Remo: saiba quais são os benefícios para o seu corpo

Saiba o que o remo seco pode fazer para sua saúde e forma física. Entre os benefícios estão o ganho de força e o aumentos de massa muscular

Daniel Krutman | Bem Estar · 01 fev, 2017

O remo é um equipamento excelente e muito recomendável para academias e clubes, pois sua prática contribui para aumento do condicionamento aeróbio sem precisar ir a algum lugar com espaço e água. Por ser um equipamento que abrange um trabalho ativo de membros inferiores tronco e membros superiores, gera uma grande ativação de massa muscular o que proporciona grande gasto energético e consequentemente um emagrecimento e definição muscular, de forma eficaz dependendo da estratégia de uso.

O professor da academia Bio Ritmo Luiz, Henrique Raksa, afirma que sua prática melhora a resistência cardiorrespiratória, coordenação motora por trabalhar diversas articulações e o recrutamento muscular do corpo todo. “Remar com frequência ajuda o aumento da oxidação de gorduras, contribui para o emagrecimento, ajuda no aumento da força e melhora o condicionamento físico geral”, explica o professor.

Foto: Microgren/Fotolia

Foto: Microgren/Fotolia

Quais os benefícios do remo para quem corre?

Para os corredores, o remo contribui na intensificação dos treinos, proporcionando aumento da resistência aeróbia e pode ser incluído como forma de diminuir a sobrecarga das articulações dos tornozelos, joelhos, quadril e coluna lombar devido as forças geradas com impacto da corrida.

O remo também pode ser indicado para alguns tipos de lesões, tanto para tratá-las, quanto para ajudar a manter o condicionamento físico. Porém, antes de começar a remar, é preciso ter a aprovação de um profissional, caso contrário a atividade pode piorar a lesão. “Para praticantes que tem canelite, aquela chata e dolorosa dor na canela, pode-se realizar com uma intensidade menor sem agredir a região. Inflamações nas articulações e tendinites por excesso de treino, podem ser realizadas com limitação de velocidade e amplitude do movimento”, explica o professor.

 

Participe da 7ª Meia Maratona Pague Menos Campinas!

 

Como executar?

Raksa ensina a praticar o remo de maneira correta: você deve se posicionar corretamente no equipamento. Os pés bem presos ao suporte para não cair já que sua plataforma é instável e movimenta para frente e para trás, sendo assim o quadril deve estar bem apoiado sobre ela. As costas devem permanecer alinhadas mesmo que incline com o movimento para não curvar o tronco. As mãos seguram  firmes a barra que é fixa na corrente do equipamento e gera a resistência de acordo com a velocidade e a força empregada no movimento. Cotovelos próximos ao tronco para facilitar a força de tração dos braços.

Feito estes ajustes no posicionamento, o movimento dos braços e das pernas devem agir em conjunto. Quando o praticante empurra com as pernas estendendo os joelhos, o tronco deve permanecer estável acompanhando o movimento das pernas e quadril. Braços começam a fazer força flexionando os cotovelos, juntamente com o movimento das pernas para acumular energia e tracionar a barra próxima ou até o abdômen, em uma trajetória única indo para trás. Feito isso, o retorno tem o braço estendido e as pernas flexionadas. Cuidado com excesso de velocidade, braços muito afastados do corpo podem machucar os ombros e o abdômen deve estar sempre contraído para proteger a coluna.

 

Daniel Krutman

Ver todos os posts

Publicitário de formação, especialista em sociologia do consumo e em marketing digital. Trabalha há mais de 10 anos com conteúdo e marketing esportivo.

 
 

Outras deste autor