacto.

5. Ajuste seu relógio biológico

Existe uma tendência entre a maioria das pessoas em sentir mais sono nos primeiros dias do horário. Uma receita é ir acordando 15 minutos mais cedo diariamente, para que a transição ocorra aos poucos e sem traumas.

6. Use a luz a seu favor

Os impulsos que chegam através da luz do sol vão para regiões do cérebro relacionadas a emoções e à regulação e produção de hormônios, que são responsáveis pela sensação de bem-estar, como a melatonina. Por isso, é mais fácil encontrar pessoas depressivas em locais de clima frio e acinzentado.

A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) em seus conceitos básicos sobre iluminação, afirma “a presença de luz natural pode garantir uma sensação de bem-estar e um relacionamento com o ambiente maior no qual estamos inseridos”.

7. Use filtro solar

Ele não deve ser esquecido nunca, ainda mais em dias ensolarados. Passe o protetor e evite problemas futuros devido ao abuso do sol.

8. Hidrate

Outra dica essencial para todos dias, mas que vem seguindo a mesma linha do uso do protetor solar é: hidrate-se. Quanto mais calor, mais suor, mais perda de água e mais sede!

Ande sempre com sua garrafinha.

Foto: Antonioguillem/Fotolia Foto: Antonioguillem/Fotolia

9. Corra para a…. piscina

Você mora há mais de um ano no mesmo prédio e nunca deu nem um mergulho na piscina? Acho que esse pode ser o momento perfeito

10. Esqueça o carro

Aproveite que sua volta ao trabalho será na luz do dia e escolha alternativas como corrida e bike para ir para casa.

Lembre-se: o horário de verão vai até o dia 19 de fevereiro de 2017. Nesse período, o relógio é adiantado em uma hora. Ele vigora no Distrito Federal e nos Estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Espírito Santo.


O horário de verão chegou, que tal aproveitá-lo? Te damos 10 dicas

Atletismo · 17 out, 2016

As opiniões divergem, mas ainda é maioria a opinião de que uma horinha a mais no dia faz tudo ficar mais leve. Afinal, quem não gosta de chegar após o trabalho e ainda estar claro? Ou mesmo curtir o calor para aproveitar uma piscina ou praia com as crianças? Aquela uma hora a mais pode fazer falta no início, mas ela logo é esquecida com os benefícios da luz do dia.

As primeiras ideias sobre o horário de verão surgiram no fim do século 18 e um de seus maiores defensores foi o patriarca americano Benjamin Franklin. Ele dizia que a mudança no horário era necessária para gerar "economia tanto em velas como em querosene". No Brasil, ele começou a ser adotado na década de 30 e segundo o Operador Nacional do Sistema Elétrico, a iniciativa economiza e gera um ganho de R$ 147,5 milhões.

O treinador Nelson Evêncio aprova o horário, mas cita alguns cuidados que devem ser tomados pelos corredores, principalmente entre os que correm na parte da manhã, como por exemplo, usar roupas claras para ficar mais visível para os veículos. “Como está mais escuro fica difícil ser enxergado, então use roupas com reflexivos e tente correr sempre acompanhado”, diz.

Inscreva-se para a Track & Field Shopping Villa Lobos aqui!

Foto: Stasique/Fotolia Foto: Stasique/Fotolia

“Também é importante evitar o treinamento em temperaturas elevadas. Procure horários mais frescos, já que você pode desgastar o organismo e o treino que seria de performance pode piorar seu desempenho”, explica Nelson.

Entre os amantes do esporte o horário pode ser cheio de benefícios, confira alguns que o Webrun separou.

1. Treino pela manhã

Você que corre pela amanhã pode não gostar muito, afinal a noite dura mais do que o costume. O lado positivo disso é que o treino também será bem mais fresquinho, já que o sol nem vai ter nascido para te esquentar.

2. Treino no fim de tarde

Chega de treinar de noite! Você também pode ser um dos privilegiados que corre a luz do dia. Use esse período para aproveitar o fim de tarde e ter a visão de um belo pôr-do-sol.

3. Aproveite o calor

Sentir calor não é lá uma sensação muito boa, mas mesmo assim dá para tirar proveito dela. Passe a escolher roupas mais leves, entre as mulheres os vestidos são uma ótima opção e para os homens, use bermudas e tire um pouco da cor de escritório.

4. Vá para a praia

Nada mais justo que pegar um fim de semana e ir treinar na praia, que tal? A areia é um ótimo terreno para correr, já que proporciona menos impacto.

5. Ajuste seu relógio biológico

Existe uma tendência entre a maioria das pessoas em sentir mais sono nos primeiros dias do horário. Uma receita é ir acordando 15 minutos mais cedo diariamente, para que a transição ocorra aos poucos e sem traumas.

6. Use a luz a seu favor

Os impulsos que chegam através da luz do sol vão para regiões do cérebro relacionadas a emoções e à regulação e produção de hormônios, que são responsáveis pela sensação de bem-estar, como a melatonina. Por isso, é mais fácil encontrar pessoas depressivas em locais de clima frio e acinzentado.

A Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) em seus conceitos básicos sobre iluminação, afirma “a presença de luz natural pode garantir uma sensação de bem-estar e um relacionamento com o ambiente maior no qual estamos inseridos”.

7. Use filtro solar

Ele não deve ser esquecido nunca, ainda mais em dias ensolarados. Passe o protetor e evite problemas futuros devido ao abuso do sol.

8. Hidrate

Outra dica essencial para todos dias, mas que vem seguindo a mesma linha do uso do protetor solar é: hidrate-se. Quanto mais calor, mais suor, mais perda de água e mais sede!

Ande sempre com sua garrafinha.

Foto: Antonioguillem/Fotolia Foto: Antonioguillem/Fotolia

9. Corra para a…. piscina

Você mora há mais de um ano no mesmo prédio e nunca deu nem um mergulho na piscina? Acho que esse pode ser o momento perfeito

10. Esqueça o carro

Aproveite que sua volta ao trabalho será na luz do dia e escolha alternativas como corrida e bike para ir para casa.

Lembre-se: o horário de verão vai até o dia 19 de fevereiro de 2017. Nesse período, o relógio é adiantado em uma hora. Ele vigora no Distrito Federal e nos Estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Espírito Santo.

10 desculpas que você já deu para não treinar

Atletismo · 13 out, 2016

Todos sabem que manter uma planilha de treinamentos zerada é missão para os fortes e focados, afinal obstáculos que acabam atrapalhando não faltam na rotina. Separamos dez deles e que, com certeza, você vai se identificar.

1. Esqueceu a roupa do treino

Corredores costumam alinhar sua planilha de treinamentos com a rotina, mas às vezes a pressa atrapalha e o planejamento não é feito com atenção. Quem nunca chegou na academia ou parque, foi se trocar e aí percebeu que esqueceu, tênis, alguma peça de roupa ou até mesmo toda? Pois é, isso rola bastante.

2. Despertador falhou

Essa desculpa muitas vezes é tida como mentira, mas quem madruga na hora de treinar sabe que isso acontece sim. A dica é: deixe no mínimo dois despertadores ativos e desapegue da soneca, ela só serve para atrasar seu dia.

3. Ressaca

O dia é belo, mas a noite ainda atrai muitos corredores. Até os mais focados já planejaram treinar pós-balada e a ressaca não deixou. Então, se você tem um treino muito importante, abdicar daquele passeio pode ser uma escolha, não muito agradável, mas necessária.

4. Overtraining

A empolgação nos treinos pode gerar o tão temido overtraining, então não exagere! Siga corretamente a planilha e deixe longe a possibilidade de lesões.

5. Muito frio

Quem lembra dos dias frios que chegaram a cidade de São Paulo nos últimos tempos? Se você é do Sul do Brasil, já está mais acostumado, mas sem dúvidas existem regiões em que o frio torna-se desculpa para escapar dos treinos.

De vez em quando acontece, mas lembre-se que os treinos indoor são permitidos e já existem diversas tecnologias para se esquentar durante a corrida.

Aventure-se na Graciosa Amazing Run. Inscreva-se no site do Ticket Agora!

Foto: Rita Kochmarjova/Fotolia Foto: Rita Kochmarjova/Fotolia

6. Muito… calor

Enquanto o frio faz com que pessoas deixem de treinar o calor também “mata”. Correr com “um sol para cada um” é pesado e o atleta deve ficar atento a sua hidratação, já que situações como perda de consciência podem acontecer no meio de um treino.

7. Relógio/celular sem bateria

Na nossa opinião uma desculpinha bem ruim, afinal se seu relógio não está funcionando fique de olho nos de rua ou se seu treino é indoor, a esteira está aí para isso. Lógico que existem situações em que o marcador de ritmo é essencial, mas é como dizem: quem quer arranja um jeito.

8. Minha companhia desistiu

Correr com amigos é bem mais divertido do que sozinho, afinal se você tem seu companheiro de pace firme e animado, aquele momento em que pensa em desistir estará fora das opções. Mesmo assim, se a disposição está firme, não deixe que uma desistência atrapalhe seu planejamento.

9. Não deu tempo

Tempo, tempo, tempo… Muitos pedem mais 24h na rotina diária, já que quanto mais nos envolvemos em compromissos, temos menos tempo para cuidar de nós mesmos e até de nosso lazer.

Lembre, coloque-se em primeiro lugar SEMPRE! Ajeite sua agenda e seja feliz fazendo o que ama.

10. Meu cachorro comeu meu tênis

Essa é das antigas, mas vai que né….rs


10 desculpas que você já deu para não treinar

Atletismo · 13 out, 2016

Todos sabem que manter uma planilha de treinamentos zerada é missão para os fortes e focados, afinal obstáculos que acabam atrapalhando não faltam na rotina. Separamos dez deles e que, com certeza, você vai se identificar.

1. Esqueceu a roupa do treino

Corredores costumam alinhar sua planilha de treinamentos com a rotina, mas às vezes a pressa atrapalha e o planejamento não é feito com atenção. Quem nunca chegou na academia ou parque, foi se trocar e aí percebeu que esqueceu, tênis, alguma peça de roupa ou até mesmo toda? Pois é, isso rola bastante.

2. Despertador falhou

Essa desculpa muitas vezes é tida como mentira, mas quem madruga na hora de treinar sabe que isso acontece sim. A dica é: deixe no mínimo dois despertadores ativos e desapegue da soneca, ela só serve para atrasar seu dia.

3. Ressaca

O dia é belo, mas a noite ainda atrai muitos corredores. Até os mais focados já planejaram treinar pós-balada e a ressaca não deixou. Então, se você tem um treino muito importante, abdicar daquele passeio pode ser uma escolha, não muito agradável, mas necessária.

4. Overtraining

A empolgação nos treinos pode gerar o tão temido overtraining, então não exagere! Siga corretamente a planilha e deixe longe a possibilidade de lesões.

5. Muito frio

Quem lembra dos dias frios que chegaram a cidade de São Paulo nos últimos tempos? Se você é do Sul do Brasil, já está mais acostumado, mas sem dúvidas existem regiões em que o frio torna-se desculpa para escapar dos treinos.

De vez em quando acontece, mas lembre-se que os treinos indoor são permitidos e já existem diversas tecnologias para se esquentar durante a corrida.

Aventure-se na Graciosa Amazing Run. Inscreva-se no site do Ticket Agora!

Foto: Rita Kochmarjova/Fotolia Foto: Rita Kochmarjova/Fotolia

6. Muito… calor

Enquanto o frio faz com que pessoas deixem de treinar o calor também “mata”. Correr com “um sol para cada um” é pesado e o atleta deve ficar atento a sua hidratação, já que situações como perda de consciência podem acontecer no meio de um treino.

7. Relógio/celular sem bateria

Na nossa opinião uma desculpinha bem ruim, afinal se seu relógio não está funcionando fique de olho nos de rua ou se seu treino é indoor, a esteira está aí para isso. Lógico que existem situações em que o marcador de ritmo é essencial, mas é como dizem: quem quer arranja um jeito.

8. Minha companhia desistiu

Correr com amigos é bem mais divertido do que sozinho, afinal se você tem seu companheiro de pace firme e animado, aquele momento em que pensa em desistir estará fora das opções. Mesmo assim, se a disposição está firme, não deixe que uma desistência atrapalhe seu planejamento.

9. Não deu tempo

Tempo, tempo, tempo… Muitos pedem mais 24h na rotina diária, já que quanto mais nos envolvemos em compromissos, temos menos tempo para cuidar de nós mesmos e até de nosso lazer.

Lembre, coloque-se em primeiro lugar SEMPRE! Ajeite sua agenda e seja feliz fazendo o que ama.

10. Meu cachorro comeu meu tênis

Essa é das antigas, mas vai que né….rs

The North Face apresenta tecnologia Dryvent

Atletismo · 13 out, 2016

Foto: Divulgação Foto: Divulgação

A The North Face apresenta a nova tecnologia Dryventr. Totalmente impermeável, respirável e 100% corta vento, foi desenvolvida e testada em laboratório e em campo. Ela garante maior durabilidade ao produto e suas múltiplas camadas têxteis permitem que o vapor da água saia do interior da peça para o exterior.
Participe da Track & Field Shopping Eldorado. Inscreva-se no site do Ticket Agora!

A Dryvent, que possui revestimento de poliuretano (PU), está presente em várias peças e acessórios da marca, que também contam com outros diferenciais dependendo para qual finalidade você busca o produto.

Seja para praticar hiking, trekking ou para o dia-a-dia, as peças possuem costura selada e são práticas garantindo o máximo da sua performance e conforto.

Foto: Divulgação Foto: Divulgação

A The North Face apresenta a nova tecnologia Dryventr. Totalmente impermeável, respirável e 100% corta vento, foi desenvolvida e testada em laboratório e em campo. Ela garante maior durabilidade ao produto e suas múltiplas camadas têxteis permitem que o vapor da água saia do interior da peça para o exterior.
Participe da Track & Field Shopping Eldorado. Inscreva-se no site do Ticket Agora!

A Dryvent, que possui revestimento de poliuretano (PU), está presente em várias peças e acessórios da marca, que também contam com outros diferenciais dependendo para qual finalidade você busca o produto.

Seja para praticar hiking, trekking ou para o dia-a-dia, as peças possuem costura selada e são práticas garantindo o máximo da sua performance e conforto.


The North Face apresenta tecnologia Dryvent

Atletismo · 13 out, 2016

Foto: Divulgação Foto: Divulgação

A The North Face apresenta a nova tecnologia Dryventr. Totalmente impermeável, respirável e 100% corta vento, foi desenvolvida e testada em laboratório e em campo. Ela garante maior durabilidade ao produto e suas múltiplas camadas têxteis permitem que o vapor da água saia do interior da peça para o exterior.
Participe da Track & Field Shopping Eldorado. Inscreva-se no site do Ticket Agora!

A Dryvent, que possui revestimento de poliuretano (PU), está presente em várias peças e acessórios da marca, que também contam com outros diferenciais dependendo para qual finalidade você busca o produto.

Seja para praticar hiking, trekking ou para o dia-a-dia, as peças possuem costura selada e são práticas garantindo o máximo da sua performance e conforto.

Foto: Divulgação Foto: Divulgação

A The North Face apresenta a nova tecnologia Dryventr. Totalmente impermeável, respirável e 100% corta vento, foi desenvolvida e testada em laboratório e em campo. Ela garante maior durabilidade ao produto e suas múltiplas camadas têxteis permitem que o vapor da água saia do interior da peça para o exterior.
Participe da Track & Field Shopping Eldorado. Inscreva-se no site do Ticket Agora!

A Dryvent, que possui revestimento de poliuretano (PU), está presente em várias peças e acessórios da marca, que também contam com outros diferenciais dependendo para qual finalidade você busca o produto.

Seja para praticar hiking, trekking ou para o dia-a-dia, as peças possuem costura selada e são práticas garantindo o máximo da sua performance e conforto.